Templates by BIGtheme NET
Início » Foz Côa (Pagina 2)

Foz Côa

Declaração de Situação de Alerta até 23 de agosto

Face às previsões meteorológicas para os próximos dias, que apontam para um significativo agravamento do risco de incêndio rural, os Ministros da Defesa Nacional, da Administração Interna, do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, da Saúde, do Ambiente e Ação Climática e da Agricultura e da Alimentação determinaram hoje a Declaração da Situação de Alerta em todo o território do Continente.

A Situação de Alerta abrange o período compreendido entre as 00h00 horas do dia 21 de agosto e as 23h59 horas do dia 23 de agosto.

A Declaração decorre da elevação do Estado de Alerta Especial do Sistema Integrado de Operações de Proteção e Socorro (SIOPS) e da necessidade de adotar medidas preventivas e especiais de reação face ao risco de incêndio Elevado, Muito Elevado e Máximo, previsto pelo IPMA, em grande parte do território continental. Ler Mais »

AF Guarda- Catorze equipas na divisão maior com início a 25 de setembro

Segundo informou em comunicado a AF Guarda, este ano, conta com 14 equipas a 1ªdivisão, promete um aprova muito competitiva com o regresso de equipas históricas e grandes jogos em perspetiva.
As equipas participantes são:
– Associação Cultural Desportiva de Vila Franca das Naves;
– Associação Cultural e Desportiva Estrela de Almeida;
– Associação Desportiva e Recreativa Cultural Aguiar da Beira;
– Associação Desportiva de São Romão;
– Associação Desportiva de Fornos de Algodres;
– Centro Cultural Desportivo e Recreativo Vila Cortez do Mondego;
– Clube de Futebol Vilanovenses;
– Clube Desportivo de Gouveia;
– Grupo Desportivo de Trancoso;
– Grupo Desportivo de Vila Nova de Foz Côa;
– Guarda Futebol Clube;
– Sporting Clube Celoricense;
– Sporting Clube do Sabugal;
– União Desportiva os Pinhelenses.
O sorteio é realizado dia 27 de agosto, no auditório Associação de Futebol da Guarda, pelas 17horas. A primeira jornada do Campeonato Distrital 1ª. Divisão Seniores para a época 2022/23 tem data prevista a 25 de setembro

GNR Guarda- Detenções em Foz côa e Seia por violência doméstica

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) da Guarda e do Posto Territorial de Seia, entre os dias 5 e 8 agosto, deteve três homens, com idades compreendidas entre os 43 e os 66 anos, por violência doméstica em três situações distintas, nos concelhos de Seia e de Vila Nova Foz Côa.

Numa primeira situação e no âmbito de uma investigação por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o suspeito de 43 anos infligiu  maus-tratos psicológicos e físicos contra a vítima, uma mulher de 39 anos. Perante a gravidade dos factos e a escalada das ameaças, foi dado cumprimento a um mandado de detenção.

No segundo caso, foi possível apurar que o agressor de 66 anos exercia violência física e psicológica sobre a vítima, sua companheira de 63 anos. No seguimento de diligências de inquérito, a Guarda deu cumprimento a um mandado de detenção.

Na terceira situação e no seguimento de denúncia apresentada, os militares da Guarda deslocaram-se de imediato ao local e após diligências apuraram que o suspeito de 56 anos infligia maus-tratos à vítima, uma mulher de 57 anos, tendo sido dado cumprimento a um mandado de detenção fora de flagrante.

Os suspeitos de 43 e 56 anos foram presentes a primeiro interrogatório no Tribunal Judicial de Vila Nova de Foz Côa, onde lhes foi aplicada a medida de coação de proibição de contactar, por qualquer forma ou meio com as vítimas, bem como afastamento das mesmas, não podendo aproximarem-se num raio de 300 metros, com recurso a pulseira eletrónica.

Ao suspeito de 66 anos, após ter sido presente ao Tribunal Judicial de Seia, foi-lhe a aplicada a medida de coação, de obrigatoriedade de tratamento à dependência do álcool e de proibição de contactar, por qualquer forma ou meio com a vítima, bem como afastamento da mesma, não podendo aproximarem-se num raio de 500 metros, controlado por pulseira eletrónica.

A violência doméstica é crime público e denunciar é uma responsabilidade coletiva. Se precisar de ajuda ou tiver conhecimento de alguma situação de violência doméstica participe:

Campanha solidária “Separar para Ajudar”

Desde 2014, a recolha seletiva de embalagens duplicou no Planalto Beirão. Hoje em dia, em média, cada habitante dos 19 municípios da região do Planalto Beirão separa
duas vezes mais!

Os resultados são animadores e revelam que a população está a corresponder ao desafio lançado pela Associação de Municípios da Região do Planalto Beirão.

Até 2025 temos de separar e reciclar 65% dos resíduos de embalagens produzidos,o que equivale a 87 kg/habitante, segundo valores de 2021. Temos de separar ainda
mais do que aquilo que já separamos.

Recorde-se que, desde 2017, a Associação de Municípios instalou mais 1.847 novos ecopontos, colocou mais 20 viaturas a fazer a recolha dos resíduos dos ecopontos e
está a executar um Plano de Sensibilização e Educação Ambiental, com o mote Ideia com Futuro – Reciclar no Planalto Beirão, junto da população em geral, da
comunidade escolar e dos operadores de comércio e serviços.

No sentido de aumentar a separação dos resíduos de embalagem, a AMRPB está a dinamizar o Plano de Sensibilização e Educação Ambiental, junto das escolas e
população em geral, com o objetivo de sensibilizar para a prevenção da produção de resíduos e mobilizar para a reutilização e separação dos resíduos para reciclagem.

‘Ideia com Futuro – Reciclar no Planalto Beirão’ dá o mote a este projeto, que visa incrementar a separação dos resíduos recicláveis de papel, cartão, plástico, metal e
vidro, garantindo que possam ser transformados em matéria-prima para novos produtos e, dessa forma, evitando que sejam desperdiçados em aterro. A separação dos resíduos recicláveis é fundamental para a preservação dos recursos naturais, para a proteção do meio ambiente e para a melhoria da qualidade de vida.

A Ideia com Futuro – Reciclar no Planalto Beirão pretende não só envolver a região do Planalto Beirão em atividades e iniciativas de cariz ambiental, fomentando a separação de resíduos recicláveis de embalagens e dotando a população das ferramentas necessárias a essa prática, mas pretende também combinar a esfera
ambiental com a esfera social.

A campanha solidária “Separar para Ajudar” consiste em converter cada tonelada de resíduos separada, que represente um aumento face ao ano de 2014, em apoios
sociais para instituições de solidariedade social da região do Planalto Beirão.

Este projeto, desenvolvido pela Associação de Municípios da Região do Planalto Beirão, é cofinanciado pelo POSEUR, Portugal 2020 e União Europeia, através do
Fundo de Coesão.

Foz Côa, elaborou uma candidatura ao Programa 1º Direito – Programa de Acesso à Habitação.

O Município de Vila Nova de Foz Côa, elaborou uma candidatura ao Programa 1º Direito – Programa de Acesso à Habitação.
De uma forma realística e pragmática, considerando esta estratégia local de habitação, um instrumento – chave privilegiado para melhorar a qualidade de vida da população do concelho de vila Nova de Foz Côa, priorizou todas as soluções por forma a dar resposta habitacional ao maior numero possível de agregados familiares que vivam no concelho em condições indignas.
A análise SWOT realizada foi enquadrada numa dinâmica geográfica, demográfica e economicamente desfavorável, resultando daí um diagnostico global fiável e rigoroso das necessidades habitacionais.
Foram elencados outros pressupostos:
• Contribuir para um novo modelo de atratividade territorial e um novo paradigma de sustentabilidade do desenvolvimento urbano;
• Melhorar a qualidade do parque habitacional (pois entendemos que por exemplo o centro histórico de Foz côa, possui a maioria das potenciais soluções para os problemas habitacionais existentes na freguesia)
• Atrair novos habitantes e adequar a oferta à procura de habitação
As soluções habitacionais em que se pretende intervir em função de tal diagnostico, foram e estão definidas num horizonte temporal 21-26, prevendo-se a conclusão do processo até 30 de junho de 2026, e a prioridade será a aquisição e reabilitação de habitações degradadas e devolutas.
O investimento a efetuar, e tendo em conta o esforço financeiro que o município irá fazer, é considerável, mas simultaneamente motivador, pois afinal de contas estamos a falar de investir no melhor bem e no maior património que possuímos: que são as pessoas.
A estimativa financeira encontra-se dividida em proprietários (investimento privado) e município (investimento publico) cabendo aos Proprietários um investimento para reabilitação no valor de 3.340.000,00€ e ao Município um investimento para aquisição e reabilitação no valor de 3.238.000,00€, perfazendo um total de investimento na estratégia local de habitação de: 6.578.500,00€, que contempla 68 famílias, num total de 159 pessoas.
Não devemos ficar satisfeitos apenas porque estamos a cumprir a nossa obrigação, devemos ir mais além, e o além é já aqui.
Por:MFC

Cursos de arbitragem com inscrições abertas

O Conselho de Arbitragem da Associação de Futebol da Guarda informa que se encontram abertas as inscrições para mais um curso de árbitros de Futebol.
Todos os interessados em seguir uma carreira na arbitragem, este é o
momento certo para apostar no seu futuro.
As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas até ao dia 15 de
Outubro, através do Conselho de Arbitragem da Associação de
Futebol da Guarda: arbitragem@afguarda.pt

ANAM promove formação para valorização de eleitos locais

Numa organização conjunta do Centro de Valorização de Eleitos Locais (CVEL), da Associação Nacional de Assembleias Municipais (ANAM) , com a Associação de Estudos de Direito Regional e Local (ADREL)  e  com a VALORGLOCAL, esta é uma formação de capacitação dirigida aos autarcas das Assembleias Municipais que pretendem obter conhecimentos sobre a estrutura e funcionamento das Assembleias Municipais.

Estando prevista duas edições desta formação (19 e 20 de Julho e 27 e 28 de julho), o curso contempla dois momentos: o primeiro é dedicado às questões mais estruturais como o regimento, a Mesa da Assembleia Municipal e os grupos municipais. Já a segunda parte da formação incide na  preparação das sessões, assuntos orçamentais e financeiro e as dotações da assembleia municipal no orçamento municipal.

Para Albino Almeida, Presidente da ANAM, “as formações de capacitação dos eleitos locais, de forma estruturada e coerente, são essenciais para quem procura estar, cada vez mais, informado e dotado das ferramentas necessárias para assumir funções no âmbito do Poder Local. É fundamental que os eleitos locais estejam cada vez mais capacitados para as suas responsabilidades”.

Para Manuel Ferreira Ramos, jurista e coordenador do Centro de Valorização de Eleitos (CVEL) estas ações de formação têm sido reconhecidas pelos eleitos locais que as frequentam como importantes para a melhoria da qualidade da democracia local.

Criado com o objetivo de contribuir para um maior conhecimento e debate entre eleitos locais,  o CVEL tem vindo a desenvolver um esforço contínuo no sentido de aprimorar a atividade interna deste órgão autárquico, contribuindo, assim, para a sua valorização e dignificação. “A valorização do papel das Assembleias no processo político democrático local passa não só por uma melhor comunicação com os cidadãos, mas também pela melhoria do funcionamento interno das Assembleias,” acrescenta.

A inscrição no curso tem o valor de 10€ e confere a atribuição do “Guia Prático das Assembleias Municipais”, um documento que dá resposta a 115 perguntas com esclarecimentos e práticos, sobre as mais variadas questões relacionadas com este órgão deliberativo.

GNR Guarda- Detenções em Foz Côa

O Comando Territorial da Guarda, através do Posto Territorial de Vila Nova de Foz Côa, no dia 15 de julho, recuperou um veículo furtado e deteve dois homens de 42 e 46 anos por furto e uso de veículo, no concelho de Vila Nova de Foz Côa.

No âmbito de uma ação de policiamento, os militares da Guarda foram abordados por um popular, a informar que lhe tinham furtado a viatura e que os suspeitos seguiam pela Estrada Nacional 102. De imediato foram encetadas diligências policiais no intuito de localizar o veículo, culminando na sua localização e na detenção dos suspeitos.

A viatura recuperada foi entregue ao seu legítimo proprietário.

Os detidos, com antecedentes por crimes de furtos, foram constituídos arguidose os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Vila Nova de Foz Côa.

MAI deixa nota de Pesar

O MAI, através do Ministro José Luis Carneiro, deixa uma nota de pesar referindo que:”Apresento as mais sentidas condolências à família do comandante-piloto que hoje faleceu na sequência de um acidente com um avião de combate a incêndios, enquanto operava no combate a um incêndio em Torre de Moncorvo, Bragança.

Estendo este voto de profundo pesar aos amigos e colegas que integram o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais.

Neste momento trágico, dirijo uma palavra de solidariedade a todos aqueles que, de forma empenhada, profissional e generosa, prestam um serviço inestimável ao país no combate aos incêndios. Os meus pensamentos estão com todos aqueles que integram este esforço nacional.

Dirijo também uma palavra de agradecimento às autoridades que cooperaram nas operações de resgate”, conclui o ministro.

Taxa Zero ao Volante” em balanço

A Campanha de Segurança Rodoviária Taxa Zero ao Volante, da responsabilidade da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), da Guarda Nacional Republicana (GNR) e da Polícia de Segurança Pública (PSP), decorreu nos dias 5 a 11 de julho e teve como objetivo alertar os condutores dos veículos para os riscos da condução sob a influência do álcool.

Esta campanha contou, uma vez mais, com a participação do serviço da administração regional da Região Autónoma da Madeira em ações de sensibilização, completando o trabalho de fiscalização que tem sido realizado pelos comandos Regionais da PSP.

Inserida no Plano Nacional de Fiscalização de 2022, a campanha foi divulgada nos meios digitais e através de cinco ações de sensibilização da ANSR, realizadas em simultâneo com as operações de fiscalização realizadas pela GNR e pela PSP, nas localidades de Torres Vedras, Aveiro, Braga, Porto e Ceira. Idênticas ações ocorreram na Região Autónoma da Madeira. Ler Mais »