Início » Mangualde (Pagina 10)

Mangualde

SAPO reforça aposta na atualidade desportiva com nova App móvel

O SAPO apresenta uma nova e diferenciadora App para a área de Desporto. Mais intuitiva e abrangente em temas e modalidades, neste ano pautado por eventos desportivos de forte relevância, – como o Campeonato Europeu de Futebol e os Jogos Olímpicos de Verão – esta nova versão da App SAPO Desporto vem conciliar a estratégia de diversificação de conteúdos com uma melhor experiência em mobile.

A nova App distingue-se, desde logo, pelo design renovado, mais sofisticado e elegante, mas também pela navegação melhorada e vocacionada para uma experiência de leitura ainda mais rápida e confortável.

No novo menu de acesso rápido, é agora possível navegar intuitivamente pelas principais áreas da aplicação, encontrar e aceder ao conteúdo desejado, ágil e convenientemente.

Vitor Santos mantém-se como Embaixador da Ética no Desporto para os anos de 2024 e de 2025

Os Valores nunca estão em contramão
Foi, ontem, publicada a listagem dos embaixadores da ‘Ética no Desporto’, para os anos de 2024 e de 2025, designados pelo Conselho Diretivo do Instituto Português do
Desporto e Juventude.
Assim o embaixador refere: «Senti-me honrado, e surpreso, quando recebi, pela primeira vez, no ano de 2018, o convite para ser embaixador da ‘Ética no Desporto’. O reconhecimento do meu trabalho deu-me força para continuar quando muitos achavam que não valia a pena.
Agora, mais honrado me sinto quando integro a listagem, para os anos de 2024 e de 2025, que contempla, uma vez mais, o meu nome.
São 6 anos com várias publicações premiadas pelo Clube Nacional de Imprensa Desportiva e PNED, dezenas e dezenas de ações em clubes, associações e escolas.
Centenas de quilómetros. Muitas outras ficaram por fazer por motivos profissionais.
Na qualidade de Embaixador, comprometi-me a participar ativamente na persecução dos desígnios do Programa Nacional de Ética no Desporto, com todos os seus intervenientes, designadamente na promoção e vivência dos valores no desporto que prometi defender em todas as situações em que participei, a nível profissional, desportivo e como cidadão. Tenho a convicção e feedback que tenho cumprido.

Em 2023, integrar a Comissão de Ética dos Jogos Desportivos de Viseu 2024, organizados pelo Município de Viseu e receber uma Distinção de Mérito, atribuído pela
Autoridade para a Prevenção e Combate à Violência no Desporto (APVCD), pelo reconhecimento do meu trabalho no âmbito da promoção da Ética no Desporto, foram
incentivos que reforçaram a minha crença no caminho que estou a percorrer.

Ética no Desporto continua a ser uma causa que me motiva.

Grato a todos vós pela força que me transmitem nesta missão. Ser independente dá muito trabalho, mas é tão reconfortante!

Desde já deixamos os nossos parabéns, ao nosso colaborador por este feito alcançado.

Mangualde-Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (ERPI) será inaugurada no concelho

Vai decorrer a inauguração, na próxima segunda-feira, 18 de março, pelas 10h30, da  nova Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (ERPI), destinada a mulheres, vítimas de violência doméstica, no concelho de Mangualde.

Trata-se da segunda de duas residências previstas no país (a primeira abriu no final do ano passado, em Grândola), instalada no edifício da antiga escola primária, com capacidade para 40 camas.

Assim, trata-se de uma obra, que custou cerca de 1, 5 milhão de euros, comparticipada em 150 mil euros (10%) pelo Município de Mangualde.

“É com enorme satisfação que acolhemos no concelho esta experiência-piloto que, no nosso caso, vai dar resposta às mulheres idosas, vítimas de violência doméstica, proveniente das Regiões Centro e Norte do País”, afirma o presidente da Câmara de Mangualde Marco Almeida.

“Apesar do promotor desta obra ser uma IPSS do concelho, o Município não poderia estar alheado desta problemática da violência doméstica, com 60 casos registados no ano passado no concelho.

No passado mês de fevereiro, também foi instalado no Centro de Saúde de Mangualde, um Gabinete de Apoio a Vítima da rede nacional da APAV, único no distrito de Viseu.

“É com uma resposta concertada e trabalhando em rede com todas as instituições que esperamos amenizar esta complexa problemática da violência doméstica, transversal ao país”, acrescenta Marco Almeida.

Estes equipamentos residenciais, anunciados em 2022 pela secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Rosa Monteiro, são financiados pelo FEDER e resultam do trabalho multissetorial do Governo (área da Cidadania e da Igualdade, da Coesão Territorial e do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social) e dos municípios e organizações da sociedade civil, responsáveis pela gestão.

foto:MM

“Aldeias em Festa”, em Barranha, Aguiar da Beira

“Aldeias em Festa”, em Barranha, Aguiar da Beira, vai juntar cinco aldeias de cinco concelhos numa mostra do que de melhor e mais genuíno existe nesta região

A aldeia da Barranha (Aguiar da Beira), do distrito da Guarda, e as aldeias de Castelo (Sátão), Esmolfe (Penalva do Castelo), Quintela de Azurara (Mangualde) e Caldas da Felgueira (Nelas), distrito de Viseu, vão estar juntas para uma mostra do que de melhor e mais genuíno existe nestas “Aldeias de Portugal” do território da ADD – Associação de Desenvolvimento do Dão. O “Aldeias em Festa” vai realizar-se nos próximos dias 23 e 24 de março na aldeia da Barranha com muita tradição, animação e convívio.

O evento apresenta um programa diversificado e com dezenas de experiências atividades para todos os públicos, que irá colocar a pequena localidade do Concelho de Aguiar da Beira, que tem cerca de 50 habitantes, numa dinâmica nunca antes sentida.

Mostras gastronómicas, artesanato, histórias e estórias, folclore, música, danças, demostração de tradições culturais, oficinas de doçaria e pão, percursos pedestres, mercadinho e tasquinhas das aldeias, e muito mais.

“Mas, acima de tudo, a promoção do convívio entre as gentes destas aldeias e o bem-receber a todos os que visitem o Aldeias em Festa”, vincou Emanuel Ribeiro, coordenador da ADD.

As atividades do Aldeias em Festa serão dinamizadas pelas organizações e grupos locais, pela comunidade, “protagonistas e parceiros fundamentais desta estratégia de salvaguarda e valorização do estilo de vida das “Aldeias de Portugal”, e contam com o apoio das juntas de freguesia e dos municípios das cinco aldeias. Ler Mais »

Requalificação de estrada na Quinta da Moita concluída

Foram concluídos os trabalhos de requalificação da rua Principal, na Quinta da Moita, às portas da cidade de Mangualde, onde o Município investiu cerca de 51 mil euros, provenientes dos cofres da autarquia.

Este troço, com uma extensão de cerca de 250 metros, encontrava-se bastante degradado, muito por causa da passagem de veículos pesados, situação que causava grandes transtorno aos moradores, sobretudo durante o inverno.

A empreitada incluiu a colocação de tapete betuminoso e sinalização, tendo também sido melhoradas as condições de drenagem.

“A requalificação desta estrada era uma necessidade urgente, tal como muitas outras que integram a lista de obras prioritárias da rede viária, às quais iremos dar resposta nos próximos dois anos”, assegura o presidente da Câmara de Mangualde, Marco Almeida.

O troço agora requalificado integrava o itinerário da Estrada Municipal 604 até ter sido construído uma nova ligação à Estrada Nacional 329-1, entre Mangualde e Penalva do Castelo.

Foto:DR

CIM Viseu Dão Lafões celebrou 17 anos

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões celebrou os seus 17 anos de existência, pautados por uma dedicação contínua ao desenvolvimento sustentável do território. Fernando Ruas, Presidente da CIM, destaca as realizações significativas que foram alcançadas ao longo deste período.

“A CIM Viseu Dão Lafões tem vindo a desempenhar um papel de relevo em diversas áreas ao longo de quase duas décadas de atividade, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos e para a crescente atratividade e competitividade do nosso território. Estes 17 anos representam uma jornada de superação de desafios e de concretização de objetivos. Estamos comprometidos em enfrentar os desafios que se avizinham, pelo que a CIM continuará a trabalhar de mãos dadas com os seus municípios, com o objetivo de construir um futuro vibrante e pleno de oportunidades para todos”, sublinha Fernando Ruas.

Em jeito de balanço, Nuno Martinho, Secretário Executivo da CIM, recorda alguns setores em que o trabalho da CIM tem obtido resultados palpáveis.

“Na área da Proteção Civil e da defesa da floresta, em estreita colaboração com os 14 municípios e com os agentes do território, a CIM fortaleceu os mecanismos de resposta e prevenção em situações de emergência, promovendo a segurança dos residentes, nomeadamente em matéria de vigilância florestal para prevenir os incêndios rurais. Também a participação nos projetos europeus Life Landscape Fire e Life Nieblas transformam a CIM numa referência ao nível da proteção ambiental e da resiliência da floresta. É incontestável que lideramos ou colaboramos em projetos e inciativas que estão a transformar a região e estamos a fazê-lo com o território e com os atores locais e regionais”, refere Nuno Martinho.

“Na Educação, na qualificação e nas competências a CIM tem desenvolvido diversos projetos que visam a promoção do ensino de qualidade, reforçando não só a formação e capacitação dos jovens no território, ao mesmo tempo que promove literacias, sejam elas financeiras, ambiental, alimentar ou dedicadas à saúde, que os preparam para serem cidadãos mais capazes de enfrentar o que o futuro lhes reserva. A preocupação em levar projetos inovadores às escolas tem sido uma constante. Noutra vertente, a CIM empenhou-se, ainda, na otimização da rede de transportes, facilitando a mobilidade inteligente e a conectividade entre os municípios, contribuindo para uma maior coesão territorial. O serviço de transporte a pedido IR e VIR, por exemplo, tem alcançado resultados notáveis e mudou a vida das pessoas”, reforça o Secretário Executivo.

Contudo, há mais áreas que merecem realce. “A CIM é uma promotora, cada vez mais ativa, da atratividade e notoriedade do território, destacando-se pela criação de produtos turísticos integrados, com especial ênfase no turismo de natureza, nas Ecopistas do Dão e Vouga, reconhecidas a nível internacional no domínio do walking e do cycling. Também a promoção da Gastronomia e do Vinho do Dão tem sido uma aposta permanente da atuação da CIM, assim como a dinamização e fruição cultural em rede. Na transição digital, a CIM tem impulsionado novos processos, melhorando a eficiência e a qualidade dos serviços públicos prestados aos cidadãos e empresas instaladas ou que querem investir no território”, lembra ainda Nuno Martinho.

 

Investimentos Territoriais Integrados a pensar no futuro

Comprometida em projetar o futuro, ao abrigo do Portugal 2030, a CIM Viseu Dão Lafões está focada em desenvolver investimentos territoriais integrados, em colaboração com os 14 municípios e outros parceiros do território, sinalizando um compromisso com o crescimento sustentável e a qualidade de vida dos habitantes.

Entre os eixos de intervenção considerados prioritários para os próximos investimentos, destacam-se a Sustentabilidade Demográfica e a Coesão Social, a Educação e as Competências, a Inovação, Competitividade e Qualificação, o Ambiente, a Transição Energética e a Economia Circular, a Transição Digital e a Inteligência Territorial e, também, as Alterações Climáticas, a Prevenção de Riscos e a Proteção Civil, assim como a Cultura, os Recursos, o Turismo e a Atratividade do Território.

Distrital CHEGA/Viseu em comunicado faz balanço e agradece aos eleitores

Em comunicado, o  CHEGA Viseu veio agradecer a todos os eleitores do distrito de Viseu a confiança depositada nas últimas eleições legislativas que ditaram a eleição de 2 deputados, João Tilly e Bernardo Pessanha.

Assim refere:”Triplicando a votação recebida em 2022 o partido obteve um resultado de 19,45% afirmando-se assim como a terceira força política no distrito. De salientar a votação no concelho do Sátão onde o CHEGA é agora a segunda força política à frente do PS. O CHEGA ficou ainda em segundo lugar à frente do PS ou AD em 8 freguesias de Armamar, 1 freguesia em Carregal do Sal, 5 em Castro Daire, 1 em Lamego, 5 em Moimenta da Beira, 1 em Mortágua, 2 em Nelas, 4 em Oliveira de Frades, 2 em Penedono, 1 em São João da Pesqueira, 2 em São Pedro do Sul, 6 no Sátão, 6 em Sernancelhe, 6 em Tabuaço, 2 em Tarouca, 4 em Tondela, 2 em Vila Nova de Paiva, 2 em Vouzela
e 7 em Viseu tendo mesmo na União das Freguesias de Vila Chã de Sá e Fail ficado em primeiro lugar. No todo nacional do partido, nos 20 círculos eleitorais, apraz ainda registar que os resultados do CHEGA no distrito de Viseu colocam-se na 9a posição.

Perante estes resultados o CHEGA só lamenta a iliteracia política de alguns eleitores que ao votarem, por erro ou ideologia fanática, no ADN tenham com esse resultado contribuído para eleger o terceiro mandato do PS em detrimento o quarto da AD, o que deixa o distrito a perder na qualidade da sua representatividade no Parlamento. O CHEGA através dos seus novos representantes de Viseu na AR tudo fará para combater o que tem sido a inércia de décadas de PS e PSD junto do poder central, deixando o distrito ao abandono.

Os deputados agora eleitos não pautarão o seu desempenho como trampolim para futuras candidaturas autárquicas e tudo farão por representar na AR os interesses do distrito. Como primeira medida em breve disponibilizarão um canal direto de contacto com os cidadãos do distrito e um horário para atendimento presencial na sede distrital a favor de todos os assuntos e problemas que entendam por bem vir a colocar aos novos deputados.

Informa-se ainda que durante esta semana o CHEGA Viseu retirará das ruas toda a publicidade eleitoral de campanha em todos os concelhos do distrito, no respeito do artigo 6.o da Lei n.o 97/88″.

Município entrega cerca de 800 armadilhas para capturar vespa asiática

O Município de Mangualde entrega aos apicultores do concelho 836 armadilhas de captura de vespa Velutina (asiática).

O equipamento, destinado a ser colocado nos apiários, será entregue esta quarta-feira, dia 13 de março, às 17h30, durante uma sessão que vai decorrer no Auditório do edifício da Câmara Municipal.

“A medida insere-se na estratégia municipal e tem como objetivo controlar os ninhos de vespa velutina, por forma a travar a criação e desenvolvimento de outros”, explica o vereador com o pelouro da Agricultura, Rui Costa.

Durante a mesma sessão será apresentado e discutido a proposta de “Regulamento de Apoio ao Setor Apícola do Concelho de Mangualde”, para auxiliar e orientar os cerca de 83 apicultores existentes no concelho mangualdense.

Foto:MM

Mangualde lança 3ª edição do Orçamento Participativo Jovem

Pelo terceiro ano consecutivo, o Município de Mangualde lança o Orçamento Participativo Jovem de Mangualde (OPJ).

As propostas podem ser apresentadas a partir desta segunda-feira, 11 de março e até 12 de maio, através da plataforma (http://euparticipo.cmmangualde.pt) ou, presencialmente, nas Assembleias Participativas.

“É uma ferramenta essencial, que faz parte da estratégia do Município, para que os jovens se envolvam nas dinâmicas de governação do concelho. Ao apresentarem os próprios projetos, os mesmos poderão tornar-se realidade”, afirma o presidente da Câmara de Mangualde, Marco Almeida, que apela à participação.

“Com este instrumento, os jovens estão a contribuir para a transparência da atividade da autarquia e reforçar a qualidade da democracia”, sublinha.

De acordo com o regulamento, aprovado em reunião do Conselho Municipal da Juventude, no passado dia 1 de março, podem participar no OPJ todos os jovens e/ ou grupos de estudantes matriculados no Agrupamento de Escolas de Mangualde, com idades entre os 12 e os 29 anos.

Os projetos terão de ter um custo máximo de execução de dez mil euros, nas áreas de Cultura, Recreio e Lazer; Educação e Juventude; Desporto; Espaço Público e Espaços Verdes; Energia ; Higiene Urbana; Turismo, Comércio e Promoção Económica; Inovação e Empreendedorismo.

Todas as propostas que estiverem de acordo com o regulamento vão a votação entre 11 de junho e 31 de julho. Os vencedores serão anunciados até 16 de agosto.

Foto:DR

AD venceu Legislativas 24

Após os resultados apurados , o triunfo da AD é a realidade , onde alcançou 29, 5%, elegendo 77 deputados, já o PS alcançou 28,7%, elegendo 75 deputados, por sua vez o Chega conseguiu 18,03% e 46 deputados. Depois o IL a conseguir 5,08% elegendo 8 deputados, o BE com 4,45%, com 5 deputados, CDU com 3,30% e 3 deputados, Livre com 4 deputados e 3,25%, PAN elegeu 1 deputado, com 1,92%.

Apesar de tudo ainda podem ser mais mandatos para os da frente pelos votos da Europa.

Foto:DR