Templates by BIGtheme NET
Início » Trancoso (Pagina 21)

Trancoso

Projeto “A raposa fabulosa” apresentado no TMG

Recentemente , teve lugar apresentação Pública do Projeto “A raposa fabulosa”, numa iniciativa da  Comunidade das Beiras e Serra da Estrela (CIMBSE) em parceria com a Rede Intermunicipal das Bibliotecas das Beiras e Serra da Estrela(RIBBSE),
Este projeto de valorização do território das Beiras e Serra da Estrela assenta na criação e edição de uma obra infantojuvenil, desdobrando-se em inúmeras atividades de promoção literária como oficinas de ilustração, horas do conto, sessões de apresentação, workshop de escrita criativa, roteiro-digital e vídeo-livro.
Segundo revelou,Cristina Caetano sub-coordenadora da RIBBSE, “esta é uma rede para todos e com todos com ligação profunda ao território”, sendo uma “estratégia local para o mundo”, que deve contribuir para a “formação de leitores envolvendo toda a Comunidade das Beiras e Serra da Estrela”.
Por sua vez, Pedro Seromenho, escritor, realça que ,a beleza deste projeto é o que nasce deste livro percorrendo os 15 concelhos que compõem a Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela. Tem como pilar a valorização do património assente nas premissas da educação ambiental, literacia e inclusão social.
Já o Secretário Executivo da CIM-BSE, António Miraldes, salientou a importância deste projeto por se enquadrar na Candidatura do Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar apresentada pela CIM-BSE, realçando que “não serve apenas para combater o insucesso escolar, mas sim para fomentar o sucesso escolar”.

Distribuição de armadilhas para o combate à Vespa Velutina em Trancoso

Em terras de Bandarra, é prioridade o combate à Vespa Velutina (asiática).
Uma espécie invasora e predadora de abelhas que produzem o mel, com elevado impacto na apicultura, face a isso, o Município de Trancoso (Serviço Municipal de Proteção Civil) procedeu à distribuição de armadilhas seletivas junto dos apicultores do concelho.
Esta ação preventiva tem como objetivo a redução do número de ninhos através da captura das vespas fundadoras, antes da criação de novas colónias (ninhos) e monitorizar a sua distribuição no concelho, de modo a identificar áreas prioritárias de intervenção.
O Serviço Municipal de Proteção Civil continua disponível para colaborar com os apicultores no combate à Vespa Velutina.
Em caso de avistamento de ninhos de Vespa Velutina (asiática) deve ser contactado o Serviço Municipal de Proteção Civil de Trancoso através do telemóvel 927994740 ou efetuar o registo no site http://stopvespa.icnf.pt/ para uma correta e eficaz destruição dos ninhos.

GNR- Atividade operacional do fim de semana

A Guarda Nacional Republicana, para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de ações policiais, em todo o território nacional, entre as 20h00 de sábado e as 08h00 de hoje, domingo. Estas ações visaram, não só, a prevenção e o combate à criminalidade e à sinistralidade rodoviária, como também a fiscalização de diversas matérias de âmbito contraordenacional, registando-se os seguintes dados operacionais:

  1. Detenções: 29 detido sem flagrante delito, destacando-se:
  • 12 por condução sob o efeito do álcool;
  • Nove por condução sem habilitação legal;
  • Três por furto;
  • Dois por desobediência;
  • Dois por resistência e coação;
  • Um por tráfico de estupefacientes.
  1. Apreensões:
  • 34 doses de haxixe;
  • Cinco doses de cocaína.
  1. Trânsito:

Fiscalização125 infrações detetadas, destacando-se:

  • 22 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei;
  • Sete relacionadas com tacógrafos;
  • Cinco por falta de inspeção periódica obrigatória;
  • Cinco por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório;
  • Dois por uso indevido do telemóvel no exercício da condução;
  • Uma por iluminação e sinalização.

Sinistralidade: 22 acidentes registados, destacando-se:

  • Dois feridos graves;
  • Oito feridos leves.

Projeto “A raposa fabulosa”, iniciativa da CIMBSE e RIBBSE

Vai ter lugar a apresentação pública do projeto “A raposa fabulosa” , no Teatro Municipal da Guarda, no próximo dia 19 de abril ,pelas 16h00.

Esta uma iniciativa da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE), Luís Tadeu, e da Rede Intermunicipal de Bibliotecas das Beiras e Serra da Estrela (RIBBSE) em parceria com o escritor Pedro Seromenho.

É um projeto valorização do território que assenta na criação e edição de uma obra infanto-juvenil, desdobrando-se em inúmeras actividades de promoção literária como oficinas de ilustração, horas do conto, sessões de apresentação, workshop de escrita criativa, roteiro digital e vídeo-livro.

 

Boletim Epidemiológico até dia 13, área da ULS Guarda

Após a publicação do Boletim Epidemiológico até ao dia 13, o balanço é positivo, neste período aconteceram mais 16 casos (11 824 no total), mais 31 recuperados (11 465 no total) e mais 1 morto (340 no total)
Neste momento estão 19 ativos na área da ULS Guarda, Mêda tem 7 casos,Foz Côa e Gouveia com 3 casos, Celorico da Beira e Guarda com 2 casos e Fornos de Algodres  e Almeida com 1 caso e Figueira, Manteigas, Pinhel, Sabugal, Seia e Trancoso com zero casos.

Por sua vez , Aguiar da Beira tem 2 casos.

aBEIRAr foi apresentada num palco natural

Teve lugar no Covão D’Ametade , a apresentação pública de aBEIRAr : Parceria de Ciência Cidadã para a Valorização do Território, uma iniciativa da Rede Intermunicipal de Bibliotecas das Beiras e Serra da Estrela (RIBBSE), apadrinhada pela CIMBSE e em parceria com o Geopark Estrela, UBI e Plataforma da Ciência Aberta do Município de Figueira Castelo Rodrigo.
Face a isso, a Mesa de oradores foi composta por :Presidente da Câmara de Manteigas, Esmeraldo Carvalhinho,  RIBBSE – Catarina Santos, Plataforma de Ciência Aberta de Figueira de Castelo Rodrigo – Maria Vicente, Estrela Geopark – Emanuel Castro, UBI – Vice – Reitor José Marques e o Presidente da CIMBSE, Dr. Luís Tadeu.
É uma parceria de ciência cidadã que tem como missão potenciar o envolvimento e a participação cívica com a ciência, promover o diálogo entre cientistas e cidadãos e despertar o interesse da comunidade na construção de conhecimento e valorização do território.
Este evento vai decorrer de maio a outubro do ano em curso, irá realizar-se em todos os Municípios que compõem a RIBBSE e desenvolve-se sobre os temas: a Água, o Céu e a Rocha.

aBEIRAr vai ser apresentado no Covão d´Ametade

Vai ter lugar a apresentação pública de aBEIRAr – parceria de ciência cidadã para a valorização do território, que decorrerá no Covão d’Ametade, no dia 8 de abril, quinta-feira, às 11h00.

aBEIRAr é uma parceria de ciência cidadã para a valorização do território que envolve a Rede Intermunicipal de Bibliotecas das Beiras e Serra da Estrela da CIMBSE, a Plataforma de Ciência Aberta – Município de Figueira de Castelo Rodrigo, a Estrela Geopark Mundial da UNESCO e a Universidade da Beira Interior.
aBEIRAr surge como uma forma de potenciar o envolvimento e participação cívica com a ciência, promover o diálogo entre cientistas e cidadãos e despertar o interesse da comunidade na construção do conhecimento do território.
A primeira iniciativa de aBEIRAr irá percorrer os 15 concelhos da CIMBSE, numa sequência de três ciclos, cada um dedicado a um tema central para o território – Água, Céu, Rocha – que acontecerão na Primavera, Verão e Outono, respetivamente.

Distrital do PSD da Guarda já escolheu os 14 candidatos às Câmaras Municipais do distrito

Em comunicado, a Distrital do PSD da Guarda refere que já tem concluído, desde o passado dia 29 do presente
mês, o processo da escolha dos candidatos às 14 Câmaras Municipais do Distrito.
Apesar da pandemia, que dificultou a mobilidade devido ao confinamento, o processo
cumpriu com todas as orientações e prazos estipulados pela Direção Nacional do
Partido.
Todo o procedimento da escolha dos candidatos foi efetuado com a responsabilidade,
seriedade, rigor e a transparência interna que um processo como este deve ter, refere
Carlos Condesso, Presidente da Distrital.
Apesar de todos os candidatos já estarem aprovados pela Comissão Política Distrital,
faltam homologar e consecutivamente apresentar apenas quatro candidatos por parte
da Comissão Politica Nacional, o que acontecerá já nos próximos dias.
Os candidatos já aprovados, homologados e apresentados pelo Partido são: António
José Machado (Almeida), Carlos Ascensão (Celorico da Beira), Carlos Condesso
(Figueira de Castelo Rodrigo), Luís Tadeu (Gouveia), Carlos Chaves Monteiro (Guarda),
Nuno Soares (Manteigas), Rui Ventura (Pinhel), Vitor Proença (Sabugal), João Carvalho
(Trancoso) e João Paulo Sousa (Vila Nova de Foz Côa). Falta apenas tornar público os candidatos a Fornos de Algodres, Mêda, Seia e Aguiar da Beira.
A Distrital tem um objetivo bem traçado, que é ganhar o maior número de Câmaras e
eleger o maior número de Presidentes de Câmara, de Vereadores, de Presidentes de
Junta e de Membros de Assembleia Municipal.

Todas as estruturas do partido estão mobilizadas e determinadas em trabalhar
arduamente para recuperar câmaras que estão nas mãos do Partido Socialista, por
forma a devolver a esperança às populações.

Diocese da Guarda-Vamos celebrar a Páscoa, mensagem de D.Manuel Felício

A Páscoa é a Festa das festas, porque celebra a Vida em plenitude inaugurada pela Ressurreição de Cristo.

Ora, a celebração do grande Mistério da Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo envolve para nós o compromisso de lhe ajustarmos, o mais possível, as nossas vidas.

Por isso, ao longo de toda a Quaresma, procurámos acolher o convite à conversão que a Palavra de Deus nos faz e responder-lhe, sobretudo através do Sacramento da Reconciliação, renovando, assim, a relação de amor e compromisso com o mesmo Deus, própria de todos os baptizados.

A oração mais intensa, o jejum e a partilha fraterna, juntamente com a revisão da nossa vida pessoal diante da Palavra de Deus foram o caminho que procurámos percorrer, ao longo de toda a Quaresma. Agora temos pela frente as celebrações mais significativas e importantes de todo o ano, a começar pelo Domingo de Ramos, continuando na Semana Santa, com o Tríduo Pascal e a Páscoa da Ressurreição.

No ano passado, estivemos impedidos de viver estas celebrações em assembleia. Graças a Deus que este ano já temos essa possibilidade, embora com consciência das necessárias restrições e a obrigação de cumprirmos as regras que já conhecemos.

Vamos, assim, reviver a entrada solene de Jesus em Jerusalém, aclamado pela multidão como sendo o Messias esperado. Nesse mesmo dia, Domingo de Ramos, a leitura da Paixão dá-nos a entender que Messias era aquele, que a multidão aclamava, mas poucos dias depois já para ele pedia a morte na cruz.

Na Quinta-Feira Santa, depois de, da parte da manhã, celebrarmos com os nossos Padres, o grande dom do Sacerdócio, comemoramos, ao fim da tarde, a Instituição da Eucaristia e do mesmo Sacerdócio, na Última Ceia e também o Testamento do Mandamento Novo.

A Sexta-Feira Santa é dia de silêncio e contemplação diante do Mistério da Paixão e Morte de Jesus. Esse silêncio e essa contemplação continuam durante todo dia de Sábado Santo, até à Vigília Pascal, em que cantamos o Aleluia da Ressurreição, depois de escutarmos a Palavra de Deus e renovarmos as promessas do nosso Baptismo.

A Páscoa convida-nos, assim, a contemplar, por um lado, a beleza da Vida plena inaugurada pela Ressurreição de Cristo e, por outro lado, o percurso que temos de fazer para que toda a nossa existência seja presença e espelho dessa Vida plena.

Não vamos ter, ainda este ano, possibilidade de celebrar a Páscoa também com as tradicionais procissões e outras manifestações públicas comemorativas dos acontecimentos da Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo e suas implicações na vida pessoal e social das pessoas. Por isso, não haverá a Procissão de Enterro do Senhor, nem os tradicionais cantares dos Martírios do Senhor ou outras tradições populares, como é o amentar das almas. Nem haverá a Procissão do Aleluia, na manhã do Domingo de Páscoa, como também não estão autorizadas as visitas pascais, com o beijar da Cruz, de porta em porta. Porém, longe de impedirem ou dificultarem a celebração do Mistério Pascal, essas ausências queremos que sejam oportunidade renovada para concentrarmos mais a nossa atenção e contemplação no Mistério que celebramos.

Contamos com a Graça de Deus e com o exemplo e intercessão de Maria Santíssima e de todos os Santos, este ano em particular com S. José, que é para nós modelo de silêncio e de contemplação, de vigilância e dedicação à grande causa que Deus lhe confiou – ser guardião de Jesus e da Sagrada Família.

 

Município de Trancoso associa-se à «Hora do Planeta»

O Município de Trancoso irá associar-se novamente à iniciativa «Hora do Planeta», onde vão ser desligadas as luzes de vários monumentos e espaços municipais no próximo sábado, 27 de março, entre as 20h30 e as 21h30 horas.
As luzes dos Paços do Concelho, Muralhas do Castelo, Parque Municipal, iluminação pública do Campo da Feira, Portas D’El Rei e Centro Histórico de Trancoso serão desligadas durante uma hora, no âmbito da iniciativa da WWF (World Wide Fund for Nature – “Fundo Mundial para a Natureza”).