Templates by BIGtheme NET
Início » Vilar Formoso (Pagina 6)

Vilar Formoso

Testes rápidos de saliva da Biojam para diagnóstico do COVID-19 chegaram ao mercado português

Um método alternativo à zaragatoa: Novo sistema de diagnóstico permite detetar o vírus com um único teste à saliva.

·               Uma solução que constitui uma alternativa fiável, segura, confortável e muito mais barata.

Depois de lançados os testes rápidos de antigénio para diagnóstico de COVID-19 e os testes DUO de diagnóstico de COVID-19 e Gripe, a BioJam disponibiliza também, a partir de agora, os testes rápidos de saliva, os quais já foram alvo de notificação junto do Infarmed. De uma forma mais simples e sem o desconforto associado aos convencionais testes de antigénio que utilizam as zaragatoas para recolha de amostra, o novo sistema de diagnóstico permite detectar, em apenas 15 minutos e de uma forma não invasiva, possíveis casos positivos de COVID-19. Com explica Carlos Monteiro, CEO e fundador da farmacêutica BioJam, “a realização dos convencionais testes de antigénio, apesar de constituírem um processo rápido, não deixam de ser mais desconfortáveis, sobretudo para crianças, adolescentes e até adultos com sensibilidade ao método da zaragatoa. Além disso, poderão ser muito úteis em aeroportos, escolas, empresas ou atividades desportivas, para identificar assintomáticos em período infecioso. Com os novos testes de saliva conseguimos eliminar o desconforto mantendo a segurança dos testes que apresentam uma especificidade de 100% e uma sensibilidade de mais de 94%”.

O teste rápido PCL COVID19 Ag Gold saliva é um dispositivo médico de diagnóstico invitro que se baseia no Teste imunocromatográfico (ICA) para a detecção qualitativa do antigénio SARS-CoV-2 na saliva humana. Ainda que não seja um teste invasivo, o mesmo só estará disponível para realização em clínicas e laboratórios de análises clínicas devidamente registadas na ERS para tal, por profissionais de saúde ou sob o acompanhamento destes, esperando que estes também possam ser distribuídos pelas farmácias comunitárias. A ideia é que seja supervisionado por um profissional e realizado numa clínica, hospital ou, eventualmente, farmácia. Além de eliminar o desconforto da zaragatoa, deixa de ser necessário ter profissionais de saúde especificamente habilitados para a colheita, como acontece atualmente, aliviando a logística e os custos”, acrescenta Carlos Monteiro.

Programa Mundial de Reconhecimento de Resposta COVID-19 distingue ULS da Guarda

O International Hospital Federation Beyond the Call of Duty for COVID-19 reconheceu a Unidade Local de Saúde da Guarda  pelo seu

plano de ação de resposta COVID-19, um reconhecimento atribuído a 100 hospitais de 28 países.
A ULS da Guarda apresentou a candidatura intitulada “Não podemos salvar o mundo, mas podemos ajustar as velas” e recebeu o emblema de reconhecimento após uma análise completa de um comité de revisão internacional composto por 16 especialistas do setor de saúde.
Em jeito de homenagem aos hospitais e prestadores de serviços de saúde em todo o mundo, na sua luta contra a COVID-19, a Federação Internacional de Hospitais apresentou numa sessão pública cada um dos Hospitais com reconhecimento atribuído. A lista completa de hospitais pode ser encontrada aqui:

Campeonato de Esperanças Sub-20 nasce na AF Guarda

Vai nascer um Campeonato de Esperanças Sub-20, nas modalidades de Futebol, masculino e feminino, e Futsal, neste caso apenas na vertente masculina.

A prova tem como objectivo proporcionar aos jovens futebolistas do distrito um enquadramento competitivo que lhes permita crescer e desenvolver as suas capacidades. “A necessidade de criar uma competição com estas caraterísticas foi identificada após análise detalhada dos campeonatos distritais dotando a possibilidade de jovens atletas que estão sem prática desportiva o possam fazer.”, revela Artur Lobão, diretor técnico da AFG.

Podem participar nestas provas atletas Seniores Sub-20 mas também outros de escalões inferiores desde que cumpram com todas as normas e legislações regulamentares exigidas para esse efeito, sendo os formatos oportunamente divulgados de acordo com os clubes inscritos.

No seguimento da criação desta prova, a AF Guarda fez saber que “embora se trate de escalão de seniores prescinde da taxa de jogo limitando-se os clubes apenas suportar uma compensação para a arbitragem”.

O arranque da prova está previsto para janeiro de 2021, sendo que o período de inscrições decorrem até 15 de dezembro de 2020.

fonte:AFG

GNR- Atividade operacional das últimas 12 horas

A Guarda Nacional Republicana, para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de ações policiais, em todo o território nacional, entre as 20h00 de sábado e as 08h00 de hoje, domingo. Estas ações visaram, não só, a prevenção e o combate à criminalidade e à sinistralidade rodoviária, como também a fiscalização de diversas matérias de âmbito contraordenacional, registando-se os seguintes dados operacionais:

  1. Detenções: 25 detidos em flagrante delito, destacando-se:
  • 14 por condução sob o efeito do álcool;
  • Nove por condução sem habilitação legal;
  • Um por violência doméstica.

  1. Apreensões:
  • 2,6 doses de haxixe;

  1. Trânsito:

Fiscalização438 infrações detetadas, destacando-se:

  • 84 por excesso de velocidade;
  • 39 por falta de inspeção periódica obrigatória;
  • 30 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei;
  • 19 relacionadas com iluminação e sinalização;
  • 17 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório;
  • 16 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;
  • Quatro relacionadas com tacógrafos;
  • Três por uso indevido de telemóvel no exercício da condução.

Sinistralidade: 18 acidentes registados, destacando-se:

  • Um ferido grave;
  • Oito feridos leves.

Novas medidas do Estado de Emergência até 8 de dezembro

Suspensão de aulas antes dos feriados 1 e 8 de dezembro

Assim , ao fim da tarde deste sábado, António Costa, apresentou as novas medidas para o novo Estado de Emergência, onde sobressai a saída de Fornos de Algodres da lista dos concelhos de risco , ainda a novidade da suspensão de aulas antes dos feriados 1 e 8 de dezembro.

Por sua vez, o Primeiro- ministro referiu ainda que, “não obstante continuarmos a crescer, há uma desaceleração”, o que não significa baixar os braços. “Temos ainda muito que nos esforçar”, refere, justificando o reforço das medidas.

Medidas Gerais:

  • Uso obrigatório da máscara no local de trabalho, exceto quando os postos de trabalho são isolados ou quando haja separação física entre diferentes postos. “Também no trabalho se transmite o vírus e também no trabalho a máscara protege da transmissão do vírus”, apontou António Costa;
  • Proibição de circulação entre concelhos:
    • entre as 23h de 27 de novembro e as 5h de 2 de dezembro
    • entre as 23h de 4 de dezembro e as 5h de 9 de dezembro;
  • Nos dias 30 de novembro e 7 de dezembro estão suspensas as atividades letivas em todos os níveis de ensino. Nas mesmas datas há tolerância de ponto e o apelo a entidades privadas para dispensa de trabalhadores. Costa justificou estas medidas como forma de se ter “um mês de dezembro o mais tranquilo possível”;

– Mapa de Risco

  • Os concelhos serão divididos em diferentes níveis de risco de contágio. Neste momento existem 65 concelhos de risco moderado, 86 de risco elevado, 80 de risco muito elevado e 47 de risco extremamente elevado. As regras específicas para cada concelho podem ser vistas no site Estamos On;
  • Será “em função destes critérios de risco” que nos próximos meses serão “modeladas as medidas a adotar para que se ajustem o melhor possível à realidade efetiva em cada concelho”;
  • Casos em cada nível de risco, nos últimos 14 dias:
    • “Extremamente elevado”: mais de 960 casos de doença por 100 mil habitantes;
    • “Muito elevado”: mais de 480 novos casos por 100 mil habitantes;
    • “Elevado”: mais de 240 e até 480 casos por 100 mil habitantes;
    • “Moderado”: menos de 240 casos por 100 mil habitantes.
  • António Costa referiu que 17 concelhos saem da lista de risco elevado, informação posteriormente corrigida pelo Governo, referindo que são apenas 15 concelhos: Aljustrel, Alvaiázere, Beja, Borba, Carrazeda de Ansiães, Ferreira do Alentejo, Fornos de Algodres, Santa Comba Dão, São Brás de Alportel, Sousel, Tábua, Tavira, Vila Real de Santo António, Vila Velha de Ródão e Vila Flor;

 

  • Nos concelhos onde há mais de 240 casos por cem mil habitantes, o Governo refere que vai haver uma “ação de fiscalização do cumprimento do teletrabalho obrigatório”, devido aos incumprimentos que se têm verificado;
  • Na quinzena que engloba os dois feriados — 1 e 8 de dezembro — não vão ser verificadas medidas diferentes entre os concelhos com 48o casos por cada 100 mil habitantes e os que têm mais de 960. Desta forma, mantém-se as medidas atualmente em vigor e são acrescentadas outras três:
    • Entre as 13h e as 5h é proibido circular na via pública e os estabelecimentos comerciais têm de estar fechados;
    • Nas vésperas dos feriados, os estabelecimentos comerciais têm de encerrar a partir das 15 horas;
    • As medidas dos fins de semana estão em vigor nos feriados de 1 e 8 de dezembro.

 

  • António Costa referiu também medidas de apoio à economia:
    • Programa Apoiar.pt, no valor total de 1.55o milhões de euros — estão previstos empréstimos de 750 milhões de euros e 160 milhões de euros a fundo perdido;
    • Medidas de apoio à restauração;
    • Apoio à Retoma Progressiva, com acesso imediato;
    • Adiamento dos pagamentos à Segurança Social e IVA trimestral;
    • Redução de rendas comerciais, com contrapartidas para os senhorios.

Carta de condução digital após alteração do código de estrada

Aos poucos, o Governo português vai estudando as melhores formas para a alteração do Código de Estrada, face a isso, surge uma inovação, a carta de condução e restantes documentos da viatura passarão a ser digitais, isto é, vai ser criada uma App para o telemóvel e aí, o condutor terá a carta de condução, quer todos os documentos relacionados com a viatura.

Para tal, esta medida , irá entrar em vigor, assim que o código de estrada sofra as devidas alterações, onde se vai destacar, a coima por utilização do telemóvel ao volante, passará para o dobro e virá a retirar ao condutor 3 pontos da carta de condução.

Outras novidades surgirão com a entrda em vigor do novo código de estrada.

Aprovada a implementação dos cinco comandos regionais de emergência e proteção civil

Foi aprovado e publicado recentemente em Diário da República, e assinado pela secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar, define a forma de implementação dos cinco comandos regionais de emergência e proteção civil, designadamente a localização, identifica os espaços que lhes serão afetos e assegura o exercício dos cargos de comandante regional e segundo comandante regional.

Ainda este despacho estabelece as condições de instalação e funcionamento de cinco comandos regionais de emergência e proteção civil , passando a funcionar o novo modelo territorial do sistema de proteção civil.

A criação dos cinco comandos regionais de emergência e proteção civil estava prevista na nova lei orgânica da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), que entrou em vigor em abril de 2019.

Além dos cinco comandos regionais, a lei orgânica da ANEPC estabelece também a criação de 23 comandos sub-regionais de emergência e proteção civil em vez dos atuais comandos distritais de operações e socorro (CDOS), tendo ficado decidido que a entrada em funcionamentos destas duas estruturas seria de forma faseada, definida por despacho do membro do Governo responsável pela área da administração interna.

Fonte do Ministério da Administração Interna referiu à agência Lusa que este despacho entrou em vigor este sábado e até ao final do ano esta estrutura regional vai estar operacional e com os comandantes nomeados.

De acordo com o despacho, o Comando Regional do Norte vai ficar localizado em Vila Real, o Comando Regional do Centro fica em Viseu, o Comando Regional de Lisboa e Vale do Tejo em Almeirim, o Comando Regional do Alentejo em Évora e o Comando Regional do Algarve em Loulé.

“Agora a  instalação dos comandos sub-regionais de emergência e proteção civil é feita em data posterior, mantendo-se em funcionamento os comandos distritais de operações de socorro (CDOS)”, como refere o despacho.

Fonte:Bombeiros.pt

Participação na catequese das crianças e adolescentes preocupam Bispo da Guarda

Recentemente, D.Manuel Felício, Bispo da Diocese da Guarda, mostrou-se preocupado , com a catequese, isto é, a participação das crianças e adolescentes na catequese assim como a formação dos catequistas .

Face a isso, enviou uma carta a todos os padres da diocese, sobre “A Catequese da Infância e Adolescência”.

Desta maneira, D. Manuel Felício começa por lembrar que “juntamente com as celebrações das assembleias dominicais, a catequese é dos serviços com mais importância e também visibilidade nas nossas comunidades”. Refere que “os tempos de pandemia que continuamos a viver e sem abrandarem no seu rigor criam naturalmente dificuldades” não só ao serviço da catequese como a outros programas e serviços paroquiais.

O regresso às sessões presenciais de catequese, na Diocese da Guarda, foi preparado com uma reunião, no dia 19 de Setembro, no Seminário da Guarda, onde foram dados a conhecer “os necessários procedimentos”. D. Manuel Felício recorda que nas reuniões dos sete arciprestados o assunto também foi analisado. Na altura, de acordo com os testemunhos apresentados, foi referido que “algumas comunidades estavam já de regresso à catequese presencial, procurando superar as restrições da pandemia, de acordo com os procedimentos recomendados”, mas outras apresentaram receios “sobretudo vindos das famílias e de alguns catequistas”.

O Bispo da Guarda considera que esta é a hora de dar “os passos necessários e não ficarmos parados”, temendo que se venha “a perder esta importante habituação, desde há muito instalada nos nossos ambientes, e passe a considerar-se que a catequese é desnecessária”.

O Prelado considera que “algo parecido também pode estar a acontecer com a participação nas celebrações dominicais” e, por isso pede aos padres que prestem “a devida atenção” e que “como primeiros responsáveis pela vida de Fé das comunidades”, não podem “ficar parados”.

No documento, com data de 6 de Novembro, D. Manuel Felício dá conta de que “ao mesmo tempo que se faz a convocatória para a catequese”, é preciso não descurar “a formação dos catequistas, a começar por aqueles e aquelas que vêm, de novo, prestar este serviço, mesmo como auxiliares de catequese”.

O Bispo da Guarda recorda que o Departamento Diocesano da Catequese da Infância e Adolescência, coordenado pelo padre Valter Salcedas Duarte, “tem organizada uma formação inicial para catequista, em cinco sessões” que pode ser disponibilizado às paróquias interessadas.

Fonte:DG

 

AF Guarda- Haverá clubes que queiram competir?

Em tempo de pandemia, o futebol atravessa uma crise, fruto de não puderem ter público nos estádios, o perigo de surgirem surtos nas equipas, na sua terra, no seu concelho.

Agora a nível nacional, o panorama é igual com o aumento de casos diários, existe grande preocupação, mas os campeonatos nacionais e regionais vão sendo jogados.

Na AF Guarda, reuniões atrás de reuniões e adiamento atrás de adiamento, posto isto foi marcada a data de arranque, 15 de novembro, mas agora o número de casos disparou no distrito e surge a questão, estarão reunidas condições para o campeonato começar?

Os clubes por sua vez queixam-se de tentar respostas da AF Guarda e o que lhes tem sido dito é que o arranque é 15 de novembro.

No entanto sabemos que sem clubes não existe competição, isto porque são já vários clubes com a vontade de desistir da competição, NDS, Manteigas, Mêda, Casal de Cinza e outros se seguirão.

Quem somos nós insinuar algo, mas como acompanhamos esta prova a par e passo e achamos que todas as equipas fazem falta, será que a AF Guarda não poderia reunir os clubes todos de forma urgente e ver a melhor maneira , isto é , ser for melhor voltar a adiar para bem da competição, porque corre-se o risco de a competição ser cancelada por falta de clubes.

Creio que era importante haver diálogo, e não venham dizer que somos críticos, porque apenas damos ideias para que as competições existam e todos possam participar e seja um grande campeonato, porque a nossa missão passa por dar a boa imagem do futebol distrital .

Vamos aguardar por ver o que se irá passar dentro de dias.

Detido por posse de armas proibidas – Vilar Formoso

 

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da Guarda, no dia 29 de outubro, deteve um homem de 26 anos por posse de armas proibidas em Vilar Formoso, concelho de Almeida.

No âmbito de uma investigação por tráfico de estupefacientes, os militares da Guarda deram cumprimento a um mandado de busca domiciliária onde foi apreendido o seguinte material:

·         Uma faca borboleta;

·         Uma soqueira;

·         Três doses de canábis.

O suspeito foi detido e, após ter sido presente ao Tribunal Judicial da Guarda ontem, dia 30 outubro, ficou sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência.