Início » Tag Archives: ARU

Tag Archives: ARU

Nelas vai-se candidatar a apoios comunitários para as ARU´S

23jnelasFoi nesta sexta-feira,  23 de Junho, aprovada, por unanimidade, a delimitação de quatro ARUS (Áreas de Reabilitação Urbana), sendo a ARU de Nelas, Canas de Senhorim-Urgeiriça, Santar-Casal Sancho e Caldas da Felgueira, em  Reunião de Câmara Extraordinária.

 Tal delimitação da área urbana a incluir nesse instrumento de gestão territorial é fundamental para que a Câmara Municipal possa recorrer a Fundos Comunitários, inscritos no Aviso da PT 2020, PORegional, que se encontro aberto num montante de 70 milhões de euros para 69 Concelhos da Região Centro, sendo expectável que ao Município de Nelas venha caber uma verba para reabilitação urbana, em termos de intervenção pública, no valor entre 1 milhão e 1 milhão e meio de euros, apresentando, no entanto, a Câmara Municipal uma candidatura no valor de aproximadamente 5 milhões de euros, valor esse a prever já um reprogramação de fundos comunitários e reforço de verbas.

O essencial de intervenção urbana, naquilo que é denominado por PARU (Plano de Ações de Regeneração/Reabilitação Urbana) centra-se na requalificação de ruas e praças e também no reforço das condições de uma Casa das Artes em Nelas, um Multiusos em Canas de Senhorim, um Centro de Artes do Vinho e do Espaço em Santar (CAVE) e da melhoria da zona ribeirinha das Caldas da Felgueira.

A constituição das ARU’s, para além do investimento público, implicará também um quadro de benefícios fiscais e recurso a financiamentos em condições favoráveis para reabilitação de prédios degradados por parte de particulares e empresas, benefícios fiscais esses que serão posteriormente definidas em Assembleia Municipal por proposta da Câmara, mostrando-se o Presidente der Câmara e todos os Vereadores disponíveis para constituir mais uma ARU que abranja todo o Município de Nelas, de forma a que todos os munícipes e empresas tenham as mesmas oportunidades de recorrer a Fundos e incentivos fiscais e o possam fazer em condições de igualdade. Para além da discussão em Reunião de Câmara, o Presidente fez anteceder a delimitação das ARUS de Discussão Pública que se realizou em final de Abril, início de Maio, tendo incorporado na proposta todas as sugestões efetuadas.

Mais um instrumento de gestão territorial e recursos a financiamentos comunitários que garantem o futuro do Concelho e o bem-estar das populações.

Por:Mun.Nelas

 

 

 

Discussão Pública da Área de Reabilitação Urbana (ARU), DE Santar-Casal Sancho e Canas de Senhorim

Decorreu, no passado dia 30 de Abril, na Junta de Freguesia de Santar, a sessão de Discussão Pública da Área de Reabilitação Urbana (ARU), de Santar-Casal Sanchnelas1o, inserida numa estratégia de regeneração urbana destas localidades, que seja capaz de gerar o necessário impulso para a sua revitalização, devolvendo-lhe a sua natural função configurante das dinâmicas urbanas, e proporcionando condições promotoras de uma maior coesão urbana, quer na articulação urbana, quer na articulação entre o centro e as novas áreas de expansão, quer na futura ocupação dos espaços desqualificados.

A delimitação da Área de Reabilitação Urbana (ARU) de Santar-Casal Sancho procura a valorização, segundo uma estratégia coletiva que envolva, acompanhe e potencie o investimento privado, dos centros históricos da vila de Santar e da aldeia vizinha de Casal Sancho, aliando a reabilitaçãonelas2 física e funcional do edificado e do espaço público à valorização e promoção do património cultural e arquitectónico aqui presente, numa óptica de potenciação cultural e turística da vocação vinhateira, patrimonial e paisagística deste local singular da região vinícola do Dão.

Desta forma, o Presidente da Câmara Municipal de Nelas apresentou os objetivos de trabalho e estratégicos para tornar Santar-Casal Sancho mais urbana a todos os níveis, bem como a área geograficamente definida para esta localidade e os benefícios fiscais que podem ser atribuídos aos proprietários de casas devolutas ou em estado de degradação no sentido da sua recuperação.

No caso específico de Santar-Casal Sancho, a ARU insere-se integralmente em perímetro urbano, abrangendo uma superfície de 78,5 hectares, que engloba o núcleo de Casal Sancho, integrando o núcleo histórico de Santar e também o edificado mais recente, bem como terrenos de produção vinhateira. De forma a estimular este processo de revitalização socioeconómica, a ARU de Santar-Casal Sancho tem como objetivos principais valorizar o centro histórico de Santar e promover o património histórico; explorar o potencial decorrente da tradição vinhateira, valorizar o património ambiental e paisagístico e fortalecer a estrutura ecológica; melhorar as condições de mobilidade urbana e requalificar o espaço público e garantir uma oferta qualificada de equipamentos e espaços de recreio e lazer.

A Sessão terminou com uma ativa participação dos presentes que deixaram algumas sugestões e contributos para levar a bom porto o projeto de reabilitação urbana de Santar-Casal Sancho.

Já na segunda-feira, dia 2 de maio, na Junta de Freguesia de Canas de Senhorim, a sessão de Discussão Pública da Área de Reabilitação Urbana (ARU), de Canas de Senhorim- Urgeiriça, inserida numa estratégia de regeneração urbana para a valorização destas localidades no seu todo, tendo por base uma perspetiva de integração territorial, urbana e funcional de um território muito diversificado, que contempla o seu centro histórico e tradicional, a zona estruturada pela avenida da Estação, as vastas áreas industriais desativadas e degradadas aqui localizadas, o complexo habitacional da Urgeiriça, as áreas de expansão e o centro da vila.

A delimitação da Área de Reabilitação Urbana (ARU) de Canas de Senhorim-Urgeiriça procura a valorização, física e funcionalmente, do centro histórico e a sua articulação com as restantes áreas da Vila, a extensão do processo de reabilitação do edificado e do espaço público aos espaços residenciais afetados por fenómenos de degradação e desqualificação, a valorização do património industrial e cultural e a promoção da melhoria das condições de mobilidade urbana.

Desta forma, o Presidente da Câmara Municipal de Nelas apresentou os objetivos de trabalho e estratégicos para efetuar uma operação de reabilitação urbana (ORU), de natureza sistemática, que permitirá promover, a curto-médio prazo, a reabilitação física e funcional das componentes urbanas básicas, e, consequentemente estimular um processo de revitalização socioeconómica do território. Foi ainda divulgada a área geograficamente definida para estas localidades e os benefícios fiscais que podem ser atribuídos aos proprietários de casas devolutas ou em estado de degradação no sentido da sua recuperação.

No caso específico de Canas de Senhorim-Urgeiriça, a ARU possui 175 hectares e integra áreas com especificidades próprias, fruto de ocupações distintas, apresentando uma área correspondente ao centro mais antigo da localidade, envolvido pelas suas áreas de expansão mais imediatas. Integra ainda, a sul, a zona estruturada pela avenida da Estação, onde se situam as antigas instalações da CUF/Quimigal e que culmina na estação ferroviária, bem como as instalações devolutas da Companhia Portuguesa de Fornos Elétricos, localizadas a sul da linha de caminho-de-ferro. A norte, engloba a área de expansão que medeia o centro tradicional de Canas de Senhorim e o Conjunto Habitacional e Industrial da Urgeiriça, do qual o Bairro dos Mineiros é igualmente parte integrante da ARU proposta.

Esta última Sessão Pública foi concluída com a ativa participação dos presentes, que deixaram algumas sugestões e contributos para levar a bom porto o projeto de reabilitação urbana de Canas de Senhorim-Urgeiriça.