Início » Tag Archives: concelho de Fornos de Algodres

Tag Archives: concelho de Fornos de Algodres

Município de Fornos de Algodres apoia Apicultores do concelho

O Município de Fornos de Algodres, após aprovação em reunião de Câmara, concedeu em 2022 um apoio financeiro a 21 apicultores residentes no concelho.

Devido à predominância da vespa asiática em Portugal e designadamente no concelho, tem-se assistido consequentemente a um impacto económico severo no setor apícola devido à redução de enormes quantidades de abelhas Ápis, através da sua predação.

Sabendo que aliado a este fator, manter a qualidade da produção e cumprir com as obrigações sanitárias exige um esforço financeiro acrescido, obrigando muitas vezes os produtores a desistirem ou a ficarem em situação económica fragilizada, levando ao desinteresse pelo setor apícola, o Município de Fornos de Algodres prontamente acautelou um apoio financeiro, no valor de 5 euros por colónia, a apicultores residentes no concelho e cujas colónias (1102) também se encontram instaladas no nosso território.

Esta é uma aposta clara e inequívoca da política de apoio e desenvolvimento rural do território por parte do Município.

De salientar que o mel produzido no concelho de Fornos de Algodres é de excelente qualidade e tem suscitado uma grande procura nacional, nomeadamente através da plataforma “O Bom Sabor da Serra” (www.bomsabordaserra.pt).

 

Reciclagem aumentou 70% no Concelho de Fornos de Algodres

Depois de apurados os dados relativos ao 1º semestre de 2022 (fonte: RESIESTRELA), em termos de resíduos recolhidos, apraz-nos confirmar a consolidação do trabalho e a maior consciencialização da população, em termos de capacidade de reciclagem e na consequente diminuição de produção de resíduos sólidos urbanos (RSU), vulgo lixo comum.

De facto, desde 2018 – ano de referência – temos assistido a aumentos sucessivos, ano após ano, na capacidade de reciclagem e quebras, também sucessivas, na produção de RSU. Senão, vejamos:

No que se refere à recolha em ecoponto, as 33.46 ton do 1.º semestre de 2018 comparam com as 55.58 ton deste ano (1.º semestre). Um aumento de 66% e mais 2 ton relativamente ao ano passado.

No serviço porta-a-porta – relativo ao Canal Horeca (recolha em estabelecimento hoteleiros, restauração e similares) – o aumento relativo ao 1.º semestre de 2019 (ano de arranque do serviço) é de 120% , passando de 14.46 ton para 31.74 ton, este ano, mais 4 ton que em mesmo período de 2021.

As recolhas no Ecocentro sofreram uma diminuição, mas esta está intrinsecamente ligada ao início da oferta do serviço de recolha porta a porta.

Assim, em termos totais, as 60.84 ton recicladas no 1.º semestre de 2018 comparam com as 103.58 ton deste ano (1.º semestre), um aumento de 70%, sendo que relativamente ao mesmo periodo de 2021 recolheram-se mais 4 ton.

Estes números traduzem-se, obviamente e para nossa satisfação, numa diminuição na produção dos RSU em cerca de 10%, (80 ton) relativamente ao 1.º semestre de 2018. De 815 ton passámos para 736 ton. Aqui, é importante referir que o concelho de Fornos de Algodres tem uma média per capita bastante inferior à média nacional e mesmo à da União Europeia (UE). Na UE a média de produção de RSU é de 502 kgs por habitante/ano; em Portugal é de 512 kgs por habitante/ano e, no nosso concelho, está muito abaixo, com 356 kgs por habitante/ano (dados de 2021).

Os números falam por si e todos se devem orgulhar dos mesmos mas, como também sempre temos dito, devemos sempre querer ainda mais. Porque podemos e porque devemos, segundo fonte do Município Fornense.

Esta atividade contribui diretamente para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável n.º 12 {Produção e Consumo Sustentáveis}.

Fornos de Algodres-Reservatórios de Água foram limpos e higienizados

Segundo o Município de Fornos de Algodres, os reservatórios de armazenamento de água desempenham uma função vital no abastecimento de água para consumo humano devendo ser mantida a sua integridade estrutural e sanitária.

Para manter a qualidade da água, preservar as redes de distribuição, reduzir potenciais riscos de contaminação e manter os reservatórios em boas condições no decorrer das suas funções, é importante a execução anual de um plano de monitorização operacional rigoroso de limpeza e higienização de todos os reservatórios.

Nesse sentido e à semelhança dos anos transatos – 2019 e 2020 – foram efetuados durante o mês de outubro de 2021 os trabalhos de inspeção, limpeza e higienização dos reservatórios {Corujeira, Aveleiras, Queiriz, Ramirão, Casal Vasco, Figueiró da Granja, Matança, Fonte Fria, Vila Ruiva, Zona Industrial de Fornos de Algodres, Rancozinho e Cortiçô} destinados ao armazenamento de água para consumo humano de responsabilidade do Município, dando cumprimento à recomendação n.º 01/2018 da Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR).

No decorrer dos trabalhos, para além de terem sido feitas pinturas e desmatações ao recinto das infraestruturas, foram inspecionadas e identificadas patologias do estado de conservação dos reservatórios que serão resolvidas brevemente.

Esta ação de limpeza, higienização e manutenção dos reservatórios contribui diretamente para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável n.º 3 (Garantir o acesso à saúde de qualidade e promover o bem-estar para todos, em todas as idades) e 6 (Garantir a disponibilidade e a gestão sustentável da água potável e do saneamento para todos).

Por fim , o Município fez um agradecimento à população pela compreensão e a todos os Presidentes de Junta de Freguesia envolvidos nestes trabalhos.

Fornos de Algodres-Prémios entregues no concurso “Uma Aventura Literária”

Decorreu o concurso “Uma Aventura Literária” na categoria do desenho, com a  participação das crianças dos jardins-de-infância do AEFA .
Deste modo, foram três crianças que ganharam um diploma de Menção Honrosa e um livro,  o Pedro Alves do J.I. da Muxagata; a Matilde Monteiro do J.I. de Figueiró da Granja e a Carolina Cavalcante da turma 3C do J.I. de Fornos de Algodres.
Desta forma, a finalidade deste concurso era fazer um desenho a preto e branco relacionado com a história lida.

Celebrações Comunitárias nas Comunidades da UP Aguiar da Beira suspensas

Em comunicado a Unidade Paroquial de Aguiar da Beira suspendeu as Celebrações Comunitárias até dia 31 de janeiro, assim refere:”Dando cumprimento às orientações da Direcção Geral da Saúde e da Diocese de
Viseu acerca da Pandemia Covid 19 e depois de uma reflexão atenta sobre a situação
actual de aumento substancial de casos, informa-se que, de 17 a 31 de Janeiro de 2021,
NÃO HAVERÁ CELEBRAÇÕES COMUNITÁRIAS NAS PARÓQUIAS DE Aguiar da Beira, Carapito, Cortiçada, Coruche, Dornelas, Eirado, Forninhos, Gradiz, Pena Verde, Pinheiro de Aguiar, Sequeiros, Souto de Aguiar, Valverde, Matança e Queiriz, concelhos de Aguiar da Beira e Fornos de Algodres. Trata-se de uma medida preventiva. Sugere-se a participação pelos órgãos de Comunicação Social (nomeadamente
da Televisão) ou uma Celebração familiar.
A quem tenha tido contacto com alguém infectado, pede-se que siga os
procedimentos normais, contactando a Saúde 24, respeitando o confinamento e estando
atento aos sintomas.
Como diz o Papa Francisco, só com o esforço de todos, poderemos vencer esta
crise sanitária!
Informa-se ainda que esta situação se verifica também em outras paróquias da
Diocese de Viseu”.

Empreendimento Vale das Lobas recruta novo Chef de cozinha

Está a nascer no concelho  de Fornos de Algodres , Vale das Lobas ,um empreendimento de Turismo de Natureza, situado em Sobral Pichorro. Com financiamento da União Europeia e em parceria com o Turismo de Portugal e a Câmara Municipal de Fornos de Algodres, estão a criar um Nature Spa Hotel, um restaurante ribeirinho e um Parque de Campismo e abrirão as portas durante este ano de 2021.

Vale das Lobas está em constante movimento e evolução. É tempo de alimentar novas esperanças, atingir novos objetivos e avançar a todos os níveis.

Aqueles que acompanham os seus passos, saberão com certeza, que o Restaurante Ribeirinho está prestes a ser finalizado. Tendo este facto em conta, vêm informar que procuram um Chefe de cozinha com experiência, que esteja direcionado para a vertente “da horta para a mesa”, com conhecimentos de cozinha internacional e com vontade de voltar às suas raízes para fazer parte do objetivo da revitalização da comunidade.

 Desta forma , esperam que de entre os leitores, e alguém queira comunicar esta informação aos seus familiares (primos, irmãos, tios…) e que de entre eles possa haver um Chefe de cozinha qualificado com a experiência relevante, que queira voltar à sua terra natal.

Para que possam contactar, para possível entrevista:

admin@valedaslobas.com

www.valedaslobas.com

Reservatórios de Água do Concelho de Fornos de Algodres estão limpos e higienizados

A higienização dos reservatórios de água surge como medida profilática de grande importância, visto que todas as estruturas de tratamento e armazenamento de água potável devem estar limpas e desinfetadas, para que a água, que tem grandes tempos de permanência nestes locais, não sofra alterações nas suas características organoléticas, microbianas e químicas, respeitando, desta forma, todos os Valores Limites de Exposição (VLE) especificados no Decreto-Lei 306/2007, de 27 de agosto, na sua redação mais atualizada.

No passado mês de outubro de 2020, e à semelhança do ano transato, cumprindo a recomendação n.º 01/2018 da Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR), foram efetuados trabalhos de inspeção, limpeza e higienização dos Reservatórios, de responsabilidade do Município, destinados ao armazenamento de água para consumo humano do Concelho de Fornos de Algodres. Recorde-se que a ERSAR tem como missão regular os serviços de abastecimento público de água, de saneamento de águas residuais urbanas e de gestão de resíduos urbanos, em Portugal Continental.

Estes trabalhos de higienização fornece uma imagem atualizada e global do estado de conservação dos equipamentos e das infraestruturas. As conclusões do relatório final de cada reservatório irá descrever exatamente o estado inicial do reservatório e a forma como decorreram os trabalhos. O relatório, além de constituir um histórico importante sobre a infraestrutura, irá permitir sugestões para a melhoria das condições existentes da infraestrutura.

Adicionalmente a estes trabalhos foram feitos trabalhos de desmatação da área envolvente, pinturas exteriores de alguns reservatórios e colocação de placas identificativas.

Eco Wolves Race no concelho de Fornos de Algodres a 15 de março

Vai decorrer na localidade de Vila Chã e limítrofes no dia 15 de março, a prova Eco Wolves Race trata-se de uma iniciativa do CRVC – Clube Recreativo de Vila Chã, que vai decorrer em estradões, caminhos rurais e vias de terra batida. É uma iniciativa que pretende aliar a prática da atividade física à educação ambiental. Vai ter um trail longo de 21Km e um curto de 11Km, assim como uma caminhada para todos os que queiram apreciar as maravilhas da natureza.
Tem como objetivo, proporcionar a todos os participantes uma experiência desportiva, em vários locais  do concelho de Fornos de Algodres.
Vão ainda decorrer outras iniciativas no mesmo âmbito temático, no sentido de sensibilizar todos os participantes para a poluição e os comportamentos de risco que se devem evitar e alterar no dia a dia .