Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: covilhã

Tag Archives: covilhã

Uma dezena de espetáculos da Rede de Artes Performativas

Rede de Artes Performativas desafia pessoas a saírem à rua e celebrarem cultura
10 espetáculos gratuitos a não perder na Beira Interior este verão

O desafio é simples: este verão, sair à rua e celebrar a vida e a arte com 10 espetáculos gratuitos. Trata-se da segunda edição da Rede de Artes Performativas, promovida pela ASTA nos concelhos de Belmonte, Covilhã, Fornos de Algodres, Fundão, Gouveia, Manteigas e Seia. Com a participação de companhias nacionais e internacionais esta iniciativa quer contribuir para criar uma forte dinâmica cultural no Interior do país, aproximando a cultura das pessoas e dando a conhecer o património histórico destes territórios a que os visita.

O festival arrancou em junho, mas há ainda muito para ver e sentir: 5 propostas culturais, num total de 10 espetáculos. Sempre ao ar livre, sempre gratuitos.

A próxima paragem será no Fundão que recebe no dia 5 agosto, no Largo do Calvário, às 22h30, o espetáculo “Por um Fio”, pelo grupo Erva Daninha. A 6 de agosto, o palco transfere-se para o Largo da Igreja que recebe, às 23h00, o espetáculo Raíz.

Manteigas recebe os espetáculos Por um Fio e Raíz, nos dias 12 e 13 de agosto, respetivamente. Ambos acontecem no Parque da Várzea, às 21h30.

Máquina de Encarnar, no dia 3 de setembro e Raíz no dia 4 de setembro, são as propostas culturais para Belmonte. As duas apresentações vão ocorrer no Castelo, a primeira às 21h30, e a segunda às 17h00.

Fornos de Algodres recebe o espetáculo Raíz no dia 16 de setembro, às 21h30, na Câmara Municipal e no dia seguinte, 17 de setembro, é apresentado Máquina de Encarnar, no Largo da Misericórdia, também, às 21h30.

O festival encerra em Seia, a 26 de setembro, com dois espetáculos: Erva Daninha apresenta E-NXada, às 14h30, na Escola Abranches Ferrão e La Gata Japonesa apresenta Los Viajes de Bowa, no Centro Escolar de São Romão.

Recorde-se que na segunda edição da Rede de Artes Performativas já passou pelos municípios da Covilhã e de Gouveia com os espetáculos Raíz e Fuera de Stock e Marilelas.

Recorde-se que, no total, o cartaz desta segunda edição contempla 14 espetáculos.

O Projeto Rede Interior tem como entidade líder executora a ASTA – Teatro e Outras Artes, e como entidades parceiras não executoras, os Municípios de Belmonte, Covilhã, Fornos de Algodres, Fundão, Gouveia, Manteigas e Seia. Projeto cofinanciado pelo Centro2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

14ª edição da MANIFesta na Covilhã

Em 2022, assinala-se a 14ª edição da MANIFesta – Assembleia, Feira e Festa do Desenvolvimento Local, cuja organização conta com um grupo de entidades de âmbito nacional e com uma parceria organizadora territorial que integra a Coolabora – Intervenção Social (Covilhã), a ADM Estrela – Associação Social e Desenvolvimento (Guarda) e a Associação EcoGerminar – Associação de Desenvolvimento do Interior (Castelo Branco).
A 14ª edição da MANIFesta decorre, nos dias 1 e 2 de julho, na Covilhã, sob o lema Construir Comunidades Justas e Sustentáveis.

ASTA-Debate – O QUE SIGNIFICA PROGRAMAR?

A ASTA – Associação de Teatro e Outras Artes, juntou-se à Acesso Cultura, com a qual estabeleceu uma parceria, no sentido de organizar na Covilhã um conjunto de debates tendo como foco central a cultura e as suas especificidades. Sempre consideramos importante o debate em torno das questões da cultura, e este tipo de iniciativas assume um caráter amplamente importante, porque põem em contacto direto fazedores, pensadores e consumidores de cultura.
O próximo debate acontece já no dia 21 de junho, na Casa dos Magistrados – Galeria Prof. António Lopes (R. das Portas do Sol 122 – zona histórica da Covilhã), com início às 18h30 e término às 20h. Com esta iniciativa promovida pela ASTA, a Covilhã passa a integrar o conjunto das 11 cidades portuguesas, que se juntam, no mesmo dia e à mesma hora para conversar sobre cultura. As cidades são: Angra do Heroísmo, Castelo Branco, Évora, Faro, Funchal, Lisboa, Ponta Delgada, Porto, Torres Novas e Vila Nova de Famalicão.

Ler Mais »

“Caminhar com Ciência no Estrela Geopark”em abril

Vai ter lugar a  atividade “Caminhar com Ciência no Estrela Geopark” do próximo mês de abril, decorrerá nos Municípios da Covilhã e Oliveira do Hospital.

Data: 9 de abril
Percurso: PR17 CVL – Rota das Pontes (Covilhã)
Distância: 7,5 km
Desnível: 210 m
Duração: 3h15
Grau dificuldade: moderado
Hora de partida: 9h30 
Ponto de encontro: Cortes do Meio – parque infantil (40°15’15.7″N 7°34’51.5″W)

Data: 30 de abril
Percurso: Rota de Bobadela 
Distância: 7,3 km
Desnível: 110 m
Duração: 3h
Grau dificuldade: fácil
Tipo: circular
Hora de partida: 9h30
Ponto de encontro: Bobadela, Oliveira do Hospital (40°21’40.1″N 7°53’34.7″W)

Nº máximo de participantes: 25 pessoas
Valor de inscrição: 5€

Para efetuar a sua inscrição, deve enviar e-mail, para info@geoparkestrela.pt com a seguinte informação: Nome completo, morada completa, NIF, contacto telefónico e comprovativo de pagamento (IBAN: PT50 0018 000342419028020 82).

Raid do Bucho e Outros Sabores em março

O Raid do Bucho e Outros Sabores organizado pelo Clube Escape Livre regressa para a sua 12ª edição no fim-de-semana de 18 a 20 março e, ao longo de novos e espetaculares percursos, vai levar à Freineda entusiastas do fora de estrada e da gastronomia de todo o país. 

A Junta de Freguesia de Freineda e o Clube Escape Livre tornam a unir esforços, também com a colaboração do GRHMA, para um fim-de-semana de convívio, descoberta e o prazer da boa gastronomia, onde o Bucho é Rei.

“Com mais de 80 anos de um património lendário, a Jeep é a autêntica marca SUV que oferece a capacidade e a versatilidade fundamentais a quem procura aventuras extraordinárias, como as proporcionadas pelo Escape Livre. A Jeep junta-se ao Raid do Bucho como marca oficial, com uma aposta na transição energética que assenta na gama híbrida plug-in 4xe, um convite aberto para desfrutar ao máximo dos desafiantes trilhos, com a garantia de uma sensação de segurança, permitindo percorrer cerca de 50 km com zero emissões mas com a mesma capacidade todo terreno de sempre, aquela que tornou a Jeep famosa em todo o mundo.”, refere Luís Domingues, Brand Manager da Jeep Portugal, marca oficial do evento. Ler Mais »

Projeto reciclARTE continua na região em ações de Teatro e Música

A equipa artística da ASTA, no âmbito do projeto reciclARTE,  está a trabalhar diretamente com os alunos das escolas dos Municípios de Covilhã, Fornos de Algodres e Gouveia, em ações de dinamização de fruição cultural e expressão artística, nomeadamente em ações de Teatro e Música.

A reciclARTE junta o Teatro, a Música, as Artes Plásticas e Lixo para criar arte, combater o insucesso escolar e educar para a reciclagem, reutilização e reaproveitamento de resíduos. Um projeto no âmbito do Programa Parcerias Para o Impacto desenvolvido pela Estrutura de Missão Portugal Inovação Social, é uma iniciativa de Inovação e Empreendedorismo Social direcionada para a resolução de dois problemas sociais: a ausência de motivação e valorização da escola por parte dos adolescentes, e a falta de uma cidadania ativa para a consciência social, em particular nas questões ligadas ao meio ambiente. Como forma de encontrar soluções para estes problemas sociais, o projeto reciclARTE prevê o desenvolvimento de um espaço dedicado à criação artística e ao desenvolvimento do potencial criativo, onde os jovens são convidados a usar as artes como meio para desenvolver o seu interesse pela escola e uma maior consciência social sobre os problemas que os rodeiam, nomeadamente o problema da degradação do meio ambiente.

Ciclo de Teatro Universitário da Beira Interior finalizou depois de 10 espetáculos

O Anfiteatro das Sessões Solenes, na Universidade da Beira Interior, voltou a acolher o Ciclo de Teatro Universitário da Beira Interior, que entre os dias 4 e 13 de novembro, recebeu 10 espetáculos oriundos de várias universidades portuguesas e espanholas. Aos grupos universitários juntaram-se ainda os espetáculos das companhias profissionais ASTA, da Covilhã, e Alma d’Arame, de Montemor-o-Novo.

A próxima edição, a acontecer, será de 17 a 27 de março, voltando o Ciclo de Teatro Universitário ao seu calendário de sempre. No entanto, o festival de teatro universitário mais antigo, que se realiza em Portugal, ininterruptamente desde 1996, poderá não acontecer em 2022, por não ter palco onde se realizar.

O cair do pano do Ciclo de Teatro, traz consigo os vencedores da presente edição, onde Júri e Público voltaram a coincidir na atribuição das duas distinções ao espetáculo “UNIDAD DE LUGAR”, com dramaturgia e direção de Rafael Ruiz, do Grupo de Teatro e Dança da Universidade de Granada, Espanha.

UNIDAD DE LUGAR desenrola-se num espaço claustrofóbico de uma cela de prisão, onde duas reclusas expõem violentamente os crimes cometidos. Tendo como pano de fundo as tragédias gregas Medeia e Electra, as protagonistas transportam-nos para um universo de uma assustadora e impactante atualidade.

Com o futuro incerto, resta-nos agradecer a todos os que tornaram possível a realização de mais um Ciclo de Teatro Universitário da Beira Interior. Às companhias que mais uma vez se deslocaram até à Covilhã e ao público que esteve presente nos espetáculos.

As atividades do grupo continuam com a preparação do novo espetáculo do TeatrUBI, para já os ensaios decorrem, uma vez mais, em casa emprestada, no Oriental de São Martinho, por o grupo não ter onde ensaiar, estando também incerta a apresentação do espetáculo na Covilhã, que tem estreia prevista para o dia 17 de março de 2022.

ASTA – Teatro e Outras Artes com projetos em Itália

A companhia covilhanense ASTA – Teatro e Outras Artes está em Itália durante os próximos 15 dias, nas cidades de Turim e Urbania, onde estão a decorrer várias ações dos projetos internacionais que a ASTA está a desenvolver.

Em Turim são dois os projetos de investigação europeus que estão a decorrer, o primeiro é o DEEP ACTS – Developing Emotional Education Pathways and Art Centered Therapy Services Against Gender Violence, e na ordem de trabalhos está o debate sobre a implementação de uma nova metodologia, referente ao uso da arte terapia, no tratamento de vítimas de violência de género.

Em Turim, será ainda realizado o evento disseminador do projeto TIM – Theatre in Mathematics, cujas ações já decorrem na Covilhã, onde está a ser apresentado o espetáculo “Os Medos da Matemática”, em todas as escolas do concelho.

Em Urbania, Sérgio Novo, que lidera a comitiva da ASTA em Itália, participa na Conferência Internacional “Teatri delle Doversità” e ainda no evento disseminador do projeto europeu ESCAPE – Encouraging the use of SCenic Arts in Prisoner´s Education, que utiliza o teatro, a dança e a música no ensino dentro dos estabelecimentos prisionais.

Sorteio da 2ªEliminatória da Taça de Portugal

Teve lugar na Cidade do futebol, o sorteio da 2ªElminatória da Taça de Portugal, com o Ac.Viseu a deslocar-se a Ferreira de Aves, o SC Covilhã ao Idanhense, são alguns clássicos.

Ferreira de Aves-Ac. Viseu
Canelas 2010-Casa Pia AC
São João de Ver-Leixões SC
Maria da Fonte-FC Penafiel
São Roque-SC Farense
Vila Meã-CD Feirense
Vitória Sernache-Rio Ave FC
Vinhais-CD Nacional
Idanhense-SC Covilhã
Sertanense-CD Mafra
Oleiros-Varzim SC
Ferreiras-Estrela da Amadora
FC Felgueiras-GD Chaves
Imortal-UD Vilafranquense
Alpendorada-Académica de Coimbra
Pevidém-CD Trofense
SC Espinho-Merelinense
Sporting Ideal-Valadares Gaia
Condeixa-Esperança de Lagos
CF “Os Belenenses”-Pero Pinheiro
Anadia-Coruchense
Estrela FC-Paredes
GS Loures-Oriental Dragon
Olhanense-Santa Cruz Alvarenga
Louletano-Salgueiros
Camacha-Ribeirão
União Sport-Vilaverdense
Sintrense-Macedo de Cavaleiros
Águias Moradal-Damaiense
Comércio e Indústria-UD Leiria
Serpa-Olivais e Moscavide
Rabo de Peixe-Castro Daire
Oliveira do Hospital-U. Madeira
Fontinhas-SCU Torreense
Caldas-Amora
Moitense-Vencedor do jogo Ançã/Sanjoanense
Real SC-CD Cova da Piedade
Rebordelo-Cinfães
Sp. Pombal-Leça FC
UD Oliveirense-Sp. Arronches e Benfica
São Martinho-Benfica e Castelo Branco
Sacavenense-AD Fafe
União 1919-Graciosa
FC Alverca-Vila Real
Os Limianos-Berço
Vianense-Vitória FC

Os jogos desta eliminatória estão agendados para o dia 25 de setembro.

IPG realiza estudos para criar sistemas de recolha de biorresíduos nos municípios da Cova da Beira

O Instituto Politécnico da Guarda – IPG foi escolhido pela Associação de Municípios da Cova da Beira para realizar estudos municipais que irão permitir o desenvolvimento de sistemas de recolha seletiva de biorresíduos: sobras de refeições, cascas de frutas e legumes, folhas e ervas do jardim. As versões preliminares dos estudos encontram-se disponíveis para consulta pública e para submissão de contributos que visem a melhoria dos documentos até julho. A iniciativa é financiada pelo Fundo Ambiental.

“O projeto visa identificar estratégias e soluções eficazes para que cada município possa assegurar a separação e a reciclagem dos biorresíduos”, afirma Joaquim Brigas, presidente do IPG. “Estamos empenhados em desenvolver projetos de investigação ambiental em parceria com empresas e municípios. Iniciativas como esta permitem melhorar a educação ambiental, sensibilizar para a economia circular e pôr o nosso conhecimento ao serviço da comunidade”.

Os biorresíduos representam 37% dos resíduos urbanos produzidos em Portugal. A diretiva do Parlamento Europeu e do Conselho sobre os resíduos obriga os Estados Membros a fazerem a recolha seletiva de biorresíduos ou a sua separação e reciclagem na origem, a partir de 1 de janeiro de 2024.

“Escolhemos o Politécnico da Guarda para desenvolver este projeto pela reconhecida qualidade científica, pelo mais baixo custo e pela longa relação de confiança que existe entre as duas instituições”, afirma José Manuel Biscaia, secretário-geral da Associação de Municípios da Cova da Beira. “Os estudos elaborados pelo IPG irão trazer grandes vantagens para o planeamento intermunicipal, permitindo uma visão integrada sobre os biorresíduos, bem como a definição de estratégias de atuação – ao nível de equipamentos e transportes – que beneficiem a região”.

A presidência do IPG nomeou Pedro Rodrigues, docente responsável pelo Laboratório de Monitorização e Investigação Ambiental do IPG, para coordenar este projeto. Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Fornos de Algodres, Figueira de Castelo Rodrigo, Fundão, Guarda, Manteigas, Mêda, Penamacor, Pinhel, Sabugal e Trancoso foram os municípios analisados para a elaboração dos estudos que irão permitir implementar eficazes sistemas de recolha de resíduos orgânicos.

“Este projeto faz parte da estratégia europeia para diminuir a deposição de resíduos sólidos em aterros sanitários”, afirma Pedro Rodrigues, docente do IPG. “Em termos ambientais iremos dar um salto qualitativo muito importante: os biorresíduos separados do lixo indiferenciado serão transformados em energia e/ou em composto orgânico para os solos. Para além destas vantagens ambientais, a reciclagem dos resíduos orgânicos irá permitir maior longevidade dos aterros sanitários”.