Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: etar

Tag Archives: etar

Mangualde-ETAR de Tibaldinho já está em funcionamento

Uma obra da autoria do Município de Mangualde, contou com o apoio financeiro da União Europeia no valor de 266 880,19€, sendo que o investimento financeiro municipal foi de 97 686,18€.

Nesta inauguração , estiveram presentes, o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Elísio Oliveira, o Vice-Presidente Rui Costa e a Vereadora Maria José Coelho, esteve também presente o Presidente da Junta de Freguesia de Alcafache, Nelson Almeida e o seu Secretário Carlos Oliveira.

A ETAR de Tibaldinho, situada na freguesia de Alcafache, que está já em funcionamento. Uma obra suportada pela Câmara Municipal de Mangualde, representa um investimento superior a 362 mil euros e tem como objetivo servir os cerca de 500 habitantes desta aldeia, e ainda desativar as fossas séticas coletivas.

Construção da Nova Etar da Ribeirinha, em Canas de Senhorim segue a bom ritmo

Segue em bom ritmo a fase de construção da Etar da Ribeirinha, no concelho de Nelas.

Está na fase de betonagem a construção dos tanques da nova ETAR que a Câmara Municipal está a construir nos limites da Zona Industrial da Ribeirinha, em Canas de Senhorim, e que vai servir, além daquela zona industrial, toda a zona de Canas de Senhorim nascente e também, no futuro, Vale de Madeiros.

Além dos trabalhos da ETAR, decorre ainda a construção do Sistema Interceptor na zona da Rua da Ribeirinha e nas ruas adjacentes, sendo que o Sistema Interceptor terá ligação à Rua Abílio Monteiro.

O investimento é superior a 500.000€, sendo 85% financiado pelo POSEUR, prevendo-se à conclusão dos trabalhos para agosto do corrente ano.

ETAR de Abrunhosa-a-Velha já está a funcionar

Foi recentemente inaugurada a ETAR de Abrunhosa-a-Velha, que resultou num investimento de 280 mil euros, com subsídio a fundo perdido de 223 mil euros. esta foi mais uma das quatro que entraram em funcionamento no concelho.

Marcaram presença, o presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Elísio Oliveira, vice-Presidente e Vereadores, e o presidente da Junta de Freguesia de Abrunhosa-a-Velha, Eduardo Albuquerque,  na inauguração desta nova estrutura do município. “Está em marcha este plano de revolução ambiental que tanta falta fazia ao nosso concelho, no fundo era uma necessidade de toda a população, mas também do nosso Ambiente”, destacou Elísio Oliveira.
O presidente da Junta de Freguesia sublinhou que este foi um “dia histórico para a freguesia, porque veio resolver um problema que tanto transtorno causou ao longo de várias décadas”.

Nova ETAR de Gôje já está a funcionar

Teve lugar a construção da Nova ETAR de Gôje,  concelho de Penalva do Castelo, freguesia de Ínsua, no âmbito dos Investimentos com vista à redução da poluição urbana nas massas de água, com especial enfoque no integral cumprimento da Diretiva relativa ao Tratamento de Águas Residuais Urbanas — Diretiva 91/271/CEE, de 21 -05-1991 (DARU).
A nova ETAR está assim capacitada para tratar as águas residuais de 7956 habitantes de todo o concelho, e localiza-se a jusante da atual ETAR.
A candidatura foi apresentada e enquadrada na proposta de estratégia definida no PENSAAR 2020 – «Uma nova Estratégia para o Sector de Abastecimento de Água e Saneamento de Águas Residuais».
Esta é a maior obra construída no concelho de Penalva do Castelo e comparticipada pelos fundos comunitários (85%), com um custo de 2.000.000,00€ (dois milhões de euros) aproximadamente.
Além deste equipamento, salienta-se a construção e já em pleno funcionamento das (SAR) – Sistema de Águas Residuais de: Castelo de Penalva, Sezures, Gondomar (Ínsua1), Senhora da Ribeira (Ínsua2), Roriz, Casal Diz e Encoberta, com um investimento aproximado de 1.500.000,00€ (um milhão e quinhentos mil euros), sendo comparticipado em 85% pelos fundos comunitários.
A entrada em funcionamento destes equipamentos permitiu a desativação de treze fossas que já não cumpriam com a missão para a qual tinham sido construídas.

foto:MPC

ETAR de Lobelhe do Mato, em Mangualde já funciona

Encontra-se em funcionamento a ETAR de Lobelhe do Mato, em Mangualde, após investimento de mais de 250 mil euros com o objetivo de servir cerca de 200 famílias/habitações daquela freguesia. O custo global da intervenção na nova ETAR de Lobelhe do Mato foi de 257 325,61€, acrescidos de IVA, com o apoio do Fundo de Coesão de 200 329,16€ e cerca de 57.000€ investidos pelo Município de Mangualde.

O presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Elísio Oliveira, o presidente da União das Freguesias de Moimenta de Maceira Dão e Lobelhe do Mato, Rui Coelho, o vice-presidente da Câmara Municipal, Rui Costa, e a Vereadora Maria José Coelho efetuaram uma visita à nova estação de tratamento de águas residuais.

“Esta ETAR, que é uma das nove que fazem parte do plano de revolução ambiental do município, requalifica e valoriza o território da União das Freguesias de Moimenta de Maceira Dão e Lobelhe do Mato. O município de Mangualde aposta mais de 7 milhões de euros em Estações de Tratamento de Águas Residuais para garantir melhores condições no concelho”, destaca o presidente da Câmara. “Estamos a resolver os problemas, que existem há décadas, tratando as águas residuais do concelho e garantido a preservação e a boa qualidade do meio ambiente, conclui Elísio Oliveira.

ETAR de Gandufe e requalificação da Rua Nova inauguradas

Foi inaugurada neste domingo, a ETAR de Gandufe, localizada na freguesia de Espinho, após investimento de 250 mil euros, pela Câmara Municipal de Mangualde , com o objetivo de servir os cerca de 500 habitantes dessa aldeia. Esta ETAR é uma das nove que fazem parte do plano de revolução ambiental do município. O custo global da intervenção na nova ETAR de Gandufe foi de 227 052,01€, acrescidos de IVA, sendo que o investimento elegível foi de 222 293,94€ e o investimento não elegível foi de 4 758,07€. O apoio do Fundo de Coesão foi assim de 188 949,85€.

Seguiu-se a inauguração da requalificação da Rua Nova em Gandufe. As inaugurações contaram com a presença do presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Elísio Oliveira, e o presidente da Junta de Freguesia de Espinho, António Monteiro.

O município de Mangualde aposta mais de 7 milhões de euros em Estações de Tratamento de Águas Residuais para garantir melhores condições no concelho. Fornecer o concelho com as infraestruturas necessárias para o tratamento e reutilização de águas residuais, garantindo desta forma condições ambientalmente seguras, são os objetivos, garantindo sempre que o ambiente e a sustentabilidade são prioridades centrais”, destaca Elísio Oliveira. “Queremos resolver os problemas, que existem há décadas, tratando as águas residuais do concelho e garantido a preservação e a boa qualidade do meio ambiente”, conclui o autarca mangualdense.

ETAR da Lapa do Lobo já está em funcionamento

A nova ETAR da Lapa do Lobo entrou já esta semana em funcionamento, permitindo proximamente a anulação da fossa séptica que há algumas décadas ali se encontrava instalada.

A nova ETAR permite servir uma população de 700 habitantes, constituindo um investimento total de 327.945€, tendo o apoio financeiro do POSEUR/PT2020 de 259.910€.

Está previsto para o próximo dia 9 a entrada em funcionamento da nova ETAR de Moreira, que constitui um investimento na ordem dos 370.811€, e até ao final da semana a entrada em funcionamento da ETAR de Santar, cuja ligação eléctrica aconteceu hoje mesmo, sendo o investimento nesta ETAR de 201.868€.

Relativamente à ETAR de Casal Sancho, aguarda-se ainda a realização de trabalho de prolongamento da linha eléctrica por parte da EDP, que estão, segundo informações do subempreiteiro da mesma, previstos realizar durante a próxima semana, havendo necessidade ainda de reforço de um colector cujos trabalhos decorrerão também a tempo de, até ao final do corrente mês de Junho, esta ETAR entrar em funcionamento.

No próximo dia 12 de Junho estão previstas as ligações dos PT’s e da energia em média tensão que foi necessário instalar na grande ETAR de Nelas III e Sistema Interceptor, na ETAR de Aguieira/Carvalhal Redondo e na ETAR de Vilar Seco, havendo condições para o efeito por terem sido emitidas autorizações de funcionamento por parte da Direcçao-Geral de Energia e Geologia hoje mesmo.

Após essas ligações eléctricas, entrarão as mesmas ETAR’s imediatamente em testes e rápido funcionamento.

Fotos:Mun.Nelas

ETAR III de Nelas e Sistema Interceptor avança em Nelas

0etaO Tribunal de Contas deliberou conceder o visto à obra ETAR III de Nelas e Sistema Interceptor, obra essa que vai tratar todo o saneamento da Freguesia de Nelas (incluindo Algeraz e Folhadal) e também as Zonas Industriais de Nelas 1 e do Chão do Pisco num investimento de 4.397.022.00€, projeto co-financiado por Fundos do Portugal 2020 e Fundo de Coesão, financiamento garantido no novo quadro comunitário de apoio (POSEUR – Programa Operacional da Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos)

Esta infra-estrutura, construída nos próximos 19 meses arranca assim de imediato, constituindo o maior investimento municipal realizado, pelo menos, desde o 25 de Abril, sendo a empresa “Embeiral, Engenharia e Construção SA” responsável pela construção da ETAR e a empresa “Irmãos Almeida Cabral, Lda.” pela construção do sistema interceptor (rede de esgotos).

Além da obra referida, a Câmara Municipal tem já aprovado financiamento para 6 novas ETAR’s nas outras freguesias: Lapa do Lobo (311.916.00€), Vilar Seco (344.924.00€), Casal Sancho (194.347.00€), Santar (194.347.00€), Aguieira/Carvalhal Redondo (464.466.00 €) e a nova ETAR de Moreira (351.935.00 €), sendo o prazo de execução das mesmas de 180 dias, estando neste momento a decorrer os procedimentos de contratação.

Ainda em matéria de tratamento de águas residuais, está neste momento em curso a Empreitada de Requalificação de 30 fossas sépticas em pequenas localidades, sendo 19 delas na Freguesia de Senhorim, num investimento de 125,000.00€, no âmbito das compensações pela não construção da Barragem de Girabolhos.

Em matéria de água, a Câmara Municipal tem ainda aprovado o financiamento para a realização do Cadastro das Infraestruturas de saneamento e de águas no valor de 225.000.00 €.

Durante o mês de Fevereiro tem também o Município de Nelas a garantia de abertura de um Aviso do POSEUR (PT2020) no valor de investimento de 1,75 milhões de euros, sendo que em tal valor a Autarquia vai candidatar um sistema de abastecimento de água do Concelho, uma nova ETAR na Zona Industrial da Ribeirinha (que servirá Canas de Senhorim Nascente, Vale de Madeiros e aquela Zona Industrial) e ainda a extensão da cobertura da rede de águas residuais e arruamentos onde tal ainda não existe.

Tem assim a Câmara Municipal já garantido investimentos com financiamento no ciclo urbano de água no valor de 6.608.967.00 € para investimentos em todas as freguesias a que acrescerá ainda o investimento de 1.750.000.00 € do novo Aviso dirigido ao Município a sair proximamente, no que tudo totalizará no atual mandato um investimento estrutural em água e saneamento de um valor não inferior a 8.358.967.00 €

Ambiente e qualidade de vida constituía um dos compromissos centrais da ação política para o atual mandato. Os números falam por si no sentido de garantirmos um Presente com Futuro.

Por:Mun.Nelas

Nelas candidatou-se a apoio financeiro para construir 6 novas Etars

0etrNo âmbito do Aviso aberto até 5 de Julho de 2016 no PT 2020/POSEUR a Câmara de Nelas – após deliberação unânime para o efeito – candidatou a apoio financeiro de 85% a construção de 6 novas Etars para tratamento de águas residuais nas freguesias do concelho de Nelas.

As ETAR’s, todas projetadas para serem para ali direcionados os efluentes graviticamente evitando, assim, custos energéticos, serão 2 em Santar (Santar e Casal Sancho com investimento cada de 133 mil euros cada), em Moreira (Moreira de Baixo com investimento de 266 mil euros), em Aguieira (que servirá Aguieira e Carvalhal Redondo com investimento de 366 mil euros), em Lapa do Lobo (com investimento de 233 mil euros) e em Vilar Seco (com investimento de 266 mil euros), num investimento total, pois, próximo de 1,5 milhões de euros, montante máximo para saneamento por município permitido nesta candidatura.

O prazo previsto para aprovação da candidatura é de 60 dias (prazo legalmente previsto) e o previsto de execução das obras (depois do concurso e após adjudicação) é de 12 meses.

Para completar o sistema de águas residuais (que conta já com as ETAR’s de Felgueira, Urgeiriça, Folhadal Sul, Moreira e Canas de Senhorim em funcionamento e as ETAR’s de Nelas 1 e 2 em acompanhamento) está em fase de adjudicação aos empreiteiros a construção em 19 meses da grande ETAR de Nelas 3 e Sistema Intercetor (de toda a Freguesia de Nelas e das suas 2 zonas industriais), em fase de adjudicação a recuperação das 29 fossas para ETAR’s com carvão ativado (sendo 19 nas 13 localidades da Freguesia de Senhorim e nomeadamente em Fontanheiras, Pisão, Póvoa de Santo António e Vale de Madeiros) e em Setembro será candidatada ainda a apoio de fundos comunitários a construção de uma nova ETAR que cubra a zona industrial da Ribeirinha em Canas de Senhorim, Vale de Madeiros e a zona das Lameiras também em Canas de Senhorim.

Por:Mun.Nelas

 

Lançamento da 1ª Pedra da Construção da Nova ETAR de Nelas

ETAR3 O Ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, e o Presidente da Câmara Municipal de Nelas, José Borges da Silva, procederam, no passado dia 24 de Junho, Dia do Município, ao Lançamento da 1ª Pedra da Construção da Nova ETAR de Nelas, o maior investimento municipal já alguma vez realizado no Concelho, num projeto co-financiado por Fundos do Portugal 2020 e Fundo de Coesão, financiamento garantido no novo quadro comunitário de apoio (PO SEUR – Programa Operacional da Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos) que orça 4,3 milhões de euros.

Durante a cerimónia, o Presidente da Câmara apresentou também a Estratégia Ambiental do Concelho para os próximos 10 anos, relativamente à cobertura integral e manutenção de uma rede de ETAR’S em todas as freguesias, novo sistema de abastecimento de água (com a construção de um depósito de 4000 m² e implementação de programa de gestão informática) e aproveitamento dos rios ETAR2Dão e Mondego. Numa referência ao historial industrial da Região, o Presidente frisou ainda o papel que o Concelho de Nelas tem desempenhado na implementação de uma vasta e forte cultura industrial, resultando na criação de empregos e infra-estruturas que têm criado melhores condições de habitabilidade para todos os munícipes. Com esta obra, a Câmara Municipal de Nelas responde positivamente ao Compromisso Ambiental assumido no início do mandato do atual executivo, resolvendo, de forma concreta, questões ambientais prementes e proporcionando ao Concelho uma situação ambientalmente sustentável. Aliada esta obra, o Concelho de Nelas dá, assim, mais um passo em frente para crescer enquanto núcleo de investimento de novas empresas e, potenciando o turismo e economia local.

Dirigindo-se aos presentes, o Ministro do Ambiente frisou a importância deste projeto uma vez que o trabalho desenvolvido para o tratamento de águas e de saneamento tem sido notório nos benefícios para o bem-estar das populações e do ambiente. João Pedro Matos Fernandes reiterou ainda que é indispensável gerir com rigor a rede de águas pluviais e na necessidade de unir esforços para levar a bom porto a construção de infra-estruturas que valorizem o meio ambiente. Numa alusão às preocupações ambientais que assolam hoje o planeta, o Ministro referiu ainda a necessidade de mudar comportamentos, valorizar as regiões e tomar medidas de políticas de proximidade territoriais, do qual a Câmara Municipal de Nelas é um excelente exemplo. ETAR4

O encerramento da Cerimónia foi marcado pela atuação do Coro dos Alunos Universidade Sénior de Nelas, no âmbito da disciplina de Expressão Musical, e pelo lançamento de 200 balões pelos alunos das Escolas dos Bombeiros Voluntários de Nelas e de Canas de Senhorim, um acto simbólico de sensibilização para um ambiente mais limpo e um Concelho mais amigo do ambiente, com mais qualidade de vida e na vanguarda do que se verifica em termos regionais e nacionais.

De destacar que esta nova ETAR de Nelas terá capacidade para tratar nos próximos 20 anos todos os esgotos domésticos da vila e freguesia (constituída por Nelas, Algerás e Folhadal) e os oriundos das empresas instaladas na Zona Industrial de Nelas, a norte, e na Zona Industrial do Chão do Pisco, a poente, com pré tratamento e que será construída na envolvente da atual ETAR II de Nelas, tratando assim uma população equivalente a 14.600 pessoas, sendo que os efluentes provenientes das zonas industriais são um equivalente a 8.000 domésticos. A construção, quer da ETAR, quer das estações elevatórias que a vão servir, vai acontecer durante este ano e o próximo, prevendo-se a entrada de funcionamento em abril de 2017.

Por;Mun.Nelas