Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: Município de Figueira de Castelo Rodrigo

Tag Archives: Município de Figueira de Castelo Rodrigo

Figueira de Castelo Rodrigo promove os seus produtos endógenos na BTL

O Município de Figueira de Castelo Rodrigo vai marcar presença na BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, que decorre na Feira Internacional de Lisboa (FIL), de 16 a 20 de março. Sendo esta a maior feira de turismo nacional, Figueira de Castelo Rodrigo apresenta-se com stand próprio, no Pavilhão 2, onde irá promover o seu território e os seus produtos endógenos.

Durante os cinco dias do evento, serão levadas a cabo várias ações de degustação de produtos locais, nomeadamente vinhos, enchidos, azeite, mel e doçaria diversa feita com as nossas amêndoas.

A aldeia histórica de Castelo Rodrigo, depois de ter sido considerada uma das melhores aldeias turísticas do Mundo, pela Organização Mundial de Turismo (OMT), terá lugar de destaque no stand do Município, acompanhado pelo espólio do património material e imaterial do concelho. Com isto, Figueira de Castelo Rodrigo aposta na promoção turística e na captação de novos fluxos turísticos para o seu território.

A 33ª edição da BTL será o maior evento de turismo realizado em Portugal, que juntará num só espaço mais de 1400 expositores. Na quarta e quinta-feira, o evento será direcionado a profissionais, mas na sexta-feira, a partir das 17h00 o evento abre ao público até às 23h00. No fim de semana, o horário será das 12h00 às 23h00 no sábado e das 12h00 às 20h00 no domingo.

Jornada “Dar Saúde a Figueira de Castelo Rodrigo”

Uma jornada assistencial denominada “Dar Saúde a Figueira de Castelo Rodrigo”, 35 médicos de 23 especialidades, que prestaram cuidados de saúde a cerca de 200 pessoas, teve lugar no Município de Figueira de Castelo Rodrigo.

Trata-se de um projeto que contou com a organização da Fundação Álvaro Carvalho, em coordenação com o Centro de Saúde de Figueira de Castelo Rodrigo e a colaboração da Câmara Municipal.

Esta jornada foi caso inédito de uma importância singular para a nossa população, levando os cuidados de saúde diretamente aos doentes, numa ação de aproximação entre médicos e utentes.

Esta jornada ganhou ainda mais importância tendo sido realizada num território de baixa densidade populacional e devido às lacunas que são evidentes na região, com especialidades que demoram anos a dar resposta e que deram, assim, uma resposta mais célere a quem mais precisava.

Município de Figueira de Castelo Rodrigo aprova fiscalidade amiga dos cidadãos

O Município de Figueira de Castelo Rodrigo, com vista a melhorar as condições de vida da população residente no concelho e atrair novos residentes, aprovou propostas de fiscalidade amigas dos cidadãos.

Este pacote de medidas contempla diversos benefícios, um deles prende-se com o Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS) para sujeitos passivos com domicílio fiscal no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, que no ano de 2022 estará fixado nos 0%, devolvendo o Município a totalidade dos 5% da participação variável a que tem direito em cada ano.

Haverá, ainda, a fixação da taxa mínima do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) de 0,3% para os prédios urbanos e a dedução de 20 euros a famílias com um filho, 40 euros com dois filhos e 70 euros com três ou mais filhos.

Também no lançamento de derrama a aplicar sobre o lucro tributável sujeito e não isento de Impostos sobre o Rendimento de Pessoas Coletivas (IRC) será de 0% para empresas que não ultrapassem os 150 mil euros de volume de negócios e de 1,5% para aquelas que ultrapassarem este valor.

Carlos Condesso, Presidente da Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo, sublinha a “importância destas medidas para as famílias e empresas do concelho”, reforçando a relevância do impacto das mesmas, que “permitem aos cidadãos manter algum do seu rendimento e que tem como objetivo estimular e promover a competitividade do tecido empresarial local, atrair potenciais investidores e gerar valor a este território de baixa densidade”.

Novo grupo de munícipes de Figueira de Castelo Rodrigo operados às cataratas

Dando seguimento do protocolo “Dar Visão ao Interior, Dar Visão a Figueira de Castelo Rodrigo”, assinado em novembro deste ano com a Fundação Álvaro Carvalho na especialidade de oftalmologia, o Município de Figueira de Castelo Rodrigo, levou o segundo grupo de munícipes a serem operados gratuitamente às cataratas.

Assim sendo, depois de operados os 13 utentes que vão neste segundo grupo, a Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo, sempre em estreita colaboração com o Centro de Saúde local, já conseguiu ajudar cerca de 30 pessoas a ter uma melhoria significativa na sua visão e, consequentemente, no seu quotidiano.

Carlos Condesso, Presidente da Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo, afirma que, com este segundo grupo a ser operado, “conseguimos cumprir os números anunciados para este ano, dando mais qualidade de vida aos nossos munícipes, proporcionando-lhes um Natal bem mais feliz”. O autarca reitera que “enquanto houver uma pessoa no concelho que se enquadre no protocolo e que necessite da operação, será operado gratuitamente”.

O protocolo levado a cabo pela autarquia Figueirense e a Fundação Álvaro Carvalho pretende operar doentes do concelho de Figueira de Castelo Rodrigo com cataratas e a necessitar de intervenção cirúrgica, desde que cumpram os critérios de acesso, critérios esses que obedecem a prioridades clínicas e sociais, aliviando e substituindo o Serviço Nacional de Saúde, que não consegue dar respostas em tempo útil a problemas relativos a esta especialidade médica.

Aldeia Histórica de Castelo Rodrigo celebra raízes judaicas

“Exodus” é o tema do evento do Ciclo “12 em Rede | Aldeias em Festa” 2021 na Aldeia Histórica de Castelo Rodrigo, que acontece no próximo dia 28 de agosto. Um dia para recordar a presença de uma comunidade judaica na Aldeia Histórica de Castelo Rodrigo, com um programa pleno de atividades para toda a família.

Conservam-se, até aos nossos tempos, várias marcas da permanência de uma comunidade judaica na Aldeia Histórica de Castelo Rodrigo. É o caso, por exemplo, da Casa do Rabino (uma habitação com uma estrela de cinco pontas no peitoril, que seria a residência do representante da comunidade judaica), da Cisterna Medieval (que terá sido uma antiga sinagoga), ou da antiga judiaria. Castelo Rodrigo terá sido um dos refúgios do povo judeu, na Península Ibérica.

Também o imaginário popular do povo da aldeia está repleto de mitos sobre esta comunidade: como a famosa Lenda da Marofa, sobre Zacuto e a sua filha Ofa, judeus que terão escolhido aquela Aldeia Histórica como nova morada, ou a história de Epharim Bueno, de nome cristão Martim Álvares, que, por ser judeu, deixou a sua terra Natal, Castelo Rodrigo, para estudar e tornar-se médico.

Para celebrar esse legado, no próximo dia 28 de agosto, o tema do Ciclo “12 em Rede – Aldeias em Festa” 2021 é o “Exodus”. Lembrando o livro sagrado que conta a saída dos judeus para fora da sua Israel Natal (“Êxodo”), simboliza as partidas e chegadas de que Castelo Rodrigo tem sido palco.

O programa promete um fim de semana de diversão para todos os gostos e idades, com jogos para toda a família, vídeo-visita, workshops de cozinha, showcookings, jantar comunitário e um concerto de Manuel de Oliveira com Marco Rodrigues.

Este ano, o Ciclo “12 em Rede – Aldeias em Festa” 2021 prevê uma atividade complementar, no domingo, dia 29 de agosto: uma caminhada e degustação de petiscos e vinhos da Adega de Figueira de Castelo Rodrigo, no Convento de Santa Maria de Aguiar.

Devido à pandemia, a participação nos eventos do Ciclo “12 em Rede | Aldeias em Festa” será limitada e sujeita a inscrição prévia – mas a festa poderá ser sentida e vivida em todo o mundo, via streaming, no Facebook das Aldeias Históricas de Portugal.

A inscrição, que é gratuita, pode ser feita para a totalidade do evento ou apenas para um momento específico, como um concerto ou uma visita guiada – sendo que o limite de participantes dependerá do espaço e da tipologia de cada atividade. Para se inscrever para o programa da festa na Aldeia Histórica de Castelo Rodrigo é necessário contactar o Posto de Turismo de Castelo Rodrigo, através do contacto 271311277, o e-mail turismocr@cm-fcr.pt ou as Aldeias Históricas de Portugal, junto do número 275 913 395 ou do e-mail inovacao@aldeiashistoricasdeportugal.com.

Este evento é promovido pela Associação de Desenvolvimento Turístico Aldeias Históricas de Portugal, numa organização do Município de Figueira de Castelo Rodrigo, Junta de Freguesia de Castelo Rodrigo, Associações e Agentes económicos locais. Uma iniciativa apoiada pelo Centro 2020, Portugal 2020 e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, através do Programa de Valorização Económica de Recursos Endógenos (PROVERE).

Participe nesta festa e viva grandes emoções na Aldeia Histórica de Castelo Rodrigo!

Programa do evento e limite de participantes
Sábado, 28 de agosto
10h – 19h – Programação de Jogos para toda a Família
Local: Rua da Cadeia

10h30 – Apresentação da Plataforma de vídeo-visita
Local: Início na Porta do Sol

11h – Workshop #1 – Saberes e Sabores – O Pão
Local: Forno Comunitário
15 pax máx

13h – Chef Álvaro Costa – Comida d’época – Showcooking
Local: Cozinha Comunitária
15 pax máx

15h30 – Workshop #2 – Saberes e Sabores – O Azeite
Local: Pátio do Castelo
15 pax máx

16h30 – Workshop #3 – Saberes e Sabores – A Amêndoa
Local: Sabores da Geninha
15 pax máx

17h30 – Workshop #4 – Saberes e Sabores – O Mel
Local: Ginjinha O Castelo
15 pax máx

19h15 – Pôr-do-sol no Castelo
Local: Cantinho Café e Pátio do Castelo
30 pax máx

20h – Comunidade Convida! – Jantar Comunitário
Local: Rua da Cadeia
80 pax máx

22h – Concerto – Manuel de Oliveira com Marco Rodrigues
Local: Palácio de Cristóvão de Moura
90 pax máx

Domingo, 29 de agosto
10h – Caminhada & Degustação
Petiscos & Vinhos da Adega no Convento de Santa Maria de Aguiar
50 pax máx

A festa só acaba em novembro!
O Ciclo “12 em rede – Aldeias em Festa” 2021 só termina em novembro! Depois de Castelo Rodrigo, a festa segue para Marialva, a 11 de setembro; Piódão, a 25 de setembro; Idanha-a-Velha, a 30 de outubro; e Monsanto, a 6 de novembro.

Figueira de Castelo Rodrigo recebe Medalha de Mérito Científico 

Recentemente , foi distinguido com a Medalha de Mérito Científico 2021, o município de Figueira de Castelo Rodrigo , pelas suas contribuições para o desenvolvimento e envolvimento das comunidades através da educação científica, investigação e inovação.

A cerimónia decorreu no Encontro Nacional com a Ciência e a Tecnologia, Ciência 2021, no Centro de Congressos de Lisboa.

A medalha de Mérito Científico 2021 foi entregue ao presidente da Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo, Paulo Langrouva, pelo Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, e a Ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva.

Esta medalha reconhece o trabalho da Plataforma de Ciência Aberta e a importância da utilização da investigação e da inovação como instrumentos para a elaboração de políticas a nível local, mas também valoriza a utilização de abordagens educativas para enfrentar, juntamente com as nossas comunidades, desafios reais, contribuindo assim para o desenvolvimento sustentável“, refere Paulo Langrouva, presidente do município.

Plataforma de Ciência Aberta – Município de Figueira de Castelo Rodrigo integra a rede Open Science Hub, uma rede europeia de educação científica coordenada pela Universidade de Leiden – Países Baixos, onde cada membro atua como mediador junto da sua comunidade local, posicionando as escolas como agentes ativos de colaboração entre famílias, universidades, institutos de investigação, indústria, empresas, meios de comunicação social, governos locais, organizações da sociedade civil, e a sociedade em geral, envolvendo-se em projetos da vida real que satisfaçam as necessidades da sociedade.

Maria Vicente, gestora do projeto internacional Open Science Hub, acrescenta: “Em Portugal, a Plataforma de Ciência Aberta tem trabalhado no sentido de aumentar a cidadania ativa dos estudantes e promover a autonomia dos professores“. Estudantes, professores e agentes locais, tais como organizações ambientais, têm vindo a implementar abordagens de Ciência no contexto do rio Douro para melhorar a qualidade dos cursos do rio através da compreensão do impacto das atividades humanas.

Pedro russo, investigador principal da rede Open Science Hub, conclui: “O projecto Open Science Hub reconhece a dimensão local dos desafios globais (como as alterações climáticas ou pandemias). Fornecemos às escolas e comunidades locais, os instrumentos educativos e os conhecimentos especializados para enfrentar estes desafios e co-criar impacto local. Esta Medalha confirma que a ciência tem que estar aberta às comunidades locais”.

A medalha de mérito científico destina‐se a galardoar as individualidades nacionais ou estrangeiras que, pelas elevadas qualidades profissionais e de cumprimento do dever, se tenham distinguido pelo valioso e excecional contributo para o desenvolvimento da ciência ou da cultura científica em Portugal.

Município de Figueira de Castelo Rodrigo apoia comércio local e IPSS

Para fazer face ao agravamento da pandemia e ao impacto económico e social das medidas de restrição impostas pelo novo estado de emergência, o Município de Figueira de Castelo Rodrigo reforçou, esta segunda-feira, o incentivo ao comércio local e implementou medidas de apoio para Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS).

A autarquia vai atribuir um apoio financeiro mensal, equivalente ao valor do salário mínimo nacional, a empresas com atividade iniciada há mais de seis meses e prestadores de serviços há mais de um ano que, durante os meses de novembro e dezembro de 2020, comprovadamente, apresentem uma redução de, pelo menos, 50% no valor da faturação, face ao período homólogo do ano anterior. 

O Presidente da Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo, Paulo Langrouva, explica que “o compromisso é continuar a estimular a economia local, através da injeção de recursos financeiros nos operadores económicos, de forma a mitigar os efeitos da pandemia no nosso tecido empresarial, à semelhança do que fizemos na primeira vaga da pandemia, quando apoiámos as empresas com mais de cem mil euros”.

As medidas foram aprovadas esta segunda-feira, em reunião de Câmara, onde ficou também decidido que a autarquia vai apoiar as Instituições Particulares de Solidariedade Social locais com: dois mil euros àquelas que têm valências de Lar, Centro de Dia e Serviço de Apoio Domiciliário; mil euros àquelas que têm valências de Centro de Dia e/ou Serviço de Apoio Domiciliário; quatro mil euros à Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários Figueirenses.

Relativamente a estes apoios extraordinários, Paulo Langrouva refere que “o agravamento da situação epidemiológica no Concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, designadamente numa Estrutura Residencial para Idosos, leva-nos a querer prevenir e a adotar medidas extensíveis a todas as Instituições Particulares de Solidariedade Social do concelho, de modo a apoiar a aquisição de equipamentos de proteção individual, fundamentais à contenção da propagação do vírus”.

Slalom de Castelo Rodrigo 2021 já mexe ‘nos bastidores’

O XXII Slalom Sprint de Castelo Rodrigo vai retomar a sua glória e título de prova rainha em 2021. A promessa é da organização – Município de Figueira de Castelo Rodrigo e Clube Escape Livre – que pretendem recuperar toda a espetacularidade de um evento desportivo que há duas décadas dá cartas na região. Ontem, a organização quis marcar o arranque da promoção da prova e apresentou algumas novidades.

Com o objetivo de apoiar e incentivar os pilotos que este ano não puderam participar no Campeonato de Portugal de Perícias, pelo cancelamento do mesmo devido à pandemia por Covid19, Nelson Bolota, vice-presidente do Município de Figueira e Luis Celínio, presidente do Clube Escape Livre, apresentaram, no centro comercial La Vie Guarda, algumas linhas sobre o passado e o futuro do Slalom de Castelo Rodrigo.

Nos planos está uma melhoria da prova, desde logo no piso onde se desenrola a competição, um reparo feito pelos pilotos em anos anteriores. A divulgação e a promoção serão também reforçadas, de forma a recuperar todo o brilho deste espetáculo desportivo e a motivação de pilotos e espectadores para a dupla jornada agendada para 24 e 25 de julho de 2021.

Na apresentação, comunicação social, pilotos e patrocinadores assistiram às mensagens de João Paulo Rebelo, Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, e Ni Amorim, presidente da FPAK.

O governante frisou o impacto negativo da pandemia na organização de provas e nos clubes, obrigando ao seu cancelamento ou adiamento, mas acrescentou: “O desporto ensina-nos uma coisa: termos capacidade de superação. Estou convencido que vamos ultrapassar esta fase e esta crise e todos juntos vamos conseguir retomar as atividades normais, e os amantes do automobilismo vão poder ver na vossa região as tradicionais provas automobilísticas que levam milhares de pessoas a acompanhar o desporto automóvel”.

Já Ni Amorim parabenizou os clubes em geral pelas provas nacionais que puderam ser realizadas com o cumprimento dos respetivos planos de contingência, e que resultaram de forma positiva, não se registando novos casos positivos do vírus. O presidente da FPAK referiu ainda: “Queria desejar ao Clube Escape Livre, clube emblemático na nossa vida desportiva, que em 2021 tenha mais sorte que em 2020, na medida que teve que anular as suas provas de perícia, que são muito populares e muito mediáticas. Ainda agradecer à autarquia o apoio que tem dado ao clube e que em 2021 deseja regressar à normalidade. Realizaremos um Campeonato de Portugal de Perícias com a dignidade igual à que tivemos em 2019.”

Nelson Bolota destacou, na sua intervenção, que “Foi muito difícil anular as provas deste ano. Mas estamos aqui a garantir o dobro dos esforços para as jornadas de Castelo Rodrigo no Campeonato de Portugal de Perícias em 2021”.

Luis Celínio, presidente do Clube Escape Livre, salientou, por sua vez, a importância desta apresentação: “Conjuntamente com o outdoor de boas vindas que colocámos num ponto estratégico da cidade, e com a exposição de viaturas no centro comercial, queremos com esta apresentação mostrar que apesar de todas as adversidades deste ano, estaremos mais fortes e ainda melhores em 2021. Esta é a nossa promessa aos pilotos, os principais afetados com esta situação, já que se viram privados das provas deste ano.”

Recorde-se que o XXII Slalom Sprint de Castelo Rodrigo e 2ª Grande Perícia Automóvel Figueira Castelo Rodrigo estiveram inicialmente agendados para 18 e 19 de julho e foram adiados para 10 de outubro, mas acabaram por ser cancelados no início de setembro, devido às medidas implementadas pela DGS, no âmbito da pandemia. O cancelamento do Campeonato acabaria por ser a consequência seguinte.

A promoção da prova continua, para já, com duas medidas: o outdoor colocado na VICEG é a face mais visível da prova, enquanto no Centro Comercial La Vie da Guarda está patente, até 10 de outubro, uma exposição de viaturas de slalom.

Slalom Sprint de Castelo Rodrigo segue para 2021

O Slalom / Sprint de Castelo Rodrigo, que devido à pandemia por Covid-19 foi adiado para 10 de outubro, acaba agora de ser cancelado pela organização, sendo realizado apenas em 2021. A prova de Figueira, com dupla jornada – XXII Slalom Sprint de Castelo Rodrigo e 2ª Grande Perícia Automóvel Figueira Castelo Rodrigo – faziam parte do calendário do Campeonato de Portugal de Perícias.

A organização – Município de Figueira de Castelo Rodrigo e Clube Escape Livre – acabam por optar pelo cancelamento da prova, tendo como base a decisão do Conselho de Ministros da última quinta-feira, que a partir de 15 setembro recoloca o país em “estado de contingência”. Esta situação leva a que, por um lado, muitos dos preparativos para a prova não possam ser feitos e, por outro, e principalmente pela incerteza das medidas que venham a ser implementadas, não deixa margem de atuação aos organizadores.

Paulo Langrouva, presidente do Município de Figueira de Castelo Rodrigo, salienta que “O Slalom de Castelo Rodrigo é já um cartaz turístico da região e palco de reunião anual dos melhores pilotos da modalidade, pelo que a decisão de cancelar estas duas provas do Campeonato de Portugal de Perícias foi bastante difícil de tomar. No entanto, tudo faremos para que em 2021 possamos regressar mais fortes, com a qualidade desportiva e o grande apoio do público, que são apanágio deste evento.”

Luis Celínio, presidente do Clube Escape Livre, reforça, por seu lado: “Tínhamos esperança em realizar as provas, pois os pilotos merecem todo o nosso esforço e estão sem correr há largos meses. Contudo, tal não será possível, mas a 10 de outubro assinalaremos a data da prova de forma diferente e marcante para os pilotos.”

Apesar do cancelamento da prova, a organização continua a apostar na visibilidade do evento e dos pilotos, já a pensar em 2021. Assim, entre 1 e 10 de outubro, o Centro Comercial La Vie da Guarda, recebe uma exposição dos carros de alguns pilotos, entre eles o pequeno, mas vistoso, Fiat 500 de Marco Martins, que deveria realizar alguns co-drives em Figueira, no dia da prova e, claro, o carro de Jorge Almeida, primeiro Campeão de Perícias em Portugal.

Ainda no dia 10 de outubro, sábado, entre as 17H00 e as 19H00, o Centro Comercial La Vie será palco de uma apresentação especial. Uma sala de cinema estará reservada para a apresentação da prova de 2021 e também dos melhores momentos dos vários anos do Slalom de Castelo Rodrigo, incluindo algumas mensagens gravadas por dirigentes nacionais. Este encontro será feito com todas as regras de distanciamento social, com lugares marcados, máscara e gel disponível para receber os pilotos que queiram ali passar.