Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: povo

Tag Archives: povo

Mostra de Presépios na Biblioteca de Mangualde

presepioDE 1 DE DEZEMBRO A 6 DE JANEIRO

Com a colaboração dos mangualdenses, a Câmara Municipal de Mangualde está a preparar uma exposição de presépios. Esta mostra coletiva resulta da reunião de várias coleções particulares e estará patente de 1 de dezembro a 6 de janeiro, na Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, em Mangualde. A mostra é de entrada livre, dentro do horário da Biblioteca. Nos domingos, dias 13 e 20 de dezembro, a exposição estará aberta das 15h00 às 18h00.

O Presépio é uma representação do nascimento de Cristo que se tornou costume em várias culturas. Varia em tamanho, em estilo e nº de figuras. Em Portugal, o presépio tem tradições muito antigas e enraizadas nos costumes populares. Tradicionalmente era montado no início do Advento sem a figura do Menino Jesus que só era colocada na noite de Natal, depois da Missa do Galo. O Presépio tradicional português é feito com musgo, vegetação e peças de cerâmicas avulsas. Perto do presépio são colocados os presentes que são distribuídos depois de se colocar a imagem do Menino Jesus. Dada a relevância desta temática para a nossa cultura, muitos cidadãos se têm interessado em recolher e colecionar os mais diversos presépios. Desde as representações em materiais mais clássicos, ao tecido ou papel, à ourivesaria, entre muitos outros, há uma diversidade imensa de materiais usados na construção de imagens dedicadas à referida cena.

Por:Mun.Mangualde

Adesão massiva na caminhada em Fornos de Algodres

  Realizou-se na manhã de domingo, com o sol a despontar logo cedo uma
caminhada que teve como entidades organizadores a Irmandade da Santa Casa da
Misericórdia de Fornos de Algodres e a CPCJ de Fornos de Algodres

, onde
estiveram presentes mais de uma centena de participantes que iniciaram a
marcha, percorrendo alguns quilômetros na vila, seguindo pelo trilho do Santo
António da Ribeira em direção ao Ramirão, após visualização de alguns marcos
históricos nessa localidade rumou-se até Casal Vasco onde seria o carregar de
baterias, com o reforço alimentar a todos os caminheiros.
  Nesta localidade também foram visitadas as Capelas de Nossa Senhora da
Encarnação e Nossa Senhora dos Loureiros.
  De volta ao terreno, os caminheiros seguiram em direção à Serra da Esgalhada
com passagem pela localidade de Infias, pelo meio foram admirando a beleza
paisagística dessa mesma serra e continuavam a marcha em direção à vila para o
respetivo almoço que teve lugar nas imediações do Lar da Irmandade.
  Durante o almoço, o objetivo era a promoção do convívio entre as pessoas
participantes que viria a ser conseguido.
  No final, o Provedor Luís Miguel Ginja, mostrou-se satisfeito com a larga
adesão das pessoas de diversas idades ao evento e deixou no ar a ideia de a
edição do próximo ano ainda ser melhor.
Texto e fotos: António Pacheco