Início » Tag Archives: ps

Tag Archives: ps

PS vence eleições Europeias 24 com 8 Eurodeputados

Assim nos resultados das eleições Europeias 2024, o PS venceu com 32,1% as eleições a nível Nacional, seguido da AD com 31,12%; Chega com 9,79%; IL com 9,7%; BE com 4,25%

A nível distrital, na Guarda, PS -35.77% ; PPD/PSD.CDS-PP.PPM -35.07%;Chega-  10.19% de Votos
IL -5.45% ;B.E. -2.79% de Votos
Por Municípios, o PS venceu Fornos de Algodres, Gouveia, Guarda, Manteigas, Seia, Sabugal. Por sua vez a AD venceu em Pinhel, Figueira Castelo Rodrigo, Foz Côa, Meda, Almeida, Trancoso, Aguiar da Beira e Celorico da Beira. Abstenção de 55,3%

No distrito de Viseu, venceu AD com 39.55%; PS com 32.15% Chega com 9,59 Por sua vez, a AD venceu em 20 concelhos e o PS em Cinfães, Penalva, Mangualde e Mortágua.

Foto:DR

 

 

“50 cravos de liberdade” na Guarda

A iniciativa “50 cravos de liberdade”, terá lugar na  quarta-feira, 24 de abril de 2024, a partir das 22 horas, no Jardim Municipal José de Lemos.

Pelo terceiro ano consecutivo, o Grupo do Partido Socialista na Assembleia de Freguesia da Guarda promove a plantação de cravos junto à placa de homenagem do Município da Guarda que assinala os 37 anos da carga policial sobre apoiantes do General Humberto Delgado, no Jardim José de Lemos.

No 50.º aniversário da Revolução, serão plantados 50 cravos a assinalar a madrugada da liberdade, pelas 22 horas e 45 minutos do dia 24 de abril de 2024, altura em que em 1974 se fez ouvir “E Depois do Adeus” de Paulo de Carvalho, enquanto primeira senha do arranque do Movimento das Forças Armadas que libertou o país de 48 anos de ditadura.

O momento, aberto à participação de todos os cidadãos, propõe-se enquanto momento comunitário de reconhecimento aos valores da liberdade e democracia, assinalando com simbolismo e dignidade o 50.º aniversário do 25 de abril de 1974 e homenageando todos os que lutaram na Guarda e no país, ao longo da história, por estes valores maiores.

AD venceu Legislativas 24

Após os resultados apurados , o triunfo da AD é a realidade , onde alcançou 29, 5%, elegendo 77 deputados, já o PS alcançou 28,7%, elegendo 75 deputados, por sua vez o Chega conseguiu 18,03% e 46 deputados. Depois o IL a conseguir 5,08% elegendo 8 deputados, o BE com 4,45%, com 5 deputados, CDU com 3,30% e 3 deputados, Livre com 4 deputados e 3,25%, PAN elegeu 1 deputado, com 1,92%.

Apesar de tudo ainda podem ser mais mandatos para os da frente pelos votos da Europa.

Foto:DR

Legislativas 24- AD vence eleições em Viseu e Guarda

AD venceu as eleições nos distritos de Viseu e Guarda

Assim a AD venceu as eleições , onde o PS foi a segunda força mais votada, já o CHEGA a atingir números elevados e o ADN a ser a surpresa da noite.

No Distrito da Guarda- AD-1 /PS-1/CH-1

No Distrito Viseu- AD-3/PS-3/CH-2

Foto:AD

Distr.Guarda AD PS CHEGA ADN BE LIVRE IL CDU RIR ErG ABS
Fornos 35.0 35,94 17,48 2,6 1,7 0,83 1,37 0.83 0,53 0.29 34,05
A.Beira 46,23 28,35 16,34 3,76 1,2 0,62 2,92 0,46 0,18 0,15 42,87
Celorico 37,06 29,30 20,25 2.97 1,8 1,01 1,39 0.99 0.70 0.35 44,20
Trancoso 37,47 31,26 17,94 2,96 2,43 0,88 1,49 1,04 0,74 0,16 39,98
Gouveia 34,24 34,47 16,03 2,46 2,86 1,58 1,52 1,56 0,58 0,27 42,25
Seia 29,94 35,62 17,12 2,37 2,80 1.69 2,19 2,71 0.32 0.24 37,39
Manteigas 25,26 39,41 17,41 1,27 4,55 1,55 2,47 3,11 0.35 0.06 31.04
Guarda 32.06 31.47 19,55 2,20 3,42 1,81 3.05 1,44 0.29 0.11 32,72
Sabugal 31.01 29,97 23,59 2,76 2,78 0,99 2,21 1.11 0,40 0,35 49,36
Almeida 34,05 31,98 19,06 3,06 2,42 0,80 2,33 1,96 0,17 0,17 44,84
Pinhel 41,11 25,98 17,81 3.02 2,59 1.01 2,12 1,42 0.45 0,19 43,11
Figueira 39,10 31,70 18,99 2,53 1,61 1,05 1,15 0,72 0.20 0,23 41,49
Meda 40,90 28,03 16,10 4,42 1,60 1,05 1,52 1,23 0,65 0,11 44,69
Foz côa 34.01 34,32 18,29 1,77 1,66 0,73 1,91 2,05 0.53 0,20 47,09
Total distrito 34,12 31,86 18,59 2,56 2.70 1,55 2,25 1,56 0,34 0,22 39,83
Mangualde 31,67 30,64 21,78 2,64 2,12 1,71 2,28 1,48 0.36 0.09 39,17
Penalva 35,79 32,24 17,06 2,84 2,13 1,24 2,06 1,42 0,34 0.17 39,74
Nelas 31,77 31.02 20.99 2,80 3.43 1,59 2,81 1,73 0.36 0.08 39.22

 

Legislativas 24-PS-Reuniões de trabalho com Presidentes de Câmaras Municipais

Os candidatos do Partido Socialista às Eleições Legislativas pelo Círculo Eleitoral da Guarda têm reuniões de trabalho com os Presidentes das Câmaras Municipais, nesta quinta-feira:

9h30 – Celorico da Beira
10h30 – Gouveia
11h30 – Manteigas
15h00 – Trancoso

As reuniões decorrem nas respetivas Câmaras Municipais.

Foto:DR

Legislativas 24- Ana Mendes Godinho cabeça de lista na Guarda pelo PS

António Monteirinho e Cristina Sousa a seguir

Nesta noite de segunda-feira, ficamos a conhecer a lista de candidatos a deputados pelo Partido Socialista, no distrito da Guarda.

Assim como era previsível, Ana Mendes Godinho será a cabeça de lista, seguida por António Monteirinho, Cristina Sousa, Miguel Will, Tânia Martinho e António Miguel.

Deste modo, foi uma noite longa para o apuramento da lista de candidatos que foi escolhida no seio dos socialistas do distrito da Guarda.

Foto:DR

Jornadas de Proximidade do Grupo PS Ass,Freg. Guarda

Grupo do Partido Socialista na Assembleia de Freguesia da Guarda promove, neste sábado, dia 14 de outubro, a quinta edição das suas Jornadas de Proximidade.

A iniciativa, destinada a assinalar a transição entre a primeira e segunda metades do atual mandato autárquico, acontece sob o tema “Sentir a Comunidade”, precisamente na data em que se completam dois anos desde a instalação dos membros da Freguesia e vai dedicar uma especial atenção da equipa à preocupação com as causas sociais, saúde e associativas da comunidade.
Este será o mote para um dia preenchido por atividades variadas que visam identificar problemáticas, estabelecer contato com os cidadãos, associações e entidades, recolher contributos e identificar soluções, sempre em proximidade com os cidadãos, forças vivas e a Freguesia”, segundo refere o grupo.
 

Aqui ficam os diversos momentos do programa da iniciativa.

 
PROGRAMA:
09h30 – Visita ao Mercado Municipal da Guarda (Rua Duque de Bragança, 6300-703 Guarda);
11H00 – Visita à Aldeia de Crianças SOS da Guarda (Avenida Cardeal José Saraiva Martins 67, 6300-855 Guarda);
14H30 – Visita à CERCIG (Rua do Cabeço, 6300-035 Guarda);
16H00 – Visita ao Centro Social da Póvoa do Mileu (Avenida Cidade de Salamanca, Lote 1, Fracção A – R/C, 6300-538 Guarda);
17H00 – Visita à Casa da Sagrada Família da Guarda (Rua Soeiro Viegas nº7, 6300-788 Guarda);
21H00 – Ouvir a Guarda | Debate: Saúde em Proximidade (Escola Básica do 1.º Ciclo da Póvoa do Mileu, Rua Dr. Alberto Garcia, 6300 604 Guarda).
Foto:DR

XXIII Congresso Distrital da Federação da Guarda do Partido Socialista em balanço

Teve lugar, no passado sábado, em Trancoso, o XXIII Congresso Distrital da Federação da Guarda do Partido Socialista.
Nesta reunião magna do Partido estiveram em debate temas  importantes para o futuro do distrito como a Saúde, a Educação, a Habitação, a Mobilidade, a Agricultura ou a Conetividade do território.
Durante os trabalhos foram várias as intervenções que visaram estes e outros temas, fazendo deste congresso um importante momento de discussão em torno de políticas que consideram fundamentais para garantir uma maior qualidade de vida a toda a população do distrito, e acima de tudo, que garantam aos  jovens, sendo essa a sua vontade, as oportunidades para no seu distrito, concretizarem o seu projeto de vida.
Esteve presente no Congresso, na qualidade de dirigente nacional e distrital,  Ana Mendes Godinho. Na sua intervenção garantiu que o PS é o único partido que tem um projeto para o país, e já deu provas de saber governar em períodos de enorme adversidade, como foram o combate às políticas de empobrecimento do país, ou a crise sanitária da Covid-19. Prosseguiu, garantindo que o momento atual é de uma enorme exigência, mas que mais uma vez o PS tem mostrado estar ao lado das pessoas, dando a título de exemplo, a medida da gratuitidade das creches, e do distrito, como o comprova a proposta do Plano Ferroviário Nacional, que coloca a Guarda como o principal ponto de ligação ferroviário a Madrid, reforçando assim a sua capitalidade no Centro da Península Ibérica ou a instalação na Guarda, a partir de janeiro de 2023, do Centro de Competências da Economia Social.
O Presidente da Federação da Guarda do Partido Socialista, Alexandre Lote , fez na sua primeira intervenção um balanço do mandato nos termos do que consta na Moção de estratégia Global, agradecendo a todos ,que consigo trabalharam nos diferentes órgãos de âmbito concelhio, setorial, distrital ou nacional.
Na intervenção de encerramento do congresso agradeceu à Comissão Organizadora do Congresso o extraordinário trabalho realizado em todos os momentos ao longo deste ciclo eleitoral. De seguida realçou que o distrito não pode ficar para trás em termos da conetividade digital, seja ao nível da cobertura da fibra ótica no território ou do 5G. Reforçou também a necessidade de que todos os territórios tenham as políticas de habitação no topo das suas prioridades, pois há uma enorme necessidade de requalificar os centros urbanos das nossas aldeias, vilas e cidades, ao mesmo tempo que damos resposta à carência habitacional que impossibilita que jovens venham estudar ou trabalhar para o nosso distrito. De seguida referiu-se ao tema da mobilidade, salientando que é urgente colocar no terreno os ICs da Serra da Estrela e reformular a política de transportes públicos em termos regionais, que está assente num modelo obsoleto, que não responde às necessidades dos cidadãos. A conciliação do transporte flexível ou a pedido, com os demais sistemas de transportes existentes na região é a solução que urge implementar no território, pois só assim será possível assegurar um dos direitos consagrados na constituição.
Por último abordou as temáticas da educação e da saúde no distrito da Guarda.
Afirmou o Presidente da Federação que se é verdade que na Educação há a salientar o excelente trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo Instituto Politécnico da Guarda, pelo Agrupamentos de Escolas de Escolas e Escolas Profissionais, não é menos verdade, como muito bem disse o  António Monteirinho na sua intervenção, que o todo o distrito tem de participar no esforço coletivo de disponibilizar mais habitação para os jovens que pretendem estudar na Guarda. Urge também adaptar o transporte escolar e o horário escolar às necessidades dos territórios, de modo a permitir que cursos profissionais com elevada empregabilidade no distrito, possam ser ministrados num concelho, mas frequentado por alunos dos diferentes concelhos da região, criando assim um verdadeiro sistema de ensino profissional adaptado às necessidades da região e às expetativas de empregabilidade dos jovens da região.
Já quanto à Saúde, o Presidente da Federação afirmou que a melhoria da qualidade dos cuidados de saúde primários é a medida mais importante para melhorar a qualidade dos serviços prestados a nível distrital. Reforçou que é urgente criar medidas de atratividade para captar médicos para a região. Já quanto ao ruído em torno da maternidade da Guarda, informou que não há razoabilidade em sequer discutir essa possibilidade, quando se estão a investir 8 milhões de euros nessa unidade e sendo e sendo essa a única unidade materno infantil no distrito.

Foi eleita uma nova Comissão Política Distrital, tendo sido cabeça de lista o  Pedro Guerra, da concelhia da Guarda, e ainda eleitas a Comissão Económico Financeira, e a Comissão de Jurisdição, sendo presididas por Paulo Langrouva e João Jorge Lourenço, respetivamente.

Por último, agradeceu o trabalho da Mesa do Congresso, na pessoa do Carlos Martins, e desejou na pessoa do  Pedro Guerra, cabeça de lista da Comissão Política Distrital, a todos os  eleitos um ótimo mandato, na certeza de que com o trabalho das diferentes estruturas, do Departamento das Mulheres Socialistas – ID e da Juventude Socialista, será possível Mobilizar o Partido, Projetar o Distrito e Concretizar a Guarda.
A Federação da Guarda deixa uma palavra de agradecimento a todos  que enriqueceram o debate ao produzir as Moções Setoriais Estratégicas que a seguir se apresentam e que serão votadas na primeira reunião da Comissão Política Distrital.
Moção: Habitação
1º subscritor: Mariana Henrique
Moção: Hotel Turismo da Guarda
1º subscritor: Fábio Reis
Moção: Jovens na Política
1º subscritor: Fabiana Almeida Rodrigues
Moção: Mobilidade
1º subscritor: Francisco Cabral
Moção: O direito de Nascer na Guarda
1º subscritor: Pedro Guerra
Moção: Os serviços de saúde como pilar da concretização da mitigação das desigualdades territoriais
1º subscritor: Nuno Almeida
Moção: Vamos todos envelhecer
1º subscritor: Nuno Laginhas

Alexandre Lote volta a ser candidato a Presidente da Federação da Guarda do Partido Socialista

Em comunicado, Alexandre Lote , atual Presidente da Federação da Guarda do Partido Socialista, anunciou a sua nova candidatura ao cargo e refere que a sua candidatura assenta em três pilares: Mobilizar o Partido, Projetar o Distrito, Concretizar a Guarda, para tal deixa este depoimento:
“Este é o momento de fazer um balanço e apresentar uma visão do que queremos para o futuro do nosso partido no distrito da Guarda.
Durante os últimos dois anos tive a honra e privilégio de liderar o partido no distrito em condições de particular dificuldade, que muito limitaram a ação política em geral, devido à pandemia do COVID-19.
Apesar das dificuldades, recuperámos, com base no respeito pela matriz do Partido Socialista, a credibilidade da Federação junto dos órgãos nacionais do partido e da sociedade civil no distrito da Guarda.
Em termos eleitorais é certo que não alcançámos globalmente os resultados esperados nas eleições autárquicas de 2021, mas não é menos certo afirmar, que tivemos um dos melhores resultados de sempre nas eleições legislativas de 2022, com o maior crescimento do Partido Socialista no país.
Para o próximo mandato a visão que apresento tem por base três pilares fundamentais:
Mobilizar o Partido, em todas as suas dimensões, em estreita articulação com a Juventude Socialista e o Departamento Federativo das Mulheres Socialistas – Igualdade e Direitos;
Projetar o Distrito, apresentando uma atitude sustentada e reivindicativa, baseada numa auscultação permanente junto das nossas estruturas e da sociedade civil, sobre todas as temáticas que são um constrangimento ao desenvolvimento dos nossos territórios;
Concretizar a Guarda, através do respeito pelos compromissos assumidos pelo Partido Socialista com a região em geral e com cada um dos seus concelhos em particular.
Convido cada um dos camaradas a acompanhar e integrar este projeto que, com base na proximidade, na dinâmica, na capacidade de auscultação e de intervenção irá honrar o passado, respeitar o presente e construir o futuro em cada um dos concelhos do Distrito da Guarda”.
De salientar que as eleições serão  a 19 de novembro.

Jovens Autarcas Socialistas do Distrito da Guarda reuniram em Seia

Fornense Leandro Abade é o Coordenador Distrital

Teve lugar em Seia, uma reunião dos Jovens Autarcas Socialistas do Distrito da Guarda , onde pelo meio, aproveitaram para visitar  a Feira do Queijo, que decorreu naquela cidade serrana.

Assim nesta reunião estiveram presentes também autarcas jovens do distrito como Carlos Santos, presidente da junta de freguesia de Sazes da Beira e Jorge Rafael Abreu, presidente de junta da União de Freguesias de Santa Marinha e São Martinho, ambos do concelho de Seia, recorde.se que o coordenador Nacional do JAS é Diogo Cunha e o coordenador federativo distrital é Leandro Abade.
os jovens autarcas  têm demonstrado  todo o empenho no desenvolvimento do seu território e toda a dedicação que têm para com a estrutura e para com os seus concidadãos, assim adianta o JAS.