Templates by BIGtheme NET
Início » Penalva do Castelo (Pagina 4)

Penalva do Castelo

Governo aumenta apoio aos produtores de ovelha típica da Serra da Estrela

O Governo vai aumentar o apoio aos produtores de ovelhas típicas da Serra da Estrela em cerca de 60 euros por cabeça, para 160 euros, para estimular a produção de queijo, anunciou neste sábado a ministra da Agricultura, em Oliveira de Hospital, segundo a Lusa.

Vamos criar condições para financiar, pela primeira vez, a aquisição desta raça autóctone, da raça bordaleira da Serra da Estrela. Vamos aumentar o apoio em cerca de 60 euros por cabeça. De 100 euros, vão receber, os nossos agricultores, 160 euros”, disse Maria do Céu Antunes aos jornalistas, na abertura da Feira do Queijo de Oliveira do Hospital, no distrito de Coimbra, que regressou ao formato presencial após dois anos de realização ‘online’ por causa da pandemia.

Segundo a governante, a medida visa “estimular, efetivamente, a produção de queijo da Serra [da Estrela]”, que é considerado “um grande ativo” do território, e “acrescentar valor à economia de regiões” como aquela onde o queijo é produzido.

A região demarcada de produção do queijo Serra da Estrela abrange os municípios de Carregal do Sal, Celorico da Beira, Fornos de Algodres, Gouveia, Mangualde, Manteigas, Nelas, Oliveira do Hospital, Penalva do Castelo, Seia, Aguiar da Beira, Arganil, Covilhã, Guarda, Tábua, Tondela, Trancoso e Viseu.

Nas declarações, a ministra da Agricultura também referiu que, após dois meses de “seca severa e intensa”, com a chuva que tem caído e continuará nos próximos dias, de acordo com as previsões, será possível recuperar as culturas de primavera e de verão.

Por outro lado, com a crise provocada pela guerra entre a Rússia e a Ucrânia, o Governo vai acompanhar a situação para ter os instrumentos necessários para ajudar o setor, como já foi feito em relação à energia e aos combustíveis.

“Vamos conseguir ter, a todo o tempo, as medidas necessárias e suficientes para também podermos apoiar os agricultores”, disse.

Maria do Céu Antunes adiantou que nesta segunda-feira terá uma reunião com as confederações do setor.

“Para poder não só apresentar aquilo que já hoje podemos fazer com segurança, mas também para podermos discutir com o setor outras medidas que a todo o tempo possamos fazer, até porque, dia 21 de março, temos Conselho de Ministros de Agricultura da Europa (…). É nossa expectativa que a Comissão Europeia possa trazer medidas concretas para podermos continuar a apoiar as medidas de estabilização do mercado”, adiantou.

Referiu que se tem verificado um aumento de custos dos fertilizantes agrícolas, da energia, dos lubrificantes e das rações para os animais e que “a perspetiva é que aumentem mais”.

No entanto, indicou que a Comissão Europeia propõe-se utilizar a reserva de crise e os instrumentos regulatórios para fazer a regulação de mercado e as aquisições conjuntas para evitar a rutura de ‘stocks’ e regular preços.

A ministra da Agricultura também reafirmou que, devido ao atual conflito militar entre a Rússia e a Ucrânia, não haverá racionamento de alimentos no país e a situação está a ser acompanhada e monitorizada.

“Mas também quero dizer aos portugueses e às portuguesas que nós saímos de um ano particularmente bom em Portugal, onde fomos recorde na produção de azeite. E, portanto, estamos numa situação confortável na produção de óleos alimentares”, indicou.

Fonte:ASR // CSJ/Lusa

AF Viseu- Resultados da 8ª jornada da Taça da 1ª Divisão – CONSTRUÇÕES PELEZINHOS, LDA

Grupo A

Besteiros FC – CD Cinfães “B”-3-0
Cabanas de Viriato – Boassas-4-0
Classificação:
1º- Besteiros FC—-19 pts— 6 jogos
2º- CD Cinfães “B”—16pts—7 jogos
3º- Cabanas de Viriato—12pts—7 jogos
4º- Boassas—-13pts—-6 jogos
5º- Nandufe—1pt—5 jogos
Grupo B
Vale Madeiros  – Os Ceireiros- 2-4
AC Travanca –  Sezurense- 1-1
Classificação:
1º- AC Travanca—-19pts—-6jogos
2º- Os Ceireiros—-17pts—- 6 jogos
3º- Sezurense—-12pts—-7 jogos
4º- Repesenses—7pts—6 jogos
5º- Vale Madeiros—2pts—7 jogos
Grupo C
Sport Viseu Benfica – Arcos FC- 7-1
Vilamaiorense – GDCP  Oliv. Douro-0-1
Classificação:
1º- GDCP  Oliv. Douro—-20pts—-6 jogos
2º- Os Ciências—-19pts—6 jogos
3º- Viseu Benfica—-14pts—-6 jogos
4º- Vilamaiorense—-9pts—7 jogos
5º- Arcos FC—1pt—7 jogos

AF Viseu- Resultados da 9ª jornada da Fase Manutenção e Ap. Campeão do Campeonato da Divisão Honra – FEIFIL, FEIJÃO E FILHOS, SA

Disputou-se nova ronda na AF Viseu, na Fase Manutenção e Apuramento Campeão do Campeonato da Divisão Honra – FEIFIL, FEIJÃO E FILHOS, SA

Fase Manutenção

Grupo A

GD Mangualde – SC Paivense- 2-1
Moimenta da Beira – Campia- 3-0
SC Lamego – Sampedrense- 1-0
Nespereira FC – Vale de Açores- 3-1
Classificação:
1º- GD Mangualde—-27pts—-9 jogos
2º- SC Lamego—-24pts—-9 jogos
3º- Moimenta da Beira—–20pts—-9 jogos
4º- Nespereira FC—–16pts—-9 jogos
5º- Paivense—-16pts—-9 jogos
6º- Vale de Açores—-16pts—-9 jogos
7º- Sampedrense—-13pts—- 9 jogos
8º- Campia—–7pts—-9 jogos
Grupo B
Carregal do Sal – Moimenta Dão FC- 2-0
Roriz – Canas de Senhorim – 1-2
GD Oliveira de Frades – SC Penalva do Castelo- 0-1
GD Parada –  Molelos- 1-1
Classificação:
1º- Penalva do Castelo—-29 pts—-9 jogos
2º- Molelos—-24pts—–9 jogos
3º- Carregal do Sal—-20pts—-9 jogos
4º- Canas de Senhorim—-14pts—9 jogos
5º- GD Ol.Frades—-14pts—-9 jogos
6º- Roriz—14pts—-9 jogos
7º-GD Parada—-11pts—9 jogos
8º- Moimenta da Dão—10pts—-9 jogos
Ap. Campeão
O Mortágua deu mais um passo para chegar ao título nesta divisão, já Resende e Lusitano Vildemoinhos tentam ainda a subida.
Sátão – Lamelas-1-1
Mortágua FC – SL Nelas- 2-0
GD Resende – Lusitano FC Vildemoinhos-2-2
CD Cinfães – Carvalhais- 1-2
Classificação:
1º- Mortágua FC—-23pts—-9 jogos
2º- GD Resende—–17pts—-9 jogos
3º- Lus.Vildemoinhos—-13pts—-9 jogos
4º- Lamelas—-12pts—-9 jogos
5º- CD Cinfães—-11pts—-9 jogos
6º- SL Nelas—-8pts—-8 jogos
7º- Sátão—–7pts—–8 jogos
8º- Carvalhais—-7pts—-9 jogos

Torneios de Elite sub-17 Masculino e Feminino em Viseu

O Salão Nobre da Câmara Municipal de Viseu, recebeu esta quarta-feira, a apresentação dos Torneios de Elite sub-17 Masculino e Feminino.

José Couceiro, vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, referiu ser “um orgulho podermos colaborar com o distrito de Viseu, neste caso com as seis autarquias que vão receber as provas”.

Para o Diretor Técnico Nacional, “estas competições são importantes para o desenvolvimento das jogadoras e jogadores, representando um grande desafio para a sua evolução”.
José Couceiro agradeceu aos autarcas do distrito de Viseu, considerando serem “decisivas para o desenvolvimento do desporto, sendo importantes as parcerias para continuarmos a realizar eventos desta dimensão”.

Fernando Ruas, Presidente da Câmara Municipal de Viseu, agradeceu à Federação Portuguesa de Futebol ter “trazido para esta região do interior os torneios, neste caso, as rondas de elite, ainda por cima de jovens”, fazendo-o em nome do seu município, mas também dos cinco líderes autarcas que vão receber as competições.

O presidente da Câmara de Viseu realçou a importância da descentralização de competições desportivas e sublinhou que “o futebol apaixona de uma forma geral, os portugueses e os viseenses não fogem a essa regra”.

O autarca lembrou que foi em Viseu que a seleção nacional sub-16 se sagrou campeã da Europa, assinalando que “a região inspira resultados positivos”.

 

Gaspar e Maria regressam às escolas de Viseu Dão Lafões 

O Gaspar e Maria, mascotes do projeto Wanted | Escolas Empreendedoras da CIM Viseu Dão Lafões, estão de regresso às escolas da região.

Da agenda de visitas já arrancaram em Aguiar da Beira, constam, ainda, escolas dos municípios de Carregal do Sal (09 de março), Castro Daire (11 de março), Nelas (09 de março), Penalva do Castelo (10 de março), São Pedro do Sul (07 de março), Sátão (08 de março), Tondela (em data a definir) e Viseu (08 de março).

No âmbito desta iniciativa, os alunos serão presenteados com um “Kit” composto por diversos elementos lúdico-pedagógicos.

A “Aventura do Gaspar e da Maria” chegará a 426 alunos, oriundos de 27 turmas, de 18 escolas do 1º ciclo. Sendo que, o projeto Wanted – Escolas Empreendedoras envolve 180 professores, 240 turmas e mais de 3200 alunos, do pré-escolar ao ensino secundário/profissional, dos 14 municípios que constituem a CIM.

Na sua 10ª edição, o projeto Wanted – Escolas Empreendedoras mantém-se fiel ao seu objetivo de construir as escolas do futuro, potenciando o desenvolvimento competências pessoais e sociais inerentes a um perfil empreendedor, nos alunos de Viseu Dão Lafões.

De acordo com o Secretário Executivo, Nuno Martinho, “A visita do Gaspar e da Maria insere-se nas atividades planificadas para as turmas do 1º Ciclo do Ensino Básico que integram o projeto Wanted – Escolas Empreendedoras. Com esta iniciativa, que funciona em complemento a outras desenvolvidos pela CIM e em perfeita articulação com os agrupamentos de escola da região e com os centros de formação de professores, onde se destacam projetos como o do laboratório móvel das ciências, da literacia financeira ou ambiental, entre outros, que temos em curso nas nossas escolas, pretendemos, fundamentalmente, sensibilizar, formar e capacitar os nossos alunos para a temática da educação empreendedora, com uma tónica, também, na valorização dos nossos recursos territoriais e reforço do sentimento de pertença e de identidade”.

Foto:DR

Novas medidas do Governo para acolher e integrar pessoas deslocadas da Ucrânia

Foi aprovado em  Conselho de Ministros uma Resolução com requisitos simplificados para a obtenção de proteção temporária para pessoas deslocadas da Ucrânia, anunciou a Ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, na conferência de imprensa após a reunião.

Simultaneamente, «o Governo tem estado a trabalhar de forma articulada com as Câmaras Municipais, as organizações da sociedade civil, as instituições particulares de solidariedade social e com a comunidade ucraniana em Portugal para responder às necessidades fundamentais de alojamento, de legalização da situação» e de emprego destes cidadãos.

«Este processo será semelhante ao que ocorreu em agosto devido à situação no Afeganistão, e ontem havia alojamentos disponíveis para 1245 pessoas», disse, acrescentando que é necessário que o alojamento e o emprego sejam na mesma região, que, se houver crianças, haja escola para elas, «procurando não apenas acolher, mas, também, integrar».

Acolhimento

A Ministra da Administração Interna, Francisca Van Dunem, disse que será aplicado o regime de proteção temporária, um regime europeu que existe em Portugal desde 2003, que dispensa a avaliação caso a caso do risco concreto que cada pessoa corre.

Toma-se «uma decisão global assumindo que todas aquelas pessoas correm um perigo iminente para a sua vida ou integridade física ou de violação dos seus direitos humanos. Esta constatação, que o Governo assume na Resolução do Conselho de Ministros, leva-o a dar uma autorização especial para que essas pessoas entrem através de um procedimento simplificado», referiu.

Deixa de ser necessário «que a pessoa faça, ela própria, prova de que corria perigo», e a prova da identidade pode ser feita por qualquer via, fazendo o Estado um controlo para detetar pessoas perigosas «para a segurança interna e a segurança nacional por consulta às bases de dados do sistema Schengen», o sistema europeu de controlo de entradas nas fronteiras dos países da União que a ele aderiram.

Não serão acolhidas as pessoas que representem riscos para a segurança interna, que tenham praticado crimes contra a humanidade ou crimes graves, disse a Ministra.

«Esta proteção tem a duração inicial de um ano, prorrogável por dois períodos de seis meses, desde que continuem a verificar-se as condições que impedem o regresso das pessoas ao seu país», disse ainda Francisca Van Dunem.

Integração

A Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, afirmou que o Governo organizou «um programa que permite o acolhimento e integração dos cidadãos ucranianos que estão a chegar», tendo logo «acesso aos números fiscal, de Segurança Social e do Serviço Nacional de Saúde, permitindo-lhe o acesso aos vários serviços».

Isto «permite-lhes também trabalhar, tendo o Governo feito, com as empresas, um levantamento de oportunidades de emprego, através de um grupo de trabalho do Instituto de Emprego e Formação Profissional dedicado a fazer o encontro entre as oportunidades de emprego e os perfis de cidadãos ucranianos».

Ana Mendes Godinho afirmou que «foi também criada uma plataforma (no site do IEFP) para que as empresas carregassem as oportunidades que têm disponíveis e os perfis profissionais que procuram – já foram carregadas mais de duas mil propostas de emprego –, e estamos a comunicar estas ofertas de emprego junto da comunidade ucraniana e através de websites internacionais», nomeadamente em ucraniano.

O Instituto de Emprego e Formação Profissional criou «um grupo de trabalho para acompanhar as pessoas de forma personalizada para que haja real capacidade de integração no mercado de trabalho», alinhando-os com programas de apoio à contratação e de programas de formação à medida de cada pessoa, e respondendo também à necessidade de cursos de língua portuguesa.

Distrito de Viseu acolhe Torneios de Elite sub-17 Masculino e Feminino

Vai ter lugar ,no próximo dia 9 de março, quarta-feira, pelas 12h00, na Conferência de Imprensa de apresentação dos Torneios de Elite sub-17 Masculino e Feminino que irão decorrer em Viseu.

Na conferência de imprensa, que se realiza, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Viseu, em Viseu, estarão presentes José Couceiro, Vice-Presidente da Federação Portuguesa de Futebol, José Carlos Lopes, Presidente da Associação de Futebol de Viseu, e representantes das Câmaras Municipais de Penalva do Castelo, Santa Comba Dão, Tondela e Viseu.

Calendário de Jogos:

TORNEIO ELITE SUB-17 MASCULINO

Data    jogo                                       hora   local

23        Portugal-Rep. Irlanda       15        Viseu

Bulgária-Finlândia            11        Stª. Comba Dão

 

26       Bulgária-Portugal              16h     Tondela

Rep. Irlanda-Finlândia      11h      Penalva Castelo

 

29       Rep. Irlanda-Bulgária        15h     Stª Comba Dão

Finlândia-Portugal            15h     Viseu

 

TORNEIO ELITE SUB-17 FEMININO

Data    jogo                                                   hora   local

16        Países Baixos-Montenegro         11h      Penalva Castelo

Itália-Portugal                               15h     Viseu

 

19        Países Baixos-Itália                       11h      Stª Comba Dão

Portugal-Montenegro                  15h     Viseu

 

22       Portugal-Países Baixos                15h     Tondela

Montenegro-Itália                         15h     Penalva Castelo

 

Dia Internacional da Proteção Civil

O Dia Internacional da Proteção Civil celebra-se anualmente, a 1 de março, a fim de alertar e sensibilizar para a importância da proteção civil na salvaguarda da vida humana, da propriedade e do património cultural e ambiental, face à ocorrência de acidentes graves e catástrofes, e de prestar tributo a todos os seus agentes.

Muitos dos desafios que hoje pendem sobre as nossas sociedades são de enorme complexidade – como fenómenos atmosféricos extremos e inopinados, a gestão da pandemia provocada pela COVID-19, as situações de conflito armado que vão eclodindo por todo o mundo, agora com particular enfoque na Ucrânia – e obrigam-nos a olhar para o que nos rodeia de forma diferente.

O que demos como garantido durante décadas já se desvaneceu ou está em profunda alteração.

As alterações climáticas, o peso da excessiva urbanização, as clivagens entre as diferentes regiões no desenvolvimento social e humano, a pobreza extrema, os movimentos migratórios e as ameaças cibernéticas, são apenas alguns dos riscos que estão a mudar as nossas vidas.

Aos poucos, os países até aqui considerados seguros e imunes aos eventos que iam ceifando vidas pelo resto do mundo viram o cenário alterar-se drasticamente, deitando por terra o sentimento de segurança com que se tinham habituado a viver.

Neste contexto, a proteção civil assume-se, cada vez mais, como uma área fundamental e prioritária e como um dos mais importantes instrumentos do Estado para a resposta a eventos de grande dimensão e proteção das comunidades.

Celebrar o dia da Proteção Civil significa a renovação de um compromisso com formas justas de transição climática, com a proteção dos nossos ecossistemas vitais, com a defesa das nossas comunidades das catástrofes naturais ou provocadas, com o equilíbrio dos nossos territórios, com a proteção do nosso património natural e histórico, em suma: com a proteção da vida.

E é em linha com esse compromisso que o Governo e a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil convocam as Autarquias Locais, os agentes de proteção civil e os cidadãos para, unidos e em sintonia, continuarmos a transformar Portugal num país cada vez mais seguro e resiliente.

União das Misericórdias Portuguesas (UMP) apelou às Santas Casas

A União das Misericórdias Portuguesas (UMP) apelou às Santas Casas de todo o país para acolherem cidadãos da Ucrânia, no seguimento da invasão da Rússia a este país.

Este apelo humanitário decorre no âmbito do desafio lançado pelo Governo às Misericórdias, para se mobilizarem para esta operação de emergência, no que respeita ao acolhimento e apoio a cidadãos ucranianos que pretendam refugiar-se em Portugal.

Para dar resposta à crise humanitária na Ucrânia, as Misericórdias Portuguesas, que reúnam condições, poderão disponibilizar alojamento temporário e postos de trabalho para cidadãos ucranianos, especialmente para os que têm vindo a abandonar o país, devido à invasão russa.

Para Manuel de Lemos, Presidente da UMP, a mobilização das Santas Casas faz parte da missão e compromisso das Misericórdias, reforçando que “a nossa história já comprovou a força das Misericórdias na ajuda humanitária e em tempos de emergente incerteza social. A mobilização de todos é, acima de tudo, a nossa obrigação”.

O desafio de apoio humanitário das Misericórdias foi lançado pela Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, à UMP num momento em que a “Europa e o mundo vivem momentos difíceis e de severa complexidade com o aparente início de uma guerra que inevitavelmente pode provocar muitas mortes e também a inevitável deslocação de milhares de pessoas para fora dos seus territórios”. Perante este cenário, a resposta foi imediata, conforme revela Manuel de Lemos: “Tendo bem presente a nossa natureza e missão, respondemos afirmativamente, sem hesitar, ao desafio”.

AF Viseu- Resultados da Fase de Manutenção e Ap. Campeão do Campeonato da Divisão Honra – FEIFIL, FEIJÃO E FILHOS, SA 7ªjornada

Fase de Manutenção

Grupo A

Vale de  Açores – GD Mangualde-1-3
Moimenta da Beira – Nespereira FC- 1-1
Campia – SC Lamego- 3-0
Paivense – Sampedrense-2-1
Classificação:
1º- GD Mangualde—-21pts—-7 jogos
2º- SC Lamego—-21pts—-7 jogos
3º- Moimenta da Beira—-16pts—-7 jogos
4º- Paivense—-15pts—-7 jogos
5º- Vale de Açores—-13pts—-7 jogos
6º- Sampedrense—-13pts—-7 jogos
7º- Nespereira FC—–10pts—-7 jogos
8º Campia—-7 pts—–7 jogos
Grupo B
SC Penalva do Castelo – Carregal  do Sal- 3-0
GD Parada – Oliveira Frades- 1-2
 Molelos – Roriz- 2-0
Moimenta Dão – Canas Senhorim-1-1
Classificação:
1º- SC Penalva do Castelo- 26pts—-7 jogos
2º- Molelos—–22pts—7 jogos
3º- Carregal do Sal—-14pts—-7 jogos
4º- Ol.Frades—-13pts—-7 jogos
5º- Canas Senhorim—-11pts—-7 jogos
6º-Roriz—–11pts—-7 jogos
7º- GD Parada—–9pts—-7 jogos
8º- Moimenta Dão—-9pts—- 7 jogos
Apuramento de Campeão
Carvalhais – Lamelas- 1-1 (26 de fevereiro)
GD Resende – Mortágua FC- 0-2 (26 de fevereiro)
SL Nelas – CD Cinfães- 1-0
Lusitano FC Vildemoinhos – Sátão- 3-0
1 de março- Mortágua FC – Lamelas
Classificação:
1º- Mortágua FC—-14 pts—–6 jogos
2º- GD Resende—-13pts—–7 jogos
3º- Lus.Vildemoinhos—-12pts—-7 jogos
4º- CD Cinfães—–11pts—–7 jogos
5º- Lamelas—–8pts—-6 jogos
6º- SL Nelas—–8pts—-7 jogos
7º- Sátão—-6pts—-7 jogos
8º- Carvalhais—-4 pts—–7 jogos