Início » Solidariedade

Solidariedade

Reencontro – A.S.E.C (VN Tazem) venceu Prémio Manuel António da Mota

Projeto “Ser Criança” foi o vencedor

O Prémio Manuel António da Mota, no valor de €50.000, foi entregue à Reencontro – Associação Social, Educativa e Cultural, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto, numa cerimónia que contou com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, Ana Mendes Godinho, Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Presidente do Conselho de Administração da Fundação Manuel António da Mota, Maria Manuela Mota, e Presidente do Conselho de Administração da Mota-Engil SGPS, António Mota.
A Reencontro – Associação Social, Educativa e Cultural foi constituída em 2010 e tem sede em Vila Nova de Tazem, concelho de Gouveia.O Projeto “Ser Criança”, dirigido a crianças dos 3 aos 10 anos de idade, é um programa de intervenção comunitário e que consiste em três fases, a saber, diagnóstico, intervenção e desenvolvimento de competências. Nas fases de diagnóstico e intervenção, abrangendo crianças entre os 3 e os 5 anos de idade, estas são alvo de um rastreio pela especialidade de medicina física e reabilitação, tendo como objetivo identificar qualquer tipo de dificuldades a nível clínico.

A par da Reencontro – Associação Social, Educativa e Cultural, vencedora do Prémio, foram ainda
distinguidas nove instituições nacionais, cabendo o 2º e 3º lugares, respetivamente, ao Centro
Humanitário de Tavira da Cruz Vermelha Portuguesa e Associação Pão a Pão (PAP), e as restantes
sete menções honrosas a Aldeias Humanitar – Associação de Solidariedade Social, Associação
Academia do Johnson Semedo, Câmara Municipal de Ílhavo, Centro de Solidariedade de
Braga/Projeto Homem, Orquestra sem Fronteiras, VivaLabPorto e ZERO – Associação Sistema
Terrestre Sustentável.

Rui Pedroto, Presidente da Comissão Executiva da Fundação Manuel António da Mota, afirma: “O
Prémio Manuel António da Mota teve início em 2010 e esta foi já a sua 13ª edição. Nos dois anos
anteriores e num período muito marcado pela crise pandémica, o Prémio procurou chamar a atenção
para as consequências económicas e sociais daí decorrentes, realçando a forma como as instituições

da economia social souberam preparar-se e reagir à adversidade. A crise económica, as alterações
no mundo do trabalho, os abalos provocados no sistema educativo, o agravamento de situações de
pobreza e exclusão social, conduziram à adoção de programas e medidas de combate à crise, de que
são exemplo, na relação com a União Europeia, o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) e o Novo
Quadro Financeiro Plurianual (2021-2027).

 

Projeto (S)Em Retaguarda (Associação de Maceira) entre os 11 finalistas

PRÉMIO DE BOAS PRÁTICAS DE ENVELHECIMENTO ATIVO E SAUDÁVEL DE 2022 COM 11 PROJETOS FINALISTAS

São 11 os projetos finalistas da edição de 2022 do Prémio de Boas Práticas de Envelhecimento Ativo e Saudável na Região Centro, promovido pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), em colaboração com os consórcios Ageing@Coimbra e AgeINfuture.

Foram admitidas a concurso 130 candidaturas, que traduzem uma grande diversidade institucional, temática e geográfica, sendo 13 da categoria Conhecimento+, 32 da categoria Saúde+ e 85 da categoria Vida+. As candidaturas apresentadas foram promovidas por 113 entidade provenientes de 58 municípios.

Os vencedores serão revelados no 9º Congresso Envelhecimento Ativo e Saudável da Região Centro, que decorrerá no dia 06 de dezembro de 2022, em Coimbra. Com esta atividade, a CCDRC, no contexto dos seus objetivos de desenvolvimento regional e valorização das dinâmicas territoriais, visa potenciar o reconhecimento e a divulgação dos projetos e iniciativas que promovem o envelhecimento ativo e saudável na região Centro.

Na edição atual, uma das inovações introduzidas ao Prémio foi a divisão da categoria VIDA+ em duas subcategorias: Participação e Aprendizagem. Entendeu-se, assim valorizar o aspeto da aprendizagem na população mais velha, contribuindo também dessa forma para combater o estigma do idadismo.

As 11 boas práticas finalistas nas três categorias são:

Categoria Conhecimento+

  • Digital Travel for Senior Citizens: 360° Virtual Tourism (Universidade de Aveiro, Departamento de Comunicação e Arte, DigiMedia);
  • Laboratório do Envelhecimento (Maior Idade – município de Ílhavo);
  • Plataforma digital de aconselhamento personalizado de atividade física em pessoas com Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC) (Instituto Politécnico de Leiria e Universidade de Aveiro).

Categoria Saúde+

  • Comissão de Proteção do Idoso em Risco (município de Vila de Rei);
  • Mais Alternativas Sénior (Associação de Bem Estar Social e Recreativa de Alpedriz);
  • Unidade de Osteoporose do Centro Hospitalar Baixo Vouga (Centro Hospitalar Baixo Vouga).

Categoria Vida+

  • 5.0 – cinco ponto zero: Programa de Capacitação para o Empreendedorismo (Fundação Bissaya Barreto e Instituto Pedro Nunes);
  • Bicicletas dos Sorrisos (Mais Feliz Associação);
  • Círculo de Cuidados (RUDE – Associação de Desenvolvimento Rural)
  • Estou Cãotigo (ABAADV – Associação Beira Aguieira de apoio ao deficiente visual);
  • Projeto (S)Em Retaguarda (Associação de Promoção Social, Recreativa, Desportiva e Humanitária de Maceira).

Campanha LOJA SOLIDÁRIA” no IP Viseu

Cada vez mais a solidariedade é um ato importante , além de um exercício de generosidade e empatia, um ato de cidadania, os Serviços de Ação Social do Instituto Politécnico de Viseu e os CLAIM
Viseu e Lamego promovem, à semelhança do ano passado, uma campanha de angariação de donativos de bens de primeira necessidade, que poderão incluir alimentos não perecíveis, artigos de higiene ou outros.
Os donativos devem ser depositados nas “caixas solidárias” disponíveis em cada Escola e nos Serviços Centrais. A Loja Solidária está sempre disponível para receber donativos durante todo o ano.
Os bens recolhidos serão disponibilizados na Loja Solidária a estudantes em fragilidade social. Esta campanha decorre até 30 de novembro de 2022.

Município de Fornos de Algodres apoia os Bombeiros de Fornos para aquisição de viatura

Teve lugar , nesta quinta-feira, uma reunião de Câmara , onde o Executivo da Câmara Municipal de Fornos de Algodres, aprovou, por maioria, o Contrato-programa entre o Município de Fornos de Algodres e a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres, cujo objeto é a atribuição de apoio financeiro, no valor de 30.000,00 € (trinta mil euros), para ajudar à aquisição de veículo de combate a incêndios.
Este apoio surge da necessidade de substituição do veículo ardido à Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres, no último verão, no decorrer de um incêndio na Arrifana, no Concelho da Guarda.

foto:MFA

Figueira de Castelo Rodrigo é uma “Autarquia Solidária”

A Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo foi assim contemplada pela primeira vez com o galardão e bandeira “Autarquia Solidária”. Este prémio foi entregue no seguimento do trabalho desenvolvido pela autarquia na área social do Concelho.
Na cerimónia esteve presente a Vereadora com o pelouro da intervenção social, Lígia Lopes, recebendo o galardão no evento realizado pela plataforma Cidade Social, que disponibiliza informação e reconhecimento público de boas práticas implementadas pelos Municípios portugueses nas áreas Social, Desportiva, Juventude e Educação.
Esta distinção é o reconhecimento do trabalho realizado pela autarquia em prol da comunidade, permitindo aos munícipes ter bem-estar e qualidade de vida. Este reconhecimento vai permitir aos municípios aceder a um conjunto de recursos partilhados, que visam melhorar a qualidade da intervenção nestas áreas bem como promover a formação e a capacitação dos seus técnicos.

Grupo Nabeiro entrega donativo aos Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres

A onda solidária continua e desta vez , os Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres receberam um donativo, do Grupo Nabeiro, pela mão  do Comendador Rui Nabeiro, ao diretor desta instituição de bombeiros , Vítor Varejão.
Deste modo, a Direção dos Soldados da Paz fornenses, agradecem este donativo, enaltecendo o gesto de altruísmo e de responsabilidade social, para com esta causa.
Como é do conhecimento geral, o infortúnio bateu à porta desta Associação, no dia 1 de julho de 2022, quando num incêndio na Arrifana, concelho da Guarda, ardeu um veículo de combate a incêndios. desta forma, com toda esta onda solidária a funcionar , o novo veiculo vai ser uma realidade a breve prazo.

Bombeiros de Fornos de Algodres recebem donativos da Freguesia da Matança e da empresa Sois de Segurança

Os Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres  agradeceram publicamente à  Freguesia da Matança e à empresa Sois Serviços Operacionais e Intervenção de Segurança Lda, na pessoa do seu representante do distrito da Guarda, Daniel Fernandes, estes  donativos, enaltecendo o gesto de solidariedade e a contínua ajuda à AHBVFA.
Como é do conhecimento geral, o infortúnio bateu à porta desta Associação, no dia 1 de julho de 2022, quando num incêndio na Arrifana, concelho da Guarda, ardeu um veículo de combate a incêndios. Desde esse dia, uma grande onda de solidariedade proveniente de Instituições, Associações, Empresas e Cidadãos (alguns de forma anónima), que cientes das dificuldades de substituição dessa viatura, têm ajudado de alguma forma.
Dado que os Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres são particularmente sensíveis a todos os gestos de solidariedade que lhes permitam prosseguir a sua missão junto da comunidade, principalmente em alturas adversas como esta, vão assim agradecer publicamente às Instituições, Associações e Empresas que os ajudaram.
Assim os Soldados da Paz fornenses vão aos poucos amealhando para que o novo carro possa ser uma realidade a breve prazo.
Fotos:BFA

José Albano Marques novo Diretor Executivo do Ponto de Contacto para o Regresso do Emigrante – Programa Regressar

Recentemente , José Albano Marques assumiu funções como Diretor Executivo do Ponto de Contacto para o Regresso do Emigrante – Programa Regressar, criado pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 60/2019, de 28 de março.

Enquanto programa estratégico de apoio ao regresso para Portugal de trabalhadores emigrados, ou seus descendentes, para fazer face às necessidades de mão-de-obra sentidas nalguns setores da economia portuguesa, reforçando a criação de emprego, o pagamento de contribuições para a segurança social, o investimento e o combate ao envelhecimento demográfico.

O Programa Regressar envolve todas as áreas governativas e inclui medidas concretas como um regime fiscal mais favorável para quem regressa, um apoio financeiro para os emigrantes ou familiares de emigrantes que venham trabalhar para Portugal e uma linha de crédito para apoiar o investimento empresarial e a criação de novos negócios em território nacional, entre outras.

José Albano é licenciado em Serviço Social, atualmente Técnico Superior no Centro Distrital de Segurança Social da Guarda, tendo exercido funções como Chefe de Gabinete do Presidente da Câmara Municipal de Celorico da Beira; Diretor do Centro Distrital de Segurança Social da Guarda, do ISS, IP; Deputado à Assembleia da República, na XI Legislatura.Atualmente, ocupa o lugar de Vereador do Partido Socialista na Câmara Municipal de Celorico da Beira.

Encontro dos CAO/CACI da A25 em Fornos de Algodres

Será realizado, nesta quarta-feira, dia 19 de outubro, um Encontro dos CAO/CACI da A25, ao longo do dia, no Auditório do Agrupamento de Escolas de Fornos de Algodres , sob o lema dos princípios e metodologias orientadoras dos CAO e transição para o  CACI.

Desta forma, quando em 2021 saiu a portaria nº 70/2021 de 26 de março que veio alterar os CAO para CACI, na sua operacionalização as instituições da área deparam-se com diversas questões que são transversais e que os obrigam a uma outra forma de gestão (financeira, recursos humanos e até serviços).

Face a um encontro informal entre a três instituições  APSCDFA, a ASSOL e a CERCIAG surgiu a ideia de ser promovido um encontro dos CAO da A25 , onde o objetivo primordial é reunir  instituições do interior ao litoral, de forma a que possa ser elaborado um documento que depois será apresentado junto das entidades competentes, no sentido de poderem ser alteradas algumas situações.

Assim o encontro tem início pelas 10 horas, com a receção aos participantes e segue-se o enquadramento, onde Mário Pereira (Asssol) vai abordar a evolução dos paradigmas sociais e metodológicos e o seu impacto nos CAO/CACI. segue-se Pedro Galveias (CÊRCIAG) com o tema “Alguns constrangimentos relevantes”.  Depois a meio da manhã , vão ser formados grupos de trabalho, onde vão ser abordados diversos temas muitos pertinentes.

No período da tarde, serão apresentadas as ideias dos grupos ao plenário, seguindo -se depois então a síntese das ideias para o documento final.

Assim , este encontro é organizado pela APS Fornos de Algodres, CERCIAG e ASSOL, ao qual ficam gratos pela disponibilidade do Auditório por parte do Agrupamento de Escolas de Fornos de Algodres.

Vila Franca das Naves-Bombeiros comemoram 26 anos e Joaquim Caetano homenageado

Este domingo , é um dia natural de festa para os Soldados da Paz de Vila Franca das Naves, aos celebrarem 26 anos de existência , onde ficou patente todo empenho e dedicação destes homens e mulheres ao longo destes anos, sendo lembrados todos quantos contribuíram para a vida desta instituição.

Assim , várias preleções aconteceram numa manhã em que muitos foram aqueles que foram condecorados e promovidos, mas ficaram alguns pedidos :Uma nova EIP e um novo posto de emergência, uma ambulância do INEM , são necessidades que o Comando e a direção entender ser cruciais para o futuro próximo deste corpo de Bombeiros.

Ainda foi homenageado Joaquim Caetano, um vilafranquense que adora a sua terra, empresário e que muito tem ajudado este corpo de bombeiros, face a isso , foi descerrada um placa com o seu nome, na avenida frontal ao quartel dos bombeiros que passa a designar-se “Avenida Joaquim Caetano”, assim uma justa homenagem a este homem que muito tem feito pela sua terra, assim referiu, Amílcar Salvador, Presidente do Município de Trancoso. o próprio Joaquim Caetano, agradeceu este gesto e referiu que, tudo faz pela sua terra.

Nota:Fotos do evento brevemente na nossa página de facebook