Templates by BIGtheme NET
Início » Celorico da Beira » Conversa com o staff técnico da formação da AD Fornos de Algodres

Conversa com o staff técnico da formação da AD Fornos de Algodres

Reerguer o clube do coração
Antonio Pacheco-Como surgiu a
hipótese de se juntarem e integrarem assim a coordenação técnica da formação do
clube?

ADFA-Esta hipótese surgiu
numa dinâmica de grupo do curso de estudos avançados denominado Empreendedorismo
Estratégico e Desenvolvimento Regional, 
onde nos foi proposto
que debatêssemos  possíveis ideias para desenvolver projetos
rentáveis na área desportiva no concelho de Fornos de Algodres. Deste debate,
surgiram várias ideias para que fosse criado algo no sentido de promover
diversas atividades desportivas. Após todas as ideias e cenários terem
sido desenvolvidos, ponderados e estruturados, considerou-se que devido aos
dias difíceis que a Associação Desportiva de Fornos de Algodres (A.D.F.A.)
vive, ao nível financeiro e associativo, poderia ser implementado um projeto de
reestruturação que fizesse com que esta fosse revitalizada e potenciada.
Elaborámos um projeto de reestruturação que posteriormente foi apresentado à
comissão administrativa do clube que o aceitou e apoiou.

AP– Pelo que pude observar o vosso projeto tem em vista
o reerguer o clube a nível da formação? Descrevam em traços gerais o projeto?
ADFA-O objetivo máximo do projeto visa reerguer o clube
como um todo, no entanto neste ano que é para nós o ano zero, iremos começar
por apostar claramente na formação, sem esquecer outras áreas que pretendemos vir
a criar e desenvolver. A Associação Desportiva de Fornos de Algodres foi em
tempos uma referência do futebol formação e é este bom exemplo do passado que
queremos trazer de volta ao clube. Numa abordagem sucinta podemos dizer que
pretendemos ao nível da formação proporcionar a todas as crianças e jovens a
prática e a aprendizagem da modalidade de futebol num ambiente divertido e de
uma forma sustentada, ou seja, pedagogicamente adaptada, respeitando as etapas
de desenvolvimento de cada atleta.
AP– Recentemente deram
o pontapé de saída com o evento de inicio de época e pode dizer se que foi um
sucesso?
ADFA-Foi um evento que quando o
concebemos sabíamos que corríamos um certo rico mas as diversas atividades do
evento mobilizaram muita gente, aos quais agradecemos mais uma vez a presença e
todo o apoio. Sem dúvida que foi um sucesso.
AP-Este evento
culminou com um jantar onde estiveram cerca de centena e meia de pessoas, sinal
de que os adeptos podem regressar ao clube?
ADFA-Sabíamos que seria muito difícil
recomeçar e trazer de volta as pessoas ao clube, no entanto a A.D.F.A. tem uma
cultura e identidade com as quais muitos nos identificamos, logo é possível que
os adeptos possam regressar cada vez mais. Para isso, iremos tentar recuperar o
que de bom se fez no passado, não esquecendo que teremos de inserir algumas
inovações pois os tempos mudaram e temos de nos adaptar à conjuntura atual.
AP-Agora falando de
futuro, os treinos já iniciaram da formação, como esta a correr?
ADFA-Têm sido dias de muito trabalho uma
vez que os atletas estavam afastados do clube, no entanto o projeto que criámos
credibilizou a formação e o clube o que faz com que diversos atletas queiram
vir praticar futebol na Associação Desportiva de Fornos de Algodres,
inclusivamente atletas de outros concelhos como de Celorico da Beira, Gouveia e
Aguiar da Beira. Um facto também a considerar é que neste momento temos todos
os treinadores com formação superior na área do desporto, o que também tem
ajudado a que este inicio de época esteja a correr bem.
AP-Quais os objetivos
desportivos nesta temporada?
ADFA-Os objetivos a que nos propusemos
esta época passam por tentar que a A.D.F.A. esteja a competir em todos os
escalões (Juniores, Juvenis, Iniciados, Infantis e Escolas), algo que já não
acontece há vários anos. Temos consciência que será uma época difícil, pois ter
cinco equipas a competir requer uma logística e organização grande mas pensamos
que poderemos conseguir. Na A.D.F.A. pretendemos
valorizar o processo de formação do atleta e não o resultado desportivo.
AP-Que outros eventos
poderão vir a realizar nesta temporada no clube?
ADFA-Temos projetados alguns eventos
assim como outras ações, contudo ainda não estamos em condições de os revelar
mas convidamos todos os interessados a acompanharem-nos via facebook onde divulgaremos
todas as nossas notícias. Podemos adiantar que muito em breve teremos novidades.
Fiquem atentos!
AP-A novidade é a
introdução de modalidades novas a medio prazo que poderão dar mais visibilidade
ao clube também?
ADFA-Este projeto tem um caracter
inovador, uma vez que não pretende só ter a modalidade de futebol mas sim
diversificar a oferta de modalidades aos seus sócios e simpatizantes. Podemos
já adiantar que em breve irá ser criada uma escola de natação assim como também
iremos iniciar com aulas de grupo. A implementação desta variedade de
modalidades na A.D.F.A. irá dar mais visibilidade ao clube mas também irá
contribuir para a sua sustentabilidade, pois todo o projeto e consequentemente
as atividades desenvolvidas no seu âmbito serão norteadas sempre pela procura
da sustentabilidade do clube.
AP– Para concluir que
reptos deixam á massa associativa do clube?

ADFA-Convidamos todos aqueles
que assim desejem a juntarem-se a nós na implementação deste projeto e a
participarem ativamente na vida associativa do clube. Irá arrancar no decorrer
do mês de Outubro uma campanha de atualização e angariação de sócios à qual agradecemos
que todos se associem. PARTICIPEM…A VOSSA PARTICIPAÇÃO É A NOSSA FORÇA

reportagem de Antonio Pacheco

Publicidade...



 

Enviar Comentário