Templates by BIGtheme NET
Início » Cultura » Fornos de Algodres acolheu um fim de semana urticante

Fornos de Algodres acolheu um fim de semana urticante

confrariaDecorreu em Fornos de Algodres, décima primeira edição das Jornadas de Etnobotânica, que no sábado, como habitualmente acontece pela manhã todos foram para a natureza colher algumas espécies plantas, mas nada melhor que uma boa preleção do Prof. José Ribeiro sobre os prós e contras destas plantas.

Depois de um almoço na natureza, isto é um piquenique que teve lugar na zona da Matança, era hora de regressar ao Centro Cultural Dr. António Menano, para assistir a painéis interessantes sobre as plantas, o tema destas jornadas.

DSC00032  O primeiro tema foram as Plantas bíblicas pelo Prof.Dr.Luis Carvalho, que trouxe e mostrou algumas espécies interessante e debruçou-se sobre as plantas descritas nas Sagradas Escrituras.

Seguiu-se a Dra. Susete Rodrigues, falou sobre a Talha dourada, da Natureza ao simbolismo, trouxe dados concretos da região de Tondela.

Para finalizar o painel, a Dra. Cármen Jimenez debruçou-se sobre o estudo do Barroco por terras da Galiza, com enfoque no simbolismo vegetal.

Um painel muito rico em que decerto, todos levaram mais informação de qualidade.

A finalizar o dia ainda a prova de infusão urticante.

O dia da Urtiga

Para domingo, a Urtiga foi o ex. librisDSC00037 e deste modo, no jardim municipal, teve lugar a sessão de boas vindas a todos confrades oriundos de muitas localidades deste nosso Portugal.

No salão nobre da Camara Municipal, teve lugar a oitava entronização da Confraria da Urtiga, com a os Presidentes da Confraria, Dr. Manuel Paraíso e do Município de Fornos, Dr. Manuel Fonseca, a darem as boas vindas a todos.

António Santos este ano foi o confrade entronizado, depois da cerimónia era a hora de desfilar até ao centro cultural e visitar a exposição das Plantas Santas.

Ainda a visualização do filme, A cor da Fé, e a benção de estandartes, seguiu-se o almoço no Palace hotel &Spa Terras de S.Miguel, com uma ementa urticante e pelo meio o grupo de cantares a entoar o Hino da Urtiga.

Durante estas jornadas houve sempre um posto de vendas de produtos urticantes ao que os confrades e participantes aderiram favoravelmente.

Em suma, a Urtiga vai sendDSC00044o uma planta que se adiciona facilmente a qualquer produto.

Por:António Pacheco

fotos :AM e C.U.

 

Publicidade...



 

Enviar Comentário