Templates by BIGtheme NET
Início » Celorico da Beira » Programa Mais Centro apoia microempresas na criação de 46 empregos no interior

Programa Mais Centro apoia microempresas na criação de 46 empregos no interior

 
Programa Mais Centro apoia microempresas na criação de 46 empregos no interior 

O
programa Mais Centro permitiu aprovar 37 projetos de investimento que
«vão criar cerca de meia centena de postos de trabalho», informou a
CCDRC.
Os
projetos foram aprovados no âmbito da primeira fase do Programa
Valorizar – Mais Centro, através do Sistema de Incentivos de Apoio Local
a Microempresas, que se destina a «microempresas localizadas em
territórios com problemas de interioridade». A primeira fase de
candidaturas do Programa Valorizar, que encerrou em 1 de abril,
contemplou um investimento total de cerca de 241 mil euros, que
correspondem a um incentivo da ordem dos 113 mil euros e à «criação de
46 postos de trabalho, apoiada por um incentivo financeiro superior a
420 mil euros», sublinha a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento
Regional do Centro (CCDRC), uma nota tornada pública esta quarta-feira.
As candidaturas aprovadas envolvem 21 concelhos da região Centro: Aguiar
da Beira, Belmonte, Carregal do Sal, Castelo Branco, Celorico da Beira,
Covilhã, Fundão, Gouveia, Guarda, Lousã, Manteigas, Miranda do Corvo,
Mortágua, Oliveira do Hospital, Penela, Viseu, Seia, Sertã, Sever do
Vouga, Trancoso e Vila Nova de Poiares. Para Pedro Saraiva, presidente
da CCDRC, «é de reconhecer e agradecer a capacidade empreendedora destas
microempresas do interior, cujos investimentos dinamizam as economias
locais, combatem o desemprego e promovem tanto o desenvolvimento
económico como a coesão territorial». Há «disponibilidades orçamentais
para continuar a apoiar este tipo de projetos nos 59 concelhos do
interior do Centro de Portugal», salienta Pedro Saraiva, desafiando
«todos os potenciais interessados» a apresentarem as suas respetivas
candidaturas «o mais rapidamente possível». A apresentação de
candidaturas ao SIALM está aberta, podendo os interessados obter
informações através do programa operacional regional Mais Centro,
recorda a CCRDC.

fonte:Lusa

Publicidade...



 

Enviar Comentário