Início » Tag Archives: A.D.Fornos de Algodres

Tag Archives: A.D.Fornos de Algodres

AF Guarda-Liga Cima/Tavfer- Sabugal – AD Fornos de Algodres-1-0

Foi mais uma ronda da Liga Cima/Tavfer,assim duas equipas a medirem forças num jogo bem disputado principalmente a meio campo e com algumas jogadas de perigo junto das balizas,  mas  o nulo a manter – se até ao intervalo.

De salientar a expulsão do jogador do Fornos de Algodres Mohamed, por falta sobre o guarda redes do Sabugal aos 43 minutos, o que veio complicar as contas do técnico fornense.
Na segunda parte, mesmo a jogar com dez o Fornos de Algodres  entrou melhor  e no início podia ter feito o golo mas a pontaria não estava muito afinada e teve sempre mais posse de bola, mas ambos os técnicos tentaram alterar o resultado com as diversas mexidas, mas na reta final, Hélder Gomes surge em posição de remate e emendou certeiro e deu os 3 pontos para os raianos que viram os fornenses criar mais jogadas de golo iminente , mas o triunfo acabou por ser raiano.

Agora face a isto , o Sabugal continua na linha da frente , já os fornenses vão ter de fazer mais para regressar aos triunfos e subir na tabela na próxima ronda.

por:AM

 

António Oeiras celebrou 40 anos de treinador

São quatro décadas sempre no relvado a dar instruções , a ensinar jovens e seniores , no sentido de formar os melhores jogadores do presente e do futuro.

Falamos de António Oeiras, que em jovem se formou no S.L.Benfica, mas muito cedo rumou à Serra da Estrela, mais concretamente ao CD Gouveia, onde jogou e treinou e criou uma escola de futebol , com o seu nome, As Escolas Oeiras que durante alguns anos participaram em campeonatos de formação e alguns torneios.

Depois , o prestigiado técnico rumou a Inglaterra onde prosseguiu carreira de treinador e mais recentemente está em Alfragide, onde se mantém a treinar jovens, numa Escola de futebol , isto é , uma Associação Desportiva que fundou e agora preside também.

Nestes 40 anos de treinador que celebrou recentemente festejou alguns títulos e também algumas chicotadas como todos os treinadores estão sujeitos. para tal, o técnico Oeiras vai participar com a sua escola de futebol no dias 11 e 12 de junho, no Torneio de Gouveia e depois nos dias 25 e 26 de junho, em Fornos de Algodres, no Fornos Youth Cup 22.

AF Guarda- Vila Franca da Naves-AD Fornos de Algodres-2-2

Divisão de pontos

Uma manhã de futebol que nestes tempos de pandemia , passa a ser habitual, com a igualdade a acontecer no Estádio do Picoto, com arbitragem de Cláudio Durães , que opôs os vilafranquenses aos fornenses.

Uma fase inicial com as equipas a procurar o golo, mas a sorte sorriu aos fornenses, com Bruno Costa a abrir o ativo, aos 14´. Por sua vez, a turma de José Pinto não baixa os braços e pressionou algo, os fornenses foram equilibrando, segurando a vantagem até ao intervalo.

Para a segunda parte, os locais mexem no onze e deste modo, conseguem a igualdade através de uma grande penalidade, por intermédio de Pimenta, aos 60´.

A toada atacante vilafranquense era forte e deste modo, consegue passar para a frente do marcador, com Rúben a conseguir marcar aos 69´.

Os fornenses tentam o tudo por tudo e Pedro Correia entra, um homem experiente que vem galvanizar o xadrez e aos 77´, chega a igualdade por intermédio de Pina.

Mais alguns lances de ataque de ambas partes aconteceram, mas a divisão de pontos era evidente.

Vamos ver como iniciam o ano 2021, talvez com alguns reforços .

Foto:ADFA

Fornos de Algodres está de luto ,despiste mortal tirou a vida a dois jovens

 

Uma tragédia assolou a vila de Fornos de Algodres , na tarde desta sexta-feira, dia 22 de maio, ao meio da tarde, um acidente de viação teve lugar na Avenida 25 de abril, com uma viatura ligeira a embater numa árvore , após um despiste, os dois ocupantes da viatura acabaram por falecer no local, eram dois jovens fornenses que apesar do esforço da equipa da Inem e dos bombeiros, não resistiram aos ferimentos graves.

Os jovens fornenses com idades na casa dos 19 anos eram Cláudio e Marco.

De referir que Marco Ventura, era jogador da AD Fornos de Algodres, na equipa sénior, que este ano celebra 50 anos de existência. Um jovem jogador que tinha muito para dar ao futebol distrital e quiçá Nacional, recorde-se que fez formação na turma fornense e ainda passou pela equipa de juniores do CD Gouveia, onde foi campeão distrital. Nesta temporada estava eleito por nós, como uma das revelações do clube e do futebol distrital.

Cláudio, um jovem estudante, residente na localidade fornense.

Em nome do jornal Magazine Serrano, enviamos os nossos sentimentos a ambas as famílias nesta hora de grande dor.Todos os fornenses  sentiram bastante estas perdas, ficando toda a comunidade  em choque.

AF Guarda- Vila Cortez – AD Fornos de Algodres -2-0

O Campo do Zambito recebeu mais um encontro relativo ao Distrital Maior da AF Guarda, com o Vila Cortez a defrontar o Fornos de Algodres e a vencer por duas bolas a zero.

Face ao mau tempo que assolou o distrito, a cidade da Guarda é sempre propícia a fase de mau tempo , onde o nevoeiro e chuvisco causam sempre transtornos e assim o Vila Cortez a jogar em casa tentou assim dominar o jogo com o Fornos de Algodres a tentar equilibrar e aos 38´, o goleador André Jesus a provar essa veia e abre o ativo para os pupilos de Rui Nascimento.

A segunda parte trouxe mais equilíbrio com a equipa de Pedro Azevedo  tentar a igualdade, mas volta dos 79´, novo golo dos donos da casa com Rui Santos a marcar e a dar os três pontos à sua equipa.

Em suma , um triunfo muito importante para os locais que chegaram ao topo da liderança com igualdade de pontos com Manteigas e Mêda.

foto:DR

AD Fornos de Algodres respira saúde financeira

Quatro anos de sucesso financeiro e desportivo

Ao iniciar a quinta temporada, fomos conversar com Bruno Costa, Presidente da AD Fornos de Algodres, que depois de encontrar um clube cheio de dívidas, aos poucos o transformou e hoje respira saúde financeira.

Magazine serrano– Uma nova temporada está a iniciar-se, o lema será uma boa prestação?

Bruno Costa- Sim, em todos os projetos onde estou inserido, gosto de ter objetivos ambiciosos e para a nova época que agora se inicia, o objetivo passa por lutar de igual para igual com qualquer equipa e tentar trazer sempre os três pontos.

MS-Falando da temporada passada, o Campeonato de Portugal foi complicado?

BC -Foi uma temporada desgastante, tanto a nível físico, como a nível psicológico, onde assumo total fracasso dela, foram cometidos erros, no planeamento e na gestão e mesmo no próprio jogo, mas não podemos ambicionar por muito mais devido à nossa interioridade, no que diz respeito, aos meios.

Cada vez é mais difícil construir um plantel, onde as pessoas tem já a noção que se nos cingirmos só ao que temos é complicado, agora no ano passado, houve reformulação acentuada no plantel devido ao grau de exigência elevado do Campeonato de Portugal, mas não conseguimos, dado ao baixo orçamento que tínhamos, não podíamos ambicionar muito mais.

Agora tivemos algum azar em alguns jogos, onde poderíamos ter pontuado, agora para os sócios e simpatizantes não era fácil ir ao jogos fora devido às elevadas distâncias, e os resultados a não ajudar foi natural que se afastassem um pouco, mas isso, espero que este ano possamos voltar a tê-los e os nossos resultados sejam melhores, até porque o nível competitivo este ano é diferente.

MS-Para ter gente nas bancadas é necessário que a época arranque com vitórias?

BC -Sim, é óbvio, quando se ganha tudo é mais fácil, mesmo para a estrutura diretiva, técnica e jogadores, agora com a equipa a ganhar os adeptos e sócios vêm ao estádio e gostam do que veem, agora o ano passado foi uma exceção à regra, esperamos nós.

 MS -Como está o plantel para 2018/19?

BC -Neste momento, o núcleo está formado, houve algumas reformulações, mas a base que vem da 2ªdistrital, muito forte, ainda se mantém. Alguns há, que por alguma circunstância este ano não nos poderão ajudar, mas temos a base que vem de trás, onde se juntam alguns jovens de Fornos para irem entrando na equipa, e algumas soluções fora do concelho que nos vêm acrescentar mais qualidade, isto porque o interior está desertificado e isso é um problema de outras guerras.

MS -Uma nova equipa técnica, uma nova aposta?

BC -Uma aposta diferente, na juventude, onde tem sido nosso apanágio, agora uma aposta acautelada, definida por toda a estrutura diretiva e esperamos que vai dar certo.

 MS -Na formação, este ano não vai haver juniores e iniciados, que escalões vão participar?

BC -A aposta na formação vai ser forte, em todos os escalões que iremos apresentar, a aposta será na qualidade a nível técnico, pessoas licenciadas em desporto, porque é esse o caminho.

Agora Fornos de Algodres, não tem assim crianças em abundância e temos de tentar fazer o possível, vai haver petizes, traquinas, benjamins e infantis, nos iniciados calculamos que não tinham número suficiente, logo nos juvenis vamos tentar fazer uma equipa e os juniores transitaram para os seniores e assim vamos trabalhar na formação.

 

MS -Em relação a outras modalidades, para quando o futsal?

BC -Esteve em cima da mesa, mas devido a problemas de infraestruturas no concelho, como é de conhecimento público, não temos um pavilhão sempre disponível, como está o estádio, e isso traria alguns custos que mexeria no orçamento, mas num futuro próximo, iremos ter uma equipa de futsal sénior.

Agora queremos, ter um clube para todos e para todas e no setor feminino, que agora está a começar a ter uma grande preponderância em Portugal, também gostávamos de ter uma equipa mas é preciso matéria – prima e pessoas disponíveis para colaborar e nesta altura não teríamos reunidas as condições.

 

MS -Na parte financeira, o clube apresentou recentemente as contas com saldo positivo e respira saúde?

BC -Sim, esta é a parte fundamental para todos os clubes e instituições, aliás deveria ser muitas vezes mais importante que a vertente desportiva, porque queremos ser uma instituição respeitada e também que respeite e isso foi seguido à risca, somos um clube de valores, isso é muito importante.

Foram quatro anos já à frente da instituição, vamos para a quinta época, onde foram feitos muitos sacrifícios, muitos jogadores, treinadores, corpo clínico, patrocinadores, sócios e adeptos, Juntas de Freguesia e a Câmara Municipal nos ajudaram, mas muitos cortes foram feitos, agora a saúde financeira é extraordinária.

Eu entrei com um saldo negativo de 20 mil euros, como todos sabem, e agora orgulhamo-nos todos, porque a conquista foi coletiva, que até hoje nas contas do clube estão cerca de 25 mil euros. Agora se formos questionar os clubes amadores da Guarda e Viseu, poucos têm esta situação que nós aqui temos.

Mas temos de ter os pés bem assentes na terra e o clube tem tudo para crescer, isso é o mais importante e neste momento, não temos dívidas, aliás temos tudo saldado com a AF Guarda, já da época atual, agora temos as despesas correntes que vamos saldando, mas isso, deve ser motivo de orgulho para todos os fornenses, porque ainda há bem pouco tempo não era assim.

 

MS -Para esta nova temporada vai ser mais aliviada, mas sem loucuras?

BC -Sim, não é respirarmos de outra forma, que vamos cometer alguma loucura, isso não faz parte do meu pensamento, irei continuar da mesma forma, mas quero profissionalizar este clube, toda a gente siga AD Fornos de Algodres, com outros olhos e veja como modelo a seguir, isso é o mais importante e vou conseguir.

MS -Que apoios contam para esta nova temporada?

BC -Teremos sem dúvida, a Câmara Municipal que é aqui e em 99% dos concelhos o grande impulsionador da atividade desportiva, assim com outros apoios de empresas dentro das suas limitações, sócios, simpatizantes e atividades desenvolvidas ao longo do ano.

MS -Na 1ºjornada, poderá ser inaugurada uma nova sala /museu do clube?

BC -No dia 30 de setembro, se não houver atrasos, por vezes não se consegue fazer aquilo que pretendemos em tempo útil, mas em princípio será inaugurado o museu, sala de reuniões e o mural dos presidentes, que é uma homenagem mais que justa a quem passou por esta instituição e deu algo ao concelho.

MS -Que mensagem deixa aos sócios, adeptos e amigos do clube?

BC -Espero que esteja uma casa bem composta, sempre em todos os outros jogos, recordo-me da temporada 2016/17 que fomos campeões, a grande presença dos nossos sócios e simpatizantes fora de casa, e assim espero que esta temporada, todos se voltem a aproximar do clube, que é muito importante.

Reportagem de António Pacheco

 

 

 

 

Resultados do Campeonato de Portugal-6ªjornada

Fornos de Algodres voltou  a ser infeliz

Teve lugar, mais uma ronda do Campeonato de Portugal, com  a turma do Fornos de Algodres , a ter mais uma tarde sem conseguir pontuar, a exibição foi boa, mas o golo não aconteceu na segunda parte, agora o Ferreira de Aves é uma equipa organizada que na segunda fase do encontro tentou e conseguir segurar a vantagem alcançada ao intervalo.

Sourense- Gafanha- 1-1

Anadia – Mortágua – 3-0

Águeda – Sertanense – 1-1

Marinhense – Lus.Vildemoínhos-2-3

Benf.Cast.Branco- A.Moradal -2-1

Fornos de Algodres – Ferreira de Aves-1-2

Maritimo B – Nogueirense-

Oleiros – U.Leiria -1-3

 

 

Grande adesão na 1ªedição do Trail por Terras de Algodres

IMG_1224 Uma manhã de domingo algo cinzenta, na Serra da Esgalhada, que acolheu a 1ªedição do Trail Por Terras de Algodres, com a participação de cerca de 160 atletas, masculino e feminino e de diversas localidades.

Esta prova estava dividida em três categorias, 16km, 32kms e caminhada de 5kms, com passagem por Infias, Casal Vasco, Antas, Algodres e Fornos de Algodres.

Foi notória a grande vontade de os atletas procurarem realizar a melhor classificação e ao mesmo tempo se divertirem durante o percurso.

Todos percorreram os trilhos sem grande dificuldade logística, graças à boa sinalética e a salientar o nível de segurança satisfatório aquando a passagem das estradas, sempre com presença dos bombeiros nos locais mais complicados.

A nível geral de organização, em conversa com os participantes, é muito bomIMG_1344, pois apesar de ser a primeira vez que a Associação Desportiva de Fornos de Algodres, em parceria com a Câmara Municipal, todos estavam muito satisfeitos e pretendem voltar no próximo ano.

O grau de dificuldade foi considerado médio, com todos a poderem desfrutar da bela paisagem existente nesta parte norte do concelho de Fornos de Algodres.

Relativamente aos vencedores, na categoria de 16kms:masculinos

1 Pedro Carrilho BTT QUARTZO/CENTRO DE PNEUS RECTA DO CAMPO 0145 01:05:49 —-
2 Filipe Antunes Os Corvos 0050 01:06:06 00:00:17
3 Luís Carlos Almeida 0216 01:06:15 00:00:26

 

No feminino:

1ª Andreia Oliveira- RUNNER’S DO DEMO

2ªMariana Morgado- Seifitness Trail Team

3ªSónia Gomes RUNNER’S DO DEMO

 

Na categoria de 32kms—Masculinos

1 Lino Pinto Os Corvos 0048 02:16:32 —-
2 António Ferreira Runner´s do DEMO 0070 02:17:33 00:01:01
3 Paulo Jorge Morais Pires Runner’s do Demo 0147 02:31:28 00:14:56

Femininos

1ªCarla Patrícia Carvalho Cabral CAOH /GINÁSIO EXTREME FIT 0001 02:42:55
2ªLuz Costa Individual 0067 04:19:19

 

Por:António Pacheco/SP