Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: comunidade das beiras

Tag Archives: comunidade das beiras

Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela Valoriza o Património Natural da Região

cimbse“Valorização do Património Natural das Beiras e Serra de Estrela” é uma operação apresentado pela CIM-BSE com o objetivo de contribuir para a conservação, proteção, promoção e desenvolvimento do património natural da região.

A candidatura desta operação, já aprovada no âmbito do CENTRO2020, representa um investimento que ronda os 430.000€, visando a criação e requalificação de infraestruturas de áreas classificadas, assim como, outras áreas também associadas à conservação de recursos naturais, como sinaléticas, trilhos, estruturas de observação e de relação com a natureza, unidades de visitação e de apoio ao visitante, rotas temáticas, além de, estruturas de informação e suportes de comunicação e divulgação.

Com a realização deste investimento a CIMBSE, e os 15 municípios que a compõem, têm como principal objetivo, o aumento do número de visitantes que procuram espaços de natureza, a uma região com grande parte do seu território constituído por áreas naturais classificadas, como seja, o Parque Natural da Serra da Estrela, o Parque Natural do Douro Internacional, a Reserva Natural da Serra da Malcata ou a área de paisagem protegida da Serra da Gardunha.

Por:Cimbse

Municípios das Beiras fazem candidatura da Serra da Estrela a geoparque

Nove municípios dos distritos de Guarda, Castelo Branco e Coimbra
estão a preparar a candidatura da Serra da Estrela a geoparque, em
colaboração com o Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e com a
Universidade da Beira Interior.
O projeto do “Geopark Estrela” envolve os municípios de Manteigas,
Celorico da Beira, Fornos de Algodres, Guarda, Gouveia, Seia, Oliveira
do Hospital, Covilhã e Belmonte.

O IPG anunciou hoje, em comunicado, que acolheu uma reunião de
trabalho “onde foi analisada a proposta de candidatura à UNESCO
(Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) do
Geopark Estrela”.
Os trabalhos contaram ainda com a participação da coordenadora do
Fórum Português de Geoparques (UNESCO), Elizabeth Silva, e do presidente
do Comité Nacional para o Programa Internacional das Geociências, Artur
Sá, adianta a nota.
Segundo o IPG, no encontro “foi unânime o reconhecimento da
importância desta classificação como indutora do desenvolvimento da
Serra da Estrela”.
Acrescenta que os participantes sublinharam a “necessidade de iniciar
o mais rapidamente possível o processo de candidatura”, tendo em conta
que “os novos Programas de Geoparques Globais da UNESCO implicam um
trabalho efetivo nos territórios, mesmo antes da sua classificação, com a
definição de uma estrutura”.
A mesma nota refere que a totalidade dos municípios envolvidos no
processo destacou a importância da classificação do geoparque “para a
afirmação da marca Serra da Estrela”.
Nas próximas semanas vão ser dados “passos importantes na definição
da estrutura de gestão do futuro geoparque e nas formas de
financiamento”, tendo sido solicitados aos municípios contributos até ao
final do corrente mês, conclui o IPG.
Por: Lusa/Beira News

FIT Guarda 2015 já abriu ao público

 Abriu assim ao público a segunda edição da FIT(Feira Ibérica de Turismo), a decorrer na cidade da Guarda, com a honra de ter o Primeiro Ministro Pedro Passos Coelho esteve a poder visualizar algumas das maravilhas que o nosso Portugal dispõe.
  Na abertura, Álvaro Amaro era um homem satisfeito, pois a feira está pronta para ser um sucesso a nível nacional e mesmo internacional, pois dada a envolvência de todos os expositores e Municípios que procuram assim deste modo, projetar as suas terras, gentes e culturas para que a curto prazo possam vir a ganhar mais dinamismo.
De registar a criatividade de todos os Municípios em colocar bem evidenciadas as suas marcas e Fornos de algodres surge recriando a famosa Anta, que tem suscitado bastante adesão no campo da fotografia, porque grande parte dos visitantes querem levar para casa um foto num palco histórico.
Mas no fundo todos os municípios e demais expositores e alguns vindos de Espanha, se esforçaram e o o resultado está à vista que, a união faz a força.
São quatro dia de muito movimento na cidade mais alta e com milhares de turistas a fazerem-se deslocar a este evento.

Tolerância de ponto nos municípios das beiras no Carnaval

 
fonte:RA
A CIMBSE é
constituída por 12 municípios do distrito da Guarda (Almeida, Celorico da
Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Guarda, Gouveia,
Manteigas, Meda, Pinhel, Seia, Sabugal e Trancoso) e por três municípios
distrito de Castelo Branco (Belmonte, Covilhã e Fundão), e vai haver aqui tolerância
de ponto.

“Foi uma decisão que tomámos por unanimidade e porque entendemos que
é fazer justiça a uma tradição popular portuguesa e uma forma de motivar os
trabalhadores”, referiu o autarca, que é também presidente da Câmara da
Covilhã.O ministro da Presidência e dos Assuntos Parlamentares, Marques Guedes,
já anunciou que o Governo não dará tolerância de ponto no Carnaval, sublinhando
que essa é uma questão que “está resolvida desde o início desta legislatura”. No
entanto, e tal como já tinham feito há um ano, os presidentes destes municípios
decidiram, “no âmbito da autonomia do poder local”, em sentido contrário,
autorizando os funcionários autárquicos a gozar esta data, que este ano se
assinala no dia 17 de fevereiro.“Entendemos que esta também é uma forma de
compensar os trabalhadores das nossas autarquias por muitas das agruras que
lhes têm sido impostas, neste contexto de crise”, acrescentou Vítor Pereira.fonte:Lusa

Inauguração PortugalAGRO

Visita da Ministra da Agricultura ao espaço da
Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM BSE) e da
ADRUSE

Hoje na inauguração da feira, esteve deste modo presente a Ministra Assunção Cristas no espaço da região das beiras,onde pode visualizar as nossas iguarias.

Foto de ADRUSE - Associação de Desenvolvimento Rural da Serra da Estrela.

Produtos do território ADRUSE na PortugalAGRO – Queijo,
enchidos, vinho, azeite, fruta, mel e doces são os produtos do
território da ADRUSE que vão estar em exposição, para venda e
degustação, na PortugalAGRO – Feira Internacional das Regiões, da
Agricultura e do Agro Alimentar que se realiza até 23 de novembro,
na FIL – Parque das Nações, em Lisboa.

Foto de ADRUSE - Associação de Desenvolvimento Rural da Serra da Estrela.

Numa iniciativa conjunta da Comunidade Intermunicipal das Beiras e
Serra da Estrela (CIM BSE) e das Associações de Desenvolvimento Local
(ADL) do seu território (ADERES, ADRUSE, ProRaia, Raia História e RUDE),
32 produtores das Beiras e Serra da Estrela, entre os quais 10 oriundos
dos concelhos de intervenção da ADRUSE, promovem os seus produtos num
espaço de 250 m2,onde vão estar representados os quinze concelhos que
integram a CIMBSE.
Ao longo de quatro dias, a feira PortugalAGRO
pretende ser um espaço privilegiado de exposição comercial, degustação e
provas, bem como, de negócio e internacionalização de produtos
agrícolas e agroalimentares. Patrocinado pelo Ministério da Agricultura e
do Mar, o evento é considerado uma oportunidade de excelência na
promoção e comercialização dos produtos endógenos do território das
Beiras e Serra da Estrela.
Fonte:Adruse

Região das Beiras representada na Feira Internacional -Portugal – Agro ate dia 23

Produtos das Beiras e
Serra da Estrela presentes na Portugal-agro
A Comunidade
Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM BSE), numa iniciativa
conjunta das Associações de Desenvolvimento Local (ADL) do seu território
(ADERES, ADRUSE, ProRaia, Raia História e RUDE), vai estar presente na
“PortugalAGRO” – Feira Internacional das Regiões, da Agricultura e do Agro
Alimentar que se realiza de 20 a 23 de novembro, na FIL – Parque das Nações, em
Lisboa.

                Num espaço de 250 m2,vão estar
representados os quinze concelhos que integram a CIMBSE através da presença de
32 produtores de produtos agroalimentares da região das Beiras e serra da
Estrela como o azeite, compotas, mel, frutas, enchidos, queijo e vinho.
Ao
longo de quatro dias, a feira PortugalAGRO pretende ser um espaço privilegiado
de exposição comercial, degustação e provas, bem como, de negócio e
internacionalização de produtos agrícolas e agroalimentares. Patrocinado pelo
Ministério da Agricultura e do Mar, o evento é considerado uma oportunidade de
excelência na promoção e comercialização dos produtos endógenos do território
das Beiras e Serra da Estrela.

Uma forte adesão contra o encerramento do Tribunal de Fornos de Algodres

 Enchente para lutar pelo tribunal

Um mar  de gente se manifestou em Fornos de Algodres, esta manhã, frente ao edifício do Palácio da Justiça desta localidade, onde se situa o tribunal , e face a isso o Município desta vila veio a apelar às gentes do concelho para que esta manifestação fosse uma forma de reivindicar os direitos deste povo do interior que aos poucos vai ficando mais pobre e isolado.

Face a isso, foram muitos os populares e dirigentes políticos que assim compareceram nesta causa, pois os populares deixaram assim algumas palavras de ordem, onde se cantaram canções emblemáticas deste país, como Grândola Vila Morena, Hino Nacional e também uma canção muito popular deste concelho e de um grande fadista fornense, Dr António Menano, o “Adeus ò Vila de Fornos”.
Também algumas palavras foram, deixadas pelo autarca deste concelho Dr Manuel Fonseca que enalteceu  a coragem deste povo, de lutar pelo  que é nosso, e desta região,
e prometeu encetar outras formas de luta pela continuidade do serviço.

Dr Manuel Fonseca , anunciou a possibilidade de a autarquia
avançar com uma providência cautelar e com uma ação popular.
Foi uma manhã de muito mau tempo de forte chuvadas, mas os populares não arredaram pé e manifestaram assim a sua força para que o tribunal e quem sabe outras instâncias publicas não saiam de Fornos, pois os políticos de Lisboa, só conhecem o litoral , porque alguns deles nem sequer sabem a riqueza que existe a todos os níveis nas regiões das beiras.

Esta gente está disposta a lutar pelas causas da sua terra até aonde for preciso.

Texto e fotos :Sofia Pacheco

Tolerância de ponto na região das Beiras

 
Câmaras da Comunidade das Beiras e Serra da Estrela dão tolerância de ponto no dia de Carnaval 

As
15 Câmaras Municipais que integram a Comunidade Intermunicipal das
Beiras e Serra da Estrela decidiram hoje dar tolerância de ponto no dia
de Carnaval.
As
15 Câmaras Municipais que integram a Comunidade Intermunicipal das
Beiras e Serra da Estrela decidiram hoje dar tolerância de ponto no dia
de Carnaval, disse à agência Lusa o presidente daquela entidade, Vítor
Pereira. “Foi uma proposta aprovada por unanimidade e que vai de
encontro à vontade que temos de agir em conjunto e de uniformizarmos,
dentro de aquilo que é possível, os nossos procedimentos e as nossas
práticas”, referiu o autarca, que é simultaneamente presidente da Câmara
da Covilhã. O Governo mantém para este ano o princípio de não conceder
tolerância de ponto na terça-feira de Carnaval (04 de março). No
entanto, estes 15 municípios decidiram em sentido contrário como forma
de “respeitar a tradição do Entrudo” e dar também “sinal de apreço e
motivação aos funcionários”. “Considerámos que é uma medida justa e
correta e que reconhece o esforço e empenho que os nossos funcionários
dedicam às suas tarefas. É um sinal de apreço e que deverá servir para
os motivar, numa altura em que os constantes cortes salariais os trazem
menos satisfeitos”, acrescentou. A Comunidade Intermunicipal das Beiras e
Serra da Estrela é constituída por 12 municípios do distrito da Guarda
(Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de
Algodres, Guarda, Gouveia, Manteigas, Meda, Pinhel, Seia, Sabugal e
Trancoso) e pelos três municípios da Cova da Beira – distrito de Castelo
Branco – (Belmonte, Covilhã e Fundão).

fonte:Lusa

Comunidade das Beiras e Serra da Estrela terá presidência rotativa

A decisão foi tomada por unanimidade, esta segunda-feira, pelos 15 presidentes de câmara que compõem o conselho intermunicipal.

A
Comunidade Intermunicipal da Beiras e Serra da Estrela (CIMBSE) vai ter
presidência rotativa, decidiram por unanimidade, esta segunda-feira, os
15 presidentes de câmara que compõem o conselho intermunicipal. O
primeiro a ocupar o cargo será o presidente da Câmara Municipal da
Covilhã, Vítor Pereira, que, em janeiro de 2016, cederá o lugar a Paulo
Fernandes, presidente da Câmara Municipal do Fundão. Para os cargos de
vice-presidência também foi aplicado o critério da rotatividade, com os
presidentes das câmaras de Seia e do Sabugal
a desempenharem essa função
durante o primeiro período e os presidentes de Gouveia e Celorico da
Beira durante o segundo período. O conselho intermunicipal decidiu ainda
que a sede não será partilhada, ficando na Guarda durante todo o
mandato, e deliberou que, dos três possíveis, a CIMBSE terá apenas dois
secretários executivos. Uma solução “de equilíbrio” e de “amplo
consenso”, classificaram os presidentes dos municípios da Covilhã e
Guarda que, no final da reunião dos autarcas, leram uma declaração e
responderam às perguntas dos jornalistas. “Quisemos criar equilíbrios
regionais e contemplar todas as sensibilidades no sentido de levarmos a
bom porto este barco, esperando que os ventos que sopram sejam
favoráveis a bem da coesão territorial da nossa comunidade, bem como da
coesão social, económica e da sustentabilidade e dos projetos que se
avizinham”, referiu Vítor Pereira, que será o primeiro presidente da
CIMBSE. O presidente da Câmara Municipal da Guarda, Álvaro Amaro,
revelou ainda que “estiveram várias hipóteses sobre a mesa”, mas recusou
a ideia de que a opção da rotatividade enfraqueça a comunidade ou tão
pouco a região. “Não creio que esta solução enfraqueça seja a Covilhã,
seja o Fundão ou quem quer que seja”, apontou Álvaro Amaro, que, durante
a campanha para as autárquicas, tinha assumido “todo o empenho” para
que a sede ficasse na Guarda. A próxima reunião do conselho
intermunicipal ficou marcada para dia 23 e já se realiza na Guarda.
Segundo Álvaro Amaro, será nessa data que serão escolhidos os dois
secretários executivos.
fonte:Lusa