Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: Maria Teresa Maia Gonzalez

Tag Archives: Maria Teresa Maia Gonzalez

Maria Teresa Maia Gonzalez apresenta mais dois livros em breve

Maria Teresa Maia Gonzalez , uma escritora com raízes de Fornos de Algodres, vai continuando a sua vida literária, face a isso prepara-se para apresentar  no próximo dia 4 de maio em Lisboa, na Livraria Multinova, os livros «O livro do Pai-Nosso» e «O meu anjo da guarda e eu».

Para além da  autora, Maria Teresa Maia Gonzalez, vai marcar presença a ilustradora, Carla Nazareth.

“Um lápis chamado Teresa” é o novo livro de Maria Teresa Maia Gonzalez

um.lapis.chamado.teresaA escritora fornense Maria Teresa Maia Gonzalez vai apresentar um novo livro destinado ao público juvenil, com o título “Um lápis chamado Teresa”, no próximo dia 16 de novembro, pelas 18h15 na Livraria Paulinas Multimédia Lisboa, na Rua Morais Soares nº 56-A.

Esta história baseia-se no relato da experiência de vida de uma adolescente de nome Teresa. O ponto de partida desta narrativa remonta à infância desta menina quando, no seu 4º ano de escolaridade, a professora Maria do Carmo propõe à turma a realização de um texto intitulado: «Se eu fosse…». Com esta sugestão, Teresa aceita o desafio e acrescenta ao título proposto: «Se eu fosse um lápis…».

Ao longo da história apercebemo-nos que Teresa desenvolve uma relação de proximidade e de cumplicidade com a sua tia Cristina. É num desses encontros que descobre a existência de uma outra Teresa, e da sua célebre frase: «Sou um lápis nas mãos de Deus.»

Este é para nós o momento da narrativa que consideramos mais relevante, uma vez que Maria Teresa Maia Gonzalez dá destaque à importância da família mais alargada e como esta pode contribuir para a educação e crescimento harmonioso desta adolescente. Dá, assim, a conhecer Madre Teresa de Calcutá, como modelo concreto de santidade: um coração que se abre ao sofrimento e à dor daqueles que estão em situação mais vulnerável; um coração que abraça o “outro”, através da entrega total, pela prática da caridade.

Cerca de três anos mais tarde, a pedido do professor de Português para que fizessem uma minibiografia sobre alguém famoso, de preferência, com o mesmo nome do aluno, ou o nome de um familiar próximo, a adolescente decide fazer um trabalho sobre Madre Teresa de Calcutá. É então que com a ajuda da tia Cristina, Teresa descobre o quanto se identifica com a vida e a obra desta mulher, tão maravilhosa e surpreendente.

Na parte final desta obra, Teresa completa o trabalho biográfico com pensamentos de Madre Teresa que expressam a sabedoria e magnanimidade desta mulher excecional, cuja obra é a sua própria vida:

«Todas as nossas palavras serão inúteis se não brotarem do fundo do coração. As palavras que não dão luz aumentam a escuridão.»

«Não estamos no mundo apenas para existir. Não estamos só de passagem. A cada um de nós foi dada a capacidade de fazer algo maravilhoso.»

«Jesus espera-nos sempre em silêncio. Escuta-nos em silêncio e no silêncio fala às nossas almas. No silêncio é-nos dado poder escutar a sua voz.»

Por:iMissio

 

 

 

 

Maria Teresa Maia Gonzalez foi nomeada para o prémio literário sueco Astrid Lindgren (ALMA) 2017.

IMG_9005A escritora Maria Teresa Maia Gonzalez foi nomeada juntamente com o ilustrador André Letria para o prémio literário sueco Astrid Lindgren (ALMA) 2017.

O Prémio ALMA, criado em 2002 pelo governo da Suécia em honra da escritora Astrid Lindgren, tem um valor monetário de 570 mil euros e pretende reconhecer o trabalho de um autor, ilustrador ou organização na promoção da leitura e do livro infanto-juvenil.

Maria Teresa Maia Gonzalez, nascida em Coimbra, em 1958, dedica-se à literatura para a infância desde finais dos anos 1980. “A lua de Joana”, “Profissão: Adolescente” e a coleção “O Clube das Chaves”, em parceria com Maria do Rosário Pedreira, são algumas das obras da autora, que recente viu ficar associado o seu nome à Biblioteca Municipal em Fornos de Algodres , onde passou grande parte da sua infância.

Em anos anteriores, a DGLAB apresentou candidaturas das autoras Alice Vieira e Luísa Dacosta, dos projetos Palavras Andarilhas, Bibliomóvel de Proença-a-Nova, e Poka Pokani, de Margarida Botelho, a editora Planeta Tangerina e os autores António Torrado e António Mota.

O vencedor do prémio Astrid Lindgren Memorial Award será conhecido em abril, durante a Feira do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha, em Itália.

AP//SS // MAG

Lusa/fim