Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: mobilidade

Tag Archives: mobilidade

Requalificação urbana nas Caldas da Felgueira

 Estão a ser realizadas obras de requalificação urbana nas Caldas da Felgueira, relativamente à mobilidade e ao ambiente, pelo Município de Nelas.

Assim, está em curso uma obra de instalação de uma bateria enterrada (incluída no investimento total de 475.855,02€ em execução em todo o Município de Nelas), a regularização de calçadas, a aquisição de imóveis degradados com vista ao alargamento do espaço público, bem como a requalificação viária entre Vale de Madeiros e as Caldas da Felgueira entretanto efetuada.

Sonho tornado realidade em Cortiçô

foto:José Sousa

  O sonho tornou-se realidade, depois de algum tempo, agora sim o Chico pode vir ao centro da localidade sem qualquer problema, na localidade de Cortiçô, concelho de Fornos de Algodres.
  O Chico , é um jovem que depois de um acidente, ficou numa cadeira de rodas e face a isso, o Município de Fornos de Algodres colocou mãos à obra e mandou executar uma passadeira em alcatrão para que este jovem se possa fazer deslocar para poder vir tranquilamente para o centro da localidade sem qualquer obstáculo.

foto:José Sousa

 No final da obra feita era notória a satisfação do jovem Chico, por ter conseguido ultrapassar mais esta barreira, ficando grato ao Dr Manuel Fonseca e seu executivo por ter executar esta simples obra com tanto significado.

Mexidas na segurança social da Guarda

Vinte funcionários da Segurança Social da Guarda integram a lista para o Quadro da Mobilidade

Em conversa com o Director da Segurança
Social, que apesar de não querer prestar declarações gravadas, referiu
que falou pessoalmente com a totalidade dos funcionários com o intuito
de os tranqualizar. Perante a situação o sindicato da função pública
mostra-se preocupado, José Pedro Branquinho anunciou que está agendada
uma reunião com os trabalhadores e a segurança social, no sentido de
encontrarem a melhor solução.

No caso concreto do distrito da Guarda, foram
notificadas três educadoras de infância e os restantes são assistentes
operacionais. Um assunto que o sindicato está a acompanhar e quer
encontrar uma solução de forma que os funcionários do distrito não
fiquem no desemprego.
fonte:Radio F

Guarda quer eliminar barreiras

 

Mobilidade reduzida exige continuidade ao Projeto Rampa.
“O
concelho da Guarda tem cerca de 45 mil habitantes e uma grande parte
com mobilidade reduzida, abrangendo mais de 25 mil pessoas (50 a 60% da
população)” referiu Jorge Gurito da empresa MPT (Mobilidade e
Planeamento do Território),no Seminário Internacional de Encerramento do
Plano Local de Promoção da Acessibilidade da Guarda – RAMPA. Este
Seminário, promovido pela Câmara da Guarda, no dia 25 de setembro,
contou com a presença de representantes de casos de estudo de
referência, apresentando as suas experiências no desenvolvimento de
programas similares. O estudo realizado incidiu sobre espaços públicos,
edifícios e transportes de forma a detetar os problemas existentes e
estudar soluções para criar as condições de acesso para todos. O
programa teve em vista criar um conjunto de medidas com o objetivo de
eliminar as barreiras arquitetónicas, sociais e psicológicas, que
prejudicam a vida das pessoas com mobilidade reduzida. Conhecidas os
problemas e definidas as medidas estratégicas para os resolver, Elsa
Fernandes, vereadora da autarquia, referiu que é “preciso corrigir os
erros que são apontados no diagnóstico”, por isso, é preciso “dar
continuidade ao projeto”. E acrescentou: “Quero acreditar que a Guarda,
daqui a cinco, dez, quinze anos, seja mais acessível para quem nos
visita”. Elsa Fernandes disse também que “ser uma cidade acessível para o
turista é uma vantagem competitiva”. “Pensar um futuro mais amigo de
todos” foi a ideia defendida por Paula Teles, da empresa MPT. Feita a
radiografia do concelho da Guarda disse que “a Câmara da Guarda tem,
hoje, um bebé ao colo e todos têm de ajudar a levar esse bebé” e, por
isso, “temos de estar preparados para o próximo quadro comunitário”.
José Heras, da Columbus European Consulting, que falou sobre “mobilidade
como fator competitivo das cidades” louvou a Câmara da Guarda por ter
optado pela mobilidade e recordou que “a acessibilidade é um direito de
todos”. O seminário terminou com o hastear da bandeira da rede cidades e
vilas de excelência, no edifício da Câmara da Guarda.