Templates by BIGtheme NET
Início » Covid-19 » 90% da rede de transporte público repostos pela CIM Dão Lafões

90% da rede de transporte público repostos pela CIM Dão Lafões

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões em comunicado refere que , nesta quinta-feira, dia 17 de setembro , foi reposta mais de 90% da rede de transporte público, por comparação com o período homólogo de 2019, sendo que, em determinados circuitos, à oferta existente foram adicionadas mais circulações, que se traduziu, em termos globais, em cerca de mais 20 circulações.

Com a reativação da rede de serviços públicos de transporte de passageiros a CIM Viseu Dão Lafões, enquanto Autoridade de Transportes, e os municípios seus associados, têm como objetivo garantir a mobilidade à população, em geral, e à população estudantil, em particular, uma vez que, por força do surto pandémico COVID-19, algumas populações tinham ficado limitadas no acesso aos transportes públicos.

Segundo o Presidente da CIM Viseu Dão Lafões, Rogério Mota Abrantes, “a Comunidade Intermunicipal e os seus municípios tiveram como objetivo, com a reativação da rede de transporte público, responder às necessidades das populações, tendo para o efeito aprovado uma rede que dá resposta aos diferentes horários escolares, sem prejudicar a população em geral, cumprindo, as determinações da DGS quanto às lotações das viaturas, tendo, inclusive, promovido a realização de desdobramentos em diversos serviços e horários.

Referiu, ainda, o Presidente da CIM Viseu Dão Lafões que “regista, ainda, o esforço financeiro, que a CIM Viseu Dão Lafões e os municípios estão a fazer para que a reposição dos níveis de serviço sejam os descritos, pelo que, é fulcral que o Governo esteja atento às dificuldades e implemente medidas de apoio financeiro a estes territórios, sob pena de, caso não o fazendo, como foi o caso da verba inscrita no orçamento retificativo em que mais de 95% da mesma foi entregue às Áreas Metropolitanas, amplificará as assimetrias regionais e colocará em causa a coesão territorial.”

Para a utilização do transporte público é obrigatória a utilização de máscaras durante a viagem, de modo a minimizar os riscos de transmissão do vírus COVID-19.

Publicidade...



 

Enviar Comentário