Templates by BIGtheme NET
Início » Aguiar da Beira » AF Guarda- Balanço das 10 jornadas

AF Guarda- Balanço das 10 jornadas

SC Mêda campeão de Inverno

Com a paragem do Natal e ano novo, os campeonatos distritais da AF Guarda sofrem uma interrupção e face a isso, as equipas aproveitam para testar novas fórmulas para atacar o resto da competição com eficácia.

O SC Mêda é o líder à passagem da jornada 10, após ter triunfado em Celorico pela margem mínima, possui um plantel bastante equilibrado bem orientado por Rogério, onde se destaca o coletivo de veterania e juventude.

O Trancoso face ao triunfo em Fornos chegou ao segundo posto, uma posição apetecível para as equipas dado que garantem a participação na Taça de Portugal.

Por sua vez, o Vila Cortez segue na terceira posição mas com um pé na liderança devido ao jogo em atraso frente ao Aguiar da Beira, aos poucos Rui Nascimento vai consolidando esta equipa e vai ser um dos cinco primeiros no final. André Jesus é o artilheiro mor desta formação.

O Manteigas entrou bem na prova, depois teve uns jogos menos bem conseguidos e ainda assim mantém a chama da liderança e vai ser um dos lutadores até ao fim pela subida, com Gonçalo a ter grande visão de golo.

O Desp. Gouveia iniciou muito mal a prova mas aos poucos o coletivo de Rodrigo foi ganhando consistência e hoje é uma equipa mais capaz e Tomás Reis é dos melhores deste conjunto.

O Soito geralmente tem – nos habituado a grandes performances ao longo destes anos e vai assim lutando por uma classificação tranquila.

O Vila Franca das Naves de José Pinto é uma equipa a crescer de produção aos poucos e vai amealhando pontos, o mais que pode nesta 1ªvolta, com Camilo a revelar-se o maestro desta equipa.

Muito competitivo

O Fornos de Algodres possui um grupo de jogadores com qualidade, com Fábio Matos, Rui Lopes e Bruno Costa a dispensarem apresentações e depois as revelações de Marco Ventura e João Paulo, mas falta ali um pouco de mais eficácia e não haver receio de errar.

O Vilar Formoso vai caminhando de forma faseada, com altos e baixos mas quer ficar numa situação tranquila, com Ivan a revelar-se um ás.

O Aguiar da Beira foi bafejado pelo azar, com um acidente na deslocação para Almeida, onde alguns jogadores ficaram feridos e vão agora recuperando para em 2020 estarem na máxima força.

A equipa de Nuno Sena vai ser um dos da frente da tabela nas próximas rondas.

Celoricenses e Vilanovenses são capazes do melhor e do pior, ora fazem grandes exibições, ora ficam longe das exibições, mas possuem jogadores capazes de fazer subir na tabela.

O Foz Côa foi um regresso à 1ªdistrital e vai trabalhando da melhor forma, apostou nos jovens, mas longe das grandes temporadas para já, assim como o E. Almeida que teve de preparar a equipa à pressa mas que em 2020 poderá reforçar e tentar pontuar mais.

Uma prova muito equilibrada com uma mão cheia de equipas capazes de lutar pelo triunfo final.

Publicidade...



 

Enviar Comentário