Templates by BIGtheme NET
Início » Aguiar da Beira » Artigo de opinião:Desmitificando a Gaguez!

Artigo de opinião:Desmitificando a Gaguez!

imagem-TFala-CEMDesmitificando a Gagartiuez!

– São muitas as questões por detrás da gaguez! Fique a saber um pouco mais sobre esta patologia!

Todas as pessoas têm momentos em que não conseguem ser fluentes, em que não encontram a palavra certa para continuar o raciocínio, sobretudo quando estão cansadas, sob pressão ou quando têm que falar publicamente. Deste modo, não é necessário definir-se tecnicamente o conceito gaguez porque qualquer ouvinte, sem conhecimentos científicos, consegue identificar uma pessoa com gaguez.

A gaguez é uma perturbação da fluência da expressão verbal (fala), onde a pessoa sabe exatamente o que dizer mas o seu discurso é caracterizado por bloqueios, repetições ou prolongamento involuntários na produção de sons da fala. A gaguez é importante pela sua frequência (podendo ser classificada de ligeira, moderada ou severa) e pelas comuns consequências: redução da autoestima, isolamento social, ansiedade e, em crianças, exclusão escolar. Estes fatores contribuem para uma redução na qualidade da vida.

Apesar das diversas investigações realizadas sobre a etiologia da gaguez, ainda não existe uma opinião unânime. As pesquisas apontam para a existência de predisposição genética (cerca de 40 a 50%). Também existe a evidência de que os fatores psicossociais podem ser responsáveis pela persistência e agravamento da gaguez.

A gaguez pode manifestar-se de diversas formas mas os 3 tipos de interrupções mais comuns são:

– Múltiplas repetições de sons (p-p-pai), sílabas (bo-bo-bo-bola) ou palavras;

– Prolongamentos dos sons da fala (eg. aaaavó);

– Bloqueios (pausas longas) com esforço muscular (eg. … não vou ou ca…ma);

Estes comportamentos podem ser acompanhados de movimentos involuntários dos articuladores ou mesmo de tremor, assim como de medo ao pronunciar as palavras mais difíceis.

Considerando que comunicar é um ato social e que a gaguez afeta a comunicação, constata-se que gaguejar é mais do que interrupções na fluência da expressão verbal.

Não existe forma de prevenir a gaguez mas é possível evitar que se torne um problema crónico, recorrendo ao diagnóstico e tratamento precoces. Este diagnóstico é efetuado por um Terapeuta da fala e a futura intervenção engloba o envolvimento da família.

Por:Ana Carolina Marques–TF-APSCDFA

Publicidade...



 

Enviar Comentário