Templates by BIGtheme NET
Início » Artigos de Opinião » Artigo de Sara Morais— Ansiedade: Um Mundo sem tempo

Artigo de Sara Morais— Ansiedade: Um Mundo sem tempo

II Reações comportamentais, cognitivas e sociais

 

Dentro do compasso das 24 horas, o indivíduo é repartido pela métrica do tempo para os vários afazeres e atividades que ocupam a sua esfera mental e física numa consciência funcional e temporal. Contudo, quando o espaço mental é invadido por sentimentos de apreensão, angústia e incerteza, a consciência mergulha numa excessiva projeção futura, num mundo atemporal, em que os “Se” se tornam pilares do medo desenquadrado da realidade.

E, é nesta pressa de viver, que o Sistema Nervoso Central é submerso nas diversas alterações fisiológicas, verificadas no artigo de opinião anterior, dando espaço à protagonização das diferentes reações comportamentais, cognitivas e sociais.

As alterações comportamentais mais evidentes são a impulsividade, a hiperatividade motora e a agressividade. Numa situação de stress, a ação da Amígdala torna-se hiperativa, e alerta todo o organismo para a presença de uma ameaça. Este alerta dispara níveis excessivos da sensação de medo e de preocupação. A informação é, seguidamente, captada pelas glândulas suprarrenais, que providenciam a produção elevada de adrenalina e cortisol como resposta de combate à ameaça. Neste processo, a atividade aumentada do sistema límbico vai criar as condições perfeitas para o individuo tenha comportamentos impulsivos e, ou também, agressivos.

O disparo do sistema límbico vai alterar o modo como a informação é processada pelo neocortex – área cerebral encarregue do pensamento e memória. A diminuição do funcionamento cognitivo vai originar alterações cognitivas como a preocupação excessiva, a dificuldade na concentração e até a perturbação do sono.

À medida que a somatização interna é proliferada, o individuo começa a desenvolver reações sociais. O sentimento de medo e de incapacidade, vai proporcionar a dificuldade em manter uma conversa ou discurso fluído, assim como complicação em expor ideias, evitando, gradualmente, o contacto social, como um subterfugio.

No próximo boletim de saúde será explanado os vários tipos de transtornos de ansiedade.

 

 

Sara Morais – Hipnoterapeuta

Consultas 912 583 244

sfilipa.morais@gmail.com

Publicidade...