Templates by BIGtheme NET
Início » Ambiente » CPT4x4: Campeões nacionais decididos em Famalicão

CPT4x4: Campeões nacionais decididos em Famalicão

Em Famalicão tudo se decidiu neste domingo, numa pista de terra negra, com subidas duríssimas e obstáculos muitos naturais. Foi este o cenário que, em Vila Nova de Famalicão, decidiu os campeões nacionais de trial 4×4 2021.

Em 2019 o Campeonato Portugal de Trial 4×4 (CPT4x4) passou pela primeira vez em Famalicão e as memórias dessa jornada são tão positivas, que o encerramento da temporada 2021.

Marco Polónio (Malpevent Team) foi o grande vencedor da jornada de Famalicão. Num dia com muitas dificuldades a equipa lutou até à bandeirada xadrez pela vitória. Correram 2h30 atrás do prejuízo e, a 10 minutos do final, conseguiram a dianteira da prova. Com os 26 pontos de Famalicão (os 25 pela vitória e 1 ponto extra pelo melhor tempo no prólogo) Marco Polónio e Daniel Esteves são os campeões nacionais da classe Super Proto.

Com um campeonato muito regular (foram segundos classificados em todas as provas) Cláudio Ferreira e João Lucas (Auto Higino) são os campeões nacionais absolutos da modalidade.

Cláudio Ferreira continua a fazer história nesta competição. O piloto de Coruche veio a Famalicão apagar a má lembrança que tinha da prova de 2019 e, mesmo sem a vitória nesta derradeira etapa, conquista o tri-campeonato em termos Absolutos.

Na Classe Proto, António Silva (Canelas Pneus) chegou em vantagem a Famalicão e durante a resistência consolidou a liderança. Numa pista recheada de dificuldades e pontos espetaculares para o público, deu mais 6 voltas do que o 2.º classificado e confirmou assim o campeonato da classe Proto.

Nélson Leitão (Imoc Team) regressou ao Campeonato depois de uma longa ausência, mas deixou bem claro que não perdeu o jeito. Foi quem mais voltas completou à pista de Famalicão: 26.

Teve a concorrência feroz do piloto da casa, Diogo Mendes (Tuff4x4/Euro) mas o piloto de Mação foi mais rápido. António Moreira (Valclima) teve uma prova muito dura, mas mesmo assim, com as 2 vitórias nas 2 etapas anteriores, sagra-se campeão da classe Extreme.

Na classe Promoção Carlos Teixeira (Tasco Stand & RC Automóvies) foi o vencedor desta jornada, com as mesmas 12 voltas do segundo classificado mas gastou menos 49 segundos. Apesar do bronze em Famalicão, Tiago Costa e Rodrigo Pinto (SuperPrint) são os campeões da classe Promoção.

Nos UTV/Buggy, tal como em Moimenta da Beira, Carlos Martins e João Pinto (Reciclopeças) foram os vencedores.

Classe Absoluto

1.º Marco Polónio – Crawler Chevrolet – 21 voltas

2.º Cláudio Ferreira – Crawler Mercedes – 21 voltas

3.º Frederico Fernandes – Proto XS5 2021 – 20 voltas

Classe Super Proto

1.º Marco Polónio – Crawler Chevrolet – 21 voltas

2.º Cláudio Ferreira – Crawler Mercedes – 21 voltas

3.º Frederico Fernandes – Proto XS5 2021 – 20 voltas

Classe Proto

1.º António Silva – Proto XS5 – 16 voltas

2.º Carlos Gomes – Nissan Proto – 10 voltas

3.º Rui Faria – Nissan URLMD 21FQ – 7 voltas

Classe Extreme

1.º Nélson Leitão – Nissan Patrol – 26 voltas

2.º Diogo Mendes – Nissan Patrol – 26 voltas

3.º Armando Sousa – Nissan Patrol GR – 22 voltas

Classe Promoção

1.º Carlos Teixeira – Suzuki Samurai – 12 voltas

2.º Pedro Pereira – Nissan Patrol GR y60 – 12 voltas

3.º Tiago Costa – Nissan Patrol 260 – 10 voltas

Classe FUN

1.º Diogo Santos – Viatura Exemplo – 3 voltas

Classe UTV/Buggy

1.º Carlos Martins – Bombardier CAN-AM Maverik – 11 voltas

2.ºLuis Edgar – Polaris XP Turbo – 9 voltas

Publicidade...