Templates by BIGtheme NET
Início » Cultura (Pagina 10)

Cultura

Largas dezenas participantes na Rota dos Moinhos em Vila Cova do Covelo

Foi um dia de calor forte, mas lá se realizou a Rota dos Moinhos, numa parceria entre o Município de Penalva do Castelo, União das freguesias de Vila Cova do Covelo / Mareco, Associação Desportiva, Cultural e Recreativa de Vila Cova do Covelo e Centro Social Paroquial de Vila Cova do Covelo
A caminhada iniciou junto à igreja Matriz de Vila Cova do Covelo onde o Presidente da Junta de freguesia local, Celso Lopes, deu as boas vindas aos caminhantes e fez uma breve contextualização sobre o trajeto.
Ao longo dos 8 km foi possível apreciar belíssimas paisagens naturais, património molinológico, tradições e artesanato da freguesia.
Uma das tradições que esteve representada na lage junto à aldeia do carapito foi o “sacudir” da semente do centeio. O cultivo do centeio é uma das tradições da freguesia e no mês de agosto realiza-se a ceifa do centeio, um evento que contribui para manter viva esta tradição.
A principal novidade desta edição foi o passadiço sobre o rio carapito que deliciou e surpreendeu os participantes, pela singularidade da envolvência paisagística e beleza natural. Poucos metros à frente foi possível visitar um moinho de água e ouvir explicações acerca do seu funcionamento.
A meio do percurso, junto à frescura do rio, os participantes puderam degustar iguarias locais e assistir a uma pequena demonstração da arte do bracejo.
A manhã culminou com um agradável almoço convívio, na antiga escola primária de Vila Cova do Covelo.
Por:MPC

Serra da Estrela A LENDA em Fornos de Algodres

Estreia neste sábado, dia 18, às 21:30h, em Fornos de Algodres, Serra da Estrela A LENDA é uma viagem por uma estória partilhada de geração em geração. A iconografia serrana alia-se a uma dramaturgia cinemática, dramática e musical para abordar questões imemoriais da interação humana com o meio ambiente. A procura de um pastor pela sua identidade e transcendência é aqui também um olhar sobre como vivemos os nossos dias, como lidamos com o desconhecido, como alcançamos objetivos e que valores nos regem.
Depois da estreia dia 18 junho em Fornos de Algodres – no Largo da Igreja da Misericórdia, a viagem segue até dia 2 de julho em Gouveia, as 21:30h – na Praça do município, depois a 9 de julho estaremos em Manteigas – frente ao município, no dia 16 de julho em Seia – na praça do município e finalmente a 13 agosto em Celorico da Beira – no Largo de Santa Maria.

“Noites COMBI” em Mangualde

A Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves recebe As “Noites COMBI”, espetáculo no âmbito da Rede Cultural Dão Lafões, está em  Mangualde esta quarta-feira, dia 15 de junho, pelas 21h30. A noite conta com uma Palestra-Concerto “VÁLVULA” e “Leituras com Gi da Conceição”. A entrada é livre.

VÁLVULA – UMA PALESTRA-CONCERTO A PARTIR DA HISTÓRIA DO GRAFFITI

Trata-se de um espetáculo para adolescentes, jovens e adultos que parte da história do Graffitti para nos levar numa viagem com diversas perguntas. Nesta performance inclassificável – meio palestra, meio concerto de hip hop – António Jorge Gonçalves, desenhador, guia-nos com palavras e desenhos pelos riscos que caçadores-recoletores fizeram nas rochas há 30.000 anos, pelas anotações desenhadas dos romanos nas paredes das casas em Pompéia, e pelos murais mexicanos de há 100 anos atrás, enquanto Flávio Almada aka LBC Soldjah, MC e activista, nos leva com palavras e música até às contradições sociais das nossas cidades.

Tudo para podermos compreender as pinturas a lata de spray que enchem em sobressalto os nossos muros. Palavras e Desenho: António Jorge Gonçalves Palavras e Música: LBC Soldjah.

LEITURAS COM GI DA CONCEIÇÃO

Todos os povos se definem, preservam e evoluem assentes numa cultura. A cultura é, portanto, um bem que a todos nós pertence, um património que todos temos o dever de preservar, acrescentando o nosso contributo. A literatura tem o potencial de renovar, alimentar, potenciar a cultura de um povo, assim como é uma das disciplinas artísticas responsáveis por fomentar a aprendizagem, a criatividade, a interdisciplinaridade, desenvolvendo aspetos sociais, afetivos, éticos e cognitivos.

Com a proposta de leituras de textos de escritores da região, como João Pedro Grabato Dias, Luís Miguel Nava ou Judith Teixeira, Gi da Conceição tem como objetivo aumentar a proximidade do público com a cultura local e estimular o interesse da população pela arte da leitura.

Núcleo de antigos combatentes Gouveia- Comemoração Dia de Portugal de Camões e das Comunidades Portuguesas

O Núcleo de Gouveia dos antigos combatentes comemoraram o Dia de Portugal de Camões e das Comunidades Portuguesas.
 O dia iniciou com o hastear das Bandeiras, na Sede Núcleo, seguiu-se  a romagem ao Monumento de Homenagem aos Combatentes, sito no Jardim Lopes da Costa desta Cidade, hastear das Bandeiras, ao som do Hino Nacional, deposição de uma palma de flores no Monumento e um guardado minuto de silêncio em Homenagem aos Combatentes que perderam a vida na Guerra do Ultramar, as Cerimónias terminaram ao som do Hino do Combatente.
Depois foi a romagem ao Monumento de Homenagem aos Combatentes do Concelho de Gouveia que perderam a vida na Guerra do Ultramar, existente no Cemitério Novo da Cidade e ali sepultados, no qual foi colocada uma palma de flores e guardado um minuto de silêncio em sua Homenagem.
Um dia sempre assinalado com a recordação de muito que defenderam Portugal.

Mural do Visitante da Rota EN221 inaugurado

Foi o quilómetro 131, mesmo no centro da Vila de Figueira de Castelo Rodrigo ,  o lugar escolhido para fixar o novo Mural do Visitante da mítica EN221.
Um novo local onde todos os visitantes vão decerto passar e admirar, apesar de simbólico é importante.
Com a promoção desta rota turística e o aumento dos visitantes e amantes das duas rodas, este marco visa tornar-se um ponto de paragem obrigatória para os diversos motards que atravessam o concelho, dando-lhes a possibilidade de parar, visitar e desfrutar do nosso território e de todas as nossas potencialidades.
foto:FCR

Cientistas da Universidade de Coimbra criam material altamente promissor para nova geração de dispositivos eletrónicos

No âmbito do programa “Cultura, Ciência e Tecnologia na Imprensa”, promovido pela Associação Portuguesa de Imprensa.Pela primeira vez, uma equipa de investigadores da Universidade de Coimbra (UC), liderada por Mahmoud Tavakoli, desenvolveu um nanocompósito de metal líquido revestido de grafeno, que pode ser usado como condutor transparente, com aplicações na próxima geração de dispositivos eletrónicos e painéis solares.

A investigação, desenvolvida no âmbito do projeto WoW, do Programa Carnegie Mellon Portugal, e do projeto MATIS-Materiais e Tecnologias Industriais Sustentáveis, através do Programa Portugal 2020, é o tema de capa da última edição da revista Advanced Materials Technologies.

Os investigadores demonstraram, através deste estudo, que nanopartículas de metal líquido revestidas de óxido de grafeno podem ser transformadas em elétrodos semitransparentes e condutores, através de uma técnica de processamento a laser rápida, de baixo custo e escalável, o que poderá ter um grande impacto em áreas como: ecrãs flexíveis, painéis solares flexíveis e até biossensores vestíveis (wearable).

«Os metais líquidos são interessantes porque proporcionam elasticidade e autorregeneração, além de serem excelentes na dissipação térmica. Portanto, este é um passo importante para a aplicação e desenvolvimento de ecrãs muito flexíveis e resistentes», explica Mahmoud Tavakoli, diretor do Laboratório de “Soft and Printed Microelectronic” do Instituto de Sistemas e Robótica (ISR) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC).

Os investigadores acreditam que, no futuro, estas nanopartículas com propriedades especiais poderão ser impressas em grandes superfícies condutoras, a baixo custo. «As partículas de metal líquido encapsuladas de grafeno são uma classe nova e promissora de compósito bifásico, com aplicação na próxima geração de dispositivos eletrónicos. Nós demonstrámos que é possível fabricar de forma rápida (em poucos segundos), a baixo custo e em larga escala, estes novos elétrodos. Esta solução é primeiro depositada sobre o substrato por meio de revestimento por pulverização e, em seguida, processada através de um laser de baixo custo. Isso permite simultaneamente a redução, afinamento, extração e padronização com alta resolução dos filmes depositados», afirma o investigador do ISR da FCTUC.

A composição do novo material e o método de fabrico apresentado neste estudo representam assim um passo importante para a produção em larga escala e a baixo custo de grandes elétrodos baseados em grafeno. O próximo passo da investigação será, de acordo com Mahmoud Tavakoli, «explorar o uso de outros tipos de lasers para melhorar a condutividade ou transparência dos elétrodos, bem como estudar aplicações desta técnica nas áreas de eletrónica de filmes finos, sensores de gás e humidade e dispositivos de armazenamento de energia».

O artigo científico pode ser consultado em: Laser Writing of Eutectic Gallium–Indium Alloy Graphene‐Oxide Electrodes and Semitransparent Conductors – Chambel – 2022 – Advanced Materials Technologies – Wiley Online Library.

 

Jantar oficial “Vê Portugal”com homenagem a personalidades e instituições da região

O Turismo Centro de Portugal homenageou cinco personalidades e instituições que têm contribuído para o desenvolvimento e notoriedade do turismo na região Centro de Portugal. A homenagem aconteceu ontem à noite, durante o Jantar Oficial “Vê Portugal”, que teve lugar no Hotel dos Templários, em Tomar, num dos momentos altos do 8.º Fórum de Turismo Interno “Vê Portugal”, que decorre nesta cidade de 6 a 9 de junho. O Jantar foi presidido pela ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa.

Após discursos de boas-vindas, por parte de Hugo Cristóvão, vice-presidente da Câmara Municipal de Tomar, e de Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal, foram revelados os homenageados. A cada um foi oferecido uma peça em vidro, produzida manualmente na Marinha Grande. As homenagens foram entregues pela Comissão Executiva do Turismo Centro de Portugal e pela ministra Ana Abrunhosa. Ler Mais »

Projeto pedagógico “Diogo Piçarra em Pessoa” em Aguiar da Beira

O Centro Cultural de Aguiar da Beira foi o palco para a apresentação do projeto pedagógico “Diogo Piçarra em Pessoa”, com coautoria do músico Diogo Piçarra.
A ação, promovida pelo Município local, destinou-se a alunos do 9.º ao 12. Ano, do Agrupamento Padre Jose Augusto da Fonseca.
“Diogo Piçarra em Pessoa” é um projeto criativo de descoberta, reinvenção e reconstrução da obra de Fernando Pessoa e sua heteronímia, da autoria do jovem músico Diogo Piçarra, que inclui a reconstrução de 20 poemas pessoanos.
Foto:MAB

Pinhel recebe espetáculo “Ouvir Hoje”

Pinhel vai ser palco da estreia do espetáculo “Ouvir Hoje”, espetáculo comunitário produzido pelos Serviços Sociais da Câmara Municipal de Pinhel no âmbito do Festival Cultural da Raia Histórica, promovido pela CIM-BSE.

O espetáculo vai ter lugar do Largo dos Combatentes (em frente à Casa da Cultura), dia 18 de junho (sábado), às 21.30h.

Inspirado no projeto “Ouvir Ontem” (levantamento do património imaterial do concelho de Pinhel realizado em 2014), o espetáculo “Ouvir Hoje” apresenta canções de roda, romances, canções de romaria, canções de trabalho e modas executadas pelos tocadores de ouvido recolhidas em Azevo, Bouça Cova, Carvalhal, Freixedas, Lamegal, Manigoto, Pinhel e Santa Eufémia.

Em palco apresentam-se individualmente e em conjunto um grupo de jovens cantores da Associação Socioterapêutica de Almeida (ASTA), o grupo de música tradicional Trovas da Beira, a Banda Filarmónica de Pinhel e o Grupo de Bombos São Bernardo, num total de cerca de 50 artistas.

A ideia, a conceção, os arranjos e a direção musical do espetáculo são de Ângelo Lemos Marques (professor de Educação Musical, co-coordenador da Academia de Música de Pinhel e membro do Trovas da Beira).

O projeto foi apresentado e coordenado pelos Serviços Sociais da Câmara Municipal de Pinhel, associação que atualmente tutela a Banda Filarmónica de Pinhel.

Depois de Pinhel, “Ouvir Hoje” vai ser apresentado em Figueira de Castelo Rodrigo (25 de junho), Trancoso (8 de julho), Almeida (9 de julho) e Mêda (em data a definir), no âmbito do projeto Cultura em Rede 21/22 que contempla 15 projetos artísticos num total de 75 espetáculos a apresentar nos 15 concelhos que integram a Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela.

150º aniversário de Ana de Castro Osório em Mangualde

O 150º aniversário de Ana de Castro Osório com um programa recheado de atividades, vai ser assinalado pelo Municipio de Mangualde. Nos dias 17 e 18 de junho, a Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves e a Casa de Ana de Casto Osório acolhem diversas iniciativas, que acontecem em ambos os dias, no âmbito da comemoração da efeméride. Todas as iniciativas são de entrada livre.

As comemorações têm início marcado para o dia 17 de junho, na Biblioteca Municipal, com uma Oficina de Exploração de Contos de Ana de Castro Osório, dinamizada por Fátima Ribeiro de Medeiros, da EDUFOR, que decorrerá entre as 10h00 e as 17h30. Já durante a noite, na Casa de Ana de Castro Osório, pelas 21h00, terá lugar a sessão de abertura da celebração, que estará a cargo de Marco Almeida, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde. Seguindo-se as Estórias de Ana de Castro Osório, numa conversa com Raquel Osório de Castro. Posteriormente, segue-se a iniciativa “O Porqueiro”, uma leitura encenada com Coreografia e Música, sendo protagonizada pelos alunos 2B AEM, a AECS Dança e a Orquestra Poeminha. Os festejos prosseguem com o teatro de sombras “Os Meninos da Estrela de Ouro na Testa” interpretado pelos alunos 7E AEM, a dramatização “A Bela Felicidade”, protagonizada pelos alunos 8C AEM, terminando com um “Concerto pela Igualdade” interpretado pela Orquestra Juvenil Mais Música AEM.

A celebração do 150º aniversário continua no dia 18 de junho, na Biblioteca Municipal, pelas 14h30, com diversas atividades: exposição documental “Vida e obra de Ana de Castro Osório”; conferência Ana de Castro Osório: entre a militância republicana e feminista, a escrita e a edição, protagonizada por Fátima Ribeiro de Medeiros; leitura do conto “Tio Barreiros”, In Felizes, por Raquel Osório de Castro; apresentação da reedição da obra “Às Mulheres Portuguesas”, por  Rosabela Afonso da ACCIG; documentário e pintura Mural “Descobrir Ana de Castro Osório” da autoria de JAF e José Vieira. Pelas 21h00, já na Casa de Ana de Castro Osório seguem-se contos encenados, interpretados por Raquel Osório de Castro e um momento musical protagonizado por PEIXE-BO.

A programação das comemorações do 150º Aniversário de Ana de Castro Osório pode ser consultadas no site do Município de Mangualde (www.cmmangualde.pt).