Templates by BIGtheme NET
Início » Fornos de Algodres (Pagina 5)

Fornos de Algodres

Entrega de votos de louvor em Fornos de Algodres

Vai acontecer uma cerimónia de entrega de votos de louvor, aprovados no passado dia 30 de abril de 2021, na Sessão Ordinária da Assembleia Municipal, onde vão entregar aos Bombeiros, Profissionais de Saúde, IPSS, GNR e Municipio de Fornos de Algodres, pela intervenção destas instituições no combate à pandemia Covid-19.

A cerimónia será nesta sexta-feira , dia 10, pelas 17 horas , na Biblioteca Maria Teresa Maia Gonzalez.

Espetáculo de slackline em Mangualde a 17 de setembro

No âmbito do projeto “Alto Mondego Rede Cultural”, Mangualde acolhe no próximo dia 17 de setembro o espetáculo Slackline – Andorinhas Shows’21, pelas 21h30, no Largo Dr. Couto (em frente à Câmara).  Trata-se de um espetáculo diferente do habitual, aliando uma vertente teatral ao desporto, coordenado pelo campeão nacional Rui Mimoso e conta com o envolvimento de elementos da comunidade, onde cada um sobe ao palco para contar a perspetiva individual de uma história em comum. É ainda um espetáculo de capacitação da Rede Cultural Alto Mondego que envolve os Municípios de Nelas, Mangualde, Fornos de Algodres e Mangualde.

 O enredo por detrás do espetáculo varia de concelho para concelho. Em Nelas e Mangualde a história desenvolve-se em torno de despedidas e reencontros, das festas e das romarias. Enquanto, em Gouveia, à trama junta-se a poesia de Virgílio Ferreira. Já Em Fornos de Algodres o desafio passa por pedir emprestado o olhar do rio Mondego e mergulhar na travessia, no tempo e no espaço, desde a origem aos dias de hoje. A criação faz, ainda, referência às linhas de comboio e ao fadista António Menano.

O programa começou a 3 de julho em Nelas, passando nos dias 4 e 5 de setembro em Gouveia. Seguindo-se Fornos de Algodres, no dia 10 de setembro e novamente Nelas a 11 de setembro. A digressão termina em Mangualde no dia 17 de setembro.  Todos os espetáculos decorrem ao livre e têm início pelas 21h30.

LOTAÇÃO LIMITADA E RESERVA DE LUGARES OBRIGATÓRIA

A lotação do concerto é limitada e os lugares são marcados, de forma a respeitar as normas emanadas pela DGS. A entrada é gratuita, mas com aquisição obrigatória de bilhetes na Biblioteca Municipal e/ou na Papelaria Adrião. A organização solicita a todos que respeitem sempre as regras da DGS e as indicações/sinalética no local, mantendo sempre o distanciamento social de segurança, a utilização da máscara e as regras de etiqueta respiratória.

 

PROJETO “ALTO MONDEGO REDE CULTURAL”

O projeto “Alto Mondego Rede Cultural” junta os municípios de Nelas, Mangualde, Fornos de Algodres e Gouveia e é cofinanciado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

SLACKLINE

O Slackline é um desporto que consiste prática de equilíbrio sobre uma linha dinâmica, esticada entre dois pontos fixos. O praticante pode caminhar sobre ela ou fazer manobras e truques, dinâmicos ou estáticos.

As capacitações a desenvolver, não foram só slackline, mas incorporaram também o movimento corporal no solo, como forma de expressão artística e complementar à slackline, conseguindo assim mais conteúdo, mais movimento na criação e produção do espetáculo final. Apesar do foco da capacitação ser a slackline, Rui Mimoso aliará o “free runnig” ou “parkour” às sessões de capacitação, assim como outras formas mais gerais de movimento corporal. Em conjunto, estas ferramentas irão possibilitar um maior controlo motor, como maior expressão e liberdade corporal.

INQUÉRITO- 77,5% dos residentes do Centro satisfeitos com a sua vida

Foi realizado um inquérito para analisar o grau de satisfação dos residentes na região Centro.

Deste modo, aumentou em 2021, com 77,5% dos residentes a considerarem-se globalmente satisfeitos com a sua vida. Esta é uma das conclusões da 7.ª edição do Inquérito à Satisfação dos Residentes na região Centro, promovido pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), no âmbito do Barómetro Centro de Portugal.

O inquérito mostra que, em 2021, 12,2% dos residentes estão “muito satisfeitos”, 65,3% “satisfeitos”, 13,7% “não muito satisfeitos” e 8,8% “nada satisfeitos”. Face aos anos anteriores, destaca-se o significativo acréscimo da percentagem de inquiridos “satisfeitos” e o decréscimo expressivo de inquiridos “não muito satisfeitos”.

Estes são os resultados mais positivos das sete edições deste inquérito efetuado para a Região Centro, com 77,5% dos residentes globalmente satisfeitos, contra 73,7% em 2019, 72,5% em 2018, 77,1% em 2017, 69,2% em 2015, 58,2% em 2014 e 61,2% em 2013. Este valor é superior à média obtida pelo Eurobarómetro de março de 2021 (inquérito realizado à escala europeia) para Portugal (70%), mas continua aquém da avaliação média dos cidadãos europeus (79%), apesar da tendência de aproximação.

Entre os principais motivos de satisfação encontram-se a qualidade de vida e um nível de vida estável (24,5%), ter emprego (20,7%), ter saúde (19,3%), a vida familiar (18,3%) e gostar do local onde reside (17,3%).

Em termos de motivos de insatisfação, os problemas de saúde (29,6%), a remuneração e reformas baixas (27%) e as dificuldades financeiras (27%) são as três principais razões apontadas pelos inquiridos.  A solidão (6,6%) e a pandemia Covid-19 (4,6%) aparecem, pela primeira vez, como motivo de insatisfação. O desemprego (2,6%) e as políticas governamentais (2,6%) são outros dos motivos apontados.

Para informações adicionais, consultar o estudo “Resultados do Inquérito à Satisfação dos Residentes na Região Centro 2021” ou o Barómetro Centro de Portugal em www.ccdrc.pt

Autárquicas 21- Candidatura Manuel Fonseca 2021 vai ser apresentada em Fornos de Algodres

A candidatura Manuel Fonseca 2021 – Confiança No Futuro vai ser apresentada em Fornos de Algodres, neste sábado, dia 11, pelas 15 horas,  no Jardim Municipal de Fornos de Algodres, para a apresentação dos Candidatos do Partido Socialista aos Órgãos Autárquicos do Concelho de Fornos de Algodres.
Serão apresentados todos os elementos para a Câmara Municipal, Assembleia Municipal e Juntas de Freguesia.

Confrade da Urtiga Fernanda Botelho lança livro “Ervas que se comem – silvestres e saborosas”

Vai acontecer em Lisboa, no auditório nascente da Feira do Livro, a apresentação do livro “Ervas que se comem – silvestres e saborosas”, neste sábado, dia 11 de setembro.

A autora tem assim ligações a Fornos de Algodres, uma vez que é confrade da Confraria da Urtiga e participante assídua nas diversas atividades da Confraria com sede no concelho de Fornos de Algodres .

Caminhada pelos vestígios históricos desde Algodres

Vai decorrer no próximo sábado, uma caminhada pelos vestígios históricos, a ter início na localidade de Algodres, pelas 9h, com as inscrições gratuitas.

O percurso foi elaborado no sentido dos participantes aprofundarem alguns conhecimentos sobre vestígios históricos desta zona.

Esta atividade está inserida na Semana Sénior levada a cabo pelo CLDS 4G Servir Fornos de Algodres. Deste modo, as inscrição pode ser feita, através do CLDS 4G Servir Fornos de Algodres e no Município de Fornos de Algodres.

 

 

 

Avisos e Liturgia do 23º Domingo do Tempo Comum- ano B

Habitualmente na liturgia da Palavra dá-se muito relevo ao texto do evangelho, mas é sempre oportuno passar os olhos e o pensamento pelas três leituras. Isaías, na primeira leitura, lança-nos um apelo e dá-nos um conselho muito importante: “Tende coragem, não temais”. Como é necessário ouvir hoje estas palavras reconfortantes e encorajadoras! Diante do quadro social e religioso que estamos a viver, a tentação do desânimo e da tristeza pode surgir. Por isso o profeta Isaías insiste: “Tende coragem, não temais. Aí está o vosso Deus; vem para fazer justiça e dar a recompensa; Ele próprio vem salvar-nos”. Na segunda leitura, o conselho da carta de S. Tiago também é muito importante: “a fé em Nosso Senhor Jesus Cristo não deve admitir acepção de pessoas. Não estareis a estabelecer distinções entre vós e a tornar-vos juízes com maus critérios?”. Isto é fundamental numa comunidade cristã. Promover a igualdade é oferecer os meios materiais e espirituais para que todos possam viver a vida dignamente. Nunca deixemos de trabalhar na construção de uma comunidade sem acepção de pessoas. No evangelho, que é um texto exclusivo de S. Marcos, encontramos a narração de um momento da vida de Jesus: Ele sai do território judeu, dirige-se para terras pagãs, onde cura um surdo com dificuldade em falar, símbolo da humanidade fechada à voz de Deus. Também cada um de nós deve sair do seu “território confortável” e ir às periferias territoriais e existenciais das pessoas, procurando aqueles que desejam encontrar Deus e escutar a sua voz.

A sorte daquele surdo com dificuldade em falar foi encontrar pessoas que o levaram a Jesus que O curou e O enviou para o meio do seu povo. Hoje existem muitas pessoas que precisam de alguém que lhe ofereça meios para recuperar a fé. Uma comunidade evangelizadora deve assumir esta missão. Todos somos enviados a evangelizar, porque todos somos chamados a percorrer o caminho do Senhor que, como o salmo nos diz, “dá pão aos que têm fome” e “entrava o caminho aos pecadores”.

Por outro lado, a cura do surdo com dificuldade em falar é um alerta para escutarmos os outros. Ser cristão é ser portador de uma palavra de esperança e não cair no pessimismo que inunda a sociedade de hoje. É importante falar, mas também escutar, o que nem sempre fazemos. Falamos muitas vezes com Deus, mas não o escutamos suficientemente; falamos com os outros, mas nem sempre os escutamos. Temos de aprender a lição: o Senhor “faz ouvir os surdos e falar os mudos”. Habitualmente, Deus fala pela boca dos outros. Então peçamos ao Senhor: pela Tua Palavra e pelo clamor dos nossos irmãos necessitados, fala, Senhor, que o teu servo escuta.

05-09-2021

LEITURA ESPIRITUAL

Como podemos discernir a voz de Deus entre as mil vozes que ouvimos todos os dias neste nosso mundo. Diria: Deus fala connosco de modos muito diferentes. Fala através de outras pessoas, através de amigos, dos pais, do pároco, dos sacerdotes. Aqui, os sacerdotes aos quais estais confiados, que vos guiam. Fala por meio dos acontecimentos da nossa vida, nos quais podemos discernir um gesto de Deus; fala também através da natureza, da criação, e fala, naturalmente e sobretudo, na Sua Palavra, na Sagrada Escritura, lida na comunhão da Igreja e pessoalmente em diálogo com Deus.

É importante ler a Sagrada Escritura, por um lado de modo muito pessoal, e realmente, como diz São Paulo, não como palavra de um homem ou como um documento do passado, como lemos Homero, Virgílio, mas como uma Palavra de Deus que é sempre actual e fala comigo. Aprender a ouvir um texto, historicamente do passado, a Palavra viva de Deus, ou seja, entrar em oração, e assim fazer da leitura da Sagrada Escritura um diálogo com Deus.

Santo Agostinho nas suas homilias diz com frequência: Bati várias vezes à porta desta Palavra, até que pude compreender o que o próprio Deus me dizia; por um lado, esta leitura muito pessoal, este diálogo pessoal com Deus, no qual procuro o que o Senhor me diz, e juntamente com esta leitura pessoal é muito importante a leitura comunitária, porque o sujeito vivo da Sagrada Escritura é o Povo de Deus, é a Igreja. (Bento XVI, Discurso aos seminaristas, 17-02-2007).

 

http://www.liturgia.diocesedeviseu.pt/

Ano B - Tempo Comum - 23º Domingo - Boletim Dominical II (1)

Slackline “voa” pelos 4 concelhos do Alto Mondego

É um espetáculo de teatro, mas com a particularidade que é feito em cima de fitas. O primeiro estreou em julho, em Nelas, agora há novos espetáculos em todos os 4 concelhos da rede: Nelas, Gouveia, Fornos de Algodres e Mangualde. Trata-se de uma iniciativa coordenada pelo Campeão Nacional de Slackline, Rui Mimoso, no âmbito da Rede Cultural do Alto Mondego, onde os grandes protagonistas são elementos da comunidade que sobem ao palco para contar diferentes perspetivas de uma história comum. Com o envolvimento da comunidade, espetáculos têm forte ligação ao território.

Espetáculo em Nelas contou com 22 elementos da comunidade

A história por detrás do espetáculo varia de concelho para concelho. Enquanto em Nelas e Mangualde a trama fala de despedidas e de reencontros, das festas e das romarias; em Gouveia, à história junta-se a poesia de Virgílio Ferreira. Em Fornos de Algodres, o desafio é outro, passa por pedir emprestado o olhar do rio Mondego e mergulhar na travessia, no tempo e no espaço, desde a origem aos dias de hoje. A criação faz, ainda, referência às linhas de comboio e ao fadista António Menano. Gouveia recebe os espetáculos nos dias 4 e 5 de setembro. Depois, é a vez de Fornos de Algodres, nos dias 9 de 10 de setembro. A 11 de setembro, o espetáculo regressa a
Nelas. A digressão termina em Mangualde que acolhe o espetáculo no dia 17 de setembro. Todos os espetáculos decorrem ao livre e estão marcados para as 21h30.

Dinamizar o interior do país com atividades culturais distintivas e com uma forte ligação aos territórios é a missão desta iniciativa que quer também aproximar a cultura das suas comunidades. Serão eles os protagonistas. Os espetáculos resultam de um conjunto de capacitações, ondem puderam aprender as bases da modalidade e aplicá-la às artes. Na verdade, um dos pilares desta iniciativa passa pelo intercâmbio cultural entre os vários territórios que têm aqui uma oportunidade de trocar experiências, mas também de desenvolver um sentimento de pertença pela sua terra.

Recorde-se que o projeto “Alto Mondego’ Rede Cultural” junta os municípios de Nelas, Mangualde, Fornos de Algodres e Gouveia e é cofinanciado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Apresentação da candidatura de Manuel Fonseca fica para data a designar

Pode ser uma imagem de 2 pessoas e texto que diz "PS AUTARQUICAS f A CREDIBILIDADE Manuel PRESENTE CANGEL GANGELADO antos ANCA NO FUTURO APRESENTAÇÃO ACORGÃOS AUTÁRQUICOS DO CONCELHO FORNOS DEALGODRES 2021 21h00 PRESENÇA DE: De fonseca Pedro CANDIDATOÀ CÂMARA MUNICIPALD FORNOS DIRIGENTE NACIONAL DO PARTIDO SOCIALISTA @ManuelFonseca2"Em comunicado, a candidatura Manuel Fonseca 2021 – Confiança No Futuro informa que devido ao falecimento do antigo encarregado operacional da Câmara Municipal de Fornos de Algodres, José Mário Almeida Fonseca, assim como da Dona Aurora Maria Nunes da Costa Melo.
Em nome da candidatura, o candidato à Câmara Municipal, Manuel Fonseca, e da candidata à Assembleia Municipal, Raquel Batista, endereçam neste momento difícil à família as condolências.
Em face do acontecimento descrito, a Direção de Campanha informou que a apresentação dos candidatos aos Órgãos Autárquicos do Partido Socialista foi 𝐂𝐀𝐍𝐂𝐄𝐋𝐀𝐃𝐀 e agendada oportunamente.

Cursos de Gerontologia (pós-laboral) e Desportos de Montanha em Fornos de Algodres

Estão abertas as candidaturas para os Cursos de Gerontologia (pós-laboral) e Desportos de Montanha, a ser ministrados em Fornos de Algodres, através do Instituto Politécnico da Guarda, até dia 17 de setembro.
Desta forma, Fornos de Algodres pode ter pela primeira vez  Ensino Superior no  concelho, casos as candidaturas surjam em número suficiente.
Num esforço de descentralização e aproximação à comunidade, o Instituto Politécnico da Guarda (IPG) oferece a possibilidade de funcionamento de dois dos seus Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP) em Fornos de Algodres, numa parceria com a Câmara Municipal de Fornos de Algodres (CMFA) e o Agrupamento de Escolas de Fornos de Algodres (AEFA).

Estes CTeSP dirigem-se a todos aqueles que pretendam adquirir, aprofundar, complementar ou aperfeiçoar as suas competências profissionais na área e melhorar as suas qualificações, permitindo o prosseguimento de estudos no ensino superior, no IPG, a médio prazo.

Está previsto que os CTeSP de Gerontologia (em regime pós-laboral) e de Desportos de Montanha, que fazem parte da oferta formativa do IPG para o próximo ano letivo 21/22, venham a ser ministrados em Fornos de Algodres, o que representará uma resposta formativa diferente e inovadora para o concelho e localidades vizinhas, que pode gerar um impulso significativo na economia local.

A frequência do CTeSP em Fornos de Algodres tem como fator diferenciador e vantagem acrescida às condições que o IPG disponibiliza a todos os seus estudantes o facto de ser oferecido alojamento gratuito a todos os que dele necessitarem, graças à parceria com a Câmara Municipal de Fornos de Algodres.

O processo de candidaturas (2ª fase) a estes cursos decorre entre os dias 01 e 17 de setembro, em modelo online, na página do IPG e tem como habilitação mínima de acesso o 12º ano.

Os potenciais interessados encontram informação adicional na página institucional do IPG e na página do AEFA, onde podem, também, solicitar contacto personalizado para prestação de informações e esclarecimento de dúvidas.

A inscrição pode ser feita através deste link
e para saber tudo sobre o que são estes CTESP consulte

Todo o processo deverá estar concluído no final de outubro de 2021 e, se contarem com uma adesão expressiva aos CTeSP, podem receber duas novas turmas, desta vez de ensino pós secundário, já em novembro de 2021.

flyer_desporto_montanha
flyer_gerontologia