Templates by BIGtheme NET
Início » Fornos de Algodres (Pagina 4)

Fornos de Algodres

Festival Cultural da Serra da Estrela-Os Sons da Estrela arrancam em Celorico da Beira

O espetáculo “Os Sons da Estrela” integra o Festival Cultural da Serra da Estrela e estreia no próximo dia 16 de julho, pelas 21h30, no Largo do Tribunal, em Celorico da Beira. Apresentando-se, no dia seguinte, 17 de julho, pelas 21h30, em Gouveia, no Anfiteatro da Cerca.

Conta a história de Rosa, uma menina criança, que desde sempre fora fascinada pela paisagem da sua aldeia. Apesar deste fascínio, Rosa conhece uma senhora que a faz admirar ainda mais toda a natureza ensinando-lhe que, para a viver inteiramente, precisa de tempo e, claro, amor.

Numa aventura que enaltece lendas, costumes, cultura e gentes da região, este espetáculo musical procura envolver o público não só numa vertente de espetador, mas, também, participante, deixando-se levar pelas músicas bem conhecidas de todos.

Espetáculo “Desadormecer” passou por Fornos de Algodres

No âmbito do Festival Cultural da Serra da Estrela, o Município de Fornos de Algodres recebeu neste sábado, 2 de julho, na Residência de Estudantes/Largo da Igreja da Misericórdia o espetáculo “Desadormecer”. É uma criação de Produção D’Fusão em colaboração com Centro Social Paroquial de Sazes da Beira, Concertinistas da Folgosa da Madalena e CERVAS de Gouveia.
Desadormecer é uma instalação performance em forma de percurso guiado, através de um espaço exterior natural e um espaço interior mais expositivo. O espetáculo recorre a objetos e elementos multimédia de forma a imergir o espectador num universo que traça pontes entre o passado, o presente e as hipóteses de futuro, de uma população idosa e a região serrana que habitam. O trabalho debruça-se especificamente sobre as dicotomias isolamento / comunidade, e confinamento / liberdade, tocando também temas como memória, proteção, cura e autonomia.
Festival Cultural da Serra da Estrela é um projeto em rede de itinerância e intercâmbio cultural, cofinanciado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, que foi desenhado para e com as populações do território da CIMBSE, nomeadamente a Raia Histórica, as Beiras e a região da Serra da Estrela, da qual faz parte o município de Fornos de Algodres. É composto por 75 espetáculos culturais como teatro, música, novo circo, dança contemporânea e performances multimédia, que estarão em movimento, entre junho e outubro do ano em curso, pelos 15 municípios da área de abrangência da CIMBSE.

Queiriz inaugurou Salão Cultural / Desportivo, espaço Internet e recinto de festas

Este domingo, foi de grande festa na Freguesia de Queiriz, assim a tarde iniciou com a inauguração da requalificação do Salão cultural/desportivo e espaço internet (situado na Casa do Povo), trata-se de um local que agora fica mais atrativo para toda a comunidade em geral.

Depois o Rancho Folclórico de Figueiró da Granja animou a tarde antes do lanche convívio para todos os presentes.

Mais para a noite, foi inaugurada a requalificação dos arranjos exteriores da casa do Povo e recinto de festas, que recebeu o baile com bastante animação pelo grupo K5.

Assim , um obra muito útil para toda a comunidade e vem assim dar uma nova imagem á localidade, realizada pelo executivo da Freguesia de Queiriz liderada por Vítor Hugo.

Maceira acolheu mais um projeto Erasmus+ com sucesso

Multicultural Urban Art foi o tema deste grupo do programa Erasmus+ que estiveram durante 9 dias , no Hostel EntryFik, em Maceira.
Foram dias muito produtivos e os produtos finais superaram todas as expectativas.
Assim a Associação de Maceira convida toda a comunidade a visitar a arte urbana que os participantes criaram no  , onde deixaram o apelo a um mundo livre, onde as diferenças são respeitadas e a diversidade potencia a autenticidade e criatividade.
São estes projetos e intercâmbio de pessoas e culturas que origina ao estreitar laços entre todos.

Dezenas de atletas na prova Correr ao Luar em Ponte de Juncais

  Uma tarde de intenso calor, na Praia Fluvial de Ponte Juncais, um local magnifico para passar bons momentos neste verão, assim o Mercadinho “Bom sabor da Terra “, animou os visitantes com as suas iguarias deliciosas e a boa música ao longo da tarde.

Ao início da noite, teve o arranque da Caminhada em Figueiró da Granja, para depois o trail inicial com dezenas de participantes dos mais diversos locais.

Assim no Trail de 8km, o vencedor foi Norberto Loureiro(Linces do Marão), seguido de Pedro Antunes(A Natureza Ensina) e Cláudio Roças (Dão Nelas). No feminino, a vencedora Raquel Gomes , seguida de Ana Rosário.

No Trail de 15 km, venceu David Pestana (BV Mêda), seguido de Márcio Freitas (Dão Nelas) e Mário Leal (Lajes), assim na entrega de medalha fica a grande homenagem de David Pestana que entregou a medalha em gesto solidário depois de saber que tinha ardido um carro dos Bombeiros de Fornos. no feminino venceu Paula Vinha seguido de Ana Lopes e no terceiro foi Mara Cardoso.

Depois para finalizar a noite, o baile com o grupo K5.

Mangualde recebe espetáculo ALTO

O espetáculo ALTO! é uma iniciativa da Alto Mondego’ Rede Cultural e tem no próximo no dia 1 de julho (sexta feira), pelas 21h30, no Largo Dr. Couto, em Mangualde.
O adro da Igreja é o lugar de todos os encontros. Nos domingos de missa, é um corrupio de maledicência e inveja a entrar e de Fé e boa vontade a sair. Parece milagre!
Nos sábados de feira, vinho, azeite, lã e queijo encontram-se em bancas improvisadas pelos homens e mulheres que os acarinham nas mãos, nos pés e no peito. Trocam-se histórias, experiências, cochichos e memórias. Às vezes, picardias também, porque “a ovelha da vizinha não pode ser melhor que a minha”.

Ler Mais »

Rede de Artes Performativas – REDE INTERIOR

Arranca hoje, 30 de junho, na Covilhã, a segunda edição da Rede de Artes Performativas – REDE INTERIOR – um Programa de Cultura em Rede desenvolvido pela ASTA. Ao ar livre, entre espaços que são memória e contam histórias, 14 espetáculos vão partir em itinerância, por 7 municípios. Com companhias profissionais nacionais e internacionais o verão promete trazer mais emoção e vida e dar a conhecer a alma e a identidade dos territórios.

A arte vai sair às ruas e dar um brilho especial ao património histórico e cultural dos municípios de Belmonte, Covilhã, Fornos de Algodres, Fundão, Gouveia, Manteigas e Seia que, no total, vão receber 14 espetáculos de elevada qualidade.

Com esta Rede de Artes Performativas, a ASTA – Associação de Teatro e Outras Artes quer, assim, promover o território acrescentando valor pela via das artes às ofertas turísticas dos territórios neste verão, ao mesmo tempo que aproxima a cultura das comunidades, criando momentos de fruição cultural ao ar livre, em locais improváveis e mais próximos do público.

A estreia é hoje, 30 de junho, na Covilhã, com o espetáculo Raíz, pelo Circo Caótico. O espetáculo está marcado para as 21h, na Praça do Município. No dia seguinte, 1 de julho, às 19h00, no mesmo local, será apresentado o espetáculo da companhia Edu Manazas Circo denominado Fuera de Stock.

O festival continua em Gouveia, com apresentação de dois espetáculos no Anfiteatro da Cerca. Marilelas, da companhia CIA. Marioli e Raíz, sobem ao palco, no dia 23 de junho, às 21h30 e 24 de junho, às 18h00, respetivamente.

A próxima paragem será no Fundão que recebe no dia 5 agosto, no Largo do Calvário, às 22h30, o espetáculo “Por um Fio”, pelo grupo Erva Daninha. A 6 de agosto, o palco transfere-se para o Largo da Igreja que recebe, às 23h00, o espetáculo Raíz.

Manteigas recebe os espetáculos Por um Fio e Raíz, nos dias 12 e 13 de agosto, respetivamente. Ambos acontecem no Parque da Várzea, às 21h30.

Máquina de Encarnar, no dia 3 de setembro e Raíz no dia 4 de setembro, são as propostas culturais para Belmonte. As duas apresentações vão ocorrer no Castelo, a primeira às 21h30, e a segunda às 17h00.

Fornos de Algodres recebe o espetáculo Raíz no dia 16 de setembro, às 21h30, na Câmara Municipal e no dia seguinte, 17 de setembro, é apresentado Máquina de Encarnar, no Largo da Misericórdia, também, às 21h30.

O festival encerra em Seia, a 26 de setembro, com dois espetáculos: Erva Daninha apresenta E-NXada, às 14h30, na Escola Abranches Ferrão e La Gata Japonesa apresenta Los Viajes de Bowa, no Centro Escolar de São Romão.

O Projeto Rede Interior tem como entidade líder executora a ASTA – Teatro e Outras Artes, e como entidades parceiras não executoras, os Municípios de Belmonte, Covilhã, Fornos de Algodres, Fundão, Gouveia, Manteigas e Seia. Projeto cofinanciado pelo Centro2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Festival Cultural da Serra da Estrela: Desadormecer em Fornos e Gouveia

O espetáculo “Desadormecer” integra o Festival Cultural da Serra da Estrela, promovido pelos Municípios da CIMBSE,  estreia, já, no próximo dia 02 de julho, pelas 18h00, no Largo da Igreja da Misericórdia, em Fornos de Algodres. Deslocando-se, no dia seguinte (03 de julho), para Gouveia, onde, pelas 18h00, se apresentará na Escola Apostólica de Cristo Rei.
Desadormecer é uma instalação performance em forma de percurso guiado, através de um espaço exterior natural e um espaço interior mais expositivo. O espetáculo recorre a objetos e elementos multimédia de forma a imergir o espetador num universo que traça pontes entre o passado, o presente e as hipóteses de futuro, de uma população idosa e a região serrana que habitam. O trabalho debruça-se especificamente sobre as dicotomias isolamento/comunidade, e confinamento/liberdade, tocando também temas como memória, proteção, cura e autonomia.
FICHA ARTÍSTICA
Produção d’Fusão Associação Cultural em parceria com Centro Social Paroquial de Sazes da Beira, Concertinistas da Folgosa da Madalena e Associação ALDEIA-CERVAS.

Fados animaram Figueiró da Granja

A noite sábado, na localidade de Figueiró da Granja, foi mais animada, na zona dos tanques, com uma noite de fados, cuja organização foi da Associação Recreativa e Cultural local.

Como é tradicional numa noite de fados, o bom caldo verde e chouriça assada faziam as delícias do estômago, porque a nível musical a fadista Mónica Jesus cantou e encantou todos os presentes, acompanhada pelos seus músicos.

Era visível a felicidade das muitas dezenas de pessoas que vibraram, cantaram e se divertiram imenso com estes fados. Foi um bom momento numa noite de verão que iniciou envergonhado.

“Caminhar com Ciência”foi em Figueiró da Granja

No passado sábado , uma nova caminhada pelas paisagens do Estrela Geopark e a “Caminhar com Ciência”. Desta vez, o local escolhido foi a localidade de Figueiró da Granja no concelho de Fornos de Algodres, com o intuito de conhecer um pouco melhor e algumas situações mais ao pormenor deste território com grande beleza paisagística. Participou um grupo com cerca de duas dezenas de participantes. Em suma ,uma caminhada muito interessante, pela área do Castro de Santiago.

foto:EG