Templates by BIGtheme NET
Início » Fornos de Algodres (Pagina 3)

Fornos de Algodres

ANAM promove formação para valorização de eleitos locais

Numa organização conjunta do Centro de Valorização de Eleitos Locais (CVEL), da Associação Nacional de Assembleias Municipais (ANAM) , com a Associação de Estudos de Direito Regional e Local (ADREL)  e  com a VALORGLOCAL, esta é uma formação de capacitação dirigida aos autarcas das Assembleias Municipais que pretendem obter conhecimentos sobre a estrutura e funcionamento das Assembleias Municipais.

Estando prevista duas edições desta formação (19 e 20 de Julho e 27 e 28 de julho), o curso contempla dois momentos: o primeiro é dedicado às questões mais estruturais como o regimento, a Mesa da Assembleia Municipal e os grupos municipais. Já a segunda parte da formação incide na  preparação das sessões, assuntos orçamentais e financeiro e as dotações da assembleia municipal no orçamento municipal.

Para Albino Almeida, Presidente da ANAM, “as formações de capacitação dos eleitos locais, de forma estruturada e coerente, são essenciais para quem procura estar, cada vez mais, informado e dotado das ferramentas necessárias para assumir funções no âmbito do Poder Local. É fundamental que os eleitos locais estejam cada vez mais capacitados para as suas responsabilidades”.

Para Manuel Ferreira Ramos, jurista e coordenador do Centro de Valorização de Eleitos (CVEL) estas ações de formação têm sido reconhecidas pelos eleitos locais que as frequentam como importantes para a melhoria da qualidade da democracia local.

Criado com o objetivo de contribuir para um maior conhecimento e debate entre eleitos locais,  o CVEL tem vindo a desenvolver um esforço contínuo no sentido de aprimorar a atividade interna deste órgão autárquico, contribuindo, assim, para a sua valorização e dignificação. “A valorização do papel das Assembleias no processo político democrático local passa não só por uma melhor comunicação com os cidadãos, mas também pela melhoria do funcionamento interno das Assembleias,” acrescenta.

A inscrição no curso tem o valor de 10€ e confere a atribuição do “Guia Prático das Assembleias Municipais”, um documento que dá resposta a 115 perguntas com esclarecimentos e práticos, sobre as mais variadas questões relacionadas com este órgão deliberativo.

Avisos e Liturgia do Domingo XVI do TEMPO COMUM – ano C

As leituras deste Domingo convidam-nos a reflectir o tema da
hospitalidade e do acolhimento. Sugerem, sobretudo, que a existência cristã é o acolhimento de Deus e das suas propostas; e que a ação (ainda que em
favor dos irmãos) tem de partir de um verdadeiro encontro com Jesus e da escuta da Palavra de Jesus. É isso que permite encontrar o sentido da nossa ação e da nossa missão. A primeira leitura propõe-nos a figura patriarcal de Abraão. Nessa figura
apresenta-se o modelo do homem que está atento a quem passa, que partilha tudo o que tem com o irmão que se atravessa no seu caminho e que encontra no hóspede que entra na sua tenda a figura do próprio Deus. Sugere-se, em consequência, que Deus não pode deixar de recompensar quem assim procede. A segunda leitura
apresenta-nos a figura de um apóstolo, para quem Cristo, as suas palavras e as suas propostas são a referência fundamental, o universo à volta do qual se constrói toda a
vida. Para Paulo, o que é necessário é “acolher Cristo” e construir toda a vida à
volta dos seus valores. É isso que é preponderante na experiência cristã.
O nosso tempo vive-se a uma velocidade estonteante… Para ganhar uns
minutos, arriscamos a vida porque “tempo é dinheiro” e perder um segundo é ficar
para trás ou deixar acumular trabalho que depois não conseguimos “digerir”.
Mudamos de fila no trânsito da manhã vezes incontáveis para ganhar uns metros,
passamos semáforos vermelhos, comemos de pé ao lado de pessoas para quem nem
olhamos, chegamos a casa derreados, enervados, vencidos pelo cansaço e pelo
stress, sem tempo e sem vontade de brincar com os filhos ou de lhes ler uma
história e dormimos algumas horas com a consciência de que amanhã tudo vai ser
igual… Claro que estas são as exigências da vida moderna; mas, como é possível,
neste ritmo, guardar tempo para as coisas essenciais? Como é possível encontrar
espaço para nos sentarmos aos pés de Jesus e escutarmos o que Ele tem para nos
propor?https://mail.google.com/mail/u/0?ui=2&ik=08d5f436b4&attid=0.2&permmsgid=msg-f:1738452097749395711&th=182038f8e162a8ff&view=att&disp=safe
Nas nossas comunidades cristãs e religiosas, encontramos pessoas que
fazem muitas coisas, que se dão completamente à missão e ao serviço dos irmãos,
que não param um instante… É óptimo que exista esta capacidade de doação, de
entrega, de serviço; mas não nos podemos esquecer que o activismo desenfreado
nos aliena, nos massacra e asfixia. É preciso encontrar tempo para escutar Jesus,
para acolher e “ruminar” a Palavra, para nos encontrarmos com Deus e connosco
próprios, para perceber os desafios que Deus nos lança. Sem isso, facilmente
perdemos o sentido das coisas e o sentido da missão que nos é proposta; sem isso,
facilmente passamos a agir por nossa conta, passando ao lado do que Deus quer de
nós. Esta época do ano – tempo de férias, de descanso – é um tempo privilegiado
para invertermos a marcha alienante que nos massacra. Que este tempo não seja
mais uma corrida desenfreada para lugar nenhum, mas um tempo de reencontro
connosco, com a nossa família, com os nossos amigos, com Deus e com as nossas
prioridades. A oração e a escuta da Palavra podem ajudar-nos a recentrar a nossa
vida e a redescobrir o sentido da nossa existência. Qual é a nossa perspectiva da
hospitalidade e do acolhimento? Esta leitura sugere que o verdadeiro acolhimento
não se limita a abrir a porta, a sentar a pessoa no sofá, a ligar a televisão para que
ela se entretenha sozinha, e a correr para a cozinha para lhe preparar um grande
banquete; mas o verdadeiro acolhimento passa por dar atenção àquele que veio ao
nosso encontro, escutá-lo, partilhar com ele, a fazê-lo sentir o quanto nos
preocupamos com aquilo que ele sente…

Nerga visitou Fumeiro D´Amaral (Fornos de Algodres)

Recentemente foi realizado um acordo na sequência da prestação de serviços com o município de Fornos de Algodres para apoiar as empresas deste concelho, o NERGA esteve presente nesta quinta-feira, neste município fornense.
Entre os diferentes contactos e visitas efetuados por esta associação Empresarial neste primeiro dia, o NERGA visitou a empresa Fumeiro D´Amaral, empresa de enchidos.
Recorde-se que o NERGA estará presente em Fornos de Algodres na 2ª e 4ª quinta-feira de cada mês.
Faça já o seu agendamento através do email: apoioempresarial.fornos@nerga.pt
foto:Nerga

Delegação fornense esteve em Sainte-Consorce (França)

  Recentemente, uma delegação fornense, composta pela Presidente da Assembleia Municipal de Fornos de Algodres, Raquel Batista e a Vereadora Luísa Gomes, deslocaram-se a Sainte-Consorce (França), a fim de participar nas Comemorações dos 150 anos da separação das localidades de Sainte-Consorce e Marcy L’Étoile.
Estas duas localidades comemoraram a sua independência, que ocorreu durante um histórico conselho municipal em 7 de julho de 1872, e convidaram representantes das comunidades com quem têm geminação, respetivamente Fornos de Algodres e Weissach (Alemanha).
Mais uma oportunidade de reforçar os laços de amizade e intercâmbio entre a comunidade de Sainte-Consorce (recorde-se o excelente trabalho de jardinagem, que recentemente foi efetuado pelos alunos da Maison Familiale Rurale de l’Ouest Lyonnais, na Avenida 25 de Abril, em Fornos de Algodres), comunidade portuguesa residente na região e Município de Fornos de Algodres.
Fonte:MFA

Bombeiros de Fornos de Algodres vão receber apoio do Município da Guarda

Foi deliberado pelo município da Guarda , na habitual reunião do executivo,  atribuir um apoio de 7.500 euros aos bombeiros de Fornos de Algodres, para compra de uma viatura que substitua a que ardeu durante o combate a um fogo no concelho.

A viatura de combate a fogos florestais da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres (AHBVFA) ardeu no dia 02 de julho, no combate a um incêndio que deflagrou na freguesia de Arrifana, no concelho da Guarda.

Na sequência da ocorrência, o município da Guarda, presidido por Sérgio Costa (Movimento Pela Guarda), aprovou ontem, por unanimidade, a atribuição de um apoio no valor de 7.500 euros “para ajudar à aquisição de uma outra viatura” de que a corporação necessita para a sua atividade operacional.

No final da reunião quinzenal do executivo, o autarca adiantou que as juntas de Freguesia do concelho que foram atingidas pelo incêndio também estão a fazer diligências no sentido de atribuírem à corporação de Fornos de Algodres “um apoio extraordinário” para o mesmo fim.

Em suma, um gesto nobre deste Município egitaniense.

INATEL Vila Ruiva Hotel**** e Linhares da Beira Hotel Rural*** com Galardão Green Key 2022

Recentemente, realizou-se a cerimónia de entrega do Galardão Green Key 2022, no Centro de Juventude de Braga, numa cerimónia realizada pela Associação Bandeira Azul da Europa, onde foram entregues os Galardões de Portugal Continental.
Deste modo, os hotéis INATEL galardoados são:
– INATEL Cerveira Hotel****
– INATEL Palace São Pedro do Sul Hotel****
– INATEL Manteigas Hotel***
– INATEL Vila Ruiva Hotel****
– INATEL Linhares da Beira Hotel Rural***
– INATEL Flores Hotel**** (Galardão já entregue no passado dia 21 de junho, no Centro de Monitorização e Investigação das Furnas, em São Miguel).
Esta iniciativa é da responsabilidade da Foundation of Environmental Education (FEE), sediada na Dinamarca, e é coordenada em Portugal pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) e conta com o apoio de diversas entidades públicas e privadas.

Festival Cultural da Serra da Estrela-Os Sons da Estrela arrancam em Celorico da Beira

O espetáculo “Os Sons da Estrela” integra o Festival Cultural da Serra da Estrela e estreia no próximo dia 16 de julho, pelas 21h30, no Largo do Tribunal, em Celorico da Beira. Apresentando-se, no dia seguinte, 17 de julho, pelas 21h30, em Gouveia, no Anfiteatro da Cerca.

Conta a história de Rosa, uma menina criança, que desde sempre fora fascinada pela paisagem da sua aldeia. Apesar deste fascínio, Rosa conhece uma senhora que a faz admirar ainda mais toda a natureza ensinando-lhe que, para a viver inteiramente, precisa de tempo e, claro, amor.

Numa aventura que enaltece lendas, costumes, cultura e gentes da região, este espetáculo musical procura envolver o público não só numa vertente de espetador, mas, também, participante, deixando-se levar pelas músicas bem conhecidas de todos.

Espetáculo “Desadormecer” passou por Fornos de Algodres

No âmbito do Festival Cultural da Serra da Estrela, o Município de Fornos de Algodres recebeu neste sábado, 2 de julho, na Residência de Estudantes/Largo da Igreja da Misericórdia o espetáculo “Desadormecer”. É uma criação de Produção D’Fusão em colaboração com Centro Social Paroquial de Sazes da Beira, Concertinistas da Folgosa da Madalena e CERVAS de Gouveia.
Desadormecer é uma instalação performance em forma de percurso guiado, através de um espaço exterior natural e um espaço interior mais expositivo. O espetáculo recorre a objetos e elementos multimédia de forma a imergir o espectador num universo que traça pontes entre o passado, o presente e as hipóteses de futuro, de uma população idosa e a região serrana que habitam. O trabalho debruça-se especificamente sobre as dicotomias isolamento / comunidade, e confinamento / liberdade, tocando também temas como memória, proteção, cura e autonomia.
Festival Cultural da Serra da Estrela é um projeto em rede de itinerância e intercâmbio cultural, cofinanciado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, que foi desenhado para e com as populações do território da CIMBSE, nomeadamente a Raia Histórica, as Beiras e a região da Serra da Estrela, da qual faz parte o município de Fornos de Algodres. É composto por 75 espetáculos culturais como teatro, música, novo circo, dança contemporânea e performances multimédia, que estarão em movimento, entre junho e outubro do ano em curso, pelos 15 municípios da área de abrangência da CIMBSE.

Queiriz inaugurou Salão Cultural / Desportivo, espaço Internet e recinto de festas

Este domingo, foi de grande festa na Freguesia de Queiriz, assim a tarde iniciou com a inauguração da requalificação do Salão cultural/desportivo e espaço internet (situado na Casa do Povo), trata-se de um local que agora fica mais atrativo para toda a comunidade em geral.

Depois o Rancho Folclórico de Figueiró da Granja animou a tarde antes do lanche convívio para todos os presentes.

Mais para a noite, foi inaugurada a requalificação dos arranjos exteriores da casa do Povo e recinto de festas, que recebeu o baile com bastante animação pelo grupo K5.

Assim , um obra muito útil para toda a comunidade e vem assim dar uma nova imagem á localidade, realizada pelo executivo da Freguesia de Queiriz liderada por Vítor Hugo.

Maceira acolheu mais um projeto Erasmus+ com sucesso

Multicultural Urban Art foi o tema deste grupo do programa Erasmus+ que estiveram durante 9 dias , no Hostel EntryFik, em Maceira.
Foram dias muito produtivos e os produtos finais superaram todas as expectativas.
Assim a Associação de Maceira convida toda a comunidade a visitar a arte urbana que os participantes criaram no  , onde deixaram o apelo a um mundo livre, onde as diferenças são respeitadas e a diversidade potencia a autenticidade e criatividade.
São estes projetos e intercâmbio de pessoas e culturas que origina ao estreitar laços entre todos.