Templates by BIGtheme NET
Início » Seia (Pagina 4)

Seia

Turismo Centro de Portugal apresentou recursos de Turismo Industrial na região

“O Turismo Industrial é um produto turístico fundamental para a região, uma vez que está disponível 365 dias por ano e promove a coesão territorial”, destacou Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal.

Foi  constituída formalmente a rede de parceiros do Turismo Industrial da região Centro de Portugal. A cerimónia decorreu no Museu Nacional Ferroviário, no Entroncamento, e contou com a presença do Turismo de Portugal.

O momento foi assinalado pela assinatura da Declaração de Compromisso entre a Turismo Centro de Portugal e os Municípios e outros parceiros identificados nesta iniciativa, tendo em vista a futura Rede Portuguesa do Turismo Industrial, desenvolvida a nível nacional.

A cerimónia contou com intervenções de Manuel Cabral, presidente da Fundação do Museu Nacional Ferroviário, Jorge Faria, presidente do Município do Entroncamento, Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal, e Teresa Ferreira, diretora do Departamento de Dinamização da Oferta e dos Recursos do Turismo de Portugal.

Na ocasião, Manuel Cabral sublinhou que “o Museu Nacional Ferroviário tem por missão o estudo e a valorização do património ferroviário, mas não pretende ser apenas um museu. É um museu vivo, de experiências, que liga precisamente a indústria da ferrovia ao turismo. Queremos, cada vez mais, aproximar pessoas através do turismo, criando elementos que os possam trazer cá mais dias e mais noites”. “Por isso”, acrescentou, “este trabalho em rede é para todos absolutamente essencial, porque o turismo é uma pedra fundamental para a economia. A assinatura desta Declaração de Compromisso é, como o próprio nome indica, um compromisso de trabalho conjunto, de braço dado, no sentido de nos posicionarmos melhor”.

Por sua vez, Jorge Faria lembrou que “está em curso um projeto de valorização do património ferroviário do Entroncamento, numa parceria entre a Câmara Municipal do Entroncamento, o Museu Nacional Ferroviário e a CP – Comboios de Portugal. A assinatura desta Declaração de Compromisso em torno do Turismo Industrial é, por isso, para nós, muito importante e damos mais uma vez os parabéns por esta iniciativa”.

Pedro Machado realçou a importância do Turismo Industrial para o Centro de Portugal. “A estruturação do produto turístico Turismo Industrial é uma receita para sermos mais atrativos e mais competitivos, mas também para podermos alavancar o crescimento de uma indústria fundamental na nossa região. Este é um produto turístico com características únicas, já que está disponível 365 dias por ano. Permite, por isso, alavancar estadias mais prolongadas e combater a sazonalidade. Este é ainda um produto que promove a coesão territorial, no sentido em que potencia também destinos de baixa densidade populacional. É um produto turístico que promove todos os territórios, de norte a sul, este a oeste”, destacou.

Teresa Ferreira encerrou a cerimónia, depois da assinatura de todos os parceiros na iniciativa, e recordou que o Turismo Industrial é um produto turístico que está a dar os primeiros passos em Portugal. “O grupo dinamizador do novo produto turístico, que é o Turismo Industrial, junta o Turismo de Portugal, as cinco Entidades Regionais de Turismo, a Madeira e os Açores, alguns municípios e alguns parceiros privados, como é o caso da Vista Alegre e da New Hand Lab. Juntos, temos feito um enorme esforço no trabalho de estruturação de um produto turístico à escala nacional. Agora estamos em modo de celebração, pois começamos a ver os seus frutos”, considerou.

Declaração de Compromisso assinada por Municípios e parceiros

A Declaração de Compromisso foi assinada entre a Turismo Centro de Portugal e os Municípios e parceiros do Turismo Industrial na região.

Entre vários pontos, esta Declaração confirma o empenho das partes na implementação das boas práticas e critérios de conformidade associados aos serviços de Turismo Industrial, de acordo com o Guia de Boas Práticas desenvolvido pelo Grupo Dinamizador da Rede Portuguesa de Turismo Industrial. Estipula ainda a participação conjunta em iniciativas para a promoção do Turismo Industrial e confirma que a Turismo Centro de Portugal, os parceiros e os Municípios disponibilizarão informação clara e atualizada sobre a oferta de Turismo Industrial nos respetivos websites.

Assinaram a Declaração de Compromisso os Municípios de Abrantes, Cantanhede, Entroncamento, Marinha Grande, Porto de Mós, Seia, Sever do Vouga e Tomar, além dos seguintes parceiros já identificados:

Abrantes – Museu Metalúrgica Duarte Ferreira; Cantanhede – Museu da Pedra; Centro de Interpretação da Arte Xávega (CIAX); Museu LOAD ZX Spectrum; Coimbra – Praxis Cervejas de Coimbra; Covilhã – New Hand Lab; Museu de Lanifícios da Universidade da Beira Interior; Entroncamento – Museu Nacional Ferroviário; Ílhavo – Museu e Fábrica da Vista Alegre; Manteigas – Ecolã Portugal; Burel Factory; Marinha Grande – Museu do Vidro; Crisal; Moldoeste; CENCAL; Porto de Mós – Museu Industrial e Artesanal do Têxtil (MIAT); Airemármores; Casa Féteira; Seia – Museu Natural da Eletricidade; Sever do Vouga – Minas do Braçal / Museu Municipal; Tomar – Núcleo Museológico da Central Elétrica de Tomar; Núcleo Museológico da Fundição Tomarense.

Fotos:TCP

“Férias em Movimento” em Seia

Decorrem até dia 14 de abril, as “Férias em Movimento”, numa renovação do projeto FootPáscoa, como palco o Estádio Municipal que recebe o programa de ocupação de férias escolares.

O programa é dirigido a crianças entre os 6 e os 12 e alia diversão e desporto, enfatizando a aprendizagem e prática de várias modalidades desportivas.

As atividades decorrem no Estádio Municipal e são, na grande maioria, desenvolvidas em colaboração com as associações desportivas do concelho.

A modalidade de futebol conta com a participação do Seia Futebol Clube, Associação Desportiva de São Romão e Escola de Desporto Carlos Franco. O karaté é proporcionado pelo Centro de Karaté de Seia, as artes marciais e defesa pessoal, pelo AMCO – Goshin Jutsu, o ténis, pelo Clube de Ténis de Seia, e o voleibol, pelo Sena Clube.

O envolvimento das associações desportivas, além de promover as modalidades, destaca o trabalho desenvolvido por estas coletividades.

As Férias em Movimento incluem, ainda, uma manhã dedicada ao atletismo e uma tarde desportiva de jogos e atividades lúdicas, aberta também às crianças dos Jardins-de-Infância do concelho.

A participação na iniciativa organizada pelo Município de Seia, por intermédio do seu Gabinete de Desporto, é gratuita e funciona, durante os 4 dias de férias, das 9h30 às 12h00 e das 14h30 às 17h00.

 

GNR Guarda-Seia –Três suspeitos em prisão preventiva por tráfico de estupefacientes

O Comando Territorial da Guarda, através do Destacamento Territorial de Gouveia, deteve três homens e duas mulheres,com idades compreendidas entre os 17 e os 60 anos, por tráfico de estupefacientes, no concelho de Seia.

No decorrer de uma investigação por tráfico de estupefacientes, que decorria há cerca de um ano, os militares da Guarda efetuaram diversas diligências que permitiram identificar e localizar os cinco suspeitos que efetuavam a venda do produto estupefaciente.

A ação culminou no cumprimento de cinco mandados de detenção e de nove mandados de busca, cinco domiciliárias e quatro em veículos, que permitiram apreender diverso material, destacando-se:

  • 540 doses de heroína;
  • 430 doses de cocaína;
  • 38 cartuchos de 12mm;
  • 12telemóveis;
  • Quatro viaturas ligeiras;
  • 425 euros em numerário.

Os detidos foram constituídos arguidos e presentes ao Tribunal Judicial de Seia, sendo que às duas mulheres e a um dos homens, foi-lhes aplicada a medida de coação de prisão preventiva, e aos dois outros suspeitos a medida de coação de apresentações semanais no posto policial da área de residência.

Através da realização destas operações, a Guarda Nacional Republicana pretende combater a criminalidade e fortalecer o sentimento de segurança da população, procurando ainda prevenir ilícitos criminais.

AF Guarda- Sub-15-Seia FC “B”- AD Fornos de Algodres-1-0

Uma manhã cinzenta de sábado, coma  chuva a dar um ar da sua graça, no Municipal de Seia, a turma local recebeu e venceu pela margem mínima, a formação da AD Fornos de Algodres.

Um jogo bem disputado por ambas equipas com os técnicos a colocar toda a arte e engenho dos seus atletas em campo e vai daí, os senenses abrem o ativo por volta do minuto 31, através de uma grande penalidade transformada por Martim.

A segunda parte do encontro com as habituais alterações no onze, ainda foram criadas algumas oportunidades , mas o resultado não se alterou com  a turma senense a arrecadar os três pontos.

Assim sendo o Seia FC B mantém-se invicto na liderança com 9 pts, por sua vez a equipa fornense soma 4 pts e está na 3ªposição

CLDS 4 G promoveu Workshop de Fotografia Digital em Seia

Realizou-se ,no passado fim-de-semana, um Workshop de Fotografia Digital subordinado ao tema “Rostos pela Igualdade”, numa iniciativa do  Contrato Local de Desenvolvimento Social – CLDS 4G de Seia

Este Workshop de Fotografia Digital pretendeu, não só ensinar e explicar o funcionamento da máquina fotográfica digital, mas também abordar a temática do surgimento de uma exposição fotográfica, isto é, de uma imagem.

Que esta iniciativa seja o mote para a realização de um concurso de fotografia, a anunciar brevemente, cujo objetivo é promover a igualdade, criando uma cultura e práticas que reconhecem, respeitam e valorizam as diferenças em benefício de todas as pessoas.

Assim, desenvolver junto da comunidade iniciativas como estas, é perspetivar e refletir sobre o tema da igualdade nas suas várias dimensões.

Crédito Educação: Obter Uma Especialização Nunca Foi Tão Fácil

Os custos para concluir os seus estudos, ou para quem simplesmente especializar-se numa área diferente são elevados. Mas existe uma solução!

Vivemos num período onde é cada vez mais importante obter uma maior diferenciação e valorização a nível profissional, já que no mundo do trabalho existe mais procura do que oferta, principalmente em áreas onde é fundamental ter algum tipo de especialização.

Até mesmo num momento de maior incerteza, um profissional mais especializado numa determinada área ou setor, irá assegurar sempre uma maior vantagem em relação a outros candidatos.

A verdade é que, ainda que existam vários cursos e formações em regime pós-laboral que pode escolher. Quer pretenda uma licenciatura, uma pós-graduação ou até mesmo um mestrado, a flexibilidade que existe ao nível do ensino permite que consiga conjugar o seu trabalho atual com a sua formação.

Ainda assim, não há como contornar o facto deste tipo de especializações necessitarem de um investimento que é para muitas famílias incomportável, já que este tipo de formação pode facilmente ascender aos milhares de euros.

Este é um esforço que vale a pena considerar, já que estará a investir no seu futuro, ou até mesmo no dos seus filhos e, por norma, aprofundar os seus conhecimentos e obter uma especialização pode proporcionar-lhe resultados muito positivos, facilitando a progressão na sua carreira profissional.

Felizmente já existem entidades financeiras que apresentam soluções que permitem a qualquer pessoa avançar com este tipo de projetos pessoais, sendo que a solução mais requisitada é o crédito pessoal com finalidade de educação.

Ao contrário de um crédito dito tradicional, esta modalidade específica permite-lhe financiar o seu plano de estudos de forma simples e descomplicada, já que nos dias de hoje já é possível fazer o seu pedido de forma totalmente online.

Uma das principais entidades que disponibiliza esta solução no nosso país é a Credibom, através do crédito com finalidade de educação, que lhe permite ter acesso a taxas bem mais reduzidas, para além de poder usufruir de outras vantagens disponíveis.

Por norma, este é um tipo de crédito que lhe permite obter condições bastante competitivas, já que as taxas contratadas (TAN e TAEG) chegam a ser menos de metade das taxas utilizadas num crédito pessoal tradicional. No que diz respeito aos prazos de pagamento, estes também são bastante alargados, podendo mesmo chegar aos 7 anos e originando uma prestação significativamente reduzida.

Se estes não são motivos suficientes para o levar a planear a sua formação, saiba que existe ainda um período de carência de capital com uma duração de 12 meses, sendo esta uma vantagem muito comum neste tipo de finalidade.

Isto significa que poderá amortizar o seu crédito apenas após concluir a sua formação, ficando apenas responsável pelo pagamento dos juros, encargo este que acaba por ser residual e ao alcance de todos.

Desta forma, poderá focar-se totalmente no seu curso e no seu trabalho, se decidir conjugar estas duas responsabilidades durante a sua formação.

Em determinados casos, pode até vir a obter uma bonificação extra nas suas taxas, caso venha a demonstrar um bom desempenho durante a sua formação.

Se está a pensar em desenvolver-se enquanto profissional, saiba que para requerer um crédito com finalidade de educação, basta garantir que se encontra numa situação financeira estável, através de rendimentos regulares e um histórico financeiro saudável.

Como as entidades financeiras irão verificar o seu Mapa de Responsabilidades de Crédito, deve garantir que não se encontra numa situação de incumprimento e possui margem na sua taxa de esforço para fazer o seu pedido de crédito.

Esta é uma solução que irá requerer da sua parte um nível de responsabilidade  mais elevado, já que a mesma implica que seja feito um financiamento em seu nome. Ainda assim, deve considerar esta solução como uma oportunidade única de dar o próximo passo na sua carreira profissional, caso não tenha fundos para tal, ou não queira recorrer às suas poupanças pessoais.

Afinal, este é um investimento que irá pagar-se a si próprio, já que ao aumentar a sua formação, estará também a aumentar as probabilidades de avançar mais facilmente na sua carreira profissional, garantindo por sua vez rendimentos mais avultados.

Por: “Redação”

 

Simulacro na Serra da Estrela de acidente de autocarro para testar plano municipal de emergência

Vai ser testado o plano de emergência , num cenário fictício de acidente na única via rodoviária, na vertente oeste, de acesso ao planalto superior da serra da Estrela, envolvendo um veículo de transporte coletivo (autocarro), testa resposta a um acidente grave de viação com 30 vítimas.

O exercício é desenvolvido na modalidade LIVEX (Live Exercise), no próximo dia 30 de março (quarta-feira), nas proximidades da Lagoa Comprida e integra incidentes de diferentes naturezas e complexidades, tendo como objetivo testar o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil (PMEPC) de Seia.

A simulação à escala real irá ter início às 13h30 (com duração esperada de 6 horas) e é organizada pelo Município de Seia, por intermédio do seu Serviço Municipal de Proteção Civil, em colaboração com a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

Além da organização, estão envolvidos no incidente outras entidades cooperantes do território, como os Corpos de Bombeiros de Loriga, São Romão e Seia, Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), Guarda Nacional Republicana (GNR), incluindo a Unidade Especial de Proteção e Socorro, EDP – Produção, Infraestruturas de Portugal (IP) e Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

O exercício também possibilitará o treino operacional, em ambiente de montanha, dos meios da GNR, INEM e Corpos de Bombeiros, dando ênfase aos procedimentos de comando e controlo, sincronização de tarefas operacionais, articulação e coordenação institucional.

Ações de resgate e desencarceramento, busca e salvamento (com equipas de mergulhadores, cinotécnicas e de operação de drones), ações de natureza policial (controlo de trânsito e acessos, preservação de provas, processamento e encaminhamento de vítimas mortais), de emergência médica pré-hospitalar (triagem com presença de equipas médicas de emergência e montagem de posto médico avançado), ações de comando e apoio logístico, psicológico, entre outros, serão algumas das situações previstas.

O exercício contará, ainda, com uma equipa de observadores, que inclui representantes do Turismo do Centro, ICNF, da EDP Produção, da IP, dos Órgãos de Comunicação Social e do Município de Seia, e uma equipa de avaliação do exercício, dado que este constitui um teste ao Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil de Seia.

Tendo em consideração a natureza do exercício, o acesso à zona de sinistro será permitida apenas às entidades envolvidas, sendo desaconselhado a deslocação de público ao local.

foto:Mun.Seia

8.º Fórum Vê Portugal  vai ser em Tomar

A cidade de Tomar vai receber, de 6 a 9 de junho, a 8.ª edição do Fórum de Turismo Interno “Vê Portugal”, uma iniciativa emblemática do Turismo Centro de Portugal, que todos os anos junta especialistas nacionais e internacionais para uma discussão alargada sobre os desafios colocados ao turismo interno.

Tomar sucede a Viseu, Aveiro, Coimbra, Leiria, Guarda, Castelo Branco e Caldas da Rainha, as cidades do Centro de Portugal que acolheram as edições anteriores. Este ano, o tema central do evento é “A Era Pós-Covid-19 e o Turismo: Olhos Postos no Futuro!”.

A apresentação do evento aconteceu hoje, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Tomar, com a participação de Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal, de Anabela Freitas, presidente da Câmara Municipal tomarense, de João Freitas Coroado, presidente do Instituto Politécnico de Tomar, e de Adriana Rodrigues, chefe do Núcleo de Comunicação, Imagem e Relações Públicas do Turismo Centro de Portugal. Ler Mais »

Cine Eco (Seia) presente no Fórum Mundial da Água

O Fórum Mundial da Água, em Dakar (Senegal), conta com a presença do CineEco , que no primeiro dia contou com uma apresentação dos já 27 anos do festival dedicado ao cinema ambiental.
A participação do CineEco também integra a exibição de várias curtas-metragens sobre a temática da água, das últimas 4 edições do festival organizado pelo Município de Seia. Mário Branquinho vai fazendo a honras senenses.
Fonte:CMS

Realização de Exercício Militar na Serra da Estrela até 17 de março

O Município de Gouveia informa que, no âmbito do Curso de Operações Especiais do Quadro Permanente 2022, o Centro de Tropas de Operações Especiais irá realizar um conjunto de exercícios militares na região da Serra da Estrela, entre os dias 14 e 17 de março, de acordo com o seu Programa de Formação.
Os exercícios, a decorrer com o apoio e coordenação do Subagrupamento de Montanha da GNR, envolvem a execução de técnicas de montanhismo, treino de operações em climas frios e deslocamentos apeados e com viaturas.
Em todas as ações do exercício serão executadas rigorosas medidas de segurança no sentido da salvaguarda de pessoas e bens.