Templates by BIGtheme NET
Início » Seia (Pagina 60)

Seia

AF Guarda termina em 20º e AF Viseu em 7º lugar no Torneio Lopes da Silva

logos-Lopes da SilvaCaiu o pano sobre a edição de 2016 do Torneio Interassociações sub-14 Lopes da Silva, que decorreu entre 24 e 30 de junho, na Região Autónoma da Madeira.

Esta quinta-feira, no Centro Desportivo da Madeira, na Ribeira Brava, as seleções das Associações de Futebol de Lisboa e de Aveiro disputaram a final da competição, com o triunfo a sorrir à AF Lisboa, por 3-0.

Henrique Pereira (que bisou ainda durante a primeira parte) e Rodrigo Costa, que marcou nos segundos 25 minutos do encontro, apontaram os tentos do triunfo da formação comandada por Rui Santos.

Desta forma, a AF Lisboa concluiu a competição no primeiro lugar, seguida pela AF Aveiro, com Braga a ocupar o terceiro lugar do pódio.

Confira em baixo a classificação final do Torneio Lopes da Silva, bem como todos os resultados:

 Seleção  J   V   E   D   GM   GS   PTS
 1. AF Lisboa  5  5  0  0  17  0  15
 2. AF Aveiro  5  4  1  0  8  2  13
 3. AF Braga  5  3  2  0  16  1  11
 4. AF Madeira  5  3  2  0  8  2  11
 5. AF Setúbal  5  3  1  1  10  4  10
 6. AF Coimbra  5  3  1  1  5  1  10
 7. AF Viseu  5  3  1  1  6  3  10
 8. AF Porto  5  2  3  0  6  1  9
 9. AF Ponta Delgada  5  2  2  1  4  3  8
 10. AF Santarém  5  2  1  2  5  4  7
 11. AF Algarve  5  2  1  2  4  3  7
 12. AF Viana do Castelo  5  2  1  2  2  4  7
 13. AF Portalegre  5  2  0  3  4  4  6
 14. AF Castelo Branco  5  1  2  2  1  3  5
 15. AF Leiria  5  1  1  3  2  5  4
 16. AF Angra do Heroísmo  5  1  1  3  5  10  4
 17. AF Vila Real  5  1  1  3  4  9  4
 18. AF Évora  5  1  0  4  3  8  3
 19. AF Beja  5  1  0  4  3  9  3
 20. AF Guarda  5  0  2  3  1  6  2
 21. AF Bragança  5  0  2  3  2  12  2
 22. AF Horta  5  0  1  4  1  22  0

Final

 

30.09.2016 (quinta-feira)
Lisboa 3-0 Aveiro

Por:FPF

AF Guarda já está na Madeira para Torneio Lopes da Silva

logos-Lopes da SilvaContagem decrescente para a edição de 2016 do Torneio Interassociações sub-14 Lopes da Silva, que vai ter lugar na Região Autónoma da Madeira.

Recorde-se que esta é a maior competição de formação organizada anualmente pela Federação Portuguesa de Futebol, juntando cerca de 400 atletas em representação das 22 seleções das Associações de Futebol regionais e distritais do nosso País. Pelo Torneio Lopes da Silva já passaram algumas das maiores referências do futebol nacional, tais como Luís Figo, João Vieira Pinto, Rui Costa, Pedro Pauleta, Ricardo Quaresma ou Rui Patrício, apenas para enumerar alguns.

Sublinhe-se que a seleção vencedora desta competição representará Portugal e a FPF no Torneio da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), a ter lugar na ilha do Sal, em Cabo Verde.

Confira de seguida o plano completo de jogos do Torneio Interassociações Lopes da Silva.

24.06.2016 (sexta-feira)
Jogo 1 – 9h30: Lisboa vs Bragança (Camacha B)
Jogo 2 – 9h30: Aveiro vs Beja (Camacha A)
Jogo 3 – 9h30: Viana Castelo vs Portalegre (Ribeira Brava natural)
Jogo 4 – 9h30: Horta vs Angra Heroísmo (Ribeira Brava sintético)
Jogo 5 – 11h00: Ponta Delgada vs Guarda (Ribeira Brava sintético)
Jogo 6 – 11h00: Porto vs Braga (Camacha A)
Jogo 7 – 11h00: Leiria vs Coimbra (Camacha B)
Jogo 8 – 11h00: Évora vs Setúbal (Ribeira Brava natural)
Jogo 9 – 17h00: Algarve vs Castelo Branco (Andorinha)
Jogo 10 – 17h00: Santarém vs Viseu (Câmara Lobos)
Jogo 11 – 17h00: Madeira vs Vila Real (Santa Cruz)

Por:FPF

Municípios vão receber parte do IVA cobrado na sua região

edAs câmaras municipais vão passar a ter uma nova fonte de receitas. O Governo vai reformular a Lei das Finanças Locais para permitir que as autarquias passem a receber uma parte do IVA cobrado nos seus territórios, anunciou esta tarde o ministro Eduardo Cabrita.

As câmaras municipais vão passar a receber uma parte do Imposto de Valor Acrescentado que for cobrado nos respectivos territórios. O anúncio foi feito esta terça-feira no Parlamento pelo ministro adjunto, Eduardo Cabrita, que remete essa nova fonte de receitas para a alteração da Lei das Finanças Locais que vai ser levada a cabo pelo Governo. As câmaras municipais passarão a ter uma “participação directa no IVA gerado em cada concelho”, antecipa Eduardo Cabrita.

Esta possibilidade já estava prevista no Programa do Governo. O documento já previa uma “alteração das regras de financiamento local, de modo a que o financiamento das autarquias não só acompanhe o reforço das suas competências, mas permita convergir para a média europeia de participação na receita pública”. Uma das medidas que estava prevista era, precisamente, uma participação de “base territorial” no IVA.

Esta terça-feira, em audição na Comissão de Ambiente e Poder Local, o ministro Eduardo Cabrita explicava que o processo de descentralização que o Governo tem em curso “exige uma nova Lei das Finanças Locais”, que aumente “o equilíbrio entre a perequação e a participação na formação de receitas próprias”. Actualmente, as câmaras recebem 19,5% do bolo total do IRS, IRC e IVA. Recebem, adicionalmente, 5% do IRS cobrado aos seus munícipes, bem como os restantes impostos municipais, como IMI ou IMT.

A ideia é que, a partir da revisão da Lei das Finanças Locais, comecem a receber uma parte do IVA gerado no seu território.
Já em 2013, António Costa, ainda na qualidade de presidente da câmara de Lisboa, defendeu que as câmaras recebessem 2% de todo o IVA. Esta proposta é um pouco diferente: cada município participará directamente no imposto que for gerado no seu território, numa percentagem que não foi divulgada, mas que beneficiará as maiores câmaras.

Nova Lei das Finanças Locais deve chegar em 2017

 E como é que os autarcas recebem esta novidade? À partida, com entusiasmo. “Como princípio acho muito interessante”, diz ao Negócios o vice-presidente da Associação Nacional de Municípios (ANMP), José Ribau Esteves. Porém, “é necessário verificar o quadro global em que a proposta se insere”, alerta o também presidente da câmara de Aveiro.

Eduardo Cabrita nada disse sobre o calendário em que será feita a revisão da Lei das Finanças Locais, que foi alterada pela última vez –a quinta – em 2013. Porém, segundo explica Ribau Esteves ao Negócios, isso deverá acontecer em 2017. “O Governo assumiu o final deste ano para apresentar uma proposta e para a negociar com a ANMP”, conta. O processo legislativo será para desenvolver “no primeiro semestre de 2017”, para publicar a lei antes das autárquicas.

Fundo de Apoio Municipal “morre” sem ajudar quase ninguém

Também o Fundo de Apoio Municipal vai sofrer mudanças, que vão já estar previstas no Orçamento do Estado para o próximo ano, anunciou o ministro Eduardo Cabrita. As câmaras com graves dificuldades financeiras são obrigadas a recorrer a este mecanismo, que é financiado por todos os municípios, mesmo os que têm as contas em dia.

Eduardo Cabrita concorda que o “FAM é um modelo inadequado” e recorda que, até agora, não ajudou quase ninguém. “Até ao momento 18 municípios solicitaram acesso, apenas oito celebraram contrato e apenas um tem o seu contrato visado” pelo Tribunal de Contas. Lembrando que já foram feitos “ajustamentos pontuais”, o governante acrescentou que o Governo está “numa fase adiantada de trabalho” que “permitirá termos uma nova solução de financiamento que substitua o FAM”.

Acresce que, explica o ministro, o anterior Governo não colocou dinheiro no FAM. “Só este ano é que o Governo cumpriu a sua obrigação de dotar o FAM. No ano passado a não cumpriu a sua parte, fizemo-lo quer relativamente a 2015 e a 2016”. O FAM tem um valor de 650 milhões de euros, financiados em partes iguais pelo Estado (325 milhões) e pelas câmaras (outros 325 milhões)

Por:JNegócios

Fornos de Algodres capital do futebol jovem nos dias 25 e 26 de junho

Fornos de Algodres Youth Cup 2016

Youth Cup Fornos de Algodres vai ser palco da capital do futebol jovem no fim de semana, 25 e 26 de junho, com a participação de cerca de 30 equipas oriundas de diversos pontos do País e uma de Espanha.

Cada ano que passa, este é um evento que vai tendo mais notoriedade na região das beiras, com a participação de cerca de um milhar de atletas, mais o staff técnico e respetivos pais.

Como padrinhos desta prova, Bosingwa, Rui Miguel, Candeias e Luisinho, que vão marcar presença neste fim de semana para estar com os jogadores, os adeptos e vão ser as grandes atrações deste evento.

Um Torneio que se inicia na manhã de sábado e continua até ao final de tarde de domingo, com diversos escalões:Petizes sub 7, Traquinas sub 8 e sub 9, Benjamins sub 10 e sub 11 e Infantis sub 12 e sub 13.

Este torneio é organizado pelo Município de Fornos de Algodres em parceria com diversas instituições.

Já o Presidente do Município de Fornos de Algodres, referiu que este torneio é feito com pouco investimento, sente-se orgulhoso que pessoas da terra, que são todos reconhecidos a nível mundial.

Também para a economia local é um evento muito importante, pois com a vinda de tantas equipas, os pais e entre outros, os hotéis, restauradores vão estar preenchidos.

Noite de Futebol falado

13442157_1052315108209673_984558015824468878_nPara complementar o fim de semana, a noite de sábado, vai ser rica em desporto, pois com a realização de uma tertúlia sobre futebol sob o tema ” Des-complicando o Futebol”, com a participação dos jogadores Candeias (Metz) e Luisinho (Boavista) e dos treinadores Fernando Valente e António Alves.

Vai ter lugar no Centro Cultural Dr.António Menano, pelas 21h, com a organização da AD Fornos de Algodres em parceria com Município local.

Por:António Pacheco/Sofia Pacheco

Artigo de opinião–Papel da Família na Terapia da Fala

Papel da Família na Terapia da Fala

– A família deve ser incluídterapeutaa no processo terapêutico?

– Sabe como deve agir em casa?

Desde cedo que se dá a vinculação com a família e esta permanece toda a vida, permitindo desenvolver a nossa identidade. O vínculo pais-bebé é fundamental no processo de desenvolvimento. Com o crescimento, este é quebrado promovendo uma correta evolução linguística, psíquica e cognitiva.

A família pode ser entendida, neste processo, como a primeira rede social da criança e assim irá interferir de forma direta, no desenvolvimento global. Ao assumi-la como tal, estamos perante um sistema interdependente, onde tudo o que é feito por um elemento, pode interferir com as vivências e/ou experiências de vida dos restantes.

Apesar da família ser considerada um grupo fechado, também é classificada como um grupo permeável a mudanças. Assim, sempre que exista a necessidade de acompanhamento na Terapia da Fala, é necessária a adaptação a esta nova realidade, que consequentemente, contribuirá para o desenvolvimento e/ou maximização das capacidades da criança.

Como a criança passa muito tempo em casa, é muito importante que se estabeleça uma parceria entre os pais e o Terapeuta da Fala, para que os objetivos possam ser atingidos com mais facilidade. O papel dos pais não é de simples ajudantes pois são uma das partes integrantes do processo terapêutico.

Como vários estudos indicam que o envolvimento familiar acarreta um maior aproveitamento e desenvolvimento das competências da criança, ficam algumas estratégias que pode adotar. O essencial parte por encorajar a criança e orientá-la nas atividades, reforçando todas as suas conquistas.terpeuta1

Na sociedade atual, os pais cada vez têm menos tempo para ajudar os filhos nas suas tarefas. Contudo, não se esqueça, que é necessário o envolvimento da família juntamente com o terapeuta para que possa haver uma mudança de comportamento e a evolução esperada, o mais rapidamente possível.

Por:Ana Carolina Marques –Terapeuta da Fala na APSDCFA

 

 

6ª Edição do Torneio de Futebol 7 em Penalva do Castelo

9jun penO Sport Clube Penalva do Castelo, vai organizar no próximo Sábado, dia 11 de Junho de 2016, a 6ª Edição do Torneio de Futebol 7, este ano novamente no escalão de Sub-11 (Benjamins).

O evento desportivo vai contar com a participação de 8 equipas:
– Sport Clube Penalva do Castelo
– Sporting Clube de Coimbrões (Vila Nova de Gaia – distrito Porto)
– Anadia Futebol Clube (distrito Aveiro)
– Grupo Desportivo de Resende (distrito Viseu)
– Grupo Desportivo da Ereira (Montemor-o-Velho – distrito Coimbra)
– Associação Desportiva de São Romão ( distrito Guarda)
– Associação Desportiva de Taboeira (Aveiro)
– Associação Desportiva Nogueirense (Oliveira do Hospital – distrito Coimbra)

Este ano, o torneio será apadrinhado por Marco Pereira, ex-atleta de competição da equipa sénior nos anos 90 e 00 e que atualmente representa a nossa equipa de Veteranos sendo provavelmente o atleta que mais jogos efetuou pela nossa equipa sénior na história do clube e que durante muitos anos envergou a braçadeira de capitão.
Depois de no ano transacto, recorde-se, o respectivo torneio ter sido apadrinhado por José Júnior (Joe), também ele ex-atleta do clube.

O inicio do torneio será pelas 09h00, a realizar no Campo Relvado do Parque Desportivo de Santa Ana (Penalva do Castelo). As equipas serão divididas em dois grupos durante a primeira fase no qual na fase final (parte da tarde) se vai apurar os respectivos lugares classificativos. Haverá também, como é habitual, a entrega de lembranças às equipas participantes como diversos prémios individuais e coletivos.

Durante o mesmo torneio, haverá lugar também, como tem sido habitual, a várias homenagens e distinções a antigos atletas que representaram o Sport Clube Penalva do Castelo.

Por:SCPC

Artigo de opinião–O Médico de Família

13413866_1332992466717250_1914577152_n Os Médicos de Família são médicos especialistas treinados nos princípios da sua especialidade, a Medicina Geral e Familiar:

  • Cuidam da pessoa como um todo e não só da doença isoladamente, tendo em conta o seu contexto biológico, psicológico, social e cultural; respeitando sempre a sua autonomia.
  • São responsáveis pela prestação de cuidados continuados e abrangentes a todos os indivíduos, independentemente da sua idade, sexo ou afeção.
  • São responsáveis pela saúde da comunidade.
  • São capazes de gerir simultaneamente múltiplas queixas e patologias, assim como os problemas de saúde crónicos e agudos de cada pessoa.
  • Diagnosticam doenças em estádios precoces e indiferenciados e têm por vezes que tomar decisões baseadas na incidência e prevalência das diversas doenças na comunidade.
  • Atuam ao nível da promoção da saúde e do bem-estar, da prevenção da doença, para além da prestação de cuidados, cura, reabilitação e paliação.
  • Constituem o primeiro contacto, de acesso fácil e aberto ao sistema nacional de saúde, independentemente do problema de saúde.
  • Tem funções de coordenação de cuidados com os outros profissionais de saúde, sendo o “gestor” da saúde dos seus utentes.

Por: Luciana Paulo

 

Tem picos de tensão e quantas mais vezes a mede maior está o valor?

Pois é, quantos dHTAe nós quando nos sentimos tontos ou com uma sensação esquisita que não conseguimos explicar, medimos a tensão arterial para ver se não será “tensão alta”? É verdade, muitos. É também verdade que na grande maioria das vezes, ela está mesmo mais elevada que o normal. Ficamos preocupados e voltamos a medi-la passado uns momentos e … a tensão aumentou ainda mais!

Esse fenómeno tem uma explicação relativamente simples e, para tal, devemos remontar a tempos bem longínquos, quando os nossos antepassados viviam na numa selva um pouco diferente da nossa. Quando estes eram confrontados com uma ameaça (um leão, por exemplo), o corpo reagia de maneira a fugir, ou seja, os músculos contraíam-se, o coração começava a bater mais depressa e a pressão arterial disparava. Tudo devido à ativação de uma parte do nosso sistema nervoso apelidado de Simpático. Acontece que, a nossa realidade é bem diferente, quando nos assustamos, não fugimos. Por outras palavras, quando estamos mais ansiosos, o nosso sistema nervoso simpático prepara-nos para fugir mas nós não lhe obedecemos. Ficam-nos as suas consequências, nomeadamente, o nosso coração fica a bater mais depressa e a nossa tensão aumenta. Ao verificarmos que a tensão está alta, ficamos naturalmente mais preocupados, levando a uma maior ativação do tal simpático e a um novo aumento da tensão.

PS: Os aumentos de tensão arterial provocados pela ansiedade são facilmente controláveis e na sua grande maioria inofensivos mas por vezes podem levar a problemas sérios, por isso não facilite e fale disso ao seu médico.

Imagem: www.theguardian.com

Por:Pedro Oliveira–afetivamente.blogspot.pt

Guarda e Viseu acolhem finais de etapa na 78.ª edição da Volta a Portugal

Apresentação da 78ª Volta Portugal - Photo João FonsecaA 78.ª edição da  Volta a Portugal foi hoje apresentada na Câmara Municipal de Lisboa, vai disputar-se entre 27 de julho e 7 de agosto.

A volta chega à Serra da Estrela com os  corredores que vão trepar à Torre, desde a Covilhã, logo nos quilómetros iniciais, regressando ao ponto mais alto de Portugal Continental, ascendendo desde Seia, quando faltarem 69,4 quilómetros para a meta. Daí até final, há ainda três contagens de montanha de terceira categoria, uma delas coincidente com a meta a ter lugar na cidade mais alta, a Guarda
Depois da serra, chega uma etapa mais calma, entre Figueira de Castelo Rodrigo e Castelo Branco, na qual o protagonismo deverá ser resgatado por sprinters ou por fugitivos.

Desta forma, vai ser mais uma Volta a Portugal em ciclismo que agora vai ter decerto mais publico nas estradas com participação so Sporting e do Porto que este ano regressaram.

Aqui ficam as etapas desta prova:

27 de Julho – Prólogo: Oliveira de Azeméis – O. Azeméis, 3,6 km (C/R Individual)
28 de Julho – 1.ª Etapa: Ovar – Braga, 167,4 km
29 de Julho – 2.ª Etapa: Viana do Castelo – Fafe, 160 km
30 de Julho – 3.ª Etapa: Montalegre – Macedo de Cavaleiros, 158,9 km
31 de Julho – 4.ª Etapa: Bragança – Sr.ª da Graça, 191,9 km
1 de Agosto – 5.ª Etapa: Lamego – Viseu, 153,2 km
2 de Agosto – Descanso
3 de Agosto – 6.ª Etapa: Belmonte – Guarda, 173,7 km
4 de Agosto – 7.ª Etapa: Figueira de Castelo Rodrigo – Castelo Branco, 182 km
5 de Agosto – 8.ª Etapa: Nazaré – Arruda dos Vinhos, 208,5 km
6 de Agosto – 9.ª Etapa: Alcácer do Sal – Setúbal, 187,5 km
7 de Agosto – 10.ª Etapa: Vila Franca de Xira – Lisboa, 32 km (C/R Individual)

Por:AP/FPC

Casal de Cinza e S.Romão recebem faixas de campeões

IMG_5994Num ambiente de grande festa, este domingo, foi o premiar o esforço de equipas que esta temporada venceram os seus respetivos campeonatos e assim sendo, o Casal de Cinza, que alcançou o triplete no distrital de futsal, ao vencer o campeonato, taça e supertaça.

Já o S.Romão também foi o campeão da 2ªdivisão distrital da AFGuarda nesta temporada regressando à 1ªdistrital.

Assim ambas as equipas receberam as faixas ds.romaoe campeões, com pompa e circunstância, marcaram presença em ambos locais os autarcas, da Guarda, Dr.Álvaro Amaro e de Seia, Dr. Carlos Filipe.

Dois locais diferentes, mas a festa, a alegria e a grande animação era comum às duas coletividades, pois são equipas com muita história no futebol distrital da AFGuarda.

Por:António Pacheco

foto:MS