Templates by BIGtheme NET
Início » Distrito da Guarda » Federação distrital socialista reage em comunicado sobre reabertura do troço Covilhã-Guarda da linha da Beira Baixa

Federação distrital socialista reage em comunicado sobre reabertura do troço Covilhã-Guarda da linha da Beira Baixa

Em comunicado , a  Federação da Guarda do Partido Socialista , liderada por Alexandre Lote, vem pelo presente relevar a importância do dia 4 de maio de 2021, para toda a região em geral, mas em especial para o distrito da Guarda.
No dia 4 de maio, com a cerimónia de reabertura do troço Covilhã-Guarda da linha da Beira Baixa – Investimento de 80 milhões de euros, o governo do Partido Socialista cumpriu com o comprometido, devolvendo esta linha às populações e ao desenvolvimento da região. A reabertura deste troço de 46 quilómetros – esteve encerrado durante 12 longos anos – vem permitir reduzir em 40% do tempo de trajeto em comparação com o tempo à data do encerramento, aumentar a competitividade do transporte ferroviário de mercadorias, melhorar as ligações internacionais e reduzir 400 mil toneladas de emissões de CO2.
Concretizada esta importante infraestrutura, torna-se decisivo que seja criada uma oferta comercial adequada às necessidades das populações, cabendo ao governo, CP e municípios desenvolver todos os esforços necessários para que a utilização regular da ferrovia seja cada vez mais uma realidade no dia a dia dos nossos cidadãos.
Durante esta cerimónia, o Ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, salientou outra justa e antiga reivindicação do nosso distrito, nomeadamente a reabertura da Linha do Douro entre Pocinho e Barca D’Alva, assumindo o compromisso de fazer constar esta ligação no Plano Ferroviário Nacional, lembrando que “Portugal não se pode dar ao luxo de ter uma infraestrutura destas desativada”.
Também no dia 4 de maio, no âmbito da conferência organizada pelo Instituto Politécnico da Guarda, Portos Secos & Terminais Rodo Ferroviários, o Secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado, deu conhecimento de que o Porto Seco na Guarda é um projeto irreversível, dando assim novamente o Partido Socialista, resposta a uma das principais necessidades identificadas pelos operados económicos da região.
Ainda durante a sua intervenção, o Secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado, descansou os mais desatentos, referindo que a ligação do IC6 entre Oliveira do Hospital e Folhadosa vai mesmo avançar recorrendo a fundos nacionais, conforme consta da Resolução do Conselho de Ministros n.º 46-A/202 (https://dre.pt/application/conteudo/162666782)
Fica, portanto, claro, mesmo para aqueles que ainda possam ter algumas dúvidas, que este governo do Partido Socialista está fortemente empenhado em promover a Coesão Territorial, fazendo assim justiça para com as nossas populações.

Publicidade...