Templates by BIGtheme NET
Início » centro » Portugal campeão da finalíssima de futsal

Portugal campeão da finalíssima de futsal

Nelense André Coelho soma mais um título

Portugal conquistou este domingo, em Buenos Aires, a primeira finalíssima de futsal, após vitória frente à Espanha no desempate através do desempate por pontapés de penálti após um empate (1-1) no tempo regulamentar e no prolongamento.

Bola parada fez a diferença
O início da partida foi de estudo para as duas equipas. André Coelgo, aos 4′, ameaçou a baliza espanhola, já depois de Raúl Gómez ter forçado uma defesa de André Sousa. Aos 6′, André Coelho voltou a estar perto do golo com um remate de fora, com Herrero a defender. Pouco depois, André Sousa também esteve em destaque ao negar um remate perigoso. Logo de seguida, Raúl Campos voltou a testar os reflexos do guardião português.

Aos 16′, Zicky esteve muitíssimo perto do golo. Bruno Coelho lança longo para o pivô que, de cabeça, quase batia Herrero. Pouco depois, Lozano também ficou perto do primeiro. Praticamente em cima do intervalo, Mellado conclui com sucesso uma bola parada de Espanha.

Portugal e Espanha tiveram um primeiro tempo repartido, muito equilibrado e com situações perigosas para cada um dos lados. Os espanhóis acabaram por colocar-se em vantagem numa jogada de bola parada.

Portugal dominador
Aos 27′, Zicky esteve perto do empate, num remate forte de pé esquerdo que saiu ao lado, depois de uma rotação sobre um defensor espanhol. No minuto seguinte, Espanha tem um erro na construção e Afonso aproveita bem e faz o 1-1. À passagem dos 29′, Portugal fica em vantagem num contra-ataque, João Matos conduz e serve Neves, que não consegue bater Didac. Pany, aos 33′, tem um remate perigoso, num remate de primeira. Logo a seguir, Zicky esteve muito perto do 2-1.

Aos 36′, Antonio Pérez conseguiu ganhar as costas e quase bateu André Sousa. Portugal foi muito superior no segundo tempo, mandando no jogo e criando muitas ocasiões para marcar.

Logo no primeiro minuto do prolongamento, Pany quase fez o 2-1, ao atirar à malha lateral.

Apesar de Portugal ter tido sempre a partida aparentemente controlada e dominada, o duelo ibérico chegou ao final do prolongamento ainda com uma igualdade no marcador.

No desempate por penáltis, a Equipa das Quinas mostrou-se mais eficaz e não falhou nenhuma tentativa, ao invés da Espanha, que viu Edu brilhar e negar-lhe dois golos neste momento decisivo.

O primeiro troféu interncontinental vem para Portugal!

Ainda neste domingo, o Paraguai derrotou a Argentina, por 3-2, e ficou com o 3.º lugar.

Fonte:FPF

Publicidade...