Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: CIM Viseu Dão Lafões

Tag Archives: CIM Viseu Dão Lafões

Aguiar da Beira, Sátão, Penalva do Castelo, Mangualde e Nelas vão ter oficinas de cocriação

Vai ser promovido pela Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões e  Associação de Desenvolvimento do Dão (ADD), no âmbito do projeto CRAFT – Turismo Criativo Viseu Dão Lafões, entre os dias 08 e 15 de junho, vão promover oficinas de cocriação, dedicadas a participantes com competências criativas e de design.

Estes workshops, abertos ao público em geral, pretendem reinterpretar matérias primas tradicionais e desenvolver novas abordagens estéticas e modos de aplicação das mesmas. Aqui, os participantes, acompanhados por mestres artesãos locais, são desafiados a entrar em contacto e experimentar várias técnicas artesanais.

As oficinas de cocriação estão calendarizadas da seguinte forma: “Ferro e Vidro” | dia 08 | Antigo Balneário dos Ingleses, Canas de Senhorim | Nelas; “Cestaria” | dia 09 | Penalva do Castelo; “Têxtil” | dia 14 | Biblioteca Municipal | Aguiar da Beira; “Cerâmica” | dia 15 | Ateliê Sérgio Amaral | Mangualde.

De acordo com o Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões, Nuno Martinho, “A CIM está empenhada em promover o património associado às artes e ofícios tradicionais, enquanto fator de diferenciação e competitividade turística. Com o projeto CRAFT pretendemos estruturar, no nosso território, uma experiência turística de âmbito cultural ímpar, capaz de afirmar Viseu Dão Lafões enquanto destino de excelência”.

“Com esta iniciativa a CIM e os seus parceiros pretendem começar a envolver a comunidade local e abrir portas a outros interessados neste projeto, muito focado na capacitação dos agentes ligados ao artesanato”, concluiu o Secretário Executivo.  

Segundo o Coordenador da ADD, Emanuel Ribeiro, “Esperamos atrair novos públicos através da oferta estruturada de experiências criativas e inovadoras de turismo cultural”.

Recorde-se que o Craft Turismo Criativo, assume-se como um projeto de valorização, qualificação e promoção turística baseado nos recursos e ativos patrimoniais, culturais e imateriais associados ao artesanato, do saber-fazer à criatividade, que conta com a participação ativa das comunidades de Aguiar da Beira, Sátão, Penalva do Castelo, Mangualde e Nelas.

As Oficinas de Cocriação são gratuitas e decorrem entre as 15h00 e as 19h00, as inscrições podem ser efetuas em: https://tinyurl.com/9s7euyd

Centro de Portugal foi visitado por milhares de turistas no fim de semana da Páscoa

CIM Viseu Dão Lafões-Sistema integrado de videovigilância representa investimento de 3,7 milhões de euros

No âmbito da implementação do Sistema Integrado de Videovigilância para a Prevenção de Incêndios Florestais na Região de Viseu Dão Lafões e Coimbra, já se encontram em operação os primeiros 5 Centros de Monotorização Remota (CMR), que, agora, se juntam aos 2 Centros de Gestão e Controlo e às 12 Torres de Acompanhamento Remoto (TAR) em funcionamento no território.
 Estes CMR, localizados no Município Aguiar da Beira, Município de Sátão, Município de Penalva do Castelo, Município de Viseu e no Município de Nelas, fazem parte de um total de 14 a serem instalados nos municípios que integram a CIM.
 Este sistema integrado de videovigilância, que representa um investimento global de mais de 3,7 milhões de euros, prevê a instalação de trinta e sete (TAR), dezassete das quais em Viseu Dão Lafões, proporcionando uma cobertura de 85% do território afeto à CIM.

10ª Edição das CONFERÊNCIAS TEEN concluídas

Nesta 10ª edição das Conferências TEEN, que decorreram entre os dias 17 e 25 de março, realizaram-se 15 palestras, muito intensas e animadas, tendo alcançado mais de 1000 alunos que, entre outros empreendedores locais, ficaram a conhecer, em primeira mão, a história e experiências vividas pela Andreia Castro, médica, viajante ávida, backpacker e amante de roadtrips com 73 países visitados.

O objetivo destas conferências passa por proporcionar aos alunos do Ensino Secundário e Profissional de Viseu Dão Lafões a oportunidade de conhecerem jovens empreendedores e as suas histórias de vida, que impulsionaram ao empreendedorismo e criatividades, servindo também como mote para o arranque dos Concursos de Ideias Municipais onde os alunos apresentam os seus projetos, desenvolvendo, ao mesmo tempo, competências de comunicação e definição de modelos de negócio.

Segundo o Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões, Nuno Martinho, “Com estas conferências, procuramos motivar os alunos para a temática do empreendedorismo, alargando horizontes e derrubando barreiras para as gerações mais novas, tentando inspirar toda a comunidade escolar “.

 

Viseu acolhe colóquio “Educação para a Cidadania na Década 20/30: Caminhos e Desafios”

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões promove colóquio “Educação para a Cidadania na Década 20/30: Caminhos e Desafios” .

Este evento, dedicado a professores, surge no âmbito da 10.ª edição do projeto educativo Wanted – Escolas Empreendedoras Viseu Dão Lafões e terá lugar, nos próximos dias 26 de março e 02 de abril, no Auditório da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Viseu (IPV).

A Educação, centrada sobretudo na Escola, continua a lidar com grandes desafios e, embora os tenha ampliado, o Séc. XXI procura, cada vez mais, dar respostas eficazes e sustentáveis. Neste contexto, com esta iniciativa, a CIM Viseu Dão Lafões pretende promover vários momentos de partilha e pensamento crítico sobre a importância das escolas enquanto laboratórios de inovação, criatividade e espírito empreendedor.

O objetivo deste evento, desenvolvido em torno de 6 painéis e 7 workshops, é melhorar as condições para que as escolas se tornem espaços de transformação de alunos e professores na promoção de um mundo mais inovador, flexível, harmonioso e ousado.

Assim, no dia 26 de março, terão lugar os painéis “Educação para a Cidadania em Sala de aula: Desafio de hoje e compromissos com o futuro”; “Educar para a saúde: o impacto do confina(mente) e agora?”; “Como a inovação Social pode apoiar a Cidadania nas Escolas”; “Empreendedores: Mais do que o sucesso, o sentimento de retribuir à comunidade”.

Já, no dia 02 de abril terão lugar os painéis “Como fomentar a participação cívica nos mais jovens”; “Programas e iniciativas educativas reconhecidas do país, agora alinhados com os ODS’s”, bem como os Workshops de “Desenvolvimento de dinâmicas e atividades pedagógicas”.

De acordo com o Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões, Nuno Martinho, “Com este colóquio a CIM pretende dinamizar um debate profundo sobre a educação enquanto ferramenta estratégica para a promoção de uma nova cidadania. Uma cidadania cada vez mais inovadora e muito atenta a questões de âmbito social, capaz de fomentar a uma participação cívica e inclusiva relativamente aos grandes temas da atualidade, sejam eles o desenvolvimento sustentável, o empreendedorismo social, a educação ambiental ou a igualdade de género e os direitos humanos, entre outros temas”.

Na sua 10ª edição, o projeto Wanted – Escolas Empreendedoras mantém-se fiel ao seu objetivo de construir as escolas do futuro, potenciando o desenvolvimento competências pessoais e sociais inerentes a um perfil empreendedor, entre os alunos e os docentes de Viseu Dão Lafões.

Dia Internacional das Florestas assinalado em Tondela

Numa iniciativa conjunta da CIM Viseu Dão Lafões e da Câmara Municipal de Tondela, as crianças do ensino Pré-escolar de Campo de Besteiros, Castelões e Alvarim e do 1º Ciclo da escola de Outeiro de Baixo, assinalaram o Dia Internacional das Florestas com ações de reflorestação.

Esta iniciativa, que teve lugar em parcelas localizadas nas freguesias de Castelões e Dardavaz (concelho de Tondela), consistiu na plantação de espécies autóctones como carvalho alvarinho (Quercus robur) e pinheiro manso (Pinus pinea), cedidas pela Tree Nation no âmbito do Projeto ProNatura, da Associação Nacional de Empresas Florestais, Agrícolas e do Ambiente (ANEFA).

A reflorestação, que teve como objetivo a sensibilização da comunidade escolar para a importância da Floresta autóctone enquanto elemento indispensável para a biodiversidade e caracterização da região,
contou com a participação dos Bombeiros Voluntários (BV) de Vale de Besteiros e BV de Tondela, da Equipa de Sapadores Florestais da CIM Viseu Dão Lafões e da Associação de Freguesias da Serra do Caramulo.
De acordo com o Secretário Executivo, Nuno Martinho, “Esta ação está em linha com diversas iniciativas que a CIM tem desenvolvido, por todo o território, no âmbito da defesa da floresta e proteção do meio ambiente. Quisemos assinalar este dia junto da comunidade escolar, porque, além da grande sensibilidade que os jovens demonstram para as questões ambientais, acreditamos que eles serão os agentes e os principais beneficiários da mudança, em termos de políticas públicas de gestão ambiental, que a CIM está a trabalhar ativamente para induzir no território”.

Recorde-se que as florestas são essenciais à saúde do planeta e ao bem-estar humano, sendo que, estas cobrem perto de um terço da superfície terrestre do planeta e fornecem bens como madeira, combustível, alimentos e forragem, além de ajudarem a combater os efeitos das alterações climáticas, a proteger a biodiversidade, os solos, os rios e reservas hídricas, sendo também áreas onde as pessoas podem sentir-se próximas da natureza.

CIM Viseu Dão Lafões assinala Dia Internacional das Florestas

Numa iniciativa conjunta da CIM Viseu Dão Lafões e da Câmara Municipal de Tondela, as crianças do ensino Pré-escolar de Campo de Besteiros, Castelões e Alvarim e do 1º Ciclo da escola de Outeiro de Baixo, assinalaram o Dia Internacional das Florestas com ações de reflorestação.

Esta iniciativa, que teve lugar em parcelas localizadas nas freguesias de Castelões e Dardavaz (concelho de Tondela), consistiu na plantação de espécies autóctones como carvalho alvarinho (Quercus robur) e pinheiro manso (Pinus pinea), cedidas pela Tree Nation no âmbito do Projeto ProNatura, da Associação Nacional de Empresas Florestais, Agrícolas e do Ambiente (ANEFA).  

A reflorestação, que teve como objetivo a sensibilização da comunidade escolar para a importância da Floresta autóctone enquanto elemento indispensável para a biodiversidade e caracterização da região,
contou com a participação dos Bombeiros Voluntários (BV) de Vale de Besteiros e BV de Tondela, da Equipa de Sapadores Florestais da CIM Viseu Dão Lafões e da Associação de Freguesias da Serra do Caramulo.
De acordo com o Secretário Executivo, Nuno Martinho, “Esta ação está em linha com diversas iniciativas que a CIM tem desenvolvido, por todo o território, no âmbito da defesa da floresta e proteção do meio ambiente. Quisemos assinalar este dia junto da comunidade escolar, porque, além da grande sensibilidade que os jovens demonstram para as questões ambientais, acreditamos que eles serão os agentes e os principais beneficiários da mudança, em termos de políticas públicas de gestão ambiental, que a CIM está a trabalhar ativamente para induzir no território”.

 

Recorde-se que as florestas são essenciais à saúde do planeta e ao bem-estar humano, sendo que, estas cobrem perto de um terço da superfície terrestre do planeta e fornecem bens como madeira, combustível, alimentos e forragem, além de ajudarem a combater os efeitos das alterações climáticas, a proteger a biodiversidade, os solos, os rios e reservas hídricas, sendo também áreas onde as pessoas podem sentir-se próximas da natureza.

Balanço “extremamente positivo” da Região de Viseu na BTL 22

Nuno Martinho, Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões, enaltece “o esforço e envolvimento” de todos os 14 municípios, equipas e parceiros que, pela primeira vez, permitiram uma presença conjunta da região no maior evento de promoção turística do país. “Toda a operação foi vista como um sucesso e um exemplo. Cumprimos o nosso objetivo principal: levar a região às pessoas e assim contribuir para a coesão e desenvolvimento económico do território. Parabéns a todos.”

Nuno Martinho, Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões, faz um balanço “extremamente positivo” daquela que foi a primeira presença conjunta da região na BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa. “Foi muito mais do que uma presença inédita, foi uma presença histórica, no sentido em que se revelou também um verdadeiro sucesso em termos de programação, adesão e promoção do território”, salienta.

Ao longo de cinco dias, num stand conjunto com mais de 200 m2 e de 50 horas de programação, os 14 municípios da região apresentaram 80 momentos e experiências de comunicação, versando aqueles que são os mais relevantes eixos de promoção definidos: Turismo de Natureza e Desporto, Gastronomia e Cultura.

“A presença na BTL foi um enorme sucesso. É um orgulho poder constatar que os grandes projetos da região Viseu Dão Lafões estão a cumprir o seu grande objetivo, que é chegar às pessoas e, assim, contribuir para o desenvolvimento e coesão do território”, continua Nuno Martinho, fazendo questão de realçar o contributo de cada município naquele que foi “um programa sempre dinâmico, apelativo e recheado de pontos de interesse, tornando histórica esta presença na BTL”.

“É um orgulho constatar que toda a operação foi vista como um sucesso e um exemplo. Cumprimos o nosso objetivo principal: levar a região às pessoas e assim contribuir para a coesão e desenvolvimento económico do território. É da mais elementar justiça referir que o sucesso da presença da CIM Viseu Dão Lafões na BTL é responsabilidade de cada um dos 14 municípios e de todas as equipas e parceiros envolvidos, no esforço e compromisso conjunto na promoção do território Viseu Dão Lafões. Mais uma vez, a região foi um exemplo de união e de maturidade, como aliás teve oportunidade de referir a Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa. Parabéns a todos”.

ESTRATÉGIA DE PROMOÇÃO CONTINUA

Nuno Martinho refere que a estratégia de promoção desenhada tem trazido excelentes resultados na ativação da região enquanto destino, fazendo com que Viseu Dão Lafões e todos os seus atributos ocupem cada vez mais uma posição de centralidade e destaque na oferta turística nacional. Um dos produtos de grande destaque é a Ecopista do Dão, uma âncora entre todos os recursos locais integrados e vocacionados para o Turismo de Desporto e Natureza. No final do verão, a Ecopista do Dão será finalmente ligada à Ecopista do Vouga, acrescentando assim 66 Km àquela que já era a maior ecopista nacional. “Paralelamente, continuaremos a desenvolver todos os esforços para que sejam implementados pela Administração Central os investimentos necessários, que complementem todo o trabalho desenvolvimento localmente. Essa foi uma nota que o presidente da CIM, Fernando Ruas, deixou clara em plena BTL”, concluiu Nuno Martinho.

CIM VISEU DÃO LAFÕES NA BTL

Entre os dias 16 e 20 de março, a CIM Viseu Dão Lafões desenvolveu uma presença pioneira na BTL. A região viajou até à capital para dar a conhecer os grandes atributos do território, naquela que foi a primeira presença una e integrada dos seus 14 municípios na BTL, através de um inédito stand próprio e todo um programa de atividades associado.

Esta participação inédita mostrou o best of de atributos da região de Viseu Dão Lafões: um destino com propostas à medida dos amantes do universo mais zen mas também dos amantes da aventura. Viseu Dão Lafões apresentou-se como a região do país onde, sem a confusão das grandes cidades, é possível viajar em busca da adrenalina e agitação, mas também encontrar o lugar perfeito para um retiro.

Turismo de natureza; gastronomia e vinhos; cultura e património e saúde e bem-estar foram os eixos de ativação e comunicação desta presença pioneira na BTL.

Fotos:CVDL

Walking & Cycling da CIM Viseu Dão Lafões vai ser uma realidade

Passo significativo para a conclusão desta estratégia será dado ainda em 2022, com a abertura da Ecopista do Vouga, a acontecer entre setembro e outubro, anunciou Nuno Martinho, Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões, que agradeceu a Delmino Pereira a colaboração da Federação Portuguesa de Ciclismo no projeto, nomeadamente, na certificação dos percursos de BTT e ciclismo.

A estratégia Walking & Cycling da CIM Viseu Dão Lafões, para valorização do Turismo de Desporto e Natureza na região, foi  apresentada na BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, somando uma rede total de 1600 Kms que o território tem para oferecer aos amantes do Desporto e da Natureza.

Entre percursos pedestres (400 Kms sinalizados), centros de BTT (mais 831 Kms homologados), percursos de Trail (100 Kms), quatro novas Subidas Épicas de estrada (S. Pedro do Sul; Castro Daire; e Vouzela) e a ligação da pioneira Ecopista do Dão à nova Ecopista do Vouga, a região de Viseu Dão Lafões apresenta uma rede sinalizada, certifica e homologada, com os diversos parceiros (incluindo a Federação Portuguesa de Ciclismo, representada na cerimónia desta sexta-feira pelo respetivo presidente, Delmino Pereira).

O passo significativo para a conclusão desta estratégia passa pela abertura da Ecopista do Vouga, um percurso de 66Km que será ligado à já existente Ecopista do Dão, e que o presidente da CIM Viseu Dão Lafões, Nuno Martinho, anunciou estar concluída “entre setembro e outubro, num projeto de investimento superior a 3,5 milhões de euros”.

“Quero agradecer a colaboração que o presidente Delmino Pereira e a Federação Portuguesa de Ciclismo têm tido com a nossa região”, afirmou Nuno Martinho, fazendo referência à homologação de todos os percursos de BTT e ciclismo, numa colaboração que, em breve, será firmada através de protocolo entre instituições. “A estratégia Walking & Cycling é crucial para a estruturação do produto turístico de Natureza e para gerar economia na região”, concluiu.

Delmino Pereira, por seu lado, destacou a qualidade da oferta. “Viseu é um lugar único. Através do programa Cyclin’ Portugal, temos o objetivo de classificar todo o território para a prática do ciclismo, permitindo assim o acesso a todos os praticantes. Existem cada vez mais turistas que pretendem descobrir o território de bicicleta. E só em 2021, em ano de Pandemia, o nosso número de praticantes cresceu 15%”.

DESPORTO, GASTRONOMIA E VINHOS.

Entre os vários momentos altos da CIM Viseu Dão Lafões no programa de sexta-feira na BTL, destaque ainda para a apresentação da Montemuro Vertical Run, pelo Município de Castro Daire, evidenciando uma prova que na edição de 2022 está inscrita na Taça do Mundo de Corrida de Montanha.

Realce, depois, para os momentos de promoção gastronómica, plenos de sabor e tradição, como o proporcionado pela Confraria Frango do Campo (Município de Oliveira de Frades); ou, ainda, para uma concorrida prova de vinhos da Quinta de Lemos, comentada pelo enólogo da casa, Hugo Chaves, e acompanhada pela influencer e empreendedora Inês Mendes da Silva, numa oportunidade única para conhecer a singularidade dos vinhos do Dão.

CIM VISEU DÃO LAFÕES NA BTL.

A CIM Viseu Dão Lafões  desenvolveu uma presença pioneira na BTL. A região viajou até à capital para dar a conhecer os grandes atributos da região de Viseu, naquela que é a primeira presença una e integrada dos seus 14 municípios na BTL, através de um inédito stand próprio e todo um programa de atividades associado.

Até 20 de março, na FIL – Feira Internacional de Lisboa, foi um só stand é palco de dezenas de momentos de animação musical, degustação de sabores regionais e provas de vinhos do Dão, apresentação de produtos autênticos, eventos e propostas culturais e de património. Tudo com um selo de excelência: Viseu Dão Lafões.

Esta participação inédita contempla o best of de atributos da região de Viseu Dão Lafões: um destino com propostas à medida dos amantes do universo mais zen mas também dos amantes da adrenalina e aventura. Viseu Dão Lafões irá apresentar-se como a região do país onde, sem a confusão das grandes cidades, é possível viajar em busca da adrenalina e agitação, mas também encontrar o lugar perfeito para um retiro.

Turismo de natureza; gastronomia e vinhos; cultura e património e saúde e bem-estar serão os eixos de ativação e comunicação desta presença pioneira na BTL, no pavilhão 2.

Gaspar e Maria regressam às escolas de Viseu Dão Lafões 

O Gaspar e Maria, mascotes do projeto Wanted | Escolas Empreendedoras da CIM Viseu Dão Lafões, estão de regresso às escolas da região.

Da agenda de visitas já arrancaram em Aguiar da Beira, constam, ainda, escolas dos municípios de Carregal do Sal (09 de março), Castro Daire (11 de março), Nelas (09 de março), Penalva do Castelo (10 de março), São Pedro do Sul (07 de março), Sátão (08 de março), Tondela (em data a definir) e Viseu (08 de março).

No âmbito desta iniciativa, os alunos serão presenteados com um “Kit” composto por diversos elementos lúdico-pedagógicos.

A “Aventura do Gaspar e da Maria” chegará a 426 alunos, oriundos de 27 turmas, de 18 escolas do 1º ciclo. Sendo que, o projeto Wanted – Escolas Empreendedoras envolve 180 professores, 240 turmas e mais de 3200 alunos, do pré-escolar ao ensino secundário/profissional, dos 14 municípios que constituem a CIM.

Na sua 10ª edição, o projeto Wanted – Escolas Empreendedoras mantém-se fiel ao seu objetivo de construir as escolas do futuro, potenciando o desenvolvimento competências pessoais e sociais inerentes a um perfil empreendedor, nos alunos de Viseu Dão Lafões.

De acordo com o Secretário Executivo, Nuno Martinho, “A visita do Gaspar e da Maria insere-se nas atividades planificadas para as turmas do 1º Ciclo do Ensino Básico que integram o projeto Wanted – Escolas Empreendedoras. Com esta iniciativa, que funciona em complemento a outras desenvolvidos pela CIM e em perfeita articulação com os agrupamentos de escola da região e com os centros de formação de professores, onde se destacam projetos como o do laboratório móvel das ciências, da literacia financeira ou ambiental, entre outros, que temos em curso nas nossas escolas, pretendemos, fundamentalmente, sensibilizar, formar e capacitar os nossos alunos para a temática da educação empreendedora, com uma tónica, também, na valorização dos nossos recursos territoriais e reforço do sentimento de pertença e de identidade”.

Foto:DR