Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: gnr guarda (Pagina 2)

Tag Archives: gnr guarda

GNR Guarda – Vale de Cambra – Casal detido por furto em interior de residência

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da Guarda, no dia 15 de fevereiro, deteve um homem e uma mulher de 36 e 18 anos, respetivamente, por furto em interior de residência, no concelho de Vale de Cambra.

No âmbito de uma investigação por furto em interior de residência no concelho de Manteigas, que decorria há cerca de dois meses, os militares da Guarda encetaram diligências policiais que permitiram identificar e localizar os suspeitos. Na sequência da ação foi dado cumprimento a um mandado de busca domiciliária que permitiu apreender diverso material furtado.

Os detidos foram constituídos arguidos, e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial da Guarda.

Esta ação contou com o reforço do Destacamento Territorial de Oliveira de Azeméis.

GNR Guarda – Celorico da Beira – Cinco detidos em operação de prevenção criminal

O Comando Territorial da Guarda, através do Destacamento Territorial do Destacamento Territorial da Guarda,  deteve cinco homens, com idades compreendidas entre os 24 e os 66 anos, no decorrer de uma operação especial de prevenção criminal, no concelho de Celorico da Beira.

Na sequência de uma operação especial de prevenção criminal, foi efetuada uma ação de fiscalização rodoviária com o objetivo de prevenir a ocorrência de diversos crimes. Esta operação contou com o empenhamento de 18 militares da Guarda, tendo sido detidos os cinco suspeitos, dois deles por posse de munições proibidas, um por condução sem habilitação legal, um por tráfico de estupefacientes e um por posse de arma proibida, tendo sido ainda elaborados 15 autos de contraordenação.

No decorrer da operação foi ainda apreendido diverso material, destacando-se:

  • 802 doses de haxixe;
  • 277 doses de cocaína;
  • 33 doses de liamba;
  • Sete armas de fogo;
  • 13 cartuchos carregados com zagalote;
  • 30 cartuchos carregados com chumbo;
  • Sete estojos de transporte de arma de caça;
  • Sete cadeados de gatilho;
  • Sete livretes de arma;
  • Um computador;
  • Um telemóvel;
  • Uma balança de precisão;
  • 555 euros em numerário;
  • Diverso material usado no acondicionamento do produto estupefaciente.

Os detidos foram constituídos arguidos, e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Celorico da Beira.

Através da realização destas operações, a Guarda Nacional Republicana pretende combater a criminalidade e fortalecer o sentimento de segurança da população, procurando ainda prevenir ilícitos criminais.

GNR Guarda-Sabugal – Pulseira eletrónica por violência doméstica

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE),  deteve um homem de 53 anos por violência doméstica, no concelho do Sabugal.

No âmbito de uma investigação por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o suspeito exercia violência física e psicológica contra a vítima, sua esposa de 49 anos. Perante a possibilidade de agravamento dos episódios de violência, foi dado cumprimento a um mandado de detenção.

O detido foi presente hoje, dia 20 de janeiro, ao Tribunal Judicial da Guarda, ficando sujeito à medida de coação de proibição de aproximação e de contatos com a vítima por qualquer meio, num raio de 350 metros, controlado através de pulseira eletrónica.

GNR Guarda-Figueira de Castelo Rodrigo – Prisão preventiva por violência doméstica

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE),  deteve um homem de 29 anos por violência doméstica, no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo.

No âmbito de uma investigação de violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o suspeito exercia violência física e psicológica sobre a vítima, seu pai de 62 anos. No decorrer das diligências policiais foi dado cumprimento a um mandado de detenção.

O suspeito, com antecedentes criminais por furto, foi presente ao Tribunal Judicial de Figueira de Castelo Rodrigo, ficando sujeito à medida de coação de prisão preventiva.

GNR Guarda – Aguiar da Beira-Detido em flagrante furto de combustível

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Gouveia,  deteve em flagrante um homem de 58 anos por furto de combustível, no concelho de Aguiar da Beira.

Na sequência de uma investigação de furto, que decorria há duas semanas, os militares da Guarda encetaram diligências policiais que permitiram localizar o suspeito a furtar combustível de um veículo pesado de mercadorias estacionado no parque de uma empresa de transportes.

No seguimento desta ação policial foi realizada uma busca no veículo do suspeito, bem como uma busca domiciliária, culminando com a apreensão de diverso material, destacando-se:

  • Uma caçadeira de calibre 12;
  • Um bastão extensível;
  • Uma pistola de alarme;
  • Um chicote fabricado artesanalmente;
  • 57 munições de calibre 12. ;
  • Quatro jerricãs de 20 litros contendo combustível.

O detido foi constituído arguido, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Trancoso.

Esta ação contou com o reforço do Posto Territorial de Aguiar da Beira.

GNR Guarda-Celorico da Beira – Pulseira eletrónica para dois detidos por violência doméstica

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE), nos dias 8 e 11 de novembro, deteve dois homens de 22 e 57 anos, por violência doméstica, em duas situações distintas, no concelho de Celorico da Beira.

Na primeira situação, no dia 8 de novembro, no âmbito de uma investigação por violência doméstica, foi possível apurar-se que o suspeito de 22 anos exercia violência física e psicológica sobre vítima, sua companheira de 15 anos. Na sequência das diligências de investigação, foi dado cumprimento a um mandado de detenção.

No segundo caso, no dia 11 de novembro, no âmbito de uma investigação por violência doméstica, foi possível apurar-se que o suspeito de 57 anos exercia violência física e psicológica sobre vítima, sua companheira de 53 anos, tendo também sido dado cumprimento a um mandado de detenção.

Os detidos foram presentes ao Tribunal Judicial de Celorico da Beira, ficando sujeitos às medidas de coação de apresentações semanais no posto policial da área de residência, proibição da aproximação e de contatos com as vítimas por qualquer meio, num raio 500 metros, controlados por pulseira eletrónica.

GNR Guarda- Sabugal – Detido por posse de armas e munições proibidas

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) da Guarda, hoje, dia 5 de novembro, deteve um homem de 43 anos por posse de armas e munições proibidas, no concelho do Sabugal.

No âmbito de uma denúncia efetuada para a Linha SOS Ambiente e Território da GNR, relativa a uma situação de alegados maus-tratos a animais de companhia, os elementos do NPA deslocaram-se para o local onde realizaram uma ação de fiscalização. No decorrer da ação não foi detetada nenhuma situação de maus-tratos, mas foi possível apurar-se que o suspeito era detentor de armas e munições proibidas, tendo sido apreendido o seguinte material:

  • Duas armas de caça de calibre 12;
  • Uma arma de calibre .22;
  • Cinco munições com zagalotes;
  • 162 cartuchos carregados com chumbo;
  • 65 munições de salva;
  • 26 munições com projétil único (bala);
  • 25 munições de calibre .32;
  • 12 munições de calibre .22;
  • Sete cartuchos carregados com chumbo 00.

O detido foi constituído arguido, e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial da Guarda.

A GNR relembra que, de acordo com o Regime Jurídico das Armas e Munições, são proibidos a venda, a aquisição, a cedência, a detenção, o uso e o porte de armas, acessórios e munições da classe A, nos quais se incluem os cartuchos carregados com zagalotes e com cartucho de projétil único, exceto se integrados na atividade de colecionador ou de armeiro, exclusivamente para exportação e transferência.

GNR Guarda-Vila Nova de Foz Côa– Detida por posse de arma proibida

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Pinhel, dia 26 de outubro, deteve uma mulher de 69 anos por posse de arma proibida, no concelho de Vila Nova de Foz Côa.

No âmbito de uma investigação por posse de arma proibida, os militares da Guarda realizaram uma busca domiciliária, culminando na detenção da mulher e na apreensão de:

  • Uma espingarda de caça de calibre 12;
  • Uma espingarda de caça de calibre 16;
  • Um revólver alterado para deflagrar munições reais;
  • Cinco munições de salva.

A suspeita foi detida, e os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Vila Nova de Foz Côa.

A GNR relembra que, de acordo com o Regime Jurídico das Armas e Munições, quem, sem se encontrar autorizado, detiver, transportar, guardar, comprar ou adquirir qualquer arma elencada no n.º 1 do Artigo 86.º do mesmo diploma, encontra-se a incorrer no crime de posse de arma proibida.

GNR Guarda – Apreensão de mais de três mil munições e armas

O Comando Territorial da Guarda, através do Posto Territorial da Guarda,  apreendeu mais de três mil munições e várias armas, no concelho da Guarda.

No âmbito de uma ação de execução, foi solicitado apoio por parte de um agente de execução, denunciando a existência de uma considerável quantidade de armas e munições no interior de um imóvel. Os militares da Guarda deslocaram-se para o local onde constataram a existência de diversas armas de fogo, uma arma proibida e mais de três mil munições de diferentes calibres, tendo sido apreendidas de forma cautelar. A GNR desenvolve diligências no sentido de identificar o legítimo proprietário.

No seguimento das diligências policiais procedeu-se à apreensão de diverso material, destacando-se:

Uma bengala que continha uma arma dissimulada;
Oito caçadeiras;
Quatro armas de ornamentação;
Três carabinas;
Uma pistola de sinalização;
20 zagalotes;
3 044 munições de diversos calibres.
As armas apreendidas foram entregues à Polícia de Segurança Pública (PSP) da Guarda, para peritagem e classificação das mesmas.

A GNR relembra que, de acordo com o Regime Jurídico das Armas e Munições, quem, sem se encontrar autorizado, detiver, transportar, guardar, comprar ou adquirir qualquer arma elencada no n.º 1 do Artigo 86.º do mesmo diploma, encontra-se a incorrer no crime de posse de arma proibida. Importa ainda esclarecer que, quem detiver arma não registada ou manifestada, quando obrigatório, constitui um crime de posse ilegal de arma.

GNR Guarda – Trancoso – Detido por posse de arma proibida

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Pinhel,  deteve um homem de 58 anos por posse de arma proibida, no concelho de Trancoso.

No decorrer de uma investigação por ameaça agravada e posse de arma proibida, que decorria há cerca de duas semanas, os militares da Guarda deram cumprimento a dois mandados de busca domiciliária, culminando na apreensão de uma pistola transformada, um carregador e 235 munições de diversos calibres.

O detido foi constituído arguido, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Trancoso.