Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: gnr

Tag Archives: gnr

“Operação Peregrinação Segura” – GNR garante segurança das Celebrações da Peregrinação Internacional Aniversária

A Guarda Nacional Republicana, está a realizar uma operação de segurança em todo o território nacional com maior incidência em Fátima e nas suas principais vias de acesso, de modo a garantir a segurança durante o deslocamento dos peregrinos, assim como o controlo do tráfego rodoviário e a tranquilidade pública no Santuário e zona envolvente, durante a realização das celebrações religiosas de 12 e 13 de maio.

As celebrações deverão ocorrer de acordo com as regras estabelecidas, ao abrigo da legislação em vigor e segundo as orientações da Direção-Geral da Saúde, pelo que, a Guarda Nacional Republicana informa:

·         o acesso aos parques de estacionamento em Fátima estará condicionado à lotação máxima no interior do Recinto de Oração;

·         devem-se evitar os ajuntamentos e cumprir as regras de distanciamento físico, do uso obrigatório de máscara e a higienização das mãos;

·         apela-se à consciência dos cidadãos para a importância do cumprimento das regras e das indicações das autoridades;

·         O Recinto da Oração irá estar restrito a 7.500 peregrinos.

 

Apesar do Recinto de Oração estar restrito a 7.500 peregrinos, a GNR aconselha àqueles que, ainda assim, se desloquem a pé:

·         Não andar na estrada, mas sim pela berma contrária ao sentido do trânsito e em fila;

·         Não andar em locais onde seja proibida a circulação de peões;

·         Usar sempre, quer de dia quer de noite, coletes refletores;

·         Não andar sozinho(a) durante a noite;

·         Sinalizar o início e fim dos grupos e se for preciso reunir o grupo, fazê-lo sempre fora da estrada;

·         Não usar auscultadores;

·         Tomar especiais cuidados ao atravessar as vias;

·         Cumprir as regras sanitárias em vigor, bem como o uso de máscara e distâncias de segurança.

GNR Gouveia – Operação de fiscalização em canil com 92 cães

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação de Crimes e Contraordenações Ambientais (NICCOA) e do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Gouveia, ontem, dia 6 de maio, realizou uma operação de fiscalização num canil onde se encontravam 92 cães sem condições higieno-sanitárias e de habitabilidade, no concelho de Gouveia.
No âmbito de uma investigação que incidiu sobre alegados crimes de maus-tratos a animais de companhia, os militares da Guarda deram cumprimento a um de mandado de busca, tendo sido detetados 92 cães em instalações em condições de salubridade e sem capacidade para albergar esta quantidade de animais. Os animais ficaram à guarda da Autoridade Veterinária Municipal para avaliação do seu estado de saúde.
Dos 92 canídeos, 22 foram encaminhados para a Associação Midas e dois de raça potencialmente perigosa foram encaminhados para o Canil Municipal de Seia.
A ação contou com o reforço do Núcleo de Apoio Técnico (NAT) e com o apoio da Autoridade Sanitária Veterinária de Gouveia e da Direção-Geral da Alimentação e Veterinária (DGAV).

GNR-SEPNA- Sempre a cuidar do ambiente

No dia em que se comemorou  o Dia Mundial da Terra, que visa consciencializar a população para os valores da conservação da natureza, proteção ambiental e outras preocupações associadas à biodiversidade do planeta Terra, a Guarda Nacional Republicana, através do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), constitui-se como polícia ambiental competente para vigiar, fiscalizar, noticiar e investigar infrações à legislação que visa proteger a natureza, o ambiente e o património natural, integrando ainda diversos fóruns de cooperação nacional e internacional sobre estas temáticas, promovendo diariamente diversas ações que contribuem para um planeta mais limpo.

A Guarda desenvolve diariamente um vasto conjunto de atividades visando um aumento das suas respostas e capacidades operacionais e a qualificação dos seus recursos humanos, no âmbito da fiscalização à caça, aos resíduos, à convenção CITES, ao manuseamento de produtos fitofarmacêuticos, no âmbito da defesa da floresta contra incêndios, à extração de inertes, a animais potencialmente perigosos e animais de companhia, controlo do nemátodo da madeira, entre outras.

Do espetro alargado de competências atribuídas à Guarda no âmbito da Proteção da Natureza e do Ambiente, no ano de 2020, das 73.450 patrulhas desenvolvidas, foram realizadas 228.244 fiscalizações que resultaram na detenção de 51 pessoas, o levantamento de 18.884 autos de contraordenação e a deteção de 1.100 crimes.

A criminalidade ambiental constitui umas das prioridades na luta contra a criminalidade internacional grave e organizada adotadas pelo Conselho da União Europeia, pelo facto de se ter tornado numa das atividades mais rentáveis de criminalidade organizada no mundo, tendo impacto não só no ambiente, como também na sociedade e em toda a economia. A União Europeia tenta focar a sua luta no desmantelamento das organizações criminosas envolvidas no tráfico de espécies selvagens e no combate a todos aqueles que estão implicados no tráfico ilegal de resíduos, bem como no estabelecimento de parcerias com entidades e organizações de forma a melhorar o controlo e o combate à criminalidade ambiental. Exemplo disso, foi o recente desmantelamento em Portugal, pelo SEPNA, de uma organização que se dedicava à captura e posse ilegal de meixão (ver documento em anexo).

A linha SOS Ambiente e Território, do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), da Guarda Nacional Republicana, disponível 24 horas por dia através do n.º 808 200 520, registou, em 2020, um total de 12.185 denúncias, que resultaram no registo de 2.286 contraordenações e 110 crimes na sequência das infrações detetadas. Esta linha permite que qualquer cidadão possa denunciar situações que violem a legislação ambiental e obter conselhos sobre assunto relacionados com a natureza, ambiente, florestas, animais de companhia, leis sanitárias e de ordenamento do território

“ Um planeta saudável não é uma opção, é uma necessidade. Juntos, temos o poder de restaurar a nossa Terra.

Recrutamento GNR – Candidaturas abertas

A Guarda Nacional Republicana (GNR), abriu o procedimento concursal para a constituição de uma reserva de recrutamento de, no máximo 2000 candidatos, para o preenchimento das vagas para admissão ao Curso de Formação de Guardas (CFG) da GNR que vierem a ser definidas por despacho conjunto dos membros do Governo responsáveis pelas áreas das finanças e da administração interna, encontrando-se o concurso aberto por um período de 10 dias úteis.

As candidaturas são efetuadas exclusivamente através do preenchimento de um formulário eletrónico​, disponível no portal de recrutamento que pode ser acedido pelo link https://recrutamento.gnr.pt/, e onde também poderão ser consultadas as condições de admissão, documentação exigida e demais informações sobre o processo de seleção.

Após uma primeira fase documental, seguir-se-á a convocação para as provas de seleção, designadamente, de conhecimentos, físicas, de avaliação psicológica e exame médico.

Para esclarecimento de dúvidas sobre esta matéria a Guarda poderá ser contactada por email recrutamento@gnr.pt ou através do número 808 200 247.

GNR- Atividade operacional dos dias 02 e 08 de abril

A Guarda Nacional Republicana, para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de operações, em todo o território nacional, entre os dias 02 e 08 de abril, que visaram, não só, a prevenção e o combate à criminalidade e à sinistralidade rodoviária, como também a fiscalização de diversas matérias de âmbito contraordenacional, registando-se os seguintes dados operacionais:

1.    Detenções: 260 detidos em flagrante delito, destacando-se:

·         122 por condução sem habilitação legal;

·         49 por condução sob o efeito do álcool;

·         15 por tráfico de estupefacientes;

·         Nove por furto e roubo;

·         Oito por posse ilegal de armas e arma proibida;

·         Seis por violência doméstica;

·         Um por incêndio florestal.

2.    Apreensões:

·         1 160 doses de MDMA;

·         971,28 doses de haxixe;

·         580,4 doses de cocaína;

·         237,5 doses de liamba;

·         41,5 doses de heroína;

·         Três comprimidos de MDMA;

·         11 armas de fogo;

·         13 armas brancas ou proibidas;

·         158 munições de diversos calibres;

·         25 veículos;

·         40 quilos de metais não preciosos;

·         1 605 euros em numerário.

3.    Trânsito:

Fiscalização: 7 303 infrações detetadas, destacando-se:

·         2 251 excessos de velocidade;

·         703  por falta de inspeção periódica obrigatória;

·         299 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;

·         303 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução;

·         290 relacionadas com anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização;

·         249 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei;

·         243 por falta de seguro de responsabilidade civil;

·         212 relacionadas com tacógrafos.

GNR Guarda- Três detidos por furto em estabelecimento comercial

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da Guarda, deteve três homens com idades compreendidas entre os 18 e 19 anos por furto em estabelecimento comercial, na localidade de Castanheira, concelho da Guarda.

Após a denúncia de um furto, os militares da Guarda montaram uma operação policial para intercetar os suspeitos que arrombaram uma janela e entraram dentro de um estabelecimento comercial, tendo furtado dinheiro e vários objetos, num valor total de 7000 euros, nomeadamente um televisor LCD, uma máquina de vending, diversos maços de tabaco e vários bens alimentares.

No seguimento das diligências policiais, os suspeitos foram intercetados e detidos no IC2 na zona de Coimbra. Foi ainda possível apurar que o veículo em que se faziam transportar era proveniente de um roubo (carjacking), no concelho de Vila Nova de Gaia, efetuado por dois dos indivíduos detidos.

Os detidos, com antecedentes criminais por ilícitos da mesma natureza, os detidos, após terem sido presentes ao Tribunal Judicial de Vila Nova de Foz Côa, ficaram sujeitos à medida de coação de prisão preventiva.

Os objetos furtados foram recuperados e entregues ao legítimo proprietário.

GNR Guarda – Dois detidos por tráfico de estupefacientes

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da Guarda,  deteve um homem e uma mulher de 25 e 32 anos, respetivamente, por tráfico de estupefacientes, na Guarda.

No âmbito de uma ação de fiscalização rodoviária, os militares da Guarda abordaram os dois suspeitos no interior de uma viatura, que demonstraram um comportamento nervoso. Após a realização de uma busca ao veículo e de uma revista aos suspeitos, foi detetado produto estupefaciente na sua posse, tendo sido apreendidas 95 doses de heroína e 8,7 doses de cocaína.

Os detidos foram constituídos arguidos, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial da Guarda.

Foi ainda elaborado um auto de contraordenação por consumo de estupefacientes a um terceiro ocupante do veículo, um homem de 37 anos, que foi remetido à Comissão para a Dissuasão da Toxicodependência.

GNR assinalou o Dia Internacional para a Discriminação Zero

A Guarda Nacional Republicana assinalou recentemente, o Dia Internacional para a Discriminação Zero com o objetivo de consciencializar a população para as diferentes formas de discriminação e desigualdades, sejam elas através do género, idade, orientação sexual, deficiência, raça, etnia, saúde, religião, nacionalidade, situação económica ou estrato social, como forma de prevenir comportamentos discriminatórios.

A discriminação baseia-se em informações erradas, medo ou ignorância, refletindo-se em diversas situações comuns do dia-a-dia. Como tal, a GNR aproveita este dia para celebrar a diversidade em favor de uma sociedade mais justa, inclusiva e tolerante. Além de sensibilizar a população, a Guarda tem desenvolvido ações de formação ao seu efetivo, para que esteja cada vez mais bem preparado para participar, enquadrar, tratar e acompanhar esta realidade.

Neste alinhamento, a GNR realizou a primeira sessão de uma videoconferência subordinada ao tema “Direitos Humanos, Racismo, Discriminação Racial, Xenofobia e Intolerância relacionada”, cujo público-alvo são militares da Guarda, havendo lugar a uma segunda sessão a 8 de março.

Além disso, a Guarda tem integrado nos planos curriculares de todos os cursos de formação inicial e em diversos cursos de formação contínua estas temáticas, tendo realizado recentemente três cursos de Prevenção Criminal Policiamento Comunitário e Direitos Humanos, aos militares das Secções de Prevenção Criminal e Policiamento Comunitário (SPC), onde estudaram novos fenómenos criminais e aperfeiçoaram formas de intervenção que a sociedade atual exige. No ano passado formou ainda mais de 100 militares no âmbito de uma ação direcionada para a discriminação racial, que contou com a colaboração da CICDR.

No contexto atual de pandemia COVID-19, e em complemento de todas as ações que vêm sendo desencadeadas por todo o seu dispositivo, a Guarda tem, ainda assim, lançado campanhas nacionais com o objetivo de combater todas as formas de discriminação e proteger os mais vulneráveis, como os idosos (“Censos Sénior”, “65Longe+Perto”, “Natal a GUARDAr os nossos idosos”), as crianças (“Não sou um Alvo”, “Internet Segura”), as pessoas com deficiência (“desMarca a Diferença”) e as vítimas de violência doméstica (“Não sou um Saco”, “campanha para a Eliminação da Violência contra as Mulheres”).

A vontade de viver numa sociedade mais segura e inclusiva, implica alcançar um desenvolvimento sustentável em todo o espectro social assumindo esta matéria uma prioridade para a Guarda Nacional Republicana e para os seus militares.

A GNR relembra que:

·         Todas as pessoas são iguais perante a lei;

·         Trate as todas as pessoas com respeito, independentemente da sua raça, orientação sexual, género, religião, nacionalidade, deficiência ou estrato social;

·         Tenha conhecimento dos seus direitos, bem como dos seus deveres;

·         Denuncie situações de discriminação.

GNR-Guarda-Reabertura dos Postos de Atendimento Reduzido

O Comando Territorial da Guarda, considerando o gradual decréscimo de casos COVID-19 e o constante empenho da GNR num rápido regresso à normalidade irá, nos próximos dias, retomar a atividade dos Postos de Atendimento Reduzido (PAR), a qual foi suspensa temporariamente devido às circunstâncias particulares e excecionais que o país atravessa, provocadas pela pandemia COVID-19, em especial a reposição do controlo de fronteiras terrestres.

Tendo em vista o retorno à normalidade, o Comando Territorial da Guarda irá restabelecer os serviços de atendimento ao público de acordo com as seguintes datas:

·         1 de março – Postos Territoriais de Vila Franca das Naves, Soito, Loriga e Paranhos da Beira;

·         8 de março – Postos Territoriais de Vila Nova da Tázem e Freixedas;

·         15 de março – Postos Territoriais de Freixo de Numão, Miuzela e Pínzio.

A GNR recorda que, em caso de necessidade, poderá ligar para o contacto: 271 210 630

Tecnologia une Altice Portugal e GNR: Empresa entrega equipamentos na Guarda para combater isolamento social

Uma boa nova para o Distrito da Guarda, com o objetivo de dotar todos os comandos territoriais da Guarda Nacional Republicana dos meios necessários para apoiar o seu trabalho de proximidade junto da população, a Altice Portugal desloca-se agora aos comandos territoriais da GNR para lhes entregar equipamentos e conectividade e apoiar o combate ao isolamento social.

 Depois de, este mês, ter anunciado em Évora o reforço do apoio prestado à Guarda Nacional Republicana, com a pretensão de dotar todos os comandos territoriais do continente com os meios tecnológicos necessários para apoiar a população neste contexto de pandemia, a Altice Portugal volta agora ao terreno com a sua equipa de gestão para materializar este apoio, com a entrega de tablets Huawei e serviço de comunicações móveis.