Templates by BIGtheme NET
Início » Culinária (Pagina 2)

Culinária

Pinhel- Mel do Abel arrecadou três distinções no 12º Concurso Nacional de Mel

“Mel do Abel”, da Quinta Nova / Pinhel, participou no 12º Concurso Nacional de Mel  que foi realizado em conjunto com a Feira Nacional de Agricultura / Feira do Ribatejo, no Centro Nacional de Exposições, em Santarém.
O Mel Pinhelense  arrecadou três distinções em diferentes classes de Mel, todas elas a concorrer na categoria de modo de produção biológico.
Com a variedade “Castanheiro” conquistou o 1º Prémio (Ouro), já a variedade “Rosmaninho” valeu-lhe o 3º Prémio (Bronze) e, finalmente, ainda teve direito a uma Menção Honrosa na variedade “Alecrim”.
O Município de Pinhel felicitou – o pela excelente participação neste concurso, representando bem a Cidade Falcão.
Promovido pela FNAP – Federação Nacional de Apicultores, o 12º Concurso Nacional de Mel pretendeu dar a conhecer e valorizar a qualidade, a especificidade e a diversidade do mel produzido em Portugal, tendo registado a maior participação de sempre (83 amostras e 42 apicultores), o que atesta a importância desta prova para a promoção da apicultura portuguesa.

Feira Quinzenal de Mangualde reabre nesta quinta-feira

A 𝐅𝐞𝐢𝐫𝐚 𝐐𝐮𝐢𝐧𝐳𝐞𝐧𝐚𝐥 𝐝𝐞 𝐌𝐚𝐧𝐠𝐮𝐚𝐥𝐝𝐞 vai reabrir a sua atividade no próximo dia 𝟐𝟓 𝐝𝐞 𝐦𝐚𝐫ç𝐨, duma forma gradual, obedecendo a regras de proteção sanitária.
A reabertura será, de momento, limitada ao sector de:
Venda de plantas e produtos hortícolas.O horário de funcionamento será das 7h30 às 12h00.
No âmbito do Plano de Contingência de calamidade que o país atravessa, a abertura ao público observará todas as normas da Direção-Geral da Saúde, no cumprimento do distanciamento físico (2m), na etiqueta respiratória, uso obrigatório de máscara e higienização das mãos com gel desinfetante a disponibilizar pelo município à entrada e à saída do recinto da feira.

Município de Aguiar da Beira e UTAD renovam protocolo de cooperação

Vai decorrer no próximo dia 29 de março de 2021 (segunda-feira) pelas 21h, a apresentação oficial online do PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO UTAD/MUNICIPIO através do qual, o Município de Aguiar da Beira, pretende dar continuidade ao protocolo celebrado em 2015 com a Universidade de Trás os Montes e Alto Douro (UTAD), com o objetivo de fomentar a implementação de boas práticas conducentes à melhoria da produtividade de culturas agrícolas e setor pecuário neste concelho, abrangendo as seguintes temáticas:
Pecuária – produção animal / queijo artesanal
Fruticultura (macieira, castanheiro)
Olival
Horticultura
Floresta/micologia
Apicultura
Tendo como prioridade a criação de uma logomarca para comercialização de produtos de Aguiar da Beira.
A participação na sessão online, deverá ser efetuada através do link:

Uma Rede De Colaboração Para O Empreendedorismo Social pode nascer em Fornos de Algodres

O Município de Fornos de Algodres associou-se ao projeto I3Social – Incubadora Itinerante para a Inovação Social que está a ser dinamizado no território Beiras e Serra da Estrela (BSE).

Esta iniciativa tem o propósito de ajudar a ligar todo o saber e saber-fazer espalhado pelo território e servir de alavanca para impulsionar o trabalho em rede e de, juntos, nos reinventarmos enquanto sociedade para alcançar um futuro melhor.Pese  embora as adversidades locais, existe no concelho gente persistente e cheia de fibra que,
de forma inovadora, já está a dar resposta a problemas do território, sendo responsável pelo aparecimento de vários projectos, nas mais diferentes áreas:
– produtos genuínos e singulares;
– plataforma/loja online para comercializar produtos exclusivamente locais.
– métodos de produção inovadores, que têm contribuído para a diversificação de atividades;
– projetos, com conceitos inovadores de desenvolvimento;
– unidades de alojamento turístico diferenciadas;
– projetos e ações de qualificação de agentes e guias turísticos;
– respostas e serviços de apoio social inovadoras;

Face a isso lançam o desafio”Gostaríamos muito de ouvir todos aqueles que, de modo destemido e criativo, se têm dedicado a criar soluções para os enormes desafios sociais que vivemos. São estas pessoas que têm um conhecimento mais profundo e uma vivência mais real das dificuldades e das potencialidades do território”salienta fonte do Municipio fornense.

Daí a importância de se juntar  no próximo dia 19 de março, pelas 14h00, através deste link: https://us02web.zoom.us/j/88945723990?pwd=ZWtZQ2FVcVBxcWVvQ2ttd0NtMHFzZz09 (inscrição prévia).

 

Eduardo Madeira é o rosto da nova campanha do Queijo Serra da Estrela DOP

Segundo refere o Município de Fornos de Algodres , o humorista, escritor, argumentista e ator Eduardo Madeira é o rosto da nova campanha do Queijo Serra da Estrela DOP, à venda na plataforma www.obomsabordaserra.pt.

A escolha foi fácil e quase natural, não fosse Eduardo Madeira fã confesso de petiscos e sobejamente conhecido e acarinhado pelo público, dada a sua imagem sempre tão bem disposta e acessível!

“No Bom Sabor da Serra achámos que é tão fácil gostar do Eduardo Madeira como gostar do Queijo Serra da Estrela DOP e ambos nos deixam de sorriso estampado no rosto”.

O objetivo da campanha é dar a conhecer a plataforma a mais consumidores e mostrar que é muito simples ter o verdadeiro Queijo Serra da Estrela DOP, em casa, sem sair de casa, encomendando diretamente online, tal como faz o Eduardo Madeira que, neste momento, já deve estar a pensar na sua próxima encomenda, pois sabemos que é impossível resistir a um Queijo Serra da Estrela em casa, durante muito tempo!

Durante este mês de março, realiza-se a Feira do Queijo Serra da Estrela de Fornos de Algodres, exclusivamente online em www.obomsabordaserra.pt.

Visite a plataforma e, tal como o Eduardo Madeira, faça a sua encomenda e receba comodamente em sua casa, os melhores produtos endógenos de Fornos de Algodres.

Feiras de Queijo, Fumeiro e Enchidos em força nas plataformas digitais

Municípios da CIM-BSE apostam forte nas feiras online e plataformas digitais com maior duração

Em ano de pandemia os municípios das Beiras e Serra da Estrela, com o apoio da Comunidade Intermunicipal (CIM-BSE), reinventam-se. As emblemáticas feiras do Queijo da Serra vão realizar-se em formato digital e, em alguns casos, com uma duração mais alargada do que o habitual. Confirmadas estão já as feiras de Seia, Gouveia, Celorico da Beira e Fornos de Algodres. Na impossibilidade de se realizarem os eventos físicos, com estas feiras digitais, mais de 100 produtores, incluindo produtores de Queijo da Serra da Estrela, vão conseguir vender o seu produto.  O queijo da Serra está assim à distância de um clique.

Este ano as Feiras do Queijo da Serra da Estrela não vão ser canceladas e decorrem 100% em formato digital. É o caso do Município de Seia que estreia a temporada das Feiras do Queijo da Serra da Estrela online através da plataforma DOTT, entre os dias 13 a 28 de fevereiro.

A partir do dia 20 de fevereiro e até 21 de agosto, o Município de Gouveia realiza digitalmente a tradicional Exposerra – Feira de Atividades Económicas da Serra da Estrela que contará com um mercado virtual na DOTT de Queijos da Serra da Estrela.

Também o Município de Celorico da Beira estreia a sua Feira do Queijo Digital entre os dias 28 de fevereiro e 28 de março e fará promoção da loja online que, nesta fase, será dedicada em exclusivo ao Queijo, mas irá evoluir no futuro para a promoção de outros produtos endógenos. Esta Feira Digital terá uma programação diversificada com eventos digitais de showcooking, workshops, conversas online com chefs, entre outras iniciativas.

Já o Município de Fornos de Algodres, ao longo de todo o mês de março, irá dar destaque aos Queijos DOP Serra da Estrela através da plataforma O Bom Sabor da Serra.

De referir que o Município de Trancoso irá dar destaque ao Queijo da Serra da Estrela na Feira online do Fumeiro dos Sabores e Artesanato do Nordeste da Beira, que se realiza digitalmente no último fim de semana de fevereiro (27 e 28) e no primeiro fim de semana de março (6 e 7).

O consumidor poderá aceder ao site Visite Serra da Estrela e encontrar toda a informação sobre as Feiras do Queijo Serra da Estrela que se realizam online. Basta aceder, clicar e adquirir o sabor inconfundível da tradição.

BASTA UM CLIQUE E TEM A “SERRA À SUA PORTA”

 Além dos Queijos Serra da Estrela que contam com as respetivas Feiras Digitais, é também possível comprar outros produtos endógenos e identitários do Território. Se não pode visitar a Serra, é a Serra que vem até si. E, pela primeira vez, há um único sítio onde encontra, sem sair de casa, os sabores únicos da Serra da Estrela. Numa iniciativa da CIM-BSE, em estreita articulação com os Municípios que a compõem, acaba de ser lançada a iniciativa “A Serra à sua Porta” onde é possível encontrar as várias plataformas de venda online de produtos do território, como Azeites de Montanha, Vinhos do Douro, Dão e Beira Interior, fumeiro e enchidos assim como mel, compotas e doces.

Com esta iniciativa “A Serra à sua Porta” queremos estar mais próximos dos produtores e das suas necessidades e assim facilitar o contacto direto, ainda que confinado, com os sabores e os saberes do território.

A “A Serra à sua Porta” chega também às redes sociais. Numa ação de deixar água na boca, as páginas do facebook e instagram vão dar a conhecer os melhores sabores da Serra da Estrela, nas próximas semanas.

Gouveia Entrega – serviço nos fins de semana de 19, 20, 26 e 27 de dezembro e 2 e 3 de janeiro

Face à pandemia, o Município de gouveia apoia o setor da restauração , proporcionando,o serviço de entrega ao domicílio de refeições da Restauração Local por Motoristas de Táxi do concelho, em que a corrida de Táxi é financiada pelo Município de Gouveia.
O Cliente contacta o Restaurante e faz o seu pedido
O Restaurante contacta um Motorista de Táxi (da lista de motoristas aderentes) e solicita o serviço de entrega
O Motorista de Táxi desloca-se ao Restaurante para levantar encomenda e a fatura da refeição
O Motorista de Táxi entrega a encomenda e a respetiva fatura ao Cliente
O Cliente faz o pagamento da encomenda ao Motorista de Táxi
O Motorista de Táxi leva o pagamento da encomenda ao Restaurante
O Restaurante paga a tarifa de Táxi ao Motorista de Táxi
O Restaurante remete a fatura do pagamento da tarifa do Táxi ao Município de Gouveia e é reembolsado.
As pessoas que queiram encomendar as refeições em restaurantes locais, terão um serviço de entrega feito pelos taxistas, permitindo a entrega do seu prato preferido no conforto da sua casa.
Gouveia Entrega! Os melhores restaurantes do concelho em sua casa!

Projeto “Urticarea” do fornense Rafael Bento vencedor na 3.ª Mostra Nacional de Jovens Empreendedores

Teve lugar a 3.ª Mostra Nacional de Jovens Empreendedores, organizada pela Fundação da Juventude, com a participação de mais de uma centena de jovens empreendedores, orientados por cerca de duas dezenas de professores.

Deste modo,na categoria de ensino superior, o grande vencedor  foi  o projeto “Urticarea”, da autoria de Rafael Paraíso Bento, aluno de Universidade da Beira Interior, que tem como objetivo a sensibilização da população para os benefícios da Urtiga, plantada em Fornos de Algodres. Assim recebeu o valor de 1500 euros nesta conquista.

O projeto pretende apoiar empresas locais que já utilizam a urtiga nos seus produtos, dinamizando a economia local.

Estrelacoop sugere que comprar Queijo Serra da Estrela é importante

Segundo avança a Estrelacoop que:”Estamos em plena Época do Alavão, período em que se produzem os melhores queijos nacionais, mas há um que se destaque pelas suas características intrínsecas – o Queijo Serra da Estrela com Denominação de Origem Protegida (DOP). Num ano normal, por esta altura tanto pastores, como os produtores e queijarias, não tinham mãos a medir com as múltiplas feiras e eventos espalhados pelo país que garantiam vendas significativas. Mas com a atual crise pandémica, a grande maioria dos pastores, dos produtores de leite e queijo da Serra da Estrela estão a braços com uma crise sem precedentes. Há excesso de produto e matéria-prima resultante do decréscimo de escoamento nos canais de vendas e divulgação. As preocupações face ao futuro próximo são muitas, mas o presente não pode ficar refém da incerteza. Face à redução drástica das vendas das Queijarias nossas associadas, registamos uma quebra superior a 60% e estamos a entrar numa fase crítica da nossa atividade. Caso não seja efetuada uma inflexão agora, durante o mês de dezembro com as vendas do Natal, no limite, todo o circuito associado à produção do Queijo Serra da Estrela DOP pode ser posto em causa”, alerta a Direção da Cooperativa dos Produtores de Queijo da Serra da Estrela (ESTRELACOOP).

 Neste momento temos 27 queijarias DOP e 125 pastores com rebanhos Serra da Estrela, totalmente dependentes desta atividade, com uma dedicação ímpar na proteção de um produto de denominação de origem protegida, com existência há mais de 1.000 anos e que, teimosamente, mantêm a produção de leite e Queijo DOP, com um sentimento de responsabilidade para fazer perdurar uma herança coletiva que é pertença de todo o povo português”, sustenta a direção da Associação.

A qualidade do Queijo Serra da Estrela DOP começa na qualidade das pastagens e passa pelo material genético da raça de ovinos a partir da qual se produz este Queijo único – as ovelhas da raça Serra da Estrela ou Churra Mondegueira. Não se pode produzir este Queijo DOP sem estes ingredientes basilares – leite cru de ovelha serra da estrela, sal e flor de cardo, produzido até 24 horas após a ordenha, um leite puro. Depois há todo um método de produção artesanal que obedece a todas as regras de rastreamento, monitorização da qualidade e segurança que tornam este produto ímpar. Na produção de leite para queijo DOP é privilegiado o pastoreio dos animais ao ar livre e na vegetação natural da região demarcada, sendo que a mesma confere características mais ricas e distintivas ao leite e, consequentemente, ao queijo que é produzido. O acompanhamento do pastor junto do rebanho também exige uma carga laboral superior ao método de produção intensivo: estima-se que o pastoreio em terreno livre de um rebanho com até 200 ovelhas exige uma carga horária de horas de trabalho diário, o equivalente a um trabalhador a tempo inteiro. Não há folgas, feriados nem férias.

Este é o momento para, mais do que nunca, dignificar todos aqueles que, diariamente saem ainda de madrugada para o início de um dia longo, sejam nos pastos verdes da Serra da Estrela com os seus rebanhos, seja na Queijaria a tratar de cada um dos queijos com as suas mãos dedicadas”, revela a Direção da Estrelacoop. “Os consumidores têm aqui um papel crucial na compra e, consequentemente, na valorização do que é verdadeiro e endógeno de toda uma região – o Queijo Serra da Estrela com selo DOP. Ao compramos este queijo temos a certeza que esta cadeia de valor composta por pastores, queijeiras/os credenciados e produtores, não se perde e que a qualidade, essa, prevalece. Comprar o que é nosso – o que é tradicional, original, único, saudável para não perdermos a nossa identidade. Sensibilizamos por isso todos os portugueses que não se esqueçam destas gentes e que o Queijo Serra da Estrela DOP seja umas das Estrelas da sua mesa de Natal.

Concurso da Castanha 2020 em Trancoso

Foram conhecidos na tarde do Dia de S.Martinho (11 de novembro) os vencedores do Concurso da Castanha 2020, numa cerimónia que decorreu no Mercado Municipal de Trancoso.
Trinta e três produtores participaram, este ano, no concurso “Melhor Castanha”, evento promovido pela Câmara Municipal de Trancoso, com o objectivo de promover a produção e qualidade deste fruto nas variedades autóctones, longal e martaínha.
Devido à pandemia Covid-19 e ao novo estado de emergência decretado a 6 de novembro pelo Presidente da República, a entrega de prémios decorreu de forma muito cautelosa e cuidadosa, com um número muito reduzido de pessoas, e no estrito cumprimento de todas as normas/regras impostas pela DGS.
Os vencedores foram:
– Variedade Longal
1º Prémio – Valdemar Monteiro
2º Prémio – Manuel Costa Santos
3º Prémio – Maria Vieira
-Variedade Martaínha
1º Prémio – João Abel Rebelo
2º Prémio – José Carlos Sobral dos Santos
3º Prémio – Manuel Costa Santos