Templates by BIGtheme NET
Início » Turismo (Pagina 30)

Turismo

CIM Viseu Dão Lafões reage em comunicado desmentido que recebem ajudas através do combate a incêndios

Em comunicado a CIM Viseu Dão, Lafões vem desta forma em comunicado reagir a uma notícia publicada no jornal Expresso online, com o título “Combate aos incêndios ajuda a financiar autarquias e comunidades intermunicipais“, assinada pelo jornalista Amadeu Araújo, vem esta Comunidade Intermunicipal esclarecendo e repondo a verdade sobre o relatado na referida notícia:

É falso que a Comunidade Intermunicipal, ou os municípios seus associados, tenham sido financiados por verbas que não as legalmente atribuídas pelo Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF)/Fundo Florestal Permanente (FFP), no âmbito da constituição e manutenção das Brigadas de Sapadores Florestais.

É falso que a CIM Viseu Dão Lafões, tenha recebido 45.000 euros /ano /equipa, somando-se a isso um prémio de 5.000 euros, caso as equipas fossem mobilizadas fora dos períodos críticos. Até à presente data, o montante de comparticipação atribuído pelo FFP, foi de 40 mil euros / ano / equipa, sendo que, até à data de hoje, ainda não rececionamos, sequer, a totalidade do montante correspondente ao ano de 2019.

É verdade que entrou em vigor, no passado dia 23 de julho, o Decreto-Lei nº 44/2020 de 22 de julho, que prevê, efetivamente um incremento do financiamento, passando o mesmo de 40 para 45 mil euros / ano / equipa;

É falso, que a Brigada de Sapadores Florestais, seja financiada, pelo combate a incêndios.

É falso, que a Brigada de Sapadores Florestais, seja financiada, pelas áreas de intervenção de silvicultura preventiva que realiza.

Ao invés, é verdade, que os municípios associados da CIM Viseu Dão Lafões pagam as intervenções realizadas, pelas Brigadas de Sapadores Florestais, em função das áreas alvo de intervenção de silvicultura preventiva, que os respetivos municípios solicitam.

É verdade que, efetivamente, nos primeiros 6 meses do ano, as brigadas de sapadores da CIM Viseu Dão Lafões foram capazes de intervir em 139 hectares, sendo que, dos mesmos, efetivamente 30 hectares foram pagos, pelos municípios associados, nos termos do protocolo intermunicipal celebrado entre estes e a CIM Viseu Dão Lafões, sendo os remanescentes 109 hectares pagos em dias de serviço público prestado ao ICNF;

Os 900 euros por hectares, que são referidos na noticia, apenas dizem respeito a uma das tipologias de serviços protocolados com os referidos municípios.

É falso, que as Brigadas de Sapadores Florestais deem lucro, como é referido na noticia, sendo que, até ao presente momento, os Municípios associados da CIM Viseu Dão Lafões já tiveram que financiar as mesmas, num valor de 150 mil euros, para além dos valores pagos pelos serviços contratados por estes às Brigadas de Sapadores Florestais da CIM Viseu Dão Lafões, como forma de garantir a sustentabilidade económica e financeira das referidas brigadas e, desta forma, tornar possível a manutenção das mesmas.

É falso, que seja indicado um número superior de elementos do que aqueles efetivamente se deslocam para os diversos serviços indicados pelo ICNF.

É falso, que tal como referido na notícia, a CIM Viseu Dão Lafões, tenha deslocado para o incêndio de Bodiosa, 3 ou 4 elementos, nem tão pouco os 10 a que seriam obrigados de forma a garantir a operacionalidade da brigada. Nesse incêndio, em particular, estiveram presentes 4 viaturas, com um total de 13 operacionais, até ao momento em que desmobilizaram do local.

Assim, o Conselho Intermunicipal da CIM Viseu Dão Lafões, reunido hoje, repudia, veementemente, o teor da notícia acima referida, não sendo a mesma capaz de retratar a verdade dos factos, tanto mais que os Municípios associados da CIM Viseu Dão Lafões têm investido, fortemente, na valorização destas Brigadas de Sapadores Florestais, que de forma abnegada têm trabalhado em prol da defesa da nossa floresta.

Posto isto, o Conselho Intermunicipal da CIM Viseu Dão Lafões, reforça, mais uma vez,  toda a estratégia intermunicipal que tem trilhado no domínio da defesa da floresta contra incêndios, em articulação com todos os atores da proteção civil deste vasto território e, ao abrigo do direito de resposta, solicita a publicação deste comunicado, com o mesmo destaque dado a tão lamentável notícia, que não julgou ser possível ver publicada por um jornal com o histórico do Expresso.

Freguesia de Figueiró da Granja assinou contrato para Conceção de um Parque de Autocaravanismo

Como já tínhamos noticiado recentemente, foi assinado, nesta terça-feira, dia 4 de agosto, o Contrato entre o Turismo de Portugal e a Junta de Freguesia de Figueiró da Granja, para a Conceção de um Parque de Autocaravanismo na freguesia do concelho fornense.

A cerimónia teve lugar no Salão Nobre da Câmara Municipal de São Pedro do Sul e contou com a presença da Secretária de Estado do Turismo e de outras entidades públicas, pela Freguesia de Figueiró da Granja, esteve o presidente Álvaro Santos.

 

Foto: Junta de Freguesia de Figueiró da Granja

Cineteatro Império de Mangualde vai ser regenerado

Depois da reunião da Câmara Municipal de Mangualde foi aprovado, o lançamento de concurso para o projeto de regeneração do Cineteatro Império de Mangualde.

A reabilitação do Cineteatro Império representa um investimento de 3,6 milhões de euros, comparticipados com fundos comunitários no valor de 2,6 milhões de euros, e insere-se no plano estratégico de desenvolvimento urbano do centro histórico de Mangualde.

 Assim Elísio Oliveira, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, referiu depis desta reunião: Esta é uma decisão histórica, porque o Cineteatro Império representa um investimento de referência no concelho e visa dar resposta à atividade social e cultural, desde cinema, música, teatro, dança, entre outros, bem como à atividade municipal e à atividade das várias associações e instituições locais. O Cineteatro voltará a ser uma âncora no desenvolvimento cultural de todo o concelho”. Destacou ainda que “este é um espaço nobre da cidade, construído nos anos 40 por um reconhecido arquiteto, Francisco Keil do Amaral, cuja recuperação era uma ambição há muito desejada por este executivo e por toda a população mangualdense”.

Após esta aprovação, a autarquia pretende o mais breve possível lançar a obra a concurso público. O espaço será dotado de equipamentos de moderna tecnologia, sendo que à sala principal com capacidade de 340 lugares será acrescentada uma sala suplementar no piso superior para ensaios e demais eventos.

Obras de reabilitação do pavimento no núcleo urbano de Fundões

                                     Um investimento na ordem dos 170 mil euros

Decorreu a inauguração das obras de reabilitação do pavimento no núcleo urbano de Fundões. Obras, que  já muitos anos eram ambicionadas pela população, resultam de uma intervenção conjunta da Câmara Municipal de Mangualde e da União das Freguesias de Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães.

Estas intervenções, que representam um investimento de cerca de 170 mil euros, traduzem-se na reabilitação do pavimento, bem como a melhoria do sistema de drenagem de águas fluviais e de sinalética horizontal e vertical, nas ruas da localidade de Fundões, melhorando assim a qualidade de vida de todos.

Estiveram presentes,o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Elísio Oliveira, o Vice-Presidente, Rui Costa, o Vereador, João Lopes e o Presidente de Junta da União das Freguesias de Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães, Rui Valério  na inauguração das obras de reabilitação do pavimento no núcleo urbano de Fundões.

Praia Fluvial de Aldeia Viçosa, um local a visitar

As praias fluviais são muito procuradas neste verão, face a isso a Praia de Aldeia Viçosa está a funcionar

Tem à disposição: nadador salvador; serviço de bar; escorrega aquático; parque infantil; campo de vólei de praia; campo de futebol de areia; diversos assadores; espaço de lazer em relvado e em areal; espaços aquáticos de baixa profundidade para crianças; serviço de refeições ligeiras (sandes, pizzas e afins); e muito mais!

A MERCEARIA VIÇOSA, em Aldeia Viçosa, a 5 minutos. O conforto das mercearias tradicionais ao melhor preço e com a melhor qualidade!

Interdita a entrada a animais (norma da União Europeia para praias fluviais certificadas).

Para mais informações consulte o Regulamento Interno no separador “Apoio ao Munícipe – Regulamentos”.

Como chegar à Praia Fluvial de Aldeia Viçosa:

– Vindo da N16 via Celorico, entrar no Porto da Carne, e virar à direita a seguir às bombas de gasolina. As placas indicam “Centro de Formação Agrícola da Guarda”, “Colégio de Reinserção do Mondego” e “Praia Fluvial de Aldeia Viçosa”. No cruzamento seguinte devem virar à direita e estão na Praia Fluvial.

– Vindo da N16, sainda da Guarda. O melhor acesso é a segunda entrada que diz “Praia Fluvial”. Ou seja, aconselhamos que não sigam pelo cruzamento da Faia, apesar de estar a placa “Praia Fluvial de Aldeia Viçosa”. Poucos metros à frente encontram uma placa que diz “Praia Fluvial”, descem essa estrada (com cuidado porque não é muito larga). Esta via parece-nos a mais adequada.

 

Quinta da Biaia arrecadou grande prémio da 13ªedição do Concurso de Vinhos da Beira Interior

Teve lugar ao final da tarde desta sexta-feira, 31 de julho, a entrega de prémios  da 13ªedição do Concurso de Vinhos da Beira Interior, no Solar do Vinho da Beira Interior, na cidade da Guarda,  a Quinta da Biaia de Figueira de Castelo de Rodrigo foi o grande vencedor.

Com a participação de cerca de três dezenas de produtores,78 vinhos a concurso, foram atribuídas medalhas de ouro a 17 vinhos e medalhas de prata a 6 vinhos, sob a presidência do júri, Aníbal Coutinho.

Uma plateia bem composta, no exterior do solar, com abertura a ser efetuada por Rodolfo Queirós – Presidente da Comissão Vitivinícola Regional da Beira Interior, seguiu-se  Bernardo Gouvêa- Presidente do Instituto da Vinha e do Vinho e o Presidente da Câmara da Guarda, Carlos Monteiro.

Estiveram presentes, Rui Ventura, Presidente do Município de Pinhel, Carlos Ascensão, Município de Celorico da Beira, Bruno Veiga do Mun.Trancoso, Vice-Presidente Pinhel, Daniela Capelo e Fernando Martins -Diretor Regional da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro.

Assim, o ouro foi para Monte Barbo Reserva Tinto 2014, o Quinta dos Termos Garrafeira Arinto Branco 2018, o Entre Vinhas Reserva Touriga Nacional Tinto 2016, o Quinta dos Termos Garrafeira Tinto 2016, o Quinta da Biaia Single Vineyard – Fonte da Vila Biológico Tinto 2015, o Aforista Seleção Branco 2019, o Quinta da Biaia Biológico Reserva Tinto 2017, o Aforista Reserva Branco 2017, o Quinta dos Currais Síria Branco 2018, o Casas do Côro Reserva Branco 2018, o 1808 Biológico Tinta Roriz e Rufete Tinto 2018, o Casas Altas Reserva do Doutor Verdelho Branco 2019, o Quinta dos Termos Reserva do Patrão Syrah Tinto 2017, o Marquês D’Almeida Branco 2019, o Beyra Grande Reserva Tinto 207 e o Rui Roboredo Madeira Tinta Roriz e Touriga Nacional Tinto 2017.

A prata foi atribuída ao Souvall Colheita Selecionada Branco 2018, ao Quinta dos Currais Colheita Selecionada Fonte Cal  e Arinto  Branco 2018, ao Portas D’El Rei Reserva Branco 2017, ao Quinta da Caldeirinha Biológico Syrah Tinto 2013, ao Entre Serras Tinto 2017 e ao Quinta das Senhoras – Dona Carolina Tinto 2015.

Final de tarde muito importante para todos estes produtores que viram aqui reconhecido todo o seu trabalho diário.

Criação de parque de autocaravanismo e Lazer na Freguesia de Figueiró da Granja vai ser uma realidade

Candidatura aprovada no Turismo de Portugal

A freguesia de Figueiró da Granja que já anteriormente tinha anunciado  que o Parque de Autocaravanismo ia ser uma realidade na localidade, para tal, tinha submetido uma candidatura para tal.

Face  a isso, a candidatura ao Turismo de Portugal foi agora aprovada e tudo está bem encaminhado para Figueiró da Granja ser um local  de autocaravanismo, dado que, está perto da serra da estrela e uma vasta natureza paisagística o concelho de Fornos e Celorico possuem para explorar.

Assim para o executivo da Junta de Freguesia foi uma aposta ganha e referem que:”É com enorme orgulho e satisfação que informamos que foi aprovada a candidatura ao Turismo de Portugal no âmbito da medida “Linha de Apoio à Valorização do Turística do Interior”, que visa a criação de parque de autocaravanismo e Lazer na Freguesia de Figueiró da Granja”!
Este será um investimento estruturante para o apoio ao desenvolvimento do Turismo nesta região!

A cerimónia de assinatura de contrato, entre a Junta de Freguesia de Figueiró da Granja e o Turismo de Portugal, irá realizar-se na próxima terça-feira, dia 4 de agosto.”

Slalom Sprint de Castelo Rodrigo em outubro

O Slalom Sprint de Castelo Rodrigo, organizado pelo Município de Figueira de Castelo Rodrigo com o Clube Escape Livre, decorre, pela primeira vez em 22 anos de edições, no mês de outubro, mas a organização quer garantir a espetacularidade de sempre. A decisão deriva das adaptações resultantes da pandemia, que conduziram à alteração dos campeonatos da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, entre eles o Campeonato de Portugal de Perícias. A dupla jornada de Figueira é a penúltima data deste calendário.

No dia 10 de outubro, vão fazer o caminho para Figueira de Castelo Rodrigo alguns dos melhores pilotos da modalidade. Figueira integra, este ano, o Campeonato com duas provas no mesmo dia: o Slalom Sprint de Castelo Rodrigo, a decorrer a partir das 14h30, e a 2ª Grande Perícia Automóvel Figueira Castelo Rodrigo, a partir das 20h30, ambas no Estádio Municipal de Figueira, de forma a cumprir as normas sanitárias em vigor. Neste ano de exceção, a prova de Sprint não se irá realizar.

Refira-se que o Campeonato de Portugal de Slalom conta, este ano, com sete provas, terminando na Guarda, em novembro.

Para Luís Celínio, presidente do Clube Escape Livre, “Este é mais um campeonato da FPAK que vai avançar, com a colaboração e determinação de vários clubes, que cumprindo com as regras em vigor, não querem deixar os praticantes e entusiastas da modalidade sem a possibilidade de corridas este ano. Um agradecimento ao Município de Figueira de Castelo Rodrigo por todas as diligências feitas em conjunto com o Clube Escape Livre, para que a mais antiga e mais popular prova de perícia não deixe de se ter lugar este ano.”

Vinho“Pinhel Cidade Falcão 1770 – 2020” (Beira Interior – DOC Tinto) apresentado

Teve lugar na noite de sábado, a apresentação do vinho“Pinhel Cidade Falcão 1770 – 2020” (Beira Interior – DOC Tinto) , no Jardim 5 de outubro, com a presença de um leque de convidados restrito, devido à pandemia Covid-19.

Este vinho começou a ser produzido na Adega Cooperativa de Pinhel a pedido do Município de Pinhel com o intuito de assinalar o título “Pinhel Cidade do Vinho”  e os 250 anos da elevação a cidade, esta foi a produção do vinho comemorativo da efeméride.

Um evento transmitido em direto na página de facebook do Município, com Rui Ventura , Presidente do Municipio de Pinhel que agradeceu a presença de todos e enalteceu este vinho que engrandece o titulo de capital do vinho e o assinalar dos 250 anos da elevação a cidade.

Salientou também que foi uma boa forma de homenagear todos aqueles que trabalham a terra e contribuem para a excelência dos Vinhos de Pinhel, sem dúvida um dos melhores embaixadores do concelho.

Ainda falaram no palco, o Presidente da Associação de Municípios Portugueses do Vinho, Pedro Ribeiro, Fernando Martins, Diretor Regional da Agricultura e Pescas do Centro e o Presidente do Turismo Centro de Portugal,  Pedro Machado. Marcaram presença o Vice-Presidente do Instituto da Vinha e do Vinho, Manuel Cardoso; o Presidente da Comissão Vitivinícola Regional da Beira Interior, Rodolfo Queirós; o Presidente da Adega Cooperativa de Pinhel, Agostinho Monteiro entre outras individualidades.

Uma noite agradável, com a prova do vinho comemorativo que se encontra disponível para todos, em garrafa de 0.75lt, 1,5lt, 3lt e 5 lts das castas Touriga Nacional , Aragonês e Rufete.