Templates by BIGtheme NET
Início » Ambiente » CID lança Festival de Dramaturgia de 28 de junho a 4 de julho na Guarda

CID lança Festival de Dramaturgia de 28 de junho a 4 de julho na Guarda

Vai ser lançado pelo Centro Internacional de Dramaturgia (CID) da Guarda, criado pela Câmara Municipal de Guarda, com sede no Teatro Municipal da Guarda e dirigido pelo ator e encenador Marcos Barbosa, a partir de 28 de junho e até 4 de julho, uma vasta programação de estreias de teatro, concertos de música, debates e workshops com prestigiados e premiados convidados nacionais e internacionais. O programa prossegue depois, entre 5 e 11 de julho, na Escola do Largo, em Lisboa.

Jacinto Lucas Pires, Ricardo Gomes, Pedro Mexia, Rui Tavares, Tomás Cunha Ferreira, Jorge Andrade, Ivo Alexandre, António Guedes, Diana Lara e Pedro Moldão, entre outros, assim como o brasileiro Domenico Lancellotti, a norueguesa Line Rosvoll, o norte-americano John Eisner e o britânico Chris Thorpe, são algumas das estrelas em cartaz no Festival Novos Bardos.

O festival inicia-se na manhã de 28 de junho, com dois workshops abertos a estudantes e interessados em dramaturgia, que se irão estender ao longo da primeira semana: “Processo Criativo para Dramaturgos: Criação de Novo Material”, de John Clinton Eisner, diretor artístico emérito da Lark Play Development Center em Nova Iorque – e “Texto para Performance – Encontrar Novas Formas De Ser Um Escritor”, de Chris Thorpe, escritor e performer de Manchester, membro fundador do Unlimited Theatre, que escreveu para o National Theatre, para a BBC e para a West Yorkshire Playhouse. A partir das 15h do mesmo dia, tem lugar a inauguração oficial do Festival Novos Bardos, seguindo-se, às 19h, o concerto “Todos Juntos Reunidos Numa Pessoa Só”, do artista plástico, poeta e músico Tomás Cunha Ferreira.

Regista-se ainda a 4 de julho um debate sobre as novas dramaturgias, sobre a obra de Padre António Vieira e sobre este possível encontro entre a pureza da floresta amazónica e o peso da civilização que carregamos. Um debate otimista e a olhar para o Futuro, com a colaboração do Centro Cultural Brotéria, que se irá seguir ao visionamento do espetáculo “Profecia do Princípio do Mundo”, contando com a moderação de Samuel Silva e a participação de Pedro Mexia, Rui Tavares e do Padre João Sarmento.

O Centro Internacional de Dramaturgia (CID), novo projeto na área das artes de palco, apresentado no Dia Mundial do Teatro, a 27 de março, tem direção de Marcos Barbosa, que também é diretor da Escola do Largo, em Lisboa. Com intercâmbio cultural e artístico através de parcerias com centros congéneres dos Estados Unidos, México, Argentina, Noruega, Reino Unido, Espanha e França, o CID pretende acolher escritores, encenadores, atores, tradutores, académicos, artistas e críticos, nacionais e internacionais, para que possam desenvolver projetos de criação conjunta, assumindo como principal missão a promoção de dramaturgias contemporâneas para produções.

A partir do Teatro Municipal da Guarda (TMG), num momento em que Guarda é uma das candidatas a Capital Europeia da Cultura 2027, o CID assume-se como um projeto de dimensão internacional, com o objetivo de colocar a região da Guarda como novo centro artístico em relação permanente com o Mundo, bem como alargar o diálogo cultural também a nível nacional e regional, contando com os agentes culturais da região.

Até dezembro de 2021, se a situação pandémica permitir, “está planeada uma programação com 12 espetáculos, dez sessões de leitura, cinco conferências e cinco concertos”.

Publicidade...