Templates by BIGtheme NET
Início » Mangualde » Conversa com Castro Oliveira – Candidato a Provedor da Sta Casa da Misericordia de Mangualde

Conversa com Castro Oliveira – Candidato a Provedor da Sta Casa da Misericordia de Mangualde

À conversa com Castro Oliveira - Candidato a Provedor da Sta Casa da MisericordiaQual a lista que apresentará às próximas eleições e as principais ideias da sua candidatura para o desenvolvimento e fortalecimento da Instituição que se propõe liderar nos próximos quatro anos ?
MESA ADMINISTRATIVA
Efetivos:
PROVEDOR – António Albuquerque e Castro de Oliveira – Inspector de Educação (APOS.)
VICE-PROVEDOR: Maria Teresa da Conceição Abrantes Amaral – Técnica Superior de Serviço Social (APOS.)
Jaime Manuel Marques Pires da Silva – Bancário (APOS.)
Maria Margarida Martins Coelho Messias – Técnica Superior de Serviço Social
Luís Cruz Alves – Técnico Administração Tributária (APOS.)
José António da Silva Almeida – Empresário
Luís Manuel Laires Gonçalves de Fraga – Professor 2º Ciclo E. Básico
Suplentes:
Manuel Fernando Almeida Cabral – Juíz Desembargador
Nazaré Carmo Lopes Santos Domingues – Técnica Superior de Serviço Social
António dos Santos Paulo – Médico (APOS.)
MESA DA ASSEMBLEIA GERAL
Efetivos:
José Francisco Sobral Abrantes – Advogado
José Manuel Sousa Ferreira – Empresário
Adelaide Maria da Conceição Leal de Almeida – Técnica Administração Tributária
Francisco Luís Augusto – Empresário
Suplentes:
Joaquim Daniel Albuquerque dos Santos – Empresário
Jorge Manuel Figueiredo dos Santos – Empresário
CONSELHO FISCAL
Efetivos:
António Jorge Morais Pais de Pina – Economista
Filipe Manuel Pinheiro Ferraz – Técnico Oficial de Contas
Adelino José Cabral Loureiro Amaral – Bancário (APOS.)
Suplentes:
Clemente Augusto Silva de Sousa – Técnico da EDP (APOS.)
João Manuel Santos Gonçalves – Dirigente Associativo – ADFA
No respeitante às linhas de força e objetivos desta nossa candidatura, são dimensões que, em breve, enquanto equipa, formalizaremos e
tornaremos públicas. Importará, de qualquer forma, que, desde já, afirme a forte convicção de que Mangualde e a estabilidade social das suas populações, nomeadamente das que mais necessitam de atenção e apoio, muito terão a ganhar se se aprofundar a articulação entre todas as estruturas e instituições que hoje, felizmente, existem e intervêm no Concelho, articulando e potenciando o que de melhor cada uma delas é capaz de fazer.
Em termos estritos da Santa Casa, importa que se garanta a dignidade e a estabilidade que esta multissecular instituição sempre teve e viu
assegurada por sucessivas gerações e que não pode, nunca, ser desbaratada.
Oempenhamento dos seus quadros técnicos e dos seus múltiplos trabalhadores, são alicerces para o trabalho de uma equipa de grande
qualidade e sem quaisquer interesses que não seja o de servir, como aquela que tenho o prazer de ter comigo, levará a cabo, nos próximos
anos, ao serviço de Mangualde e dos Mangualdenses.
Penso ser possível fazer chegar ao vosso jornal todos os elementos solicitados, após as festividades Natalícias e a tempo de que todos e
cada um possam fazer uma opção consciente e alicerçada em valores,  dando sentido e dignidade ao ato eleitoral que, como o Mangualde
Online saberá, terá lugar no próximo dia 17 de Janeiro.
Aproveito para desejar a toda a equipa do MangualdeOnline e através dela, a todos os Irmãos e a todos os trabalhadores da Santa Casa de Misericórdia de Mangualde e aos Mangualdenses no geral, umas Boas Festas e um 2015 que permita o renascer da Esperança num futuro melhor.
Fonte:MangualdeOnline

Publicidade...



 

Enviar Comentário