Templates by BIGtheme NET
Início » Ambiente » Pacto – Geração Economia Guarda 2040 sugerido por Sérgio Costa

Pacto – Geração Economia Guarda 2040 sugerido por Sérgio Costa

Na tarde desta segunda -feira, teve lugar a conferência de imprensa da Plataforma de Cidadãos Independentes liderada por Sérgio Costa solicita que seja feito um pacto pela Guarda, que deixou as seguintes palavras:”As próximas Eleições Autárquicas são a oportunidade dos Guardenses fazerem ouvir a sua voz e a sua vontade na escolha da decisão do caminho que irão trilhar no desenvolvimento que anseiam para o seu Concelho.

É com a sua fundamental participação cívica através do voto que irão cuidar da sua Cidade, Vila e Aldeias. Será cada um deles o juiz do seu, e do nosso futuro.

Cabe aos Candidatos trabalhar com humildade para ganhar a confiança dos eleitores, com as suas propostas e com a sua capacidade de liderança.

Demonstrando a sua vocação consubstanciada na resolução dos problemas dos Guardenses. É chegada a hora de apresentar propostas aos Guardenses.

É chegada a hora de exprimir a nossa opinião e vontade através do nosso voto. Os Guardenses sabem o que querem dos Políticos que vão eleger para os representar: Competência, Trabalho e Decisão.

Todos estamos convocados, todos os Movimentos da Sociedade Civil, todos os Partidos, todas as Instituições, todas as Empresas, todos os Cidadãos.

A Guarda quer gente de pensamento independente de partidos, lobbies ou quaisquer outros interesses. Quer gente que defenda em primeiro e único lugar – A Guarda.

Ao ouvir os Guardenses, tenho constatado que a Guarda quer que os seus responsáveis Políticos se entendam. Que procurem causas comuns. Que
pratiquem o diálogo e a saudável arte do compromisso e da verdade.

A Guarda quer que os seus Políticos se comprometam a assumir a defesa da causa do seu bem comum.

Todos somos poucos e todos temos a obrigação de puxarmos para o mesmo lado, com o grande objetivo da criação de emprego para todos, do aumento da riqueza, do desenvolvimento económico da Guarda.

Os Guardenses querem respeito, valorização do seu território e a qualidade de vida que merecem como Portugueses.

Como Candidato de uma Plataforma Independente, lanço aqui um desafio a todos os Partidos, para atingir o objetivo comum do desenvolvimento da
Guarda. Façamos um Pacto pela Guarda.

Todos os Partidos serão bem-vindos para construir o que a Guarda merece. Tenhamos a coragem de nos unir pela Guarda! Trabalhemos a pensar na Guarda! Esforcemo-nos pelos Guardenses! Falemos a uma só voz, muito para além dos calendários eleitorais! A Economia e o Emprego da Guarda merecem! A Guarda tem de ser pensada com ousadia e projetada para o horizonte de 2040.

As medidas para melhorar a Economia e o Emprego merecem um pacto que permita que em matéria fiscal e apoio ao emprego haja estabilidade.

As medidas económicas e sociais devem ser atrativas e definidas por um período de tempo nunca inferior a 20 anos e estar incluídas em todos os
programas eleitorais dos Candidatos à Câmara Municipal da Guarda.

Deste modo os Guardenses, os Empresários e qualquer outro investidor saberá com o que conta em termos de impostos e apoios municipais para as próximas duas décadas.

A Guarda seria mais atrativa dando condições de estabilidade fiscal e social para que as famílias que aqui decidam viver, tenham emprego e perspetivas de futuro e não vejam os seus filhos migrar para longe.

Por outro lado, há investimentos âncora que todos os Políticos deveriam considerar como estruturantes e fundamentais para o desenvolvimento da
Guarda. E todos juntos seremos poucos a pugnar pela sua concretização”.

Pacto – Geração Economia Guarda 2040.

Deste modo, apresentou algumas medidas e projetos que considera de consenso e que devem ser a base para a discussão do futuro do desenvolvimento da Economia da Guarda.

● Aplicação da taxa mínima de IMI para todas as Empresas.

● Redução em 50 % do custo das taxas de licenciamento urbanístico e de todas as demais taxas administrativas para todas as Empresas.

● Redução em 50 % da taxa de derrama para todas as Empresas com domicílio Fiscal no Concelho da Guarda.

● Aposta na Plataforma Ferroviária da Guarda.
A Guarda tem de ter a ambição de ser a grande Plataforma Ferroviária, o Grande Porto Seco do Centro e Norte do País, fazendo aqui sediar
serviços e os centros logísticos de Empresas importadoras e exportadoras, Nacionais e Estrangeiras, que a partir daqui podem fazer escorar e receber as suas mercadorias para Portugal, para a Península Ibérica, para a Europa e para o Mundo.
As Empresas da Guarda e os seus Representantes Associativos devem ser chamados, devem ser ouvidos, devem ser integrados neste grande projeto que é fundamental para o desenvolvimento económico da Guarda para os próximos 50 anos.

● Duplicação da área da Plataforma Logística da Guarda.

● Duplicação do Parque Industrial da Guarda.

● Criação de Centros de Incubação Empresarial, para fixação da nova geração de Empresas Tecnológicas de última geração.

● Reorganização e duplicação do Parque Empresarial do Outeiro São Miguel, nas Freguesias de Arrifana e Pera do Moço.

● Reorganização e duplicação do Parque Empresarial de Vale de Estrela.

● Criação de novas Áreas de Localização Empresarial situadas no nosso mundo rural (Benespera, Famalicão, Gonçalo, Maçainhas, Panóias, Pega,
Porto da Carne, Trinta, Vila Fernando).

Estas propostas são o primeiro contributo e a base da discussão política das grandes opções para o investimento e para os Guardenses para os próximos 20 anos, segundo o candidato.

Publicidade...