Início » Ambiente » Pinhel apoia criação do “Porto Seco” na Guarda

Pinhel apoia criação do “Porto Seco” na Guarda

1500 testes rápidos adquiridos

 Teve lugar no Auditório do Município de Pinhel , a primeira reunião do executivo municipal, tendo usado a palavra no período antes da  ordem do dia, Rui Ventura, Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, fazendo o habitual ponto de situação relativo à situação de pandemia, lembrando que a autarquia adquiriu 1500 testes rápidos para fazer face à eventual necessidade de testagem que possa surgir caso se suspeite de surtos em instituições como escolas ou IPSS, entre outras.
Quanto ao facto de Pinhel estar na lista dos concelhos de risco elevado, o autarca lembra a importância de respeitar e cumprir as medidas em vigor, nomeadamente o dever cívico de recolhimento domiciliário e o horário de encerramento dos
estabelecimentos comerciais e restaurantes, entre outras. O uso de máscara, a lavagem frequente das mãos e o distanciamento físico continuam a ser fundamentais para segurança de todos.

Já no período da ordem do dia, destaque para vários assuntos, entre os quais a manifestação de apoio ao Município da Guarda que pretende criar um “porto seco” destinado a potenciar o setor da logística e dos transportes, o primeiro de Portugal, projeto que o Presidente da Câmara Municipal de Pinhel entende ser “um projeto âncora para a região e que beneficiará não só a Guarda como os concelhos limítrofes”.

A nível local, destaque para a provação de um apoio financeiro à Junta de Freguesia de Lamegal destinado à aquisição de uma máquina agrícola e respetivas alfaias.

Finalmente, e a desenvolver em próximas publicações, o Executivo da Câmara Municipal de Pinhel analisou e aprovou o estudo prévio para ampliação da Zona Industrial de Pinhel, assim como o projeto de reabilitação de um edifício tendo em vista a sua adaptação a Biblioteca Municipal.

Fotos:MP

Publicidade...



 

Enviar Comentário