Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: idosos

Tag Archives: idosos

Novo Lar (ERPI – Estrutura Residencial Para Idosos), Centro de Dia e Apoio Domiciliário nasce no Folhadal.

Foram assinados os protocolos entre o Município de Nelas e a Associação do Folhadal que permitiram a candidatura da construção do novo Lar (ERPI – Estrutura Residencial Para Idosos), Centro de Dia e Apoio Domiciliário da Associação do Folhadal. O Lar, Centro de Dia e Apoio Domiciliário estão previstos para 30 utentes cada.

O investimento total previsto é de 1.515.750€, sendo elegível desse valor pela Segurança Social o montante de 1.073.880€ e assegurando a Associação do Folhadal um autofinanciamento de 441.870€, estando garantido já pela Câmara Municipal um apoio financeiro para o efeito.

A candidatura foi apresentada recentemente, contando com o apoio especializado da empresa de consultadoria “Ruris”, sendo o custo de 5.553€ também apoiado integralmente pela Câmara, que havia já apoiado também através dos Serviços Técnicos os projetos.

O PARES 3.0 é um “Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais da Segurança Social” dotado de um montante total de 110 milhões de euros provenientes das verbas dos jogos sociais, estando a decisão sobre as candidaturas previsto para os próximos meses.

O Presidente da Câmara Borges da Silva e atual executivo municipal, a Direção da Associação do Folhadal desde sempre acarinharam este projeto.

A construção desta infraestrutura social será realizada no Folhadal será realizado num terreno contíguo à Associação, entretanto adquirido pela mesma para este efeito.

Esta infraestrutura social, para além de constituir uma nova resposta do Lar, melhorará muito a oferta de Centro de Dia e Apoio Domiciliário e será incluída na rede pública apoiada pela Segurança Social, garantindo acesso a qualquer utente qualquer que seja a sua condição económica ou social, sendo essencial para melhoria da rede social concelhia no fortalecimento do apoio aos idosos e suas famílias.

 

CLDS 4G Servir Fornos vai regressar às visitas domiciliárias em breve

Devido à situação que se está a passar e, tendo em conta a solidão e isolamento que alguns idosos estão a viver, a equipa do CLDS 4G Servir Fornos, vai dar continuidade às  visitas domiciliárias, sempre cumprindo todas as normas de segurança da DGS.
Nestas visitas darão a oportunidade aos  idosos de abrir o seu baú de recordações… vão em busca dos contos, das lendas e até das suas próprias histórias de vida!
Um minuto de carinho, companhia e abstração pode mudar a vida de qualquer um.

Campanha “Natal a GUARDAr os nossos idosos”

MAIS DE TRÊS MIL IDOSOS PASSARAM O NATAL SOZINHOS

No contexto atual de pandemia COVID-19, e em complemento de todas as ações que vêm sendo desencadeadas por todo o seu dispositivo, a Guarda Nacional Republicana, desenvolveu, entre 18 e 24 de dezembro, uma campanha de acompanhamento dos idosos que vivem sozinhos, não só para diminuir o seu isolamento social, transmitindo uma mensagem de amizade e de esperança, mas sobretudo para os proteger, no âmbito do policiamento de proximidade. Ler Mais »

Projeto de Envelhecimento Ativo “Fornos Vida” com adaptação às restrições atuais

Com a  pandemia do novo coronavírus, Covid-19, o dia a dia de todos sofreu alterações e  a população idosa sofreu bastante com essas restrições.
Os idosos têm sido uma das populações que mais tem sofrido com o impacto da pandemia do SARS-COVID-19, não só pela sua maior suscetibilidade às complicações causadas pelo vírus, como pelo maior número de comorbidades que apresentam e défices funcionais (p.e. funcionamentos dos órgãos e sistemas e reservas), fatores estes que têm um grande impacto no desenvolvimento e recuperação da doença.
Para além disso questões relacionadas com a solidão e isolamento, ficaram ainda mais expostas.
Assim o Projeto de Envelhecimento Ativo “Fornos Vida”, como projeto multifatorial que representa, elaborou um plano de retoma para que, de acordo com todas as normas vigentes da DGS e OMS, os nosso alunos se mantivessem “ativos”.
Sabemos que o exercício físico adequado e regular é particularmente importante neste grupo etário, uma vez que é um antagonista do envelhecimento e contribui para a manutenção da função locomotora no idoso, e com isso o seu bem estar psicológico e social.
Reduzir substancialmente a atividade física e/ou aumentar o comportamento sedentário pode ser prejudicial para a saúde, bem-estar e qualidade de vida. Com esta evidência científica, o melhor caminho, é, mais do que nunca, estimular a adoção de comportamentos saudáveis, de forma a ajudar o aluno a criar mecanismos de defesa no seu sistema imunitário.
Assim o Município de Fornos de Algodres, enquanto agente responsável, sem nunca descurar as regras e norma emanadas pela DGS para saúde pública em geral, para a prática da atividade física em particular, recriou novos momentos para a exercitação de atividade física, de forma segura e regulada, elaborando um plano de retoma das atividades.
Assim sujeitou-se o plano de retoma à aprovação do delegado de saúde da ULS da Guarda, o qual foi aprovado.
Desta forma, e tendo em consideração a não recomendação das aulas de grupo para esta população alvo, o Município de Fornos de Algodres avançou com dois tipos de atividades:
1 – Aulas de PT (ensino individualizado);
2 – Aulas on-line.
As aulas de PT, com a implementação do estado de emergência foram substituídas pela elaboração de um plano de treino individualizado para cada aluno, para que este, no conforto e segurança do seu domicilio o possa realizar.
“Estamos certos que de todo, seja possível assegurar, que o risco de contágio pelo novo coronavírus Covid-19, ao participar nestas atividades seja nulo, temos a confiança que todos os procedimentos instituídos contribuem para a combater o risco de contágio do mesmo, estimulando simultaneamente resposta imunitárias mais fortes aos nossos alunos”, refere o Município de Fornos de Algodres.

Mobilidade urbana dos idosos da Guarda objeto de estudo

 

Recentemente nos dias 14 e 15 de novembro, teve lugar em Pamplona (Espanha) a primeira reunião de trabalhos do referido projeto que é liderado pela Universidade de Navarra (Espanha), ao qual se associou uma equipa de investigadores Portugueses liderada pela professora Maria João Guardado Moreira da Unidade de Investigação Age.Comm do Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB); deste grupo de investigadores fazem também parte dois docentes do Instituto Politécnico da Guarda (IPG), Carolina Vila Chã e Nuno Serra.

A equipa de investigação é constituída por investigadores da área da geografia, arquitetura, gerontologia, saúde e atividade física e tem como missão estudar espaços urbanos, cujos desníveis topográficos podem dificultar a mobilidade das pessoas idosas, limitando-as na utilização dos espaços e dos serviços e, consequentemente, condicionando-as no envolvimento de ações promotoras de um envelhecimento ativo.

Em Portugal, será efetuado um levantamento dos meios urbanos portugueses com maiores desníveis topográficos e serão identificados os bairros com população mais envelhecida. Também será realizado um levantamento dos tipos estruturas de mobilidade verticais (elevadores, escadas, passadeira rolantes de utilização pública) e estudado o impacto que estas têm a mobilidade e participação social das populações mais envelhecidas que os utilizam.

Pelas suas características topográficas, a Guarda e Covilhã serão as cidades estudadas em maior detalhe; pretende-se compreender e estudar o impacto destas barreiras na mobilidade e qualidade de vida dos idosos, apresentando-se posteriormente soluções adequadas aos bairros estudados.

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) é uma das instituições que integra o projeto transfronteiriço MOVE-AGED, aprovado pelo Centro Internacional sobre o Envelhecimento (CENIE), no âmbito do programa INTERREG Espanha-Portugal.

A participação do IPG visa primordialmente contribuir para a compreensão do impacto fisiológico e biomecânico dos desníveis topográficos na mobilidade e perceção de esforço dos idosos, tendo por base os seus níveis de funcionalidade.

Dia dos Avós celebrado em Mangualde

Cerca de 500 seniores e avós do concelho de Mangualde participaram, no passado dia 26 de julho, no “Arraial Sénior”, festa comemorativa do Dia dos Avós. A iniciativa, organizada pela Câmara Municipal de Mangualde, teve lugar no Monte Nossa Senhora do Castelo. O Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, e a Vereadora Maria José Coelho, marcaram presença neste convívio.

A tradição voltou a cumprir-se em Mangualde e neste dia, foram muitos os avós e netos que não faltaram à festa. O certame arrancou às 11h00 com a celebração eucaristia, seguido de um almoço com troca de merendas. O “Arraial Sénior” estendeu-se pela tarde fora, com muita música, animação e belos momentos de convívio.

 A Câmara Municipal de Mangualde encara a celebração deste dia como uma festividade intergeracional, de convívio entre avós e netos, sendo assim uma forma de homenagem, de demonstração de carinho e apreço por todos os avós. Celebrar o Dia dos Avós significa celebrar a experiência de vida, reconhecer o valor da sabedoria adquirida, não apenas nos livros, nem nas escolas, mas no convívio com as pessoas e com a própria natureza.

Por:Mun.Mangualde

”Baú dos Avós” esteve em ação na Santa Casa da Misericórdia de Fornos de Algodres

18920553_1473038352755849_3157469418904549255_nNesta terça-feira,  o ”Baú dos Avós”chegou à Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Fornos de Algodres, onde os utentes da Estrutura Residencial para Idosos e Unidade de Cuidados Continuados Integrados, poderam desfrutar de uma das lendas dos Santos Populares, neste caso concreto, a Lenda de Santo António.

O ”Baú dos Avós” é uma atividade que está inserido no projeto BiblioMala, que a equipa da Biblioteca Municipal Maria Teresa Maia Gonzalez.18893442_1473038066089211_5903549746981415311_n

O objetivo desta atividade é fazer com que as pessoas residentes nas  estruturas do concelho de Fornos de Algodres,que diariamente tenham idosos, sintam o prazer e a magia da leitura.

Fotos:MFA

Muitas atividades dos clientes da APSCDFA

apscCada dia que passa, os clientes da APSCDFA vão aprendendo e alguns recordando algumas coisas.

Desta forma para além de muitas atividades que se vão fazendo diariamente, estes jovens seniores vão estando animados, pois desde canções e aapsté ultimamente foram todos meter a mão na cozinha e com ajuda de todos foram confeccionadas umas queijadinhas, que todos adoraram.

Ainda tiveram tempo para visitar a exposição sobre o 25 de abril na Biblioteca Municipal.

Por:António Pacheco////foto:APSCDFA

Uma árvore original no Centro Social de Antas(Penalva do Castelo)

arvi«oreNo Natal é habitual que se enfeitem as casas , as ruas, dá –se um pouco de cor, magia e fantasia, mas o poder da criatividade conta muito e este Natal, o Centro Social Paroquial de Antas ao construir a sua árvore de Natal, foram bastante originais e desta forma coloriram a sua arvores com estrelas e corações, mas com grande significado e carinho para com todos os utentes que vão estando ali diariamente.
Desta forma, fica a grande homenagem deste Centro a todos quantos ali habitam.
Claro que, aquando a construção desta árvore, cada um deles ao ver que tinha de colocar na árvore a sua foto, era notória a felicidade, sinal de que alguém tinha muito carinho por eles.

Por:António Pacheco

foto:CSPA