Templates by BIGtheme NET
Início » Serra » ARC Sport iniciou Nacional de Ralis da forma mais indesejada

ARC Sport iniciou Nacional de Ralis da forma mais indesejada

0arcAvaria origina desistência

Ricardo Moura e António Costa conferiram um ritmo espantoso ao Ford Fiesta R5 na prova de abertura do Campeonato Nacional de Ralis. Nos carismáticos troços de Fafe, Ricardo Moura não deu qualquer hipótese à concorrência, mantendo uma vantagem assinalável até ao momento em que foi obrigado a abandonar antes de entrar para a 10ª especial de classificação, a segunda passagem por Luílhas, devido a uma rótula partida na suspensão direita do Ford Fiesta.

É a terceira vez que Ricardo Moura abandona em Fafe na condição de líder da prova (2014; 2016 e 2017), depois da vitória em 2015. Desta vez o piloto açoriano era líder desde o primeiro troço, tendo registado sete vitórias em especiais de classificação, numa altura em que faltavam apenas três troços para terminar o rali e contava com 42,3 segundos de vantagem. Mais um azar por terras minhotas.

Ricardo Moura apesar de não vencer, salientou boa prestação até à desistência.

Fomos sempre muito rápidos e competitivos e aumentámos constantemente a nossa distância para os principais adversários. Provámos que estamos cada vez melhor preparados, fruto de um trabalho constante com a ARC Sport. Evoluímos muito desde o ano passado, tendo efetuado em Fafe todo o traçado sem hesitações, com saltos impecáveis, enfim, tudo limpinho… Uma coisa é certa, o carro está excelente. Não vencemos, mas penso que conseguimos dar um ótimo retorno aos Açores e aos nossos patrocinadores. Liderámos de forma inquestionável desde o primeiro troço”, disse Ricardo Moura.

Por:ARC Sport  Fotos: PressXL| Albano Loureiro

Publicidade...



 

Enviar Comentário