Templates by BIGtheme NET
Início » Trancoso (Pagina 50)

Trancoso

Atividade turística no Centro de Portugal em crescimento

Agosto de 2019 foi o melhor mês de sempre para a atividade turística no Centro de Portugal, tanto em número de dormidas e hóspedes, como nos proveitos hoteleiros. Números dados hoje a conhecer pelo INE – Instituto Nacional de Estatística, relativos a agosto, mostram igualmente que a procura da região continua a crescer acima da média nacional.

No total de dormidas, o mês de agosto de 2019, em comparação com o mesmo mês de 2018, aumentou cerca de 3% no Centro de Portugal: verificaram-se 1.028.850 dormidas em agosto de 2018 e estas foram 1.060.101 no mesmo mês de 2019, num crescimento de 31.251 dormidas. Este aumento de 3% superou a média nacional, que subiu 2,6%.

A subida foi mais notória entre os visitantes nacionais, cujas dormidas cresceram 5,2%, para 608.904, entre agosto de 2018 e agosto de 2019. Uma demonstração de que o Centro de Portugal é um destino que reúne a preferência de cada vez mais residentes no nosso país. As dormidas com origem no estrangeiro estabilizaram: foram 451.197 em agosto de 2019, face a 450.102 no mesmo mês do ano passado.

No indicador do número de hóspedes, o Centro de Portugal cresceu 3,8%. Em agosto de 2018 tinham sido registados 519.899 hóspedes na região; em agosto de 2019 foram 539.611.

Outro indicador que merece grande destaque é o dos proveitos da atividade hoteleira. Estes subiram de 51,7 milhões para 54,4 milhões de euros (mais 5,2%) entre agosto de 2018 e agosto de 2019. São mais 2,7 milhões de euros que as unidades hoteleiras do Centro de Portugal ganharam no oitavo mês do ano.

Estes números, claramente positivos, consolidam a tendência dos últimos meses e anos: o destino Centro de Portugal é cada vez mais uma escolha preferencial ao longo de todo o ano.

                          Resultados acumulados de janeiro a agosto de 2019 são claramente positivos
Se consideramos o conjunto acumulado do ano, de janeiro a agosto de 2019, os números do Centro de Portugal são também muito positivos, deixando antever que este vai ser o melhor ano de sempre para o turismo na região.

Assim, entre janeiro e agosto, as dormidas aumentaram 4,7% em relação ao mesmo período do ano passado (enquanto a média nacional subiu 3,9%). Neste período, as dormidas dos visitantes nacionais na região subiram 6,5% e as dos estrangeiros cresceram 2,6%. O número de hóspedes progrediu 5,9% e os proveitos melhoraram 6,8%.

GNR- Operação Floresta Segura 2019 – Ponto de situação

A Guarda Nacional Republicana (GNR) vem realizando, desde o dia 15 de janeiro e até ao dia 6 de dezembro, em todo o Território Nacional, a operação “Floresta Segura 2019”, através do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) e da Unidade de Emergência, Proteção e Socorro (UEPS), a qual integra várias fases, desde o planeamento e execução de ações de sensibilização e de fiscalização, no que diz respeito às faixas de gestão de combustível, até ao reforço de patrulhamento e vigilância, para prevenir comportamentos de risco, assim como detetar e combater incêndios rurais, com a finalidade degarantir a segurança das populações e do seu património e salvaguardar o tecido florestal nacional.

Desde o dia 15 de janeiro, até ao dia 10 de outubro, data em que terminou o período crítico do Sistema de Defesa da Floresta contra Incêndios, a GNR já realizou cerca de 6 200 ações de sensibilização, alcançando mais de 122 mil pessoas, com o objetivo de alertar para a importância de um conjunto de procedimentos preventivos a adotar, nomeadamente, sobre o uso do fogo, a limpeza e remoção de matos e a manutenção das faixas de gestão de combustível. Estas ações privilegiaram o contacto pessoal, através de iniciativas em sala, dirigidas a autarcas, produtores florestais, comunidade escolar, agricultores, associações e população em geral.

A Guarda continuará a levar a cabo ações de rua e porta-a-porta, tendo já sido efetuadas, só este ano, cerca de 50 700 patrulhas e percorridos mais de 3,3 milhões quilómetros, com o empenhamento de militares do SEPNA, da UEPS e dos Postos Territoriais.

Relativamente à fiscalização, a mesma vem incidindo sobre as situações identificadas no levantamento efetuado numa primeira fase, tendo a GNR elaborado 6 337 autos de notícia por contraordenação, devido à falta de gestão de combustível (limpeza de terrenos), nos termos do art.º 15 do Decreto-lei n.º 124/2006, de 28 de junho. A acrescentar a estas infrações, a Guarda registou ainda 854 autos de notícia por contraordenação por incumprimentos das normas para a realização de queimas e queimadas, nos termos dos art.º 27 e 28, do mesmo diploma.

Desde o arranque da operação, até ao dia 10 de outubro, a GNR registou 6 014 crimes de incêndio florestal, tendo resultado na detenção de 54 pessoas e na identificação de outras 535.

Saliente-se, ainda, o facto de que 26 % dos primeiros e segundos alertas por incêndio terem sido dados pela Rede Nacional de Postos de Vigia da GNR, permitindo desta forma dar uma resposta mais célere e eficaz no combate aos incêndios.

A proteção de pessoas e bens, no âmbito dos incêndios rurais, vai continuar a assumir-se como uma das prioridades da GNR, sustentada numa atuação preventiva, com o envolvimento de toda a população e demais entidades públicas e privadas, facto que permitiu, em 2018, comparativamente com 2017, reduzir em 40% as ocorrências de incêndio e a área ardida em mais de 92%.

Resultados do Campeonato Distrital 1ªDivisão- AF Guarda- ronda 2

Teve lugar a segunda ronda da divisão maior do distrital da AF Guarda, com a goleada do SC Mêda fora de portas por cinco bolas a zero, perante o E.Almeida.

AD Fornos de Algodres – V. Formoso – 2-1
E Almeida – Mêda-0-5
Aguiar da Beira- Os Vilanovenses -1-0
V. Cortez – Foz Côa – 6-1
Soito – Celoricense – 3-1
Gouveia – Manteigas-1-3
Trancoso – V. F Naves – 6-0

Classificação após 2 jornadas

1-Sc Mêda-6

2-Gd Trancoso-6

3-Vila Cortez -6

4-Soito-6

5-Manteigas-6

6-AD Fornos  de Algodres-6

7-Aguiar da  Beira-3

8-Foz Côa-3

9-Os Vilanovenses-0

10-Vilar Formoso-0

11-Celoricense-0

12-Gouveia-0

13-Estrela Almeida-0

14- Vila Franca Naves-0

 

“Vou-me à Feira de Trancoso” de 11 a 13 de outubro

Vai decorrer em Trancoso, de 11 a 13 de outubro, “Vou-me à Feira de Trancoso”.

O evento “Vou-me à Feira de Trancoso”, é um evento que integra o ciclo de eventos 12 em Rede| Aldeias em Festa das Aldeias Históricas de Portugal, tem uma nova edição entre os dias 11 e 13 de outubro na Aldeia Histórica de Trancoso.

Pretende evidenciar a importância secular que as feiras têm para Trancoso, tendo como objetivo celebrar o território, a sua cultura e as suas gentes, procurando recriar a ambiência das feiras de outros tempos.

Para além da componente cultural,  integra igualmente uma componente gastronómica, que pretende trazer à memória e evidenciar produtos endógenos.
Haverá Animação de rua, visitas guiadas, workshops, música, gastronomia, cenários de luz e escuridão (Praça D. Dinis) e muita festa, fazem parte do programa.

 

Guarda a Capital Europeia da Cultura 2027 vai ser apresentada candidatura em Paris

A Candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura 2027 vai ser apresentada na Câmara de Paris no âmbito da participação na Festa das Vindimas de Montmartre que decorre entre 11 e 13 de outubro na capital francesa. Sendo a Diáspora o tema agregador desta Candidatura, a participação num dos mais importantes eventos da capital francesa, onde é residente uma das maiores comunidades portuguesas no estrangeiro, merece a maior relevância.

A Candidatura da Guarda será apresentada numa sessão /debate no Auditorium de l’Hôtel de Ville Paris no sábado, dia 12, entre as 10h00 e as 12h00 (hora local) pelo vereador da Cultura da Câmara da Guarda, Vítor Amaral e na mesma sessão será apresentado o Geopark Estrela pelo coordenador executivo da candidatura vencedora UNESCO da Associação Geopark Estrela, Emanuel de Castro. Na sessão de abertura desta iniciativa marcarão presença o presidente da Câmara da Guarda, Carlos Chaves Monteiro, Hermano Sanches Ruivo, vereador com o pelouro dos Assuntos Europeus na Câmara de Paris, bem como Jorge Torres-Pereira, Embaixador de Portugal em França. A esta iniciativa segue-se uma degustação de produtos endógenos da região da Guarda com pão, enchidos vinho da região e queijo Serra da Estrela, entre muitos outros.

Para além da receção na Câmara de Paris, a Candidatura irá participar ainda no sábado, dia 12 de outubro, ao final da tarde, a Gala da Lusofonia 2019 onde será referenciada a candidatura da Guarda e que terá lugar no Salão Nobre do Hôtel de Ville Paris pelas 18h30 e onde marcarão presença, para além das personalidades já mencionadas a presidente da Câmara de Paris, Anne Hidalgo; o presidente da Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo, Paulo Langrouva e o presidente da Câmara de Pinhel, Rui Ventura.

Recorde-se que a Candidatura de âmbito regional e transfronteiriço, envolve os 17 municípios da Comunidade da Beira e Serra da Estrela, do Douro, os municípios que integram a Associação das Aldeias Históricas e das Aldeias de Xisto e municípios e instituições da Região Vizinha de Espanha.

A Festa das Vindimas decorre junto à Basílica de Sacré Coeur – Montmartre, em Paris e a participação do Município da Guarda é feito em parceria com a Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo. A participação da Guarda nesta iniciativa visa promover uma parceria com a Mairie de Paris e outras autarquias da região no quadro da candidatura a Capital Europeia da Cultura.

AF Guarda- Vila Franca das Naves-Vila Cortez-0-1

Após o regresso ao Distrital maior da AF Guarda, o Vila Franca das Naves reforçou-se com algumas figuras de renome do futebol distrital e recebeu o Vila Cortez, que nesta temporada iniciou mais cedo, devido à participação na 1ªeliminatória da Taça de Portugal.

Face a isso, os pupilos de Rui Nascimento alcançaram um triunfo importante neste arranque de campeonato, numa partida bem disputada por duas formações que sempre procuraram o triunfo.

Assim, aos 63´, o Vila Cortez a conseguir marcar através de uma grande penalidade transformada em golo, por André Jesus.

Agora ficaram boas indicações de ambas equipas para esta temporada.

Oficina de teatro arranca em Trancoso

Trancoso vai acolher o Evento “Vou-me à Feira de Trancoso”, que decorrerá entre os dias 11 e 13 de outubro, integra o ciclo de eventos 12 em Rede | Aldeias em Festa das Aldeias Históricas de Portugal e tem como propósito celebrar a tradição das feiras, do seu bulício e da importância secular que estas têm para Trancoso. Nesta edição o objetivo é uma participação mais ativa da comunidade local de forma a que, mais do que assistir ao evento, esta seja parte integrante do mesmo e possa contribuir de forma ativa para a orgânica e criação do próprio espetáculo, que será encenado sob a orientação da Associação Teatral Três Irmãos. Por sua vez, vai decorrer uma Oficina de Teatro destinada a todos aqueles que quiserem participar na animação do evento e “ir à feira de Trancoso”.

A Oficina de Teatro irá decorrer no Convento dos Frades e tem o seguinte horário: Dia 7 de outubro, segunda-feira das 20h às 23h; Dia 8 de outubro, terça-feira, das 20h às 23h; Dia 9 de outubro, quarta-feira, das 20h às 23h; Dia 10 de outubro, quinta- feira, das 20h às 23h. Inscrições: junto do Posto Turismo pelo email: turismo@cm-trancoso.pt ou pelo telefone 271811147, até às 17h do dia 7 de outubro.

Legislativas 19- Abstenção pode passar os 50%

Após o fecho das urnas, surgem os primeiros números da noite , apesar de ser uma sondagem, neste caso, o valor da Abstenção ronda entre os 47,5% e os 51,5%.

Tudo isto pode indicar que os candidatos não foram de certa forma convincentes no que toca a fazer mover as pessoas a votar.

este é um indicador que algo tem de ser alterado no futuro para o próximo ato eleitoral.

AF Guarda- Celoricense- Trancoso-1-2

Liberata, o joker que saiu do banco

Uma tarde de sábado, com o calor ainda a marcar presença, no Municipal de Celorico da Beira, a marcar o arranque do Distrital maior da AF Guarda, com o Trancoso a vencer os locais por duas bolas a uma.

Duas equipas a praticar um futebol mais equilibrado, de estudo mútuo, as oportunidades iam surgindo e o keeper celoricense a mostrar logo neste jogo inicial qualidade, ao intercetar  bolas que levavam perigo à sua baliza.

O Celoricense também ia construindo algumas situações e Necas também foi segurando, com o nulo a assentar ao intervalo.

Golos na segunda metade

Após o reatamento, Liberata é lançado pelo Zé Carvalho, técnico do Trancoso, que apostou na velocidade do dianteiro,  agora foi o celoricense a abrir o ativo, com 50´, volvidos pelo Andersson.

O Trancoso acelerou mais e o joker Liberata procurava ganhar espaços na frente e com a sua equipa a jogar em seu favor , alcançou a igualdade aos 71´.

O Celoricense tentou reagir, mas foram os visitantes que voltaram a marcar por intermédio de Liberata, que bisava aos 81´e dava o triunfo e os três pontos aos homens de Bandarra.

A reação dos locais foi imediata com as alterações no xadrez mas até final não haveria mais golos.

 

AF Guarda- Resultados da 1ªdivisão-Ronda 1

Teve início na tarde do Feriado 5 de outubro, o Campeonato maior da AF Guarda, com partidas bastante bem disputadas, com o sol a pairar por todo o distrito.

Resultados da ronda 1

Manteigas -A.Beira-2-1

Mêda- Gouveia- 4-1

Vilanovenses- AD Fornos de Algodres-1-2

Celoricenses-Trancoso-1-2

Vila Franca N- Vila Cortez-0-1

Foz Côa- E.Almeida-

V.Formoso- Soito- 3-1