Templates by BIGtheme NET
Início » Distrito da Guarda » JSD Guarda critica postura do PS na Guarda

JSD Guarda critica postura do PS na Guarda

Espelho meu, espelho meu, haverá alguém mais candidatável do que eu?

A JSD distrital da Guarda refere em comunicado que :A opção do Partido Socialista concelhio e distrital para a Guarda era de tão elevado valor, que António Costa se viu obrigado a reter o seu melhor quadro no Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde da Guarda, de forma a servir a saúde do distrito com inigualável nível de profissionalismo e competência, como temos sido brindados até hoje.

Tanta pressão houve dos lados do PS para que o Partido Social Democrata apresentasse o seu candidato à Câmara Municipal da Guarda, que toda a gente se esqueceu que o dever de oposição do Partido Socialista era ser o primeiro a encontrar candidato e mostrar-se como alternativa à atual governação do Município.

Hoje, o PSD tem candidato ao Município da Guarda, coisa que o PS não tem. O Partido Socialista só ainda não conseguiu essa alternativa porque não a tem. Já sabíamos que o PS aposta em narrativas revisionistas de modo a lavar a sua face das suas próprias polémicas. Aconteceu isso recentemente.

Nos últimos tempos, o PS espalhava pelo distrito que o grande mal destas bandas eram as ditas tricas políticas no seio da Câmara Municipal da Guarda e a escolha dos candidatos do PSD, ignorando o estado da vacinação do distrito e o impacto do Plano de Recuperação e Resiliência na região.

Os casos de alegada vacinação indevida multiplicam-se ao mesmo tempo que quem está na fila de espera vê os dias passar sem receber o tão esperado telefonema das autoridades de saúde para a marcação da vacinação. Enquanto isso, a Ministra da Propaganda para o Interior, fazendo jus ao “nome” do seu ministério, vem à Guarda, envolta em pompa e circunstância, com direito a dois pajens Secretários de Estado para a escoltar, e assim entregar as chaves de unidades móveis de saúde adquiridas por todos, menos pelo seu Governo. Talvez a sua magnânima visita tenha sido preparada para nos fazer esquecer das suas promessas por cumprir. Lembremos os descontos das portagens e as obras no Hospital da Guarda.

Reina a desfaçatez. Afinal, os socialistas lançavam apenas tiros de pólvora seca, com o intuito de enganar as pessoas, pois as verdadeiras munições há muito que se acabaram. Nessa ótica, deveriam agora então preocupar-se com os problemas do interior do seu partido, que vão sendo postos a descoberto, nomeadamente em Manteigas, em que no meio de retiradas de confiança e lutas fratricidas, lançam na lama a instituição que a população lhes confiou gerir.

A nossa preocupação não é essa! O nosso único interesse é a defesa dos cidadãos do distrito e a criação de oportunidades para melhorar as condições de vida daqueles que aqui vivem.

O PSD é e está forte! Estamos focados em fazer uma oposição liderante e consistente ao governo do Partido Socialista. A preparação que está a ser feita para as autárquicas consiste em apresentar aos cidadãos projectos inovadores e listas de pessoas com elevada preparação e qualificação.

Elaboramos os nossos programas em prol dos cidadãos, dos municípios e de um país melhor. Talvez o PS devesse ter a mesma postura construtiva e fazer oposição séria em vez de criar problemas onde eles não existem. Aliás, o impasse na apresentação dos candidatos do PS indica que quem poderá estar carregado de fragilidades é mesmo o PS.

Mais uma vez se comprova que apenas o PSD pode servir verdadeiramente os interesses dos cidadãos do distrito. E mais ainda, cabe ao PSD liderar uma frente moderada do espaço não-socialista, que englobe todos os que acreditam no poder local, no desenvolvimento sustentável e na nossa região.

Na Juventude Social Democrata acreditamos que apenas um consenso alargado deste espaço erradicará o socialismo e a má gestão dos nossos concelhos.

Disponibilizamo-nos a estar na linha da frente desse diálogo e da construção dos alicerces para a grande casa do centro-direita, prontos para derrubar o socialismo”.

Publicidade...