Templates by BIGtheme NET
Início » Cultura » Mangualde aposta na coesão territorial tornando-se mais forte e competitivo

Mangualde aposta na coesão territorial tornando-se mais forte e competitivo

cmmpcConsciente da importância da cooperação entre municípios para o desenvolvimento das populações, A Câmara Municipal de Mangualde assinou nesta quinta-feira, 12 de janeiro, um Contrato Interadministrativo de Delegação de Competências com a Câmara Municipal de Penalva do Castelo e a Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões. Esta assinatura surge no âmbito da requalificação da Estrada Municipal 604 que liga a Estrada Nacional 309-1 à freguesia de Germil, no concelho de Penalva do Castelo. Na cerimónia, que se realizou na sede da Junta de Freguesia de Germil, marcaram presença o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, o Presidente da Câmara Municipal de Penalva de Castelo, Francisco Carvalho, e o Presidente do Conselho Intermunicipal Viseu Dão Lafões, José Morgado Ribeiro.

Para João Azevedo este é o primeiro sinal da coesão territorial, «tratando-se do primeiro momento em que a comunidade intermunicipal dá um sinal de que efetivamente vivemos numa região, numa comunidade que tem objetivos comuns, que é o desenvolvimento deste território para que possamos criar condições competitivas para que as pessoas possam ficar cá e que tenham esperança naquilo que é o emprego, a coesão territorial, a oferta de serviços e a comunidade». Reforçando, «nós temos que passar das palavras aos atos. Não podemos andar em vários fóruns de discussão, em vários momentos de intervenção a falar sobre a intermunicipalidade e só falarmos dela, mas não atuarmos. Só com a junção de ideias e com o esforço coletivo se consegue um território mais forte e mais competitivo».

É com base neste conceito que o autarca relembra que «foi assim que surgiu o projeto desta estrada que agora vai ser trabalhada pela comunidade intermunicipal. Vai ser organizado o seu projeto administrativo para que depois possamos ter, nos próximos meses, uma estrada que seja digna para todo este território e não só para Germil». Enaltecendo que «esta obra não vai facilitar os 99% dos utilizadores, vai facilitar uma região». Neste sentido, «através da cooperação entre municípios, surgirão outros projetos conjuntos que permitirão o desenvolvimento dos produtos locais. A relação entre Penalva do Castelo e Mangualde não passa só pela estrada de Germil. Passa por muito trabalho conjunto de ambos, de solidariedade, de esforços coletivos, de trabalho conjunto, de projetos em conjunto. Foi assim a história, é assim a história que vai ficar para o futuro, é assim a história que marcamos esta noite».

Na sua intervenção, o edil mangualdense deixa ainda a promessa de que «vamos ter nos próximos meses projetos para o desenvolvimento dos produtos endógenos dos concelhos de Mangualde, Penalva, Nelas e outros aqui à volta». «A comunidade intermunicipal vai ter aqui um papel decisivo naquilo que é o desenvolvimento do território das áreas de desenvolvimento económico. Portanto, se trabalharmos em conjunto e se tivermos a ideia do que queremos para os nossos concelhos, certamente teremos nos próximos anos uma região mais forte, uma comunidade mais forte e concelhos mais fortes» concluiu.

Por:Mun.Mangualde

Publicidade...



 

Enviar Comentário