Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: js

Tag Archives: js

Manifesto autárquico “Reaproximar” pela Concelhia da Guarda da JS

A Concelhia da Guarda da Juventude Socialista apresentou recentemente ,na sede deliberativa da Junta de Freguesia da Guarda, Avª da Igreja, na Guarda-gare, o manifesto autárquico “Reaproximar”.

O manifesto teve como ponto de partida o roteiro “Reaproximar”, roteiro que foi motivado pela vontade da estrutura concelhia de reaproximar a Juventude Socialista da população, dos jovens e dos próprios militantes. As reuniões, o diálogo e a troca de ideias transformaram-se num manifesto com 61 propostas divididas por 9 áreas de atuação: Educação; Cultura; Juventude; Desporto e Saúde; Empreendedorismo, Emprego e Comércio Local; Políticas Sociais; Ambiente e Sustentabilidade; Mobilidade e Transportes; Igualdade de Oportunidades.

Estiveram presentes na apresentação, que também foi transmitida no Facebook da estrutura, Luís Couto, candidato pelo Partido Socialista à Câmara Municipal da Guarda, Fábio Pinto, candidato pelo Partido Socialista à Junta de Freguesia da Guarda, vários membros do secretariado concelhio do Partido Socialista e militantes da Juventude Socialista de vários concelhos do Distrito.

Aquando da sua intervenção, João Vaz, Vice-Presidente da Concelhia da Guarda da Juventude Socialista, criticou a governação do atual executivo, destacando o desinteresse e descuido deste em relação à juventude. Jorge Rafael Abreu, Presidente da Federação Distrital da Juventude Socialista da Guarda, apelidou Carlos Chaves Monteiro e Sérgio Costa de “gémeos falsos” e acusou-os de enganarem a Guarda, indica ainda, a candidatura do Partido Socialista como uma alternativa que “não vira as costas às pessoas”. Diogo Proença, Coordenador do Manifesto “Reaproximar”, apresentou algumas das principais propostas do Manifesto e refere que este não destaca apenas os problemas, mas também apresenta algumas das possíveis soluções, afirmando a mais-valia da aplicação destas propostas. Por fim, Luís Couto, candidato pelo Partido Socialista à Câmara Municipal da Guarda, afirmou a juventude como uma prioridade e destacou o desejo de envolver os jovens na sua candidatura e na sua futura governação.

JS leva a efeito «Fórum da Coesão Territorial»na Guarda

A Juventude Socialista vai levar a efeitos nos dias 13 e 14 de outubro, no concelho da Guarda, o «Fórum da Coesão Territorial». Esta é uma iniciativa que é o culminar do Roteiro com o mesmo nome, no segundo  a JS, tem procurado, através do conhecimento das realidades e do debate alargado, estabelecer um conjunto de propostas políticas que deem resposta às assimetrias regionais e às disparidades existentes entre os vários territórios do país.

Em debate estarão questões como a descentralização administrativa que é para a Juventude Socialista «parte integrante da construção de um país mais justo e mais coeso, suportado pela participação clara e inequívoca do Poder Local».

Para Ivan Gonçalves, Secretário-geral da JS «se o diagnóstico é cada vez mais consensual em relação às disparidades e aos desequilíbrios territoriais cada vez mais gritantes no nosso país, temos também de caminhar para medidas e soluções consensuais que deem resposta às assimetrias regionais e às disparidades existentes no nosso território. Acreditamos num modelo de desenvolvimento territorial harmonioso, equilibrado e sustentável, que garanta um país com regiões coesas, conectadas e em igualdade de oportunidades».

Este é um programa que arrancou em fevereiro, tendo já passado cerca de 30 concelhos em Portugal Continental. Tendo em conta os concelhos já percorridos, Ivan Gonçalves sublinha que «ainda que Portugal partilhe uma identidade e cultura, a verdade é que as desigualdades em termos de desenvolvimento regional e de ocupação territorial têm vindo a acentuar-se, fruto da concentração económica e até educacional. Mais de 70% dos alunos inscritos em 2017/2018 no Ensino Superior público e privado em Portugal frequentam universidades e politécnicos da Área Metropolitana de Lisboa e do Norte do País. É inegável que o congestionamento do litoral vai continuar a exigir mais investimento em infraestruturas de todo o tipo, enquanto o interior continuará a lidar com os constrangimentos da desertificação». Para a Juventude Socialista o diagnóstico as disparidades e os desequilíbrios territoriais são cada vez mais gritantes, pelo que acreditam que é importante implementar medidas e soluções consensuais que deem resposta às assimetrias regionais e às disparidades existentes no território.

Por:JSG

 

Proteção civil em debate nas “Conversas sem Filtro”

Face a uma iniciativa da Federação Distrital da Guarda da Juventude Socialista, em colaboração com a Juventude Socialista – Concelhia da Guarda, teve lugar a segunda edição das Conversas sem Filtro, na cidade da Guarda, onde se falou sobre  a Proteção Civil em zonas de baixa densidade, num icónico local de elevada densidade associativa da cidade da Guarda, localizado na Sede do Centro Cultural, Social e Recreativo do Bairro da Luz, com uma fantástica densidade de qualidade participativa no debate.

Ao longo de mais de duas horas de conversa, transparente, informal, aberta, sem filtros, as várias dezenas de pessoas que responderam a esta oportunidade de participar num saudável momento de debate, assistiram também à participação de um excelente painel de oradores, composto pelo  Secretário de Estado da Proteção Civil, Eng. José Artur Neves, e pelo Comandante, ex- adjunto nacional de operações da Autoridade Nacional de Proteção Civil, Marco Rodrigues, muito bem moderados por uma jovem Técnica Superior na Área da Proteção Civil, Ana Rita Moutinho.

Por:FP

Jovem Eros Quiaios eleito Vice-Presidente da Direção da ANJAS

erosRealizou-se na cidade de Peniche, no âmbito do Fórum das Organizações Autónomas da Juventude Socialista (JS), a Assembleia Geral que elegeu os Órgãos Sociais da Associação Nacional de Jovens Autarcas Socialistas (ANJAS) para o biénio 2017/2018.

Eros Quiaios, natural do concelho de Trancoso, foi eleito Vice-Presidente da Direção da ANJAS, tornando-se assim, o primeiro representante na história do distrito da Guarda a integrar o órgão executivo máximo desta organização. O jovem trancosense, antigo Presidente da JS Trancoso, atual Comissario Nacional da JS e Representante da JS na Comissão Política Distrital do PS Guarda, desempenhará um papel fulcral na preparação do projeto autárquico nacional da JS. Do distrito da Guarda, foram ainda eleitos para o Conselho Geral desta organização, a Sara Videira (Pinhel) e o Luís Condesso (Figueira de Castelo Rodrigo).

Numa primeira reação após a eleição, Eros Quiaios afirma:

“Chegou o momento dos jovens portugueses participarem ativamente na definição e construção das suas freguesias e municípios. Desta forma, as nossas prioridades vão ser: a efetiva implementação da ANJAS em todo o território nacional, a consolidação do papel dos jovens na política local e a promoção do seu âmbito de atuação transversal e multidisciplinar. Pretendo fazer tudo para corresponder às expectativas e à confiança em mim depositadas, nunca esquecendo as minhas origens, Trancoso e o meu querido distrito da Guarda, dos quais muito me orgulho e para os que como até agora, sempre estarei disponível.”

Destaca-se ainda desta eleição o facto dos 55 dirigentes que foram ontem a votos terem sido eleitos na mesma proporção, mulheres e homens – feito inédito na história dos Órgãos Nacionais da JS – facto que pretende servir como exemplo para os vários quadrantes da sociedade.

 

Luis Soares, novo Presidente da ANJAS, diz mais :

“Quando assumi este projeto de dimensão nacional encarei, como prioridade pessoal na constituição da equipa a acompanhar-me durante os próximos dois anos, que mulheres e homens estivessem no mesmo número. A igualdade de género é uma questão de princípio e tem sido uma causa que vem ao longo dos tempos a ser travada pelas mulheres, mas que é, e deve ser, uma causa de todos nós. Mulheres e homens têm de estar unidos na transformação da nossa sociedade, tornando-a tão justa e igualitária quanto ambicionamos.”

A Associação Nacional de Jovens Autarcas Socialistas, organização autónoma integrada na Juventude Socialista, responsável pelo projeto autárquico desta estrutura, para além de ter feito história com a eleição paritária dos Órgãos Sociais, foi mais longe e conseguiu fazer representar todo o território continental e respetivas regiões autónomas nos seus órgãos, constituindo assim uma equipa verdadeiramente abrangente e representativa das preocupações e anseios de todos os portugueses.

O líder dos jovens autarcas socialistas, no seguimento do feito inédito conseguido, refere:

“Sendo nós uma organização que tem como objetivo corresponder aos anseios e preocupações das populações, quer nas suas freguesias ou municípios, não há outra forma de o fazer senão conhecendo de perto as suas realidades e necessidades. Por isso e para isso, tivemos a preocupação de garantir a plena representatividade do território nacional, dando assim mais um passo através dos ideais que nos movem.”

 

Luis Soares, foi eleito Presidente da Direção da ANJAS, acumulando esse cargo com o de Presidente da Federação Distrital de Viseu da JS, Representante da JS na Comissão Política Nacional do PS e membro do Secretariado Nacional da JS. Marcelo Guerreiro, o único jovem autarca socialista que exerce funções como Presidente de Câmara Municipal, neste caso de Ourique, é o novo Presidente da Mesa da Assembleia Geral. Joana Bento, jovem candidata à Presidência da Câmara Municipal do Fundão, foi eleita Presidente do Conselho Fiscal. Para além destes órgãos, existe ainda o Conselho Geral da ANJAS, composto por quarenta membros.

No que concerne aos novos dirigentes da organização, Luis Soares garante:

“Termos jovens como o Marcelo Guerreiro e a Joana Bento, que desempenham ou pretendem desempenhar funções de liderança num município, engrandece e valoriza a nossa estrutura. É uma verdadeira honra contar com eles, um enquanto Presidente da Mesa da Assembleia Geral e outro como Presidente do Conselho Fiscal da ANJAS. São uns dos melhores exemplos de jovens autarcas que temos, onde nas dificuldades, encontram oportunidades para transformar as suas regiões e a melhoria das condições de vida das suas populações.”

Em conjunto com a eleição dos seus novos órgãos sociais foi apresentado, discutido e aprovado o plano estratégico da organização que pretende capacitar, formar, valorizar e apoiar os jovens socialistas que integram ou pretendem integrar listas nas próximas eleições autárquicas. Importa referir que para estas eleições o PS recomendou uma quota de, no mínimo, 20% dos membros das listas serem jovens com menos de 35 anos.

A propósito desta recomendação, o Presidente da ANJAS, comenta:

“Não nos contentemos com esta recomendação, sejamos mais ambiciosos, porque a mesma, não reflete em nada a geração a que pertencemos, visto ser a mais qualificada de sempre do nosso país. A realização de grandes projetos, por vezes, só está à distância de uma oportunidade. Logo é essa a oportunidade e confiança que queremos que nos seja dada, envolvendo-nos no projeto autárquico como sinal de reconhecimento do trabalho diário que, enquanto a maior juventude partidária do nosso país, desenvolvemos em prol das nossas populações.”

Em jeito de conclusão, o líder nacional dos jovens autarcas socialistas afirma:

“Conto com as ideias e a participação de todos para que, no próximo dia 1 de outubro de 2017, celebremos não só uma grande vitória autárquica do Partido Socialista, mas sobretudo, uma grande vitória de todos os jovens portugueses.”

Federação Distrital da JS Guarda opõe-se a fecho do balcão da CGD em Almeida

12974452_1045989572106727_2686053591205899329_n-300x167 A Federação Distrital da Guarda da Juventude Socialista, em comunicado,  considera inaceitável o fecho do balcão da Caixa Geral de Depósitos, localizado em Almeida, considerando tratar-se de uma decisão irrefletida e injustificável.

O Secretariado da Federação Distrital da Guarda da Juventude Socialista opõe-se a um possível fecho do balcão da Caixa Geral de Depósitos (CGD) na vila de Almeida, incluída no grupo de 180 balcões que a Administração da CGD prevê encerrar em todo o país. A redução de serviços da CGD contribuirá para dificultar a atividade económica e, por consequência, irá agravar as já enormes desigualdades territoriais, nos mais diversos domínios, da nossa região e concretamente no concelho de Almeida.

A presença deste balcão em Almeida assume um papel fundamental na vida quotidiana da população deste concelho, nas suas atividades profissionais e económicas, sendo que a confirmar-se o seu encerramento, numa sede de um concelho onde reside um grande número de população idosa (cerca de 40% da população têm mais de 65 anos de idade, segundo os censos de 2011), com dificuldades de mobilidade associadas e onde a rede de transportes públicos é deficitária, só irá contribuir para acentuar as tão grandes desigualdades territoriais já existentes e culminará num acrescento de mais uma peça para o já enorme puzzle da interioridade da nossa região.

A Federação Distrital da JS Guarda considera inaceitável que um banco público, onde já este ano o Estado concluiu uma primeira fase da recapitalização com um reforço do capital social, precise, peça e receba o apoio dos contribuintes com uma mão, ao mesmo tempo que lhes retira serviços com a outra.

Consideramos, de igual forma, que com esta medida a CGD presta um mau exemplo ao país. Ao mesmo tempo que o governo prioriza a valorização dos territórios de baixa densidade populacional, a CGD desiste desses territórios e fecha a porta, deles deslocalizando postos de trabalho e promovendo uma política de desincentivo ao investimento na região, numa autêntica demonstração de insensibilidade social.

Estamos convictos de que é imperativo que a Administração da CGD saiba balançar as suas obrigações mantendo uma preocupação com os seus acionistas: todos os cidadãos.

Por:FDGJS

VI WinterFest em Seia neste fim-de-semana

16195131_1282957348409947_769754790000485623_nNeste fim-de-semana, em Seia, a sexta edição do tradicional evento de Inverno da Federação Distrital da Guarda da Juventude Socialista e da Juventude Socialista propõe-se a debater assuntos como a Interioridade, Associativismo, Coesão Territorial, Polít­icas de Juventude, Poder Local entre out­ros, contando com pa­rticipantes de todo o país e com diversos oradores convidados.

sexta, 3 de fevereiro |

• Receção / Credenciação (18 horas | CISE)

• Sessão de Boas Vindas (20 horas | CISE)

• Apresentação do Festival de Cinema cineECO (21 horas e 30 minutos | CISE)
– Mário Branquinho (Diretor do cineECO)

• Momento de Convívio (22 horas | Seia)

| Sábado, 4 de fevereiro |
• Visita ao Museu do Brinquedo (11 horas | Seia)

• Visita à Queijaria “Casa Matias” (12 horas | Carragozela – Seia)

• Almoço (13 horas e 30 minutos | Carragozela – Seia)

• Painel 1 – SER ASSOCIATIVISTA NO INTERIOR (15 horas | CISE)
Moderadores:
– Jorge Rafael Abreu (Presidente da Associação Juvenil de São Martinho)
– Pedro Rebelo Pereira (Assessor de Comunicação)
Oradores:
– Paulo Tomaz (Adjunto do Secretário de Estados da Juventude e do Desporto)
– Hugo Carvalho (Presidente do Conselho Nacional de Juventude – Portugal)
– Catarina Durão (Diretora Regional do Centro do IPDJ)
– Armando Neves (Diretor Executivo da FAJDG – Federação das Associações Juvenis do Distrito da Guarda)

• Intervalo (16 horas | CISE)

• Painel 2 – SER AUTARCA NO INTERIOR (16 horas e 30 minutos | CISE)
Moderadores:
– Luciano Ribeiro (Vereador na Câmara Municipal de Seia)
– Alexandre Lote (Vereador na Câmara Municipal de Fornos de Algodres)
Oradores:
– António Pacheco (Deputado na Assembleia da República e ex-autarca)
– Vitor Pereira (Associação Nacional de Autarcas do Partido Socialista e Presidente da Câmara Municipal da Covilhã)
– Jorge Vieira Neves (Vice-Presidente da Associação Nacional de Freguesias e Presidente da Junta de Freguesia de Castelo Branco)
– Marco Ferreira (Associação Nacional de Jovens Autarcas Socialistas)
– Filipe Camelo (Presidente da Câmara Municipal de Seia)
Conclusão:
– Manuel Machado (Presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses e Presidente da Câmara Municipal de Coimbra)

• Lanche (18 horas | Taberna da Fonte – Seia)

• Visita ao Centro de Interpretação da Serra da Estrela (19 horas | Seia)

• Jantar (20 horas e 30 minutos | CISE)

• Painel 3 – ORÇAMENTO DE ESTADO – BALANÇO E PERSPECTIVAS (22 horas | CISE)
Moderador:
– Fábio Pinto (Presidente da Federação Distrital da Guarda da Juventude Socialista e Secretário Nacional da Juventude Socialista)
Oradores:
– Ivan Gonçalves (Secretário-Geral da Juventude Socialista e Deputado na Assembleia da República)
– João Torres (Vice-Presidente do Grupo Parlamentar do Partido Socialista e Deputado na Assembleia da República)
– Diogo Leão (Deputado na Assembleia da República)

• Momento de Convívio (23 horas e 30 minutos | Seia)

| Domingo, 5 de fevereiro |
• Sessão de Encerramento (12 horas | CISE)

• Visita à Torre da Serra da Estrela (período da tarde – opcional)

Federação JS Distrito da Guarda em ação com 5º WinterFest

Deputado Santinho Pacheco também esteve presente

DSC_1578  Realizou-se nos dias 1, 2 e 3 de abril, em Figueira de Castelo Rodrigo, a 5ª edição do WinterFest da Juventude Socialista.
Ao longo de 3 dias foram mais de 50 os jovens que passaram pelo distrito da Guarda, vindos de todo o país (Lisboa, Porto, Évora, Viseu, Guarda, entre outros distritos) numa iniciativa de âmbito nacional organizada pela Federação Distrital da Guarda da Juventude Socialista, em colaboração com a estrutura concelhia local da JS.

Foram programados 2 painéis destinados a debater a Interioridade e qual o futuro que se vislumbra para os territórios de baixa densidade, com a presença do Coordenador-Adjunto da Unidade de Missão para o Interior, João Catarino, bem como com o presidente da Câmara Municipal de Figueira de Castelo RoDSC_1675drigo, Paulo Langrouva e também com o deputado Santinho Pacheco.
O papel do Associativismo na nossa sociedade também mereceu destaque num segundo painel que teve como oradores Armando Neves, Director-Executivo da Federação das Associações Juvenis do Distrito da Guarda e Eduardo Barroco de Melo, Coordenador Nacional da Organização dos Estudantes Socialistas.

Para o período da noite do dia 2 de abril esteve reservada uma tertúlia sobre o Orçamento para o Estado de 2016, com a presença dos deputados na Assembleia da República, João Torres e Ivan Gonçalves, que decorreu até bem perto das 2 da madrugada.

O fim-de-semana foi preenchido com debates, trocas de ideias, discussão de pontos de vista, destacando todas DSC_1676as questões que estão relacionadas com a região interior do nosso país, mas houve também muita vontade em visitar a Adega Cooperativa de Figueira de Castelo Rodrigo e a Aldeia Histórica de Castelo Rodrigo, procurando destacar o que de melhor se faz nesta região e o inestimável património histórico que ela têm, apoiando desta forma todas as suas potencialidades, qualidades que a individualizam face a outras regiões do país.
Por:FSDG

Jogos tradicionais em Fornos de Algodres pela JS

   A tarde do Domingo de Páscoa foi movimentada pelos jovens socialistas que organizaram os jogos tradicionais de antigamente usuais nesta quadra
: Pela, cartas, malha entre outros, com adesão satisfatória por parte das pessoas, onde  tentaram recriar e dar vida a esta tradição que teve lugar no Largo da Misericórdia.
  Em suma,  relembrar a tradição pascal.
Por: JS Fornos

JS/Fornos quer reerguer a Tradição de jogos na tarde do domingo de Pascôa

  No antigamente, o Terreiro da Misericórdia na vila de Fornos de Algodres, era muito frequentado ano após ano no domingo de Páscoa durante a tarde, isto é, as pessoas desta vila juntavam-se e jogavam variados jogos tradicionais tais como: Pela, Corrida de sacos, Cabra cega, Pião, Malha, Berlinde, Macaca, Lenço, Prego entre outros.

 Eram tardes de verdadeira animação e acima de tudo de muito convívio entre a população.
  Perante a sociedade atual, a Juventude socialista desta localidade, quer voltar a reerguer esta tradição e a tarde de domingo de Páscoa vai ser diferente, onde todos se podem concentrar por volta das 14 horas.

JS Fornos a pensar no futuro

Foto:JS Fornos

A JS de Fornos de Algodres aproveitou  esta fase do ano para apresentar os seus novos membros e familiariza-los na nova família socialista, de movo também a rejuvenescer o seu grupo de juventude tendo em vista o futuro.
fonte:JS Fornos