Templates by BIGtheme NET
Home » Trancoso (page 61)

Trancoso

Vasco Lino manter-se-á ou não na administração da ULS da Guarda?

O início do próximo ano pode trazer mudanças na
administração da Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda. O mandato do atual Conselho de Administração, liderado por Vasco Lino, termina ainda
este ano e tem havido pressões para que o Ministério da Saúde faça
alterações na equipa.
Júlio Sarmento, ex-líder da distrital do PSD e
ex-presidente da Câmara Municipal de Trancoso é apontado como o mais
provável sucessor de Vasco Lino. Mas também se coloca a possibilidade do
cargo vir a ser ocupado pelo médico Gil Barreiros que já integra o
Conselho de Administração da ULS, como diretor clínico para os Cuidados
Primários.

O atual Conselho de Administração tomou posse no final
de 2012, mas iniciou funções ainda durante o mês de Novembro. Vasco
Lino, natural da Covilhã, substituiu Ana Manso ter sido exonerada pelo
ministro da Saúde.
A sua nomeação não foi pacífica. E uma das vozes
mais críticas a esta escolha foi precisamente Júlio Sarmento, como líder
da Distrital do PSD. O social democrata manifestava-se contra a
nomeação de alguém de Castelo Branco ou da Covilhã, dizendo mesmo que
isso estava «fora de hipótese». Júlio Sarmento argumentou na altura que
«não ficaria sossegado» se a solução fosse essa, tendo em conta que há
questões de âmbito regional que têm de ser discutidas, referindo-se à
intenção do Ministério da Saúde em criar o pólo de saúde da Beira
Interior, com o envolvimento das unidades de saúde de Castelo Branco,
Guarda e Covilhã. O dirigente social democrata admitia a possibilidade
de poder vir um técnico de Viseu ou de Coimbra para o eventual futuro
Conselho de Administração, mas «nunca» de Castelo Branco e da Covilhã.
Horas
depois seria confirmada a nomeação de Vasco Lino, bem como dos
restantes elementos da equipa. Fernanda Maçoas, médica no hospital da
Guarda, foi nomeada para diretora clínica para os cuidados
hospitalares; Gil Barreiros, médico em Gouveia, indicado para ser diretor clínico para os cuidados primários; João Marques, enfermeiro no
hospital da Guarda, escolhido para assumir o lugar de Enfermeiro Diretor e Flora Moura, que integrava os serviços Entidade Reguladora de
Saúde do Porto, para vogal executiva.
A equipa foi nomeada pelo
ministro da Saúde no mesmo dia em que foi exonerada a equipa liderada
por Ana Manso, que esteve em funções menos de um ano. O grupo de
trabalho era composto por Fátima Cabral, diretora clínica para os
cuidados hospitalares; José Barreiros, diretor clínico para os cuidados
primários; Ester Vaz, Enfermeira diretora, casada com o enfermeiro que
a substituiu no cargo e Miguel Martins, vogal executivo. Este era o
único elemento do Conselho de Administração que não fazia parte dos
quadros da ULS da Guarda.
Fonte:TB

António J.Seguro vence no distrito da Guarda, mas António Costa vence a nivel nacional nas Primárias do PS

Assim sendo depois de largo trabalho de campanha, os candidatos do PS, Antonio j.seguro e Antonio Costa foram a eleições e saiu vencedor por larga escala , o atual presidente da câmara de Lisboa, Antonio Costa.

Concelhos Apurados: 14 de 14
Secções Apuradas: 14 de 14
Descrição Inscritos Votantes António Costa António José Seguro Brancos Nulos Abstenção
Total % Total % Total % Total % Total % Total %
AGUIAR DA BEIRA 344 303 88.08% 62 20.46% 236 77.89% 3 0.99% 2 0.66% 41 11.92%
ALMEIDA 120 77 64.17% 42 54.55% 35 45.46% 0 0.00% 0 0.00% 43 35.83%
CELORICO DA BEIRA 910 673 73.96% 83 12.33% 585 86.92% 2 0.30% 3 0.45% 237 26.04%
FIGUEIRA DE CASTELO RODRIGO 247 177 71.66% 50 28.25% 127 71.75% 0 0.00% 0 0.00% 70 28.34%
FORNOS DE ALGODRES 381 307 80.58% 222 72.31% 84 27.36% 0 0.00% 1 0.33% 74 19.42%
GOUVEIA 391 347 88.75% 215 61.96% 130 37.46% 1 0.29% 1 0.29% 44 11.25%
GUARDA 689 512 74.31% 302 58.98% 206 40.23% 1 0.20% 3 0.59% 177 25.69%
MANTEIGAS 126 104 82.54% 74 71.15% 29 27.89% 1 0.96% 0 0.00% 22 17.46%
MÊDA 215 185 86.05% 117 63.24% 68 36.76% 0 0.00% 0 0.00% 30 13.95%
PINHEL 85 68 80.00% 41 60.29% 27 39.71% 0 0.00% 0 0.00% 17 20.00%
SABUGAL 221 118 53.39% 31 26.27% 86 72.88% 1 0.85% 0 0.00% 103 46.61%
SEIA 717 576 80.34% 222 38.54% 351 60.94% 1 0.17% 2 0.35% 141 19.67%
TRANCOSO 128 88 68.75% 49 55.68% 37 42.05% 1 1.14% 1 1.13% 40 31.25%
VILA NOVA DE FOZ CÔA 762 596 78.22% 61 10.24% 527 88.42% 3 0.50% 5 0.84% 166 21.79%
Total -GUARDA

António Costa–38.03%
António J..Seguro–61.20%

Abertura de candidaturas para oito bolsas de emprego na região

A Associação de Municípios da Cova da Beira e a Diputación de Salamanca
(Espanha) anunciaram hoje a abertura de candidaturas para oito bolsas de
emprego, no valor global de 32 mil euros, destinadas a desempregados da
região.
Segundo a Associação de Municípios da Cova da Beira (AMCB),
que tem sede em Belmonte, e é presidida pelo autarca de Manteigas José
Manuel Biscaia, a medida insere-se na aposta que aquelas duas entidades
têm feito na inovação, na criatividade e no empreendedorismo, no âmbito do projecto transfronteiriço VIP BIN SAL II.

As bolsas de emprego destinam-se a jovens empreendedores, com formação
superior, que podem fazer as candidaturas nos serviços administrativos
da Diputación Provincial de Salamanca (até ao dia 06 de Outubro) ou na
AMCB (até ao dia 02 de Outubro).
Os candidatos devem ser residentes
na região, estar desempregados e inscritos em Centros de Emprego da área
territorial da Beira Interior Norte (concelhos de Almeida, Celorico da
Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Guarda, Manteigas, Mêda, Pinhel,
Sabugal e Trancoso) ou da Província de Salamanca.
Segundo a AMCB, os
bolseiros seleccionados terão formação de cinco horas diárias, na
Residência Mista da Diputación Provincial de Salamanca, em Ciudad
Rodrigo (Espanha), com a duração total de 530 horas.
O valor máximo
de cada bolsa de emprego a atribuir será de quatro mil euros, sendo este
valor dividido em cinco mensalidades de 800 euros, adianta a fonte.
O autarca José Manuel Biscaia, citado numa nota hoje divulgada, refere
que “é importante” as duas entidades envolvidas no projeto continuarem
“a valorizar, inovar e promover a região transfronteiriça”.
O
presidente da AMCB lembra que no âmbito do projeto VIP BIN SAL II já
foram realizadas várias medidas que contribuíram para a promoção e
divulgação da região, dos produtores e dos produtos regionais.

Refere tratar-se de “um projecto evolutivo onde já foram realizadas
quatro feiras Ecoraia”, estando a ser preparada a 5.ª edição que será
realizada no mês de Dezembro, em Salamanca, e o Festival
Transfronteiriço “com SENTIDOS”, que foi “um sucesso”.
“É
fundamental contribuirmos para o desenvolvimento, implementação e
elaboração de um bom projecto, um projecto válido, capaz de representar e
contribuir decididamente para o desenvolvimento do Território BINSAL”,
concluiu o autarca.
fonte:TB

Queijo da serra com certificação

A adesão de produtores de queijo Serra da Estrela
ao processo de certificação que garante a qualidade do produto
produzido naquela região demarcada está aumentar, visando a consolidação
junto dos consumidores. “Temos 21 produtores a produzir o queijo com
certificação nos concelhos de Celorico da Beira, Fornos de Algodres,
Trancoso, Gouveia, Seia, Oliveira do Hospital, […]
A adesão de produtores de queijo Serra da Estrela ao processo de
certificação que garante a qualidade do produto produzido naquela região
demarcada está aumentar, visando a consolidação junto dos consumidores.

“Temos 21 produtores a produzir o queijo com certificação nos
concelhos de Celorico da Beira, Fornos de Algodres, Trancoso, Gouveia,
Seia, Oliveira do Hospital, Nelas e Penalva do Castelo”, disse à agência
Lusa Célia Henriques, técnica da Estrelacoop – Cooperativa dos
Produtores de Queijo da Serra da Estrela, com sede em Celorico da Beira.

Segundo a responsável, ultimamente “tem aumentado a adesão dos
produtores à certificação” e, só no último ano, “aderiram quatro”.

A técnica da entidade gestora do processo de certificação observou
que o número de queijarias certificadas tem vindo a aumentar porque a
qualidade do produto fica assegurada junto do consumidor.

“O certificado fica mais caro para quem produz e também para o
consumidor, mas tenho sempre o escoamento garantido”, disse o produtor
Júlio Ambrósio, de Prados, Celorico da Beira.

A certificação tem mais encargos para o produtor, mas acaba por ser
“uma segurança para o comprador, porque sabe o que compra”, sublinhou.

Nem todos os produtores, porém, valorizam a certificação, por representar mais gastos.

“Neste momento não estou a certificar. Já certifiquei e poderei
voltar a certificar. Deixei de o fazer porque temos custos acrescidos
com a certificação e, depois, não é valorizado pelo mercado”, justificou
Élio Silva, de Seia.

Entretanto, apesar de haver menos rebanhos na região e de a produção
leiteira ser menor, a feitura de queijo não diminuiu, porque o leite de
ovelha está a ser canalizado para a produção artesanal, dado que as
fábricas estão a optar por comprá-lo em Espanha.

“A produção de queijo Serra da Estrela tem sido à volta de 120 mil unidades por ano”, adiantou Célia Henriques, da Estrelacoop.

Nos 18 concelhos que integram a região demarcada de produção existem
cerca de 80 mil ovelhas das raças Serra da Estrela ou churra bordaleira,
segundo dados da Associação Nacional de Criadores de Ovinos da Serra da
Estrela (ANCOSE), que tem 3.500 associados.

Algumas das queijarias tradicionais, que estão a utilizar a
denominação de origem “utilizam só o leite da sua exploração, mas outras
já recorrem a leite dos vizinhos que deixaram de fazer queijo”, indicou
Rui Dinis, secretário executivo da ANCOSE.

O pastor Norberto Pereira, 29 anos, de Vila Ruiva, Fornos de
Algodres, tem 88 ovelhas e sempre vendeu o leite para um produtor
artesanal, justificando a opção por “não ter condições para fazer o
queijo”.

A região demarcada de produção do queijo Serra da Estrela integra os
concelhos de Guarda, Fornos de Algodres, Celorico da Beira, Gouveia,
Manteigas, Seia, Oliveira do Hospital, Penalva do Castelo, Mangualde,
Covilhã, Carregal do Sal, Nelas, Trancoso, Aguiar da Beira, Arganil,
Tábua, Tondela e Viseu.

Fonte:  Lusa in Agroportal

Diocese promove Jornada da Juventude em Trancoso

 
 O
Departamento da Pastoral Juvenil da Diocese da Guarda escolheu a
localidade de Trancoso para a realização do Dia Diocesano da Juventude
2014, marcado para 12 de abril.

“O
Dia Diocesano da Juventude é a grande celebração da Fé dos jovens da
diocese da Guarda, que ao longo deste ano procuram responder à pergunta:
Igreja: somos pedra ou somos gente?”, refere uma nota publicada no
portal da Diocese da Guarda. “Os jovens através do convívio e da
partilha vão manifestar a sua fé e testemunhar que são Igreja viva onde
Cristo vive e os desafia a mostrar no mundo a alegria do Evangelho”,
conclui a nota. O evento que integra o VIII Festival Diocesano da Canção
Jovem de Mensagem, inicia-se pela manhã “com a concentração no Largo da
Feira, seguindo-se o acolhimento e início das atividades”. A tarde está
reservada para o início do VIII Festival Diocesano Jovem da Canção de
Mensagem que tem como tema “Não te conformes, transforma-te…” a ter
lugar no Pavilhão Multiusos de Trancoso. Segundo portal da Diocese da
Guarda as inscrições para o Dia Diocesano da Juventude decorrem até dia
12 de abril.

fonte:Agência Ecclesia

Mercado à Moda Antiga em Vila Franca das Naves

 
 

 A localidade de Vila
Franca das Naves, no concelho de Trancoso, acolhe, no domingo, mais uma
edição do Mercado à Moda Antiga promovido pela União de Freguesias de
Vila Franca das Naves e Feital, Câmara Municipal e empresa municipal
Trancoso Eventos.

Além
da tradicional venda de produtos regionais, o mercado vai contar com
animação de concertinas, tasquinhas e artesanato, segundo a organização.
O certame, com início pelas 9 horas, pretende valorizar os produtos
locais e contribuir para o seu escoamento
fonte:Guarda.pt

Mário Jorge Branquinho preside à Assembleia Intermunicipal da Comunidade das Beiras e Serra da Estrela

 

Mário
Jorge Branquinho (Seia) foi hoje eleito presidente da mesa da
Assembleia Intermunicipal da Comunidade das Beiras e Serra da Estrela.
A
primeira reunião daquele órgão  decorreu na Covilhã e fica
marcada pela tomada de posse da presidência da Comunidade e restantes
cargos. A par de Mário Jorge Branquinho, Amaral Veiga (Trancoso) foi
eleito vice-presidente da Assembleia e José Armando Serra dos Reis
(Covilhã) para secretário.

Tolerância de ponto na região das Beiras

 
Câmaras da Comunidade das Beiras e Serra da Estrela dão tolerância de ponto no dia de Carnaval 

As
15 Câmaras Municipais que integram a Comunidade Intermunicipal das
Beiras e Serra da Estrela decidiram hoje dar tolerância de ponto no dia
de Carnaval.
As
15 Câmaras Municipais que integram a Comunidade Intermunicipal das
Beiras e Serra da Estrela decidiram hoje dar tolerância de ponto no dia
de Carnaval, disse à agência Lusa o presidente daquela entidade, Vítor
Pereira. “Foi uma proposta aprovada por unanimidade e que vai de
encontro à vontade que temos de agir em conjunto e de uniformizarmos,
dentro de aquilo que é possível, os nossos procedimentos e as nossas
práticas”, referiu o autarca, que é simultaneamente presidente da Câmara
da Covilhã. O Governo mantém para este ano o princípio de não conceder
tolerância de ponto na terça-feira de Carnaval (04 de março). No
entanto, estes 15 municípios decidiram em sentido contrário como forma
de “respeitar a tradição do Entrudo” e dar também “sinal de apreço e
motivação aos funcionários”. “Considerámos que é uma medida justa e
correta e que reconhece o esforço e empenho que os nossos funcionários
dedicam às suas tarefas. É um sinal de apreço e que deverá servir para
os motivar, numa altura em que os constantes cortes salariais os trazem
menos satisfeitos”, acrescentou. A Comunidade Intermunicipal das Beiras e
Serra da Estrela é constituída por 12 municípios do distrito da Guarda
(Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de
Algodres, Guarda, Gouveia, Manteigas, Meda, Pinhel, Seia, Sabugal e
Trancoso) e pelos três municípios da Cova da Beira – distrito de Castelo
Branco – (Belmonte, Covilhã e Fundão).

fonte:Lusa

Força aerea treina na região

– Seia, Trancoso, Guarda, Celorico da Beira, Pinhel, Meda – Entre os
dias 3 e 14 de fevereiro, a Força Aérea Portuguesa vai realizar o seu
exercício anual tático, o Real Thaw 2014 (RT14). O RT14 tem como
principais objetivos qualificar e aprontar as forças participantes no
quadro estratégico dos interesses nacionais e das alianças
internacionais de que o país faz parte.
Para o cumprimento dos objetivos
estão planeadas missões aéreas e terrestres, que decorrerão em Monte
Real, Seia, Trancoso, Guarda, Celorico da Beira, Pinhel, Meda e Lamego,
e que irão testar os militares para operações que possam vir a
realizar.Para que não ocorra um eventual alarme social informa-se, a
pedido da Força Aérea Portuguesa, que essas missões serão efetuadas de 3
a 14 de fevereiro, em horário diurno e noturno, o que poderá, em alguns
casos, causar algum ruido junto das populações atrás mencionadas.
fonte:distrito da guarda

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar